ROTEIRO DA SEMANA

Shows e concertos

Os melhores shows e concertos do Rio de Janeiro selecionados por nossos críticos

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

ANA COSTA. Ao lado de Bianca Calcagni e Silvão Silva (percussão), Julio Florindo (baixo), Naife Simões (bateria), Wallace Perez (cavaquinho e violão) e Marcio Vanderlei (guitarra), a sambista lança o ótimo disco Hoje É o Melhor Lugar. Aparecem do novo trabalho Filosofia de Vida, de Martinho da Vila, e O que É, o que É, de Gonzaguinha, ao lado de faixas inéditas. Completam a programação da noite os grupos Nando do Cavaco e Sambistas a Bordo e Forró com Maria Filó. 18 anos. Rio Scenarium (1?000 lugares). Rua do Lavradio, 20, Lapa, ☎ 3147-9000. Sexta (3), 22h. R$ 35,00. www.rioscenarium.com.br.

OS AZUIS E BEACH COMBERS. Na última noite do projeto Alô Alô Atitude, as atrações são as bandas cariocas Os Azuis e Beach Combers. Tomé Lavigne (voz e guitarra), Greco Blue (voz e guitarra), Tomás Bastos (baixo) e Lucas Mamede (bateria e voz), reunidos em Os Azuis, cantam músicas do primeiro disco, II. Depois, o Beach Combers, de Bernar Gomma (guitarra), Guzz The Fuzz (baixo) e Lucas Leão (bateria), apresenta seu repertório recheado de surf music e psicodelia. Livre. Teatro do Jockey (130 lugares). Rua Bartolomeu Mitre, 1110, Gávea, ☎ 3114-1286. Quinta (2), 20h. Grátis.

BANDA SCRACHO. O nome do grupo formado em 2006 pelos amigos de colégio Diego Miranda (vocal e guitarra), Caio Correa (baixo) e Debora Teicher (bateria) é uma homenagem ao extinto restaurante no Jardim Botânico. No repertório, faixas de rock e reggae dos dois álbuns de estúdio, A Grande Bola Azul e Mundo a Descobrir. Livre. Sala Funarte Sidney Miller (225 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo (Palácio Capanema), Centro, ☎ 2279-8104. Quinta (2), 18h30. R$ 10,00.

CECILIA STANZIONE E MARIO SÈVE. Dos primeiros contatos, pela internet, ela, argentina, e ele, carioca, partiram para a parceria musical e hoje são um casal. A cantora e o saxofonista, flautista e arranjador brasileiro, integrante do grupo Nó em Pingo d?Água, apresentam o disco Canción Necesaria, onde buscam aproximar tango, choro, chamamé e samba. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Terça (31), 21h30. R$ 60,00. Bilheteria: a partir de 20h30 (ter.). www.studiorj.org.

CIRCUITO CULTURAL BANCO DO BRASIL. Leia em Veja Rio Recomenda. 16 anos. Vivo Rio (2?000 lugares). Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Quinta (2), 21h. Sexta (3) e sábado (4), 22h. R$ 60,00 (setor 3) a R$ 140,00 (camarote AA). Bilheteria: 12h/21h (seg. a qua.); a partir das 12h (qui. a sáb.). Estac. c/manobr. (R$ 20,00). IR. www.vivorio.com.br.

CHANKAS. É o projeto autoral do guitarrista Fernando Cappi, da banda paulista Hurtmold, que também acompanha Marcelo Camelo. O músico apresenta composições próprias com pegada de rock folk, a exemplo de Sapêco e Noventa. Livre. Sala Funarte Sidney Miller (225 lugares). Rua da Imprensa, 16, térreo (Palácio Capanema), Centro, ☎ 2279-8104. Quarta (1º), 18h30. R$ 10,00.

EDDIE. Pioneira do mangue beat ? Fábio Trummer, cantor, guitarrista e líder do grupo, é autor de um dos grandes hits do movimento, Quando a Maré Encher ?, a banda pernambucana mostra ao vivo Veraneio, seu quinto disco. Da mistura original de punk rock, surf music, frevo, reggae e samba saíram Delírios Espaciais, visita dançante à década de 70, Tanta Coisa Na Vida, balada sobre o amor e o cotidiano, e Você Quer Ir Frevar, com jeito de samba antigo. 18 anos. 18 anos. Studio RJ (400 pessoas). Avenida Vieira Souto, 110, 1º andar, Ipanema, ☎ 2523-1204, ? General Osório. Sexta (3), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir de 20h30 (sex.). www.studiorj.org.

