ROTEIRO DA SEMANA

Shows

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

AGRIDOCE. Iniciado em 2011, o projeto paralelo da roqueira baiana Pitty e do guitarrista de sua banda, Martin, é apresentado no Rio pela primeira vez. De pegada folk e melodias românticas, o disco do Agridoce chega às lojas em novembro, com doze faixas compostas pela dupla. Ao vivo, Pitty (voz e piano) e Martin (violão) mostram novidades como a primeira música de trabalho, Dançando, além de Epílogos e Finais, O Porto e Romeu. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (24) e sexta (25), 19h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui. e sex.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

ALCIONE. Comemorando quarenta anos de carreira, a Marrom apresenta o espetáculo Duas Faces. O repertório vai além do samba. Transita também por bolero, chanson e canções napolitanas. Estão no roteiro Poder da Criação (João Nogueira e Paulo Cesar Pinheiro), Capim (Djavan) e Meu Ébano (Nenéo e Paulinho Rezende). A cantora é acompanhada pela Banda do Sol, formada por Alexandre Menezes (teclado), Paulo Bogado (bateria), Álvaro Santos (violão) e Ricardo Cordeiro (baixo). 16 anos. Miranda (225 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424, 2º piso, Lagoa, ☎ 2239-0305. Quinta (24), sexta (25) e sábado (26), 22h. R$ 160,00 a R$ 240,00. Bilheteria: 14h/20h (seg. a qua.); a partir das 14h (qui. a sáb.). IC. www.mirandabrasil.com.br. Até dia 26.

ARNALDO ANTUNES. Leia em Veja Rio Recomenda. 18 anos. Circo Voador (2?000 lugares). Rua dos Arcos, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Sábado (26), 23h30. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); a partir das 21h (sáb.). IC. www.circovoador.com.br.

BIRA DA VILA. O sambista de Duque de Caxias homenageia, ao lado de Wilson Bombeiro, os músicos e compositores da Baixada Fluminense ? serão cinco apresentações, a começar pelo palco de Copacabana. O repertório, tirado do disco O Canto da Baixada, com quinze faixas produzidas em parceria com o radialista Adelzon Alves, traz canções compostas da década de 40 aos dias de hoje. Sala Baden Powell (508 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana, ☎ 2548-0421. Quinta (24), 20h. R$ 20,00.

BOSSA, JAZZ E MUITO MAIS. No restaurante Vizta, dentro do Hotel Marina Palace, o projeto reúne atrações musicais em apresentações intimistas. Na quinta (24), o integrante do Monobloco Pedro Quental mostra trabalho mais voltado para o jazz e o soul em uma homenagem a Ray Charles. Ao lado de Fernando Clark (guitarra), Marco Tommaso (teclado), Augusto Mattos (contrabaixo) e Antônio Neves (bateria), Quental canta pérolas como Unchain My Heart e Cry Me a River. Na sexta (25), é a vez de o guitarrista Victor Biglione e trio passearem por bossa nova, rock, jazz e blues. No sábado (26), a pianista e compositora Monique Aragão debuta no palco do Vizta, mostrando repertório autoral, com faixas como Na Chuva, além de clássicos do jazz e do samba. É preciso fazer reserva. 18 anos. Restaurante Vizta (80 lugares). Avenida Delfim Moreira, 630 (Hotel Marina Palace), Leblon, ☎ 2172-1089. Quinta (24), sexta (25) e sábado (26), 21h15. R$ 30,00 (qui.) e R$ 40,00 (sex. e sáb.).

BRASIL VOCAL. Na segunda semana do projeto que reúne grupos vocais de todo o país, apresentam-se os paulistas do Canto Ma Non Presto, na quinta (24); os potiguares do Octo Voci, na sexta (25); as cariocas Chicas, no sábado (26); e os mineiros do Amaranto, no domingo (27) ? os dois últimos dedicados ao repertório infantojuvenil. Livre. Teatro II do Cenctro Cultural Banco do Brasil (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quinta (24) e sexta (25), 19h; sábado (26) e domingo (27), 17h. Grátis. Retirada de senhas uma hora antes. → www.bb.com.br/cultura.

