ROTEIRO DA SEMANA

Shows e Concertos

Confira as melhores atrações musicais da semana

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

ARRUDA E ALMIR GUINETO. Gustavo Palmito (repique de mão), Fabão (tantã), Bubba (percussão), Marcelinho (rebolo), Popó (percussão), Paulo Zerbini (voz e pandeiro), Leandro Junior (violão), Armandinho do Cavaco (cavaquinho) e Maria Menezes (voz) integram o grupo de samba Arruda, formado em 2005 em Vila Isabel. Eles sobem ao palco ao lado do bamba Almir Guineto, na Feijoada do Rena, todo primeiro domingo do mês. Além do repertório autoral, o grupo entoa novos arranjos para clássicos da MPB e do samba. De Guineto estão previstas Caxambu, Insensato Destino e Conselho. Com participação do cavaquinhista Fred Camacho. 16 anos. Renascença Clube (2?000 lugares). Rua Barão de São Francisco, 54, Andaraí, ☎ 3253-2322. Domingo (3), 14h. R$ 20,00.

BATUQUE NA COZINHA. Apadrinhado por Martinho da Vila e formado em 1998, o grupo apresenta o repertório de seu segundo disco, Batuque na Cozinha ao Vivo, além de sucessos do álbum de estreia, Sorria para o Samba. Em sua terceira formação, com Paulo Roberto (voz e cavaquinho), André Corrêa (percussão), Denis Santana (tantã) e Bruno Santos (cavaquinho e violão), o quarteto exibe sua mistura de samba e MPB em Mar de Amor, Melhor Juízo e Tempo de Vovó, além de Anjo Moreno, de Candeia. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Segunda (28), 21h30. R$ 30,00. www.studiorj.org.

BIG BANG. Depois de uma breve passagem pelo Brasil em 2011, a banda de rock norueguesa volta ao Rio para o lançamento de seu mais recente disco, To The Mountains. Conhecido por fazer apresentações explosivas, o power trio já conquistou quatro Grammy e está no nono álbum de estúdio. Sob o comando do vocalista e guitarrista Øystein Greni, Olaf Olsen (bateria) e Nikolai Eilertsen (baixo) mostram ao vivo Major Pronin, Cigarette, Nothing Finihsed Yet e A Thousand Times Over, entre outras. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quarta (30), 21h30. R$ 40,00. www.studiorj.org.

BRASIL VOCAL. Em sua segunda edição, o projeto reúne conjuntos vocais no CCBB até junho. Na última semana de programação, a atração de quinta-feira (31) é o grupo paulista Airirê, formado por Ana Amélia Guimarães, Eliane Aquino, Selma Boragian e Virginia Rietmann, e acompanhado pelo violão de sete cordas de Edmilson Capelupi. No repertório, canções que homenageiam os grandes grupos vocais brasileiros do começo do século XX, como Bando da Lua e Anjos do Inferno. Sexta (1º) é dia do octeto mato-grossense Alma de Gato: no repertório do conjunto formado apenas por vozes masculinas entram canções como Desenho de Deus, Lady Gatos e A Rita. No sábado (2) e no domingo (3) acontecem as finais de arranjos vocais e novos grupos. Livre. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quinta (31) a domingo (3), 19h. Grátis. Senhas distribuídas uma hora antes.

BRUNO BATISTA. Pernambucano, mas radicado no Maranhão desde criança, o músico desembarca no Rio para lançar seu segundo álbum, Eu Não Sei Sofrer em Inglês, gravado com a participação de Tulipa Ruiz, entre outros nomes da nova geração. Escoltado por Guilherme Kastrup (percussão, bateria e sampler), Rovilson Pascoal (guitarra), Ricardo Prado (teclado e piano) e Zé Nigro (baixo), o cantor apresenta as doze composições próprias do novo trabalho, entre elas Nossa Paz, Acontecesse e Vaidade, além das inéditas Você Não Vai Me Esquecer Assim e Sobrado. 14 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. Terça (29), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 16h (ter.). IC. www.solardebotafogo.com.br.

CARLOS MALTA. Virtuose dos instrumentos de sopro, o flautista e saxofonista participa da série Música na Cidade. Na apresentação acústica, passeia pelo repertório diversificado de sua carreia-solo, acompanhado apenas pelo contrabaixista Augusto Matoso. Livre. Sala de Sessões do Centro Cultural Justiça Federal (80 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 2265-2275. Quarta (30), 19h. R$ 30,00.

