ROTEIRO DA SEMANA

Shows

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

AC JAZZ QUARTET. Depois de tocar saxofone na banda de apoio de grandes nomes da música instrumental brasileira, entre eles Zimbo Trio, Severino Araújo e Nivaldo Ornellas, o saxofonista AC assume a linha de frente do quarteto que tem ainda Marco Tommaso (teclado), Andre Rodrigues (baixo) e Mac William (bateria). Standards do gênero compõem o programa. 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Quinta (22), 18h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

BETH MARQUES. Inéditas de Roque Ferreira e Zé Paulo Becker são os chamarizes do novo disco da cantora. Bordadeira traz ainda composições de Aldir Blanc, Braguinha, Paulo César Pinheiro, Dorival Caymmi e Chico Buarque. 18 anos. Centro Cultural Carioca (200 lugares). Rua do Teatro, 37, Centro, ☎ 2252-6468, ? Carioca. Terça (20), 20h. R$ 20,00. Cd: R e V. www.centroculturalcarioca.com.br.

BLOCO DO EU SOZINHO. Era para ser apenas uma brincadeira para comemorar o aniversário do baterista Rodrigo Barba, em janeiro: tocar o repertório integral de Bloco do Eu Sozinho (2001), de sua banda, o Los Hermanos, ao lado de outros amigos músicos da mesma geração. O reencontro, numa festa comandada pelo baixista Melvin, na Casa da Matriz, foi um sucesso, e o grupo, que tem ainda Rodrigo Costa (vocal), Thiago Pedalino (guitarra e vocal), Bubu Trompete (trompete), Gabriel Bubu (guitarra) e Melvin (baixo), foi parar no festival Abril Pro Rock, no Recife. Para completar a apresentação, entram músicas que faziam parte do bis na época do disco, como À Palo Seco (Belchior), Esquadros (Adriana Calcanhoto) e Traumas (Roberto Carlos). 18 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sexta (23), 23h. R$ 60,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

GEORGE ISRAEL E TONI GARRIDO. No palco montado no canteiro central da Avenida Atlântica, os integrantes dos grupos Kid Abelha e Cidade Negra se encontram na abertura da festa judaica Chanuká. Com seu sax, Israel lembra alguns grandes sucessos de carreira. Garrido segue o mesmo caminho, com apresentação recheada de hits. Juntos, eles interpretam canções tradicionais judaicas. Livre. Praia de Copacabana. Avenida Atlântica, s/nº (entre as ruas Figueiredo de Magalhães e Santa Clara), Copacabana. Terça (20), 19h30. Grátis.

KASSIN. Lançado em agosto, Sonhando Devagar é o novo disco-solo do requisitado produtor. No CD de dez faixas, marcado por um som moderno, cheio de remixes, e por letras bem-humoradas, ele aparece como músico, cantor, compositor e, claro, produtor. O repertório inclui as divertidas Potássio e Calça de Ginástica. Kassin toca na companhia de Donatinho (teclado), Alberto Continentino (baixo) e Stéphane San Juan (bateria). 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quarta (21), 22h. R$ 50,00. www.studiorj.org.

MARIA RITA. Depois do flerte com o samba, a cantora volta a temas mais cadenciados no recém-lançado Elo. A lista de compositores que emprestam músicas ao seu novo trabalho inclui Lula Queiroga (Conceição dos Coqueiros) e, novamente, Marcelo Camelo (A Outra). Um dos momentos mais agitados, que destoa um pouco do conjunto, é Coração em Desalinho, de Monarco, tema da novela Insensato Coração. O espetáculo de abertura é do violinista Nicolas Krassik e seu conjunto Os Cordestinos. A banda do bloco Cordão da Bola Preta faz o encerramento. Livre. Teatro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha, 187, Centro, ☎ 2279-4027. Segunda (19), 19h. Grátis. Distribuição de senhas duas horas antes.

MARVIO CIRIBELI E TOM BERGERON. O pianista brasileiro recebe o saxofonista americano que já tocou com Ella Fitzgerald, Anthony Braxton e Natalie Cole. Juntos, eles interpretam, entre outras, Straight no Chaser e Well You Needn?t (Thelonious Monk), La Fiesta (Chick Corea), Nardis (Miles Davis), Apanhei-te Cavaquinho (Ernesto Nazareth) e Tico-Tico no Fubá (Zequinha de Abreu). 18 anos. Santo Scenarium (120 lugares). Rua do Lavradio, 36, Centro, ☎ 3147-9007. Sexta (23), 20h30. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. santoscenarium.blogspot.com.

