ROTEIRO DA SEMANA

Shows e concertos

Confira os melhores shows que vão rolar na cidade nesta semana

Por: Rachel Sterman e Bruna Talarico - Atualizado em

Shows

ABAYOMY AFROBEAT ORQUESTRA. Criado em homenagem ao músico nigeriano Fela Kuti (1938-1997), e ao gênero por ele inventado, o afrobeat, o grupo carioca é formado por treze instrumentistas. Eles voltam a se apresentar no festivo Fela Day e aproveitam o ensejo para lançar seu primeiro CD, Abayomi, que significa "encontro feliz", em dialeto africano. No programa, composições próprias, entre elas Eru, Malunguinho e Obatalá, além de faixas do mestre africano. Completam a noite André Sampaio, Afro Mandinga e a festa Makula. 18 anos. Circo Voador (2?000 lugares). Rua dos Arcos, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Domingo (14), 23h. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); a partir das 14h (sáb.). IC. www.circovoador.com.br.

ALICE PASSOS. Formada nas rodas de samba da Lapa, a cantora se prepara para o lançamento de seu primeiro álbum solo. Ao lado de João Camarero (violão de sete cordas), Gabriel Menezes (cavaquinho), Marcos Thadeu (percussão), Magno Julio (percussão) e Marcelo Bernardes (sopro), ela desfia, além de composições autorais, clássicos do samba de várias épocas. O show contará com a participação de Gabriel Cavalcante. 16 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. Quarta (10), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: 16h/22h (seg. e ter.); a partir das 16h (qua.). IC. www.solardebotafogo.com.br.

ARLINDO CRUZ. Batuques do Meu Lugar, o novo DVD do sambista, é inspirado no disco Batuques e Romances, de 2011. No trabalho, o músico faz um passeio por ritmos brasileiros ? do maracatu ao afoxé, passando por carimbó e jongo. Aparecem no repertório, ainda, as faixas românticas Quando Falo de Amor e Vai Embora Tristeza, além dos clássicos O Show Tem que Continuar e Meu Lugar. G.R.E.S Império Serrano (6?600). Avenida Ministro Edgard Romero, 114, Madureira, 2489-8722. Quinta (11), 22h. R$ 10,00.

ARNALDO BRANDÃO E FAUSTO FAWCETT. No encerrramento da turnê do disco Amnésia Programada e na inauguração da série Brandão Convida, o músico recebe como convidados o multimídia Fausto Fawcett, o cantor e compositor Renato Martins e os poetas Bia Provasi e Tavinho Paes. Também sobe ao palco a banda formada por Eliza Schinner (baixo), Fabiano Mattos (percussão) e The Alberto (teclados). No repertório não deve faltar o maior hit de Fawcett, Kátia Flávia ? A Godiva do Irajá. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quarta (10), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 20h30 (qua.). www.studiorj.org.

A BANDA MAIS BONITA DA CIDADE. Responsável pelo hit chiclete Oração, que circulou na internet em 2011, a banda curitibana apresenta no palco do Rival o resultado de seu primeiro disco. Uyara Torrente (voz), Rodrigo Lemos (teclado), Vinicius Nisi (teclado), Diego Placa (baixo) e Luis Bourscheidt (bateria) contam com a participação de Clarice Falcão e Jessica Allossery, duas cantoras também reveladas pela internet. No repertório, além de Oração, outros singles fofinhos, como Marcadoramama, A Balada da Bailarina Torta, Aos Garotos de Aluguel e Solitária. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (400 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (11), 19h30. R$ 45,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui.). IC. www.rivalpetrobras.com.br.

BAIÃO DE CORDA. Ainda estudantes, Rodrigo Marchevsky, André Aragão, Léo Di Mola e Dudu, apaixonados por forró, se reuniram onze anos atrás e formaram o grupo dedicado a novas roupagens para clássicos de xote, xaxado e afins. Ao vivo, eles interpretam sucessos de Gilberto Gil, Edu Lobo e Caetano Veloso, todos presentes no primeiro disco. Completa a noite O Trio Pé de Serra. 18 anos. Circo Voador (2?000 lugares). Rua dos Arcos, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Quinta (11), 0h. R$ 60,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qua.); a partir das 14h (qui.). IC. www.circovoador.com.br.