FESTIVAL EmCONTRA CULTURA. Tico Santa Cruz, responsável pelo projeto, se apresenta ao lado da banda Os Detonautas. Outras atrações do encontro engajado são o grupo de reggae Ponto de Equilíbrio, a banda Forfun e o rap dos niteroienses do Oriente, formado pelos MCs Chino e Nissin, mais Geninho Beatbox, Bruno Silva (violino, baixo, flauta e bandolim) e Forage The Kid (DJ e beatmaker). 18 anos. Fundição Progresso (4?000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 2220-5070. Sexta (3), 23h. R$ 60,00. Bilheteria: 15h/18h (seg. a qui.); a partir das 15h (sex.). → www.fundicaoprogresso.com.br.

ISABELLA TAVIANI. Eu Raio X, o quinto álbum da cantora, abastece o repertório. Com assinatura de Sérgio Marimba, o cenário foi concebido a partir de 1?500 radiografias enviadas por fãs. No repertório, além das faixas Encaixotei Minha Paz e Palavra Errada, há sucessos de carreira, como Foto Polaroid, Digitais, Sentido Contrário e Último Grão. Ela divide o palco com André Vasconcellos (guitarra, violão, baixo e teclado), Sérgio Morel (guitarra), Marco Vasconcelos (violão e guitarras) e Pedro Mamede (bateria e percussão). 16 anos. Miranda (225 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424, 2º piso, Lagoa, ☎ 2239-0305. Quarta (1º), 21h30. R$ 70,00 a R$ 100,00. Bilheteria: 14h/20h (seg. e ter.); a partir das 14h (qua.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

LEILA PINHEIRO E NILSON CHAVES. Mestre de cerimônias da série Amazônia Convida, a cantora paraense recebe, na estreia do projeto, o violonista, cantor, compositor e conterrâneo Nilson Chaves. 14 anos. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Terça (31), 12h30 e 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir de 9h (ter.) → www.bb.com.br/cultura.

LUKA. Ex-participante do programa Fama, da TV Globo, a cantora fez fama com Tô Nem Aí, hit da novela teen Malhação. Na apresentação do projeto Terças Musicais Light, Luka, que se prepara para lançar um disco ainda este ano, relembra outras músicas, a exemplo de Porta Aberta, Eu e Você e Sem Resposta. Centro Cultural Light (182 lugares). Avenida Marechal Floriano, 168, Centro, ? Presidente Vargas. Terça (31), 12h30. R$ 5,00. Bilheteria: a partir das 11h30 (ter.).

MARCOS SACRAMENTO E ZÉ PAULO BECKER. Todo Mundo Quer Amar traz composições de Paulo César Pinheiro em parceria com o violonista Zé Paulo Becker interpretadas por Sacramento. São sambas, na maioria, com o tratamento refinado do talentoso trio. Para a apresentação foram convocados ainda Rogério Caetano (violão de sete cordas), Leandro Braga (piano), Pedro Aune (contrabaixo), Márcio Almeida, Luciana Rabello (cavaquinhos), Bebê Kramer (acordeão), Silvério Pontes, José Arimatéia (trompetes), Fabiano Segalote (trombone), Humberto Araújo (sax alto), Rui Alvim (clarinete), Flavinho Miúdo, Bernardo Aguiar, Paulino Dias e Marcelinho Moreira (percussão). 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (2), 19h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui.). IC. www.rivalpetrobras.com.br.

MARIA RITA. Depois de nove anos de carreira, a cantora rendeu-se ao repertório da mãe. Em Redescobrir, revisita clássicos eternizados na voz de Elis Regina (1945-1982), a exemplo de Como Nossos Pais, Arrastão, O Bêbado e o Equilibrista e Alô Alô Marciano. Maria Rita é acompanhada por Thiago Costa (piano e teclado), Sylvinho Mazzucca (baixo acústico e elétrico), Davi Moraes (guitarra) e Cuca Teixeira (bateria). 15 anos. Citibank Hall (3?336 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sexta (3) e sábado (4), 22h15. R$ 70,00 (mesa lateral) a R$ 180,00 (camarote). Domingo (5), 20h. R$ 70,00 (mesa lateral) a R$ 150,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg. a qui.); a partir das 12h (sex. a dom.). Estac. (R$