MARK LAMBERT. Elogiado guitarrista americano radicado no Brasil, Lambert lançou Under My Skin, em 2009, ao lado de parceiros como Vana Gierig, pianista alemão que acompanha a cantora Ute Lemper. Com Marcelo Martins (saxofone), Guto Wirtti (baixo acústico) e Renato Massa (bateria), ele agora toca clássicos do jazz e da bossa nova, além de releituras refinadas de The Police e Rolling Stones. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (20), 22h. R$ 50,00. www.studiorj.org.

MOHANDAS. Com ensaios abertos na Pedra do Leme, o octeto criou um público cativo para o som que tem como marca os belos arranjos instrumentais. Em Fulô de Lótus, o grupo mistura influências nordestinas e orientais. Além desta, Bel Baroni (percussão e vocal), Diogo Jobim (teclado), Dudu Lacerda (percussão e voz), Estêvão Senra (cordas), Luiza Mayall (percussão e vocal), Micael Amarante (cordas, sax e vocal), Nana Orlandi (percussão e vocal) e Pedro Rondon (baixo) mostram ainda Uma Vez na Vida e Fidalgo. 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (300 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Domingo (18), 19h30. R$ 20,00.

NOVA LAPA JAZZ. O Jazz no Buteco era uma despretensiosa jam session na porta de um pé-sujo, na esquina das ruas da Lapa e Taylor. A ideia era atrair outros fãs do gênero para tocar e ouvir música instrumental. No boca a boca, o encontro cresceu um bocado: chegou a arrebanhar público de 2 000 pessoas. Assim nasceu o quinteto liderado por Iuri Nicolsky, estudante de saxofone da Uni-Rio, e Gabriel Ballesté, graduando em guitarra da UFRJ. O trompetista Eduardo Santana, o baterista Antônio Neves e o baixista Pablo Arruda completam o conjunto. Livre. Largo Albino Pinheiro (ao lado do Teatro João Caetano, na Praça Tiradentes). Quarta (21), 20h. Grátis.

PAULÃO 7 CORDAS. Produtor consagrado do mundo do samba, o músico passeia por clássicos do gênero e do choro tendo na retaguarda o grupo Pé de Moleque, formado por Ramon Alexandre (violão), Alexandre Maionese (flauta), Márcio Almeida (cavaquinho), Kiko Horta (acordeão), Luiz Louchard (baixo) e Netinho Albuquerque (pandeiro). Juntos, mostram obras de grandes mestres como Jacob do Bandolim, Pixinguinha e Sivuca. Tico-Tico no Fubá (Zequinha de Abreu) e 1 x 0 (Pixinguinha) ganham versões inspiradas. Na parte dedicada ao ilustre mangueirense Carlos Cachaça (1902-1999), o cantor Marquinho China assume o microfone. 18 anos. Carioca da Gema (120 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Centro, ☎ 2221-0043. Terça (20), 21h. R$ 20,00.

PEDRO MORAES E SÉRGIO KRA-KOWSKI. Com viagem marcada para Nova York, onde participam de uma feira internacional de música, Moraes e Krakowski têm carreira distinta. O primeiro é cantor e compositor que mistura influências de rock e ritmos regionais brasileiros. Seu disco mais recente, Claroescuro, foi eleito um dos dez melhores lançamentos de world music pelo jornal Boston Globe em 2010. Outra marca são as belas versões para canções de Beatles que ele costuma incluir em suas apresentações. Depois sobe ao palco o pandeirista que começou com o bom grupo Tira Poeira e hoje desenvolve interessante trabalho de aproximação dos dois gêneros que batizam seu disco mais recente: Chorofunk. 18 anos. Bar da Boa (120 lugares). Avenida Mem de Sá, 69, Lapa, ☎ 2220-4446. Quarta (21), 22h. Mulheres: R$ 20,00. Homens: R$ 30,00.

RICHAHS. Escoltado por Wálter Silva (violão), Márcio Almeida (cavaquinho), Ari Bispo (tantã e vocal), Silvão (surdo), Macalé (pandeiro), Jaguara e Felipe de Angola (percussão), o cantor de voz potente comanda uma roda de samba com quatro horas de duração e recheada de sambas tradicionais. Apesar do dia e do horário, trata-se de um compromisso concorridíssimo. 18 anos. Carioca da Gema (120 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Centro, ☎ 2221-0043. Segunda (19), 22h. R$ 21,00.