BANDA CADILLAC. Liderado por Raffa Aguiar, o grupo presta homenagem a Roberto Carlos, resgatando sucessos roqueiros do Rei. Entram no repertório, entre outras, Eu Sou Terrível, Festa de Arromba, Parei na Contramão e Negro Gato. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (11), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui.). IC. www.rivalpetrobras.com.br.

DANIEL LOPES. Bonito é o nome do segundo disco do cantor e compositor carioca. No repertório, experimentações com acordes e instrumentos resultam em faixas como Visão do Mesmo, com participação de Lia Sabugosa, e Sem Flores, cantada no palco com Leoni, também co-autor da canção. 16 anos. Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Terça (9), 20h30. R$ 20,00 a R$ 60,00. Bilheteria: 14h/20h (seg.); a partir das 14h (ter.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

FERNANDA TAKAI E ANDY SUMMERS. A cantora e compositora mineira e o ex-guitarrista do Police apresentam a bem-sucedida parceria do CD Fundamental. No disco com onze faixas, a dupla circula pelo universo da bossa nova, do samba e do pop. Ao lado de Marcos Suzano (percussão), João Hermeto (bateria), João Baptista (baixo), Beto Lopes (guitarra) e Mariá Portugal (backing vocal), eles desfiam composições concebidas em parceria, como Chuva no Oceano (Teadrops in the Sea), Sorte no Amor (Music in the Darkness) e No Mesmo Lugar (Here I Am Again), cantadas por Fernanda Takai em português e em inglês. 16 anos. Miranda (200 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Quarta (10), 19h. R$ 80,00 a R$ 150,00. IC. www.mirandabrasil.com.br.

FERNANDO MOURA E ARY DIAS. Dois músicos experientes gravaram um disco juntos pelo simples prazer de tocar bem, sem tchu, tcha ou quaisquer outras interferências de mercado. O recém-lançado CosmeDamião tem doze faixas instrumentais e uma, Afro Bebê, com surpreendente desempenho vocal de Dias, percussionista baiano que ganhou notoriedade no conjunto A Cor do Som. Empolgado por dividir os trabalhos com o pianista Moura, ele inventou um novo instrumento: o "caixambor", estrutura de madeira com dois tambores típicos, o africano djembê e o turco derbak. Além de temas próprios, o repertório traz uma original versão de Água de Beber, clássico de Tom e Vinicius. Livre. Centro Cultural da Justiça Federal (140 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça (9), 19h. R$ 30,00. → www.ccjf.tfr2.gov.br.

G3. Concebido e liderado pelo guitarrista Joe Satriani, o projeto é completado atualmente por outros dois ícones da guitarra mundial: John Petrucci, fundador da banda de rock progressivo Dream Theater, e Steve Morse, ex-Deep Purple. Na segunda vinda para o Brasil (a primeira com essa formação), eles apresentam juntos o fino dos repertórios de suas antigas bandas, além de trabalhos individuais mais recentes, como as faixas de Black Swans and Wormhole Wizards, de Satriani. 15 anos. Citibank Hall (3?093 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Quinta (11), 21h30. R$ 160,00 (cadeiras laterais) a R$ 420,00 (cadeira vip). Bilheteria: 12h/20h (seg. a qua.); a partir das 12h (qui.). Estac. (R$ 7,00). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

JOÃO CAVALCANTI. Vocalista do grupo de samba Casuarina, o filho de Lenine se arrisca na primeira empreitada solo, o álbum Placebo. No repertório inteiramente autoral aparecem algumas faixas já gravadas por outros artistas, como O Nego e Eu (Roberta Sá), Discreta (Antonia Adnet) e Dissimulata (Casuarina). 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Quinta (11), 21h30. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 20h30 (qui.). www.studiorj.org.