CURUMIN. O multi-instrumentista paulistano apresenta seu novo álbum, Arrocha, o terceiro da carreira-solo. Conhecido por acompanhar, na bateria, nomes como Arnaldo Antunes, Céu, Vanessa da Matta, Paula Lima e Criolo, Curumin já teve o trabalho prestigiado pela atriz americana Natalie Portman, que escolheu uma faixa do disco Japan Pop Show para integrar uma coletânea beneficente. Ao lado de Lucas Martins (baixo e samples), Marcelo Effori (bateria e samples) e Zé Nigro (programação), o músico interpreta ao vivo um repertório denso e de letras elaboradas, a exemplo de Pra Nunca Mais, Afoxoque, Paris Vila Matilde, Treme-Terra e Selvage. Curiosidade: na mesma noite, ele toca no Circo Voador, na banda de Arnaldo Antunes. Vai correr um bocado. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sábado (26), 22h. R$ 40,00. www.studiorj.org.

FÁTIMA GUEDES. Transparente é o nome do novo espetáculo da cantora e compositora carioca. No repertório, além de músicas inéditas, como a que dá nome à apresentação e O Chão É a Cama, entram Aquele Abraço (Gilberto Gil), Tá Vendo Aquela Lua (Thiaguinho, do Grupo Exaltasamba), Morro Velho (Milton Nascimento) e Meninas da Cidade, imortalizada na voz de Elis Regina. Acompanha a cantora um trio de violão, baixo elétrico e percussão. Completa o programa a mostra fotográfica Olhares, composta por obras de 22 fotógrafos. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Segunda (21), 20h. R$ 60,00 (pista) e R$ 80,00 (mesa). Bilheteria: a partir das 14h (seg.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

FEIJOADA DA TIA SURICA. Sempre no último sábado do mês, Iranette Ferreira Barcellos, também conhecida como Tia Surica, promove sua tradicional feijoada com roda de samba no Rival. Com participação de seus colegas músicos na Velha Guarda da Portela, a pastora comanda a festa, famosa pelas edições em seu bairro de origem, Oswaldo Cruz. A convidada da roda é a cantora Anna Costa. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sábado (26), 13h às 17h30. R$ 40,00 (fei­joa­da e roda de samba). Bilheteria: 15h/21h (seg. a sex.); a partir das 13h (sáb.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

FOLKS. O projeto Matriz Live Sessions leva à casa de Botafogo Kauan Calazans (voz), Vitor Carvalho (baixo), Paulinho (guitarra e voz), Sérgio Sessim (guitarra) e Ícaro Rocha (bateria e voz). Há uma década na estrada, a banda lança novo disco, produzido por Felipe Rodarte, do estúdio Toca do Bandido. No programa, faixas de rock autorais, como Carol, Até o Mundo Cair e Paralelas Imperfeitas. Casa da Matriz. Rua Henrique Novaes, 107, Botafogo, ☎ 2226-9691. Terça (22), 21h. R$ 10,00. Cc: todos. Cd: todos. www.matrizonline.com.br.

GARRAFIEIRA E BÁRBARA MENDES. Liderado pela cavaquinista e cantora Mariana Bernardes, o grupo recebe a cantora descoberta pelo arranjador Eumir Deodato. Juntos, os músicos percorrem um repertório que vai do choro ao samba. Curiosidade: a casa está abrigando a mostra Olhares, composta de obras de 22 fotógrafos. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Sexta (25), 22h. R$ 70,00 (pista) e R$ 90,00 (mesa). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

GERALDO AZEVEDO. Ao lado de Cesar Michilis (flauta), Cecelo Frony (voz e guitarra) e do parceiro Eduardo Krieger (voz e violão), além de seus filhos Lucas Amorim, Tiago Azevedo (percussão) e Clarice Azevedo (backing vocal), o cantor e compositor revisita a carreira. A apresentação faz parte das filmagens de Dia Branco, documentário sobre a vida e a obra do músico pernambucano, produzido por sua filha Clarice. No repertório entram a faixa que dá nome ao filme, além de Táxi Lunar, Bicho de Sete Cabeças e Moça Bonita. 14 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. Segunda (21), 21h30. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 16h (seg.). IC. www.solardebotafogo.com.br.