CELSO FONSECA. O guitarrista, cantor e compositor lança seu 15º álbum, No Meu Filme, com onze composições inéditas. Inspirado pelo som da virada dos anos 70 para a década de 80, o músico apresenta um repertório pop e dançante, representado pelas faixas Maio e Junho, Só Guarde o que É Bom, Agora Dancei, Ninho Vazio e Linda, que entrou na trilha sonora da série global Divã. 16 anos. Miranda (225 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa. Sábado (2), 22h. R$ 140,00 a R$ 200,00. Bilheteria: 14h/20h (seg. a sex.); a partir das 14h (sáb.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

CHICO CHAGAS TRIO. Tarimbado acordeonista que já acompanhou meio mundo na MPB, de Cássia Eller a Caetano Veloso, o acreano Chagas divide o palco com Christiano Galvão (bateria e percussão) e Alexandre Cavallo (baixo). No repertório, reúne temas de, entre outros, Astor Piazzolla, Milton Nascimento, Chico Buarque e Sivuca. Completam o programa músicas de seu novo disco, Um Chopin no Bach Ouvindo um Forró ? no álbum, ele empresta arranjos típicos do Nordeste a composições clássicas. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (29), 21h30. R$ 60,00. www.studiorj.org.

GILBERTO GIL E ORQUESTRA PETROBRAS SINFÔNICA. Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 6). 12 anos. Theatro Municipal do Rio de Janeiro (2?361 lugares). Praça Floriano, s/nº, ☎ 2332-9191. Segunda (28), 20h30. R$ 20,00 (galeria) a R$ 80,00 (balcão nobre). Bilheteria: 10h/18h; a partir das 10h (seg.). IC.

GUSTAVO MACACO. Parceiro de Marcelo Baia no projeto BG Sessions, o músico carioca é conhecido por suas canções e interpretações carregadas de efeitos dramáticos. Nesta apresentação, ele desfia obras de seu novo trabalho, Despontando para o Anonimato, ainda em fase de produção. Por insuspeitadas razões místicas, ele lançou a primeira faixa do disco, Cada Fernando Pessoa, às 11h11 do dia 15 de março de 2012. Com participação do violonista, cantor e compositor Mateus Von Krüger. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quinta (31), 21h30. R$ 40,00. www.studiorj.org.

GRUPO MALUNGO. Cauê Menandro, Carlito Birolli (voz, violão e percussão), Caio Guimarães (percussão e efeitos), Gui Handa (baixo, cavaquinho e percussão) e Luis Piazzetta (voz, violão e percussão) integram a banda curitibana que se lança nacionalmente em nova formação. No repertório de composições próprias entram fortes referências africanas ? principalmente na percussão ? misturadas a toadas brasileiras. Com participação do cantor, violonista e compositor Rodrigo Maranhão e da cantora Anna Ratto. Livre. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Segunda (28), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 15h (seg.). IC. www.solardebotafogo.com.br.

GRUPO VOCAL VOZ 4UATRO. Formado por Jane Duboc (voz), Célia Vaz (voz e violão), Clarisse Grova (voz) e Márcio Lott (voz), o conjunto recebe como convidados o pianista João Donato, na segunda (28) e o cantor Emílio Santiago, na terça (29). Formado por artistas experientes, oriundos de movimentos musicais diversos da música brasileira, os integrantes do grupo apresentam um repertório que passeia por várias fases da MPB, através de composições de Tom Jobim, Geraldo Pereira, Caetano Veloso, Lenine, Ivan Lins e Joyce, entre outros. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Segunda (28) e terça (29), 20h. R$ 70,00 (pista) e R$ 100,00 (mesa). Bilheteria: a partir das 14h (seg. e ter.). Cc: todos. Cd: todos. IR.