LEANDRO SAPUCAHY. O sambista faz o lançamento oficial de seu primeiro DVD, Baile do Sapuca, resultado do que começou com uma batucada entre amigos até se transformar no concorrido Baile do Sapucapeta. Com participação de Fernanda Abreu, ele entoa as 24 faixas que entraram no trabalho, a exemplo da inédita Miss Favela, além de Maneiras, A Fumaça Já Subiu praCuca e Malandragem Dá um Tempo, entre outras. 16 anos. Vivo Rio (2?000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Sexta (11), 23h. Mulheres: R$ 80,00 (pista) a R$ 140,00 (camarote). Homens: R$ 100,00 (pista) a R$ 180,00 (camarote). Bilheteria: 12h/21h (seg. a qui.); a partir das 12h (sex.). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

LINKIN' PARK. Desde a estreia, em 2000, a banda de rock americana emplacou uma incrível sucessão de hits nas paradas da Billboard e nas rádios de todo o mundo. É o caso de Crawling, Breaking the Habit, In The End e What I?ve Done. Essas e faixas inéditas, como o novo single Burn It Down, integram o repertório da turnê que passa pelo Rio, parte da agenda de divulgação do novo álbum, Living Things. 14 anos. Citibank Hall (8?433 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Segunda (8) e quarta (10), 22h. R$ 300,00 (pista) a R$ 700,00 (pista premium). Bilheteria: 12h/20h (ter.); a partir das 12h (seg. e qua.). Estac. (R$ 7,00). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

MARILLION. Formada na década de 80, a banda inglesa visitou o Brasil pela primeira vez no Hollywood Rock, em 1989. Dezesseis álbuns e muitas formações depois, o grupo, hoje formado por Steve Hogarth (voz), Steve Rothery (guitarra), Mark Kelly (teclados), Pete Trewavas (baixo) e Ian Mosley (bateria), volta ao Rio para relembrar sucessos de álbuns emblemáticos, como Marbles, Less Is More e marillion.com. Não podem faltar os hits Kayleigh e Lavender. 16 anos. Vivo Rio (2?000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Sábado (13), 22h. R$ 180,00 (pista) a R$ 380,00 (pista vip, 2º lote). Bilheteria: 12h/21h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

NICOLAS KRASSIK E OS CORDESTINOS. Liderado pelo violinista Krassik, o grupo integrado ainda por Marcos Moletta (rabecas), Pedro Mangia (contrabaixo), Carlos Cesar (percussão) e Chris Mourão (percussão) exibe arranjos que contemplam principalmente a música regional nordestina. 18 anos. Studio RJ (300 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sexta (12), 22h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 21h (sex.). www.studiorj.org.

ORLANDIVO. Mestre do samba sincopado, o cantor relembra na apresentação a época dos bailes em que foi crooner de Ed Lincoln e Durval Ferreira. Acompanhado por Mozart (teclado), Haroldo Cazes (baixo), Cezar Ferreira (violão), Rubinho (bateria) e Jovi (percussão), além das cantoras Amanda Bravo e Lis, Orlandivo resgata sucessos de outrora como O Ganso, Na Onda do Berimbau e Zum Zum Zum. Depois do show, o DJ Muralha entra em cena para animar a pista. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Sexta (12), 22h. R$ 80,00 (pista). Bilheteria: 14h/22h (seg. a qui.); a partir das 14h (sex.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

ORQUESTRANDO A LAPA. O projeto realizado pela Fundição Progresso traz a recifense Orchestra Santa Massa, do badalado DJ Dolores, dedicada ao repertório de Luiz Gonzaga, acrescido de beats eletrônicos. O grupo convida a cantora Ana Cañas para subir ao palco. Já os argentinos do Morbo y Mambo misturam rock, afrobeat, groove e free-jazz com pegadas de dub, em um repertório psicodélico e cheio de improvisos presente no disco Handleness. O paulista Curumin sobe ao palco como convidado. O coletivo é formado pelos portenhos de San Telmo Maxi Russo (trombone), Fermín Echeveste (trumpete), Mateo González Aguilar (bateria), Manuel González Aguilar (baixo), Carla Flores (guitarra), Fer Barrey (percussão) e Mauro Alberelli (sintetizador e KP3). 18 anos. Fundição Progresso (1?500 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sábado (13), 23h. R$ 30,00 (pista). Bilheteria: 15h/18h (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

SOJA. Jacob Hemphill (vocais e guitarra), Bobby Lee (baixo), Ryan Berty (bateria), Patrick O?Shea (teclados) e Kenneth Brownell (percussão) integram a Soldiers of Jah Army (SOJA), banda americana de reggae. A apresentação faz parte da turnê do quinto álbum de estúdio, Strength To Survive, lançado este ano. Devem aparecer no repertório, além das novas, sucessos do início da carreira, como True Love, Rasta Courage e Peace in a Time of War. 18 anos. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Quinta (11), 23h. R$ 120,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