ISABELLA TAVIANI. A cantora carioca lança Eu Raio X, o quinto álbum da carreira, em única apresentação no Rio. Com assinatura de Sérgio Marimba, o cenário foi concebido a partir de 1?500 radiografias enviadas pelos fãs de Isabella. No repertório, além das inéditas Encaixotei Minha Paz e Palavra Errada, há sucessos de carreira, como Foto Polaroid, Digitais, Sentido Contrário, O Farol, Luxúria, De Qualquer Maneira e Último Grão. Ela divide o palco com André Vasconcellos (guitarra, violão, baixo e teclado), Sérgio Morel (guitarra), Marco Vasconcelos (violão e guitarras) e Pedro Mamede (bateria e percussão). 15 anos. Citibank Hall (3?336 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sexta (25), 22h. R$ 50,00 (mesa lateral) a R$ 180,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (dom. a qui.); a partir das 12h (sex.). Estac. (R$ 5,00). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

LADY ZU, GERSON KING COMBO E SUPERGROOVE. Ao lado do soulman carioca King Combo, a cantora paulista sobe ao palco para celebrar os 35 anos do lançamento de seu primeiro LP, em 1977. Há mais de uma década sem se apresentar no Rio, Lady Zu embala a noite com muito soul, funk e disco music à brasileira, em um repertório que conta com A Noite Vai Chegar e A Hora da União. A dupla será acompanhada pela banda Supergroove. Outros sucessos da antiga previstos são Só Você, Good Bye e Novidades. 18 anos. Teatro Rival Petrobras (705 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sábado (26), 23h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

LA VEREDA. Daniel Sili (bateria), Pedro Silveira (baixo), Diogo Sili (guitarra), Guilherme Marques (teclado), Henrique Botkay (voz) e Julia Gorman (voz) formam o grupo carioca, responsável por repertório autoral que embola funk, jazz, folk e rock. Sob influência de Beatles, Mutantes e Raul Seixas, o sexteto surgido no fim de 2011 apresenta um espetáculo dançante e despretensioso com músicas que devem entrar no primeiro disco, ainda em fase de gravação. 18 anos. Teatro Café Pequeno (100 lugares). Avenida Ataulfo de Paiva, 269, Leblon, ☎ 2294-4480. Sexta (25), 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 16h (sex.). TT.

LÉO GANDELMAN QUINTETO. O saxofonista, arranjador e produtor sobe ao palco ao lado dos convidados: Serginho Trom­bone e o cantor e compositor Rogê. Juntos, eles interpretam standards da música popular brasileira, além de mostrar composições próprias inéditas. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Terça (22), 20h. R$ 60,00 (pista) e R$ 100,00 (mesa). Bilheteria: a partir das 14h (ter.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

LIZ ROSA. Radicada no Rio há cinco anos, a cantora potiguar lança o primeiro álbum, batizado com seu nome, no projeto Jazzmania. No repertório, releituras de clássicos da MPB com pitadas de jazz. Ao lado de Marcelo Martins (sax e flauta), Márcio André (trompete), Daniel Ribeiro (baixo elétrico), Dan Marley (bateria) e Juliano Ferreira "Jow-Jow" (violão e guitarra), Liz Rosa visita Tom Jobim, Chico Buarque, Gilberto Gil e João do Vale. 18 anos. Studio RJ (180 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (22), 21h30. R$ 60,00. www.studiorj.org.

LOS HERMANOS. Após seis anos de separação oficial, o quarteto carioca volta aos palcos para relembrar os maiores sucessos da carreira, iniciada em 1999 e catapultada pelo hit Anna Julia. Depois de arrastarem dezenas de milhares de fãs nas primeiras apresentações por Recife, Brasília, Porto Alegre e São Paulo, Marcelo Camelo, Rodrigo Amarante, Rodrigo Barba e Bruno Medina desembarcam na cidade natal. No repertório, Retrato pra Iaiá, O Vencedor, O Vento, Além do que Se Vê, Sentimental, Último Romance, Mais Tarde (de Marcelo Camelo) e a inédita Um Milhão (de Rodrigo Amarante). Anna Julia aparece no bis, ao lado de Pierrot e Tenha Dó. Os ingressos estão esgotados, mas já foram abertas novas datas nos dias 2 e 3 de junho. 16 anos. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Quinta (24), 21h30, sexta (25), sábado (26), 0h, domingo (27), 20h. R$ 120,00 a R$ 140,00. → www.fundicaoprogresso.com.br. Ingressos esgotados.