HAMILTON DE HOLANDA. Com seu bandolim de dez cordas, o virtuose Hamilton já foi indicado a três Grammy, tocou na abertura dos Jogos Panamericanos do Rio, em 2007, e acompanhou meio mundo da MPB. Ao lado de André Vasconcellos (baixo acústico), Gabriel Grossi (harmônica), Marcio Bahia (bateria) e Daniel Santiago (violão), o instrumentista apresenta o repertório de seu 21º disco, Brasilianos 3 ? com o qual ele concorre ao Prêmio da Música Brasileira na categoria melhor solista. No repertório entram Guerra e Paz, Saudades de Brasília e Saudades do Rio. Livre. Espaço Cultural Eletrobras Furnas (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, ☎ 2528-5166. Sexta (1º) e sábado (2), 20h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

JORGE VERCILLO. O cantor apresenta Sarau do Jorge Vercillo, projeto em que recebe uma série de nomes da música brasileira contemporânea. A ideia originou-se de encontros informais promovidos em sua casa e foi transportada para o palco do Miranda. Na quinta (31), Vercillo convida o performático Jorge Mautner e seu inseparável violino, além de um representante da nova geração da MPB: Dani Black. No repertório, duetos com sucessos de cada um dos artistas e faixas menos conhecidas do último disco de Vercillo, Lado B. 16 anos. Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1?424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Quinta (31), 22h. R$ 80,00. Bilheteria: 14h/20h (dom. a qua.); a partir das 14h (qui.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

LOS HERMANOS. Após seis anos de separação oficial, o quarteto carioca volta aos palcos para relembrar sucessos da carreira, iniciada em 1999 e catapultada pelo hit Anna Julia. Depois de arrastarem dezenas de milhares de fãs nas primeiras apresentações por Recife, Brasília, Porto Alegre e São Paulo, Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba e Bruno Medina desembarcam em sua cidade natal. No repertório, Retrato pra Iaiá, O Vencedor, O Vento, Além do que Se Vê, Sentimental, Último Romance, Mais Tarde (de Marcelo Camelo) e a inédita Um Milhão (de Rodrigo Amarante). Anna Julia, resgatada, costuma aparecer no bis, ao lado de Pierrot e Tenha Dó. 16 anos. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sábado (2), 0h, e domingo (3), 20h. R$ 120,00 a R$ 140,00. → www.fundicaoprogresso.com.br. Ingressos esgotados.

LUCIA MENEZES. São influências da infância, como choro, rodas de samba, Carmen Miranda e outras cantoras da era de ouro do rádio, que aparecem no terceiro álbum da intérprete cearense. No espetáculo de lançamento do CD Lucinha, ela conta com a participação do filho, o guitarrista Artur Menezes, e com o acompanhamento de João Lyra (violão), Camila Dias (piano), Jamil Joanes (baixo), Dirceu Leite (sopros), Firmino (percussão), Zé Leal (percussão) e Adelson Viana (sanfona). No programa estão garantidas Moer a Cana (de Chico César), Que Loucura (Sérgio Sampaio) e o resgate das raízes nordestinas com O Torrado (Luiz Gonzaga). 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quarta (30), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. e ter.); a partir das 15h (qua.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

LUCIANO BRUNO. O cantor e pianista napolitano, que divide sua agenda com frequência entre Brasil e Itália, apresenta repertório clássico de canções de sua terra natal, como Amor Scusami, Io che Non Vivo Senza Te, Sapore di Sael e Nel Blú Dipinto Di Blú. Completam a noite versões de músicas brasileiras que viraram hits em sua língua materna, como Tintarella di Luna (Banho de Lua, consagrada na voz de Celly Campello) e E Po? che Fà (Bem que Se Quis, de Marisa Monte). 18 anos. Bar do Tom (350 lugares). Rua Adalberto Ferreira, 32, Leblon, ☎ 2274-4022. → Sexta (1º)

e sábado (2), 22h. R$ 100,00 (laterais) a R$ 120,00 (palco e setor A). Bilheteria: 9h/22h (seg. a qui.); a partir das 21h (sex. e sáb.). Cd: todos. Estac. c/manobr. www.plataforma.com.

MAURICIO EINHORN. Um dos mais importantes nomes da gaita brasileira celebra seus 80 anos ao vivo. Einhorn já se apresentou junto de estrelas do jazz internacional, como a cantora Sarah Vaughan, o guitarrista Barney Kessel e também o gaitista Toots Thielemans. Ao lado de Alberto Chimelli (piano), Luiz Alves (contrabaixo) e João Cortez (bateria), além dos convidados Idriss Boudrioua (sax) e Chiquito Braga (guitarra), o gaitista aniversariante desfia as autorais Tristeza de Nós Dois, Batida Diferente e Estamos Aí. Também estão previstas releituras repletas de improviso de clássicos nacionais, como Carinhoso, e standarts americanos, a exemplo de Night and Day. Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-7246. Terça (29), 20h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 14h30 (ter.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas).