SNOW PATROL. Depois de passar por Europa e Estados Unidos com ingressos esgotados, os irlandeses Gary Lightbody (vocal), Nathan Connolly (guitarra), Paul Wilson (baixo), Jonny Quinn (bateria) e Tom Simpson (teclado) desembarcam no Rio trazendo o espetáculo da turnê Fallen Empires. Com mais de 12 milhões de discos vendidos na carreira, o quinteto de rock é responsável por sucessos como Run, Open Your Eyes e Chasing Cars. No novo trabalho, o grupo apresenta um repertório com forte influência do LCD Soundsystem, dos conterrâneos do U2 e dos canadenses do Arcade Fire. 15 anos. Citibank Hall (8?433 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Terça (9), 21h30. R$ 180,00 (poltrona) a R$ 350,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg.); a partir das 12h (ter.). Estac. (R$ 7,00). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

3 TEMORES. Os rappers paulistas Emicida, Projota e Rashid se conheceram há seis anos em batalhas de freestyle pelas ruas de São Paulo. A união começou como a Humilde Crew e evoluiu para o que virou o coletivo 3 Temores, inspirado na paródia feita pelos sambistas Bezerra e Moreira da Silva e Dicró (Os 3 Malandros In Concert) para o disco Os 3 Tenores, de Luciano Pavarotti, Plácido Domingo e José Carreras. No palco, o trio desfia rimas de improviso com letras de teor crítico sobre questões sociais, políticas e culturais. 18 anos. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sexta (12), 23h. R$ 70,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

Concertos

CORDAS VOCAIS. Junto há doze anos, o duo formado por Andréa Montezuma (voz) e Jorjão Carvalho (contrabaixo) defende repertório popular em nova roupagem. Estão na lista Alagados, de Herbert Vianna, O Quereres, de Caetano Veloso, Domingo no Parque, de Gilberto Gil, e Trenzinho Caipira, de Villa-Lobos. Completam a formação de palco os convidados Gretel Paganini (violoncelo) e Reginaldo Vargas (percussão). Auditório BNDES (420 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2505-8383, ? Carioca. Quinta (11), 19h. Grátis.

DUO LIMA LUNDBERG. Dhiego Lima (violino) e Maria Luisa Lundberg (piano) apresentam peças compostas para a formação. Entram no programa peças menos conhecidas de Gnattali, Villani Cortez, Vieira Brandão, Liduíno Pitombeira e Marlos Nobre. Conservatório Brasileiro de Música ? Auditório Lorenzo Fernandez (130 lugares). Avenida Graça Aranha, 57, Centro, ☎ 3478-7600. Quarta (10), 18h30. Grátis.

LEO GANDELMAN. Para o quinto concerto da série Repertório, a Orquestra Sinfônica Brasileira recebe o saxofonista Leo Gandelman. O músico interpreta duas obras de Radamés Gnattali, Concertino para Saxofone e Brasiliana nº 7, além de Toada, composição de José Siqueira, fundador da Orquestra Sinfônica Brasileira. A noite começa com uma das mais conhecidas peças do período barroco: Concerto de Brandemburgo nº 1 em Fá Maior, de Bach. Na regência, o carioca Roberto Duarte. Espaço Tom Jobim (400 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. R$ 40,00 (balcão) e R$ 60,00 (plateia). Domingo (7), 17h. Bilheteria: a partir das 14h.

QUARTAS CLÁSSICAS. Integrantes dos naipes de cordas e de flauta transversa da Orquestra Sinfônica Brasileira se reúnem para o nono concerto da série Quartas Clássicas. Dedicada em parte à música do novo milênio, feita a partir de 2001, a apresentação traz temas como Pau e Corda, do compositor carioca Sergio Roberto de Oliveira, indicado ao Grammy Latino em 2011 e 2012. Outras composições previstas são Assobio a Jato, de Heitor Villa-Lobos, Quarteto em Ré Maior, K. 285, de Mozart, e Sexteto em Si Bemol Maior, op. 18, de Brahms. Auditório BNDES (420 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2505-8383, ? Carioca. Quarta (10), 19h. Grátis.

Fonte: VEJA RIO