NEY MATOGROSSO E MARÍLIA BESSY. O cantor e a roqueira carioca repetem no palco a parceira iniciada em 2011, em Doce Devassa, disco de Bessy. No espetáculo Infernynho, a dupla mostra sua afinidade em um repertório dançante e sexy, com as canções Doce Devassa e Vela, do álbum da cantora, além de sucessos da MPB. Estão na lista prevista temas que Ney não canta há muitos anos, a exemplo de Amor Objeto, Por Debaixo dos Panos e Açúcar Candy. Em dueto, eles entoam O Meu Sangue Ferve por Você. Ao longo da apresentação também são lembradas canções de estrelas do pop rock nacional como Rita Lee, Frejat e Marina Lima. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quarta (23), 19h30. R$ 55,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. e ter.); a partir das 15h (qua.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

NÓ EM PINGO D?ÁGUA E MARIANA BALTAR. Celsinho Silva (pandeiro e percussão), Guto Wirti (baixo), Mário Sève (sax e flauta), Rodrigo Lessa (bandolim) e Rogério Souza (violão) dividem o palco com a cantora Mariana Baltar. No programa, o choro Davilicença (Moraes Moreira), o samba Só Vendo que Beleza (Henricão e Rubens Campos) e Assanhado (Jacob do Bandolim), entre outros. Curiosidade: a casa está abrigando a mostra Olhares, composta de obras de 22 fotógrafos. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Quinta (24), 20h. R$ 60,00 (pista) e R$ 80,00 (mesa). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

ORQUESTRA DE SOPROS E FLAUTISTAS DA PRO ARTE. Depois de estrearem o espetáculo Sivuca, em 2010, e participarem, ao lado da Orquestra Pro Arte e do acordeonista Kiko Horta, do projeto Sanfonear, no CCBB, os Flautistas da Pro Arte voltam aos palcos cariocas. No repertório, uma visita aos ritmos do mestre sanfoneiro Sivuca, com muito xote, coco e baião, em arranjos exclusivos de Cadu Pereira, Zeca Assunção, Kim Ribeiro, Raimundo Nicioli, Henrique Lissovisky, Matias Correa, Bruno Correa, Marcelo Caldi, Ignez Perdigão, Alice Passos, Fabio Luna, Marcelo Bernardes e Alexandre Caldi. No programa estão garantidas Aboio, Cabelo de Milho, Sanhauá, Cada Um Torce Como Pode, Homenagem à Velha Guarda e Choro de Cordel. Com apoio da prefeitura, serão feitas três apresentações em teatros da rede municipal, a começar por Copacabana. Livre. Sala Baden Powell (508 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana, ☎ 2548-0421. Domingo (27), 18h. R$ 1,00.

SEXTETO AKESAN E ALFREDO DEL-PENHO. Com direção do acordeonista Kiko Horta, o sexteto prepara noite de samba na companhia do cantor e violonista que estrelou os musicais Sassaricando e É com Esse que Eu Vou. Curiosidade: a casa está abrigando a mostra Olhares, composta de obras de 22 fotógrafos. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Sábado (26), 22h30. R$ 70,00 (pista) e R$ 90,00 (mesa). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

SIBA. Até outubro, o Oi Futuro promove a série Levada, uma reunião de artistas que estão despontando na cena musical brasileira. Na próxima etapa do festival, é a vez de Siba apresentar pela primeira vez no Rio o seu novo disco, Avante. Ao lado de Antônio Loureiro (teclado e vibrafone), Leo Gervázio (tuba) e Serginho Machado (bateria), o cantor e guitarrista mostra as inéditas Ariana, Preparando o Salto, Brisa, Cantando Ciranda na Beira do Mar, Canoa Furada e A Bagaceira, faixas do último projeto, gravadas com a Fuloresta. 14 anos. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. Sexta (25) e sábado (26), 21h. R$ 20,00. www.oifuturo.org.br.