MÓVEIS COLONIAIS DE ACAJU E CHICO TRUJILLO. A noite marca o curioso encontro do pop e do ska misturados pela banda brasiliense com a orquestra de ska punk chilena, que se apresenta pela primeira vez no Brasil. No repertório embolam-se ainda, com resultado para lá de festivo, reggae, pop brasileiro, bolero e cumbia. Formada por Juan Gronemeyer (bateria e percussão), Michael Magliocchetti (guitarra e voz), Tuto Vargas (baixo), Sebastian Cabezas (trompete), Tio Rodi (percussão), Luis Tabilo (trombone) e Macha Asenjo (guitarra e voz), a Chico Trujillo tem cinco discos gravados e vasta milhagem conquistada em festivais internacionais. O Móveis Coloniais de Acaju é integrado por André Gonzáles (voz), BC (guitarra), Beto Mejía (flauta transversal), Eduardo Borém (gaita cromática e teclados), Esdras Nogueira (sax barítono), Fabio Pedroza (baixo), Gabriel Coaracy (bateria), Paulo Rogério (sax tenor) e Xande Bursztyn (trombone). 18 anos. Circo Voador (2?000 lugares). Rua dos Arcos, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Sexta (1º), 23h30. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

MOVIE STARS. Sempre às segundas, as atrizes e cantoras Gottsha e Alessandra Verney, rostos e vozes conhecidos de vários musicais encenados na cidade, recebem um convidado para participar do espetáculo Movie Stars. O projeto da dupla, inciado em 2005, ganhou novo formato e recebeu Claudio Botelho na estreia. O repertório descontraído passa por trilhas sonoras de clássicos do cinema, a exemplo de A Noviça Rebelde (Climb Ev?ry Mountain) e Cantando na Chuva (a faixa-título), além de produções nacionais como A Dama do Lotação (Pecado Original) e o filme franco-brasileiro Orfeu Negro (Manhã de Carnaval). O convidado da próxima apresentação é Leo Jaime. Theatro Net Rio ? Sala Tereza Raquel (789 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping dos Antiquários), ☎ 2147-8060 e 2148-8060. Segunda (28), 21h. R$ 60,00 (balcão) e R$ 80,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 10h (seg.). IR. www.theatronetrio.com.br

MUSICAFINIDADES. O projeto idealizado pelo produtor Leonardo Conde será realizado entre junho e agosto em homenagem aos oitenta anos da Semana de Arte Moderna de 22. Na programação, os artistas vão lembrar os principais personagens e os ecos do movimento nos dias de hoje em apresentações musicais, palestras, oficinas e mostras de cinema. Na primeira semana, tangos, milongas, chamamés e choro serão defendidos pelo violonista Yamandu Costa e pelo baixista Guto Wirtti, na quinta (31). Na sexta (1º), o violonista Guinga desfia Catavento e Girassol, Senhorinha e Você Você. No mesmo dia, o guitarrista Victor Biglione mistura influências latinas a clássicos nacionais, em um repertório que conta com Quadros de uma Exposição (Mussorgsky), Concierto de Aranjuez (Joaquín Rodrigo), El Dia que Me Quieras (Carlos Gardel) e Faceira (Ary Barroso). Livre. Sala Funarte Sidney Miller (225 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo (Palácio Capanema), Centro, ☎ 2279-8104. Quinta (31), 18h30. Sexta (1º), 12h30 (Guinga) e 18h30 (Victor Biglione). Grátis (12h30); 10,00 (18h30).

ROBERTO MENESCAL. Há dois anos sem dividirem o palco, o violonista e pioneiro da bossa nova e o trio Bossacucanova voltam a se encontrar ao vivo. No repertório, clássicos como Garota de Ipanema, Água de Beber, Rio, Telefone e Essa Moça Tá Diferente recebem arranjos modernos e batidas arrojadas, bem ao estilo do trio. Ao lado da cantora Cris Delano, Menescal apresenta, ainda, Mas que Nada, Eu Quero um Samba e Balanço Zona Sul. 14 anos. Teatro Sesc Ginástico (513 lugares). Avenida Graça Aranha 187, Centro, ☎ 2279-4027. Terça (29), 19h. R$ 20,00.