ROBERTO CARLOS. Só um cantor com a popularidade do rei levaria 1?500 brasileiros a Jerusalém para assistir ao concerto único realizado aos pés da muralha da cidade antiga. Como nas duas primeiras semanas da temporada de fim de ano, os ingressos estão esgotados. Ao lado da banda comandada pelo maestro Eduardo Lages, Roberto Carlos leva os fãs à comoção com Emoções e Detalhes. Uma que voltou ao repertório do cantor na turnê comemorativa dos cinquenta anos, em 2009, e que levanta o público é Cavalgada. 16 anos. Vivo Rio (2 000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Aterro do Flamengo, ☎ 2272-2900. Terça (20) e quarta (21), 21h30. Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

ROGÊ. Escoltado por Marlon Sette e Zé Carlos Bigorna (sopros), Emerson Matheus (baixo), Daniel Conceição (bateria) e Marcelinho Moreira (percussão), o cantor e compositor costura canções próprias como Caminhão, Tambor e Brasil em Brasa, além de versões para temas de João Bosco, Bezerra da Silva, Luis Melodia e Arlindo Cruz. Nos intervalos tem DJ Perrot. 18 anos. Carioca da Gema (120 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Centro, ☎ 2221-0043. Domingo (18), 21h30 R$ 20,00.

SERGINHO PROCÓPIO. Criado em Marechal Hermes, o cavaquinista é filho do lendário Osmar do Cavaco (1931-1999) e herdou seu posto na Velha Guarda da Portela. Serginho comanda roda na casa de espetáculos da Cinelândia. No repertório, além das faixas de Samba pro Povo Cantar, seu disco mais recente, entra a safra antiga, de pérolas como Clareou, Nega Dadivosa e Ladrão de Mulher. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Terça (20), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg.); a partir das 15h (ter.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

SURURU NA RODA. Leia em Veja Rio Recomenda. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quarta (21), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. e ter.); a partir das 15h (qua.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

TERESA CRISTINA. Maior revelação dos palcos da Lapa e adjacências, a cantora relembra velhos tempos ao lado do grupo Semente. O espetáculo coroa um ano agitado. Além da carreira-solo, ela interpretou Roberto Carlos ao lado do grupo roqueiro Os Outros e canções dos tempos de ouro do rádio com a mãe, dona Hilda. 18 anos. Centro Cultural Carioca (200 lugares). Rua do Teatro, 37, Centro, ☎ 2252-6468, ? Carioca. Sexta (23), 21h. R$ 25,00. Cd: R e V. www.centroculturalcarioca.com.br.

TONINHO GERAES. Autor de hits como Mulheres, sucesso na voz de Martinho da Vila, o sambista dá voz às próprias composições em seu segundo disco, Preceito, lançado no ano passado. Gravadas por Zeca Pagodinho, Seu Balancê e Pago pra Ver estão no repertório. 18 anos. Carioca da Gema (120 lugares). Avenida Mem de Sá, 79, Centro, ☎ 2221-0043. Quinta (22), 23h. R$ 21,00.

ZABOMBA. Com influências assumidas de Secos & Molhados, o grupo conquistou a admiração do cantor Ney Matogrosso, que participou da gravação de Mente. A canção está em Vivendo de Truque, terceiro disco do quarteto paulista integrado por Rafa Z (vocal), Beto Boing (baixo), Paulo Passos (guitarra) e Marcelo Bonin (bateria). No lançamento, Ney também sobe ao palco em Poema, de Cazuza, e Tanto Amar, de Chico Buarque. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quinta (22), 22h. R$ 50,00. www.studiorj.org.

EM CARTAZ

BOSSA JAZZ E MUITO MAIS. Um dos idealizadores do evento que agita o restaurante do Hotel Marina Palace, o contrabaixista Reinaldo, do Casseta & Planeta, é a atração de sexta (23), ao lado de Sergio Fayne (piano), Fernando Clark (guitarra) e Chico Pessanha (bateria), seus colegas na Companhia Estadual de Jazz. Na quinta (22), o cantor do Monobloco Pedro Quental mostra uma faceta menos conhecida de sua carreira. Com Fernando Clark (guitarra), Marco Tommaso (teclado), Augusto Mattos (contrabaixo) e Antônio Neves (bateria), Quental vai de Cry Me a River a Unchain My Heart. 18 anos. Vizta (80 lugares). Avenida Delfim Moreira, 630, Leblon (Hotel Marina Palace), ☎ 2172-1089. Quinta (22), 21h30. R$ 30,00; sexta (23), 21h30. R$ 35,00.

Fonte: VEJA RIO