SORRISO MAROTO. O grupo carioca de pagode comemora, com o lançamento do DVD e da turnê, quinze anos de carreira. Em Sorriso 15 Anos, Bruno (voz), Sérgio (violão), Fred (surdo), Cris (pandeiro) e Vinícius (teclado) relembram os principais sucessos da trajetória e trazem novidades, como Assim Você Mata o Papai ? que virou até coreografia de gol do jogador Neymar, do Santos ?, Se Eu Te Pego Te Envergo, Pôr do Sol, Ela, Coisa Louca, Melhor Pedaço e Safadiar, entre outras. 15 anos. Citibank Hall (8?432 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra, ☎ 4003-6464. → Sábado (26), 22h. R$ 50,00 (pista) a R$ 150,00 (camarote). Domingo (27), 20h. R$ 60,00 (mesa lateral) a R$ 150,00 (camarote) . Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.), a partir das 12h (sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. Estac. (R$ 5,00). www.citibankhall.com.br.

SOUKAST. Simone Sou e Guilherme Kastrup, percussionistas, formam a dupla encarregada de um repertório dançante, com composições autorais baseadas nas batidas mais tradicionais da música brasileira. À base de jongos, congados e moçambiques, os dois ? que se dividem no palco entre programações eletrônicas, bateria e percussão ? entoam Moçambiquebembe Intro, Gota d?Água, Choro Bororo e Fábrica de Sapos, entre outras composições. A apresentação integra o projeto Quintas no BNDES. Livre. Auditório BNDES (420 lugares). Avenida República do Chile, 100, Centro, ? Carioca, ☎ 2175-7757. Quinta (24), 19h. Grátis (distribuição de senhas uma hora antes).

TULIPA. A revelação paulista de 2010 volta ao Rio mais uma vez para apresentar o repertório de seu disco de estreia, Efêmera. Ao lado do pai, Luiz Chagas ? guitarrista da banda Isca de Polícia, de Itamar Assunção ?, e do irmão Gustavo Ruiz, a cantora e compositora, que acaba de voltar de turnê pela Europa, interpreta a deliciosa faixa-título do álbum, além de, entre outras, Pedrinho, Aqui, Do Amor, Pontual, A Ordem das Árvores e Brocal Dourado. 18 anos. Studio RJ (180 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sexta (25), 22h. R$ 50,00. www.studiorj.org.

UNHA DE GATO. Daniel Scisinio (cavaquinho e voz), Leandro Saramago (violão de sete cordas e voz), Ivan Mendes (clarinete e percussão) e Tiago Souza (bandolim) integram o grupo niteroiense. Eles lançam na Lapa seu segundo disco, Vários Brasis. Em faixas autorais, o grupo mistura samba, choro, toada e forró. Na programação, as inéditas Velho Bamba, Pro Carnaval, Vários Brasis, Rapadura, Seca da Ilusão e Velha Guarda. Rio Scenarium (1?000 lugares). Rua do Lavradio, 20, Lapa, ☎ 3147-900. Terça (22), 22h. R$ 20,00.

YAMANDU COSTA. Virtuose do violão de sete cordas, o músico gaúcho revelado nas rodas de choro da Lapa participa da série Concerto de Outono. Na apresentação gratuita em Botafogo, mostra o repertório do disco Mafuá ? lançado em 2009 na Alemanha, o CD só chegou ao Brasil em junho do ano passado. No programa, temas próprios, como Bachbaridade, Choro Loco e Ressaca. Biblioteca Popular de Botafogo (60 lugares). Rua Farani, 53, Botafogo, ☎ 3235-3799. Sexta (25), 19h30. Grátis. Senhas distribuídas meia hora antes.

Concertos

DANIEL CASARES. O violonista espanhol é a atração da série Guitarríssimo, promovida pelo Instituto Cervantes. Seu último álbum, El Ladron del Agua, passeia por ritmos variados, do tango, na faixa-título, à bulería, uma derivação acelerada do flamenco, à rumba e até a uma bossa-tango. O programa, baseado no disco, inclui ainda uma versão para Flor de Lis, de Djavan. Instituto Cervantes ? Auditório (80 lugares). Rua Visconde de Ouro Preto, 62, Botafogo, ☎ 3554-5910. Segunda (21), 18h30. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 10h (seg.).