SHAMARR ALLEN QUINTET. O trompetista e cantor de Nova Orleans, que começou a carreira tocando na rua, lidera sua própria banda, The Underdawgs, formada por William Terry (baixo), Matt Clark (guitarra e voz), Jason Butler (teclado), Herbert Stevens (percussão e voz) e Floyd Gray (bateria). De passagem pelo Brasil, para participar do Bourbon Festival, em Paraty, o artista apresenta repertório que mistura jazz, rock, hip-hop e funk, em faixas como Sorry Ain?t Enough e Bring ?Em To Home. 16 anos. Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1?424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Quarta (30), 21h30. R$ 40,00 a R$ 100,00. Bilheteria: 14h/20h (dom. a ter.); a partir das 14h (qua.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

THE HORROR E WE HAVE A BAND. Influenciado por Talking Heads, Human League e Depeche Mode, o grupo inglês We Have a Band é formado pelo casal Thomas e Dede WP e por Darren Bancroft. O trio faz um som que resgata o tecno pop dos anos 80 com originalidade. No repertório, faixas do último disco, Ternion, como Where Are Your People?, Watertight e You Came Out. Criada em 2005, também no Reino Unido, a The Horrors apresenta um rock mais pesado, inspirado em bandas como The Jesus and Mary Chain e The Cramps. Faris Rotter (voz), Von Grimm (guitarra), Tomethy Furse (baixo), Spider Webb (teclado) e Coffin Joe (bateria) apresentam Draw Japan, Gloves e She Is The New Thing, entre outras. 18 anos. Circo Voador (2?000 lugares). Rua dos Arcos, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Quinta (31), 22h. R$ 140,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. e qua.); a partir das 12h (qui). IC. www.circovoador.com.br.

VALÉRIA LOBÃO. Depois de passar por outros palcos alternativos da cidade, a cantora chega ao Centro Cultural Carioca, dando continuidade à divulgação de seu primeiro disco-solo, Chamada. No repertório, canções gravadas em primeira mão pela intérprete, como Vivência (Gilson Peranzzetta, Dori Caymmi e Paulo Cesar Pinheiro), Noite (Paulo Baiano e Marcos Sacramento) e Oração Perdida (Luiz Flavio Alcofra, Jayme Vignoli e Aldir Blanc). Valéria se apresenta escoltada por Flavio Mendes (guitarra), Vitor Gonçalves (piano), Rafael Barata (bateria) e Guto Wirtti (baixo), além do grupo vocal Equale, do qual fazia parte. Livre. Centro Cultural Carioca (150 lugares). Rua do Teatro, 37, Centro, ☎ 2252-6468. Terça (29). R$ 20,00.

VANESSA DA MATA. Desde o fim de 2010 dedicada à turnê de seu último disco, Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias, Vanessa volta ao Rio para única apresentação. No repertório, além de O Tal Casal e Te Amo, entram sucessos da carreira, a exemplo de Ai Ai Ai, Boa Sorte, Amado e Não Me Deixe Só. Integram a banda que acompanha a cantora Gustavo Ruiz (guitarra), Donatinho (teclados), Stephane San Juan (bateria), Maurício Pacheco (guitarra) e Alberto Continentino (baixo). 16 anos. Vivo Rio (2?000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272 2901. Sábado (2), 22h. R$ 120,00 (setor 5) a R$ 220,00 (camarote A e setor 1). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

VIVA ERICSON. Um grupo de artistas se reúne no Circo Voador na terça (29) para prestar homenagem ao poeta Ericson Pires, que morreu aos 40 anos, em março de 2012. Além de celebrar o multifacetado artista ? um dos fundadores do Cep 20?000, ao lado de Chacal e Guilherme Zarvos, e do coletivo Hapax, além de grande ativista cultural e político no Rio ?, a apresentação terá renda revertida para a família de Pires quitar suas últimas dívidas hospitalares. Integram a programação Rodrigo Amarante, Marcelo Yuka, AVA e Segura Nega. A noite terá ainda a participação de Otto, Jorge Mautner e Hapax. Está prevista uma alentada roda de poesia com João Velho, Chacal, Guilherme Levi, Pedro Lago e Guga Ferraz, entre outras, mais participantes do Cep 20?000 e do Corujão da Poesia. 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Terça (29), 19h. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); a partir das 22h. IC. www.circovoador.com.br.