DAVID GAZAROV TRIO. Nascido no Azerbaijão, o pianista faz uma apresentação atípica. Primeiro, sobe ao palco sozinho para tocar obras de Mozart, Beethoven e Chopin. Após um intervalo, volta acompanhado pelo baterista Mark Taylor e pelo baixista Andrew Cleyndert. O trio, então, executa um repertório jazzístico de autoria do próprio Gazarov, baseado em composições eruditas de Chopin e Paganini. Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Domingo (27), 17h. R$ 30,00 (galeria) a R$ 480,00 (frisa e camarote, para seis pessoas). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sáb.); a partir das 10h (dom.). IC.

A HISTÓRIA DO SOLDADO. Composta pelo russo Igor Stravinsky, a obra de 1918 conta a história de um militar que, trapaceado pelo demônio, vende-lhe a alma na forma de seu violino. Quatro atores estão em cena, escoltados pela Camerata Bachiana Brasileira. Caixa Cultural ? Teatro Nelson Rodrigues (366 lugares). Avenida República do Chile, 230, Centro, ☎ 2262-8152, ? Carioca. → Quinta a sábado, 19h; domingo, 17h. R$ 12,00. Bilheteria: 13h/20h (seg. a qua.); a partir das 13h (qui. e sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até domingo (27).

LANG LANG. Leia em Veja Rio Recomenda (pág. 4). Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Quinta (24), 20h30. R$ 100,00 (galeria) a R$ 2?400,00 (frisa e camarote, para seis pessoas). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qua.); a partir das 10h (qui.). IC.

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Russo radicado nos Estados Unidos, ex-regente da Orquestra Sinfônica da Rádio WDR de Colônia, o maestro Semyon Bychkov comanda a OSB nesta apresentação. É a primeira vez que ele rege um conjunto brasileiro. O repertório inclui a Sinfonia em Si Menor, D. 759 ? Inacabada, de Schubert, e a Sinfonia Nº 5 em Dó Sustenido Menor, de Mahler. Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sábado (26), 16h. R$ 20,00 (galeria) a R$ 145,00 (balcão nobre e plateia). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). IC.

RIOHARPFESTIVAL. O festival dedicado à harpa, com 89 espetáculos gratuitos na programação, termina no domingo (27). Na última semana, um dos destaques, Ina Zdorovetchi, da Moldávia, se apresenta na segunda (21), às 12h30, na terça (22), às 18h, e na quarta (23), às 12h30, no Forte de Copacabana. No programa, Britten, Bach, Jolivet e Donizetti, entre outros. Outra atração, o brasileiro Hélio Leite toca na segunda (21), às 18h, e na terça (22), às 12h30, também no Forte de Copacabana. Ele interpreta, entre outros, Damase, Van Delden, Snoer e Andrès. Saiba mais em www.rioharpfestival.com.br. Museu do Exército (200 lugares). Praça Coronel Eugênio Franco, 1 (Forte de Copacabana), Copacabana. Segunda (21) e terça (22), 12h30 e 18h; quarta (23), 12h30. Grátis, ☎ 2233-6711.

Talento irlandês ao piano

Em 1986, o irlandês Barry Douglas (foto) firmou seu nome entre os notáveis do piano ao conquistar a medalha de ouro na Competição Internacional Tchaikovsky, uma das mais importantes do instrumento. Aos 52 anos, diretor artístico da Camerata Irlandesa, conjunto que criou em 1999 só com compatriotas entre os músicos, ele é o solista da próxima apresentação da Orquestra Petrobras Sinfônica, na sexta (25), no Theatro Municipal. Douglas se junta ao grupo no Concerto N° 2 para Piano e Orquestra em Dó Menor, Op. 18, de Sergei Rachmaninoff. Outras duas obras do compositor russo completam o programa: Vocalise e Sinfonia N° 2 em Mi Menor, Op. 27. Roberto Tibiriçá é o regente.Orquestra Petrobras Sinfônica e Barry Douglas. Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sexta (25), 20h. R$ 20,00 (galeria) a R$ 96,00 (balcão nobre e plateia). Bilheteria: 10h/18h (seg. a qui.); a partir das 10h (sex.). IC.

Fonte: VEJA RIO