YAEL NAIM. Nascida em Paris e radicada em Israel desde os 4 anos, a cantora teve formação clássica, mas enveredou por jazz, blues e folk, influenciada pela sonoridade de Beatles, Aretha Franklin e Joni Mitchell. Em 2001, lançou seu disco de estreia, In a Man?s Bomb, e, desde então, já teve faixas usadas em comerciais ? a exemplo de New Soul, incluída na propaganda de um computador da Apple. Na turnê brasileira, ela apresenta seu novo trabalho, She Was a Boy, no Rio e no Bourbon Festival de Paraty. Yael Naim é acompanhada pelo percussionista indiano David Donatien, seu parceiro desde 2004. Além de faixas autorais, a dupla apresenta releituras pop, como Umbrella, de Rihanna, e Smells Like Teen Spirit, do Nirvana. 16 anos. Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Sexta (1º), 21h30. R$ 150,00 a R$ 250,00. Bilheteria: 14h/20h (dom. a qui.); a partir das 14h (sex.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

CONCERTOS

EVGENY KISSIN. Leia em Veja Rio Recomenda. Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sexta (1º), 20h30. R$ 90,00 (galeria) a R$ 2?100,00 (frisa e camarote, para seis pessoas). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). IC.

MORGAN STATE UNIVERSITY CHOIR. Instituição educacional, a Morgan State University administra este que é um dos corais mais prestigiados dos Estados Unidos ? seus integrantes já cantaram na Casa Branca. Nesta apresentação, uma série de obras de autoria anônima se mistura a composições de George Gershwin, como alguns trechos de Porgy and Bess, e Duke Ellington, que comparece com obras sacras. Chester Burke acompanha o coro ao piano. A regência é de Eric Conway, diretor artístico do conjunto. Igreja de Nossa Senhora da Candelária (1?500 lugares). Praça Pio X, s/nº, Centro. Domingo (27), 16h. Grátis. Informações, ☎ 3211-7000.

OSB JOVEM. Mateus Araújo rege o conjunto de novos talentos ligados à Fundação OSB. No repertório, obras do romeno Enescu, do italiano Rossini, do francês Debussy e do brasileiro Guerra-Peixe. Auditório do BNDES (416 lugares). Avenida República do Chile, 100, Centro, ☎ 2172-7770, ? Carioca. Quarta (30), 19h. Grátis.

QUARTETO UIRAPURU. Fernando Pereira, Dhyan Toffolo (violinistas), Diemerson Pereira (viola) e Claudia Grosso (violoncelo) integram o grupo, incumbido de encerrar o projeto Eternos Modernos. O programa inclui Revisitando, de H. D. Korenchendler, e Quarteto Nº 4 Trópico de Capricórnio, de Ricardo Tacuchian, além de uma obra inédita composta por Paulo Sérgio Santos ? ele próprio faz participação na apresentação, ao clarinete. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Terça (29), 12h30 e 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (ter.).

RIOHARPFESTIVAL .O festival dedicado à harpa, com 89 espetáculos gratuitos na programação, termina na quinta (31). Um dos destaques está agendado para o último dia: Dharana Maron se apresenta às 12h30 no Paço Imperial. O roteiro inclui música tradicional irlandesa e renascentista. Saiba mais em www.rioharpfestival.com.br. Paço Imperial (250 lugares). Praça XV de Novembro, 48, Centro. Quinta (31), 12h30. Grátis. Informações, ☎ 2233-6711.

ROSANA LANZELOTTE. Acompanhada pelo grupo Vox Brasiliensis, formado por Ricardo Kanji (flautas), Tiago Pinheiro (tenor) e Guilherme Camargo (guitarras), a cravista passeia por repertório que vai de um cântico tupinambá de 1557 a composições de Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Heitor Villa-Lobos, entre outros. Auditório do BNDES (416 lugares). Avenida República do Chile, 100, Centro, ☎ 2172-7770, ? Carioca. Terça (29), 12h30. Grátis.

Fonte: VEJA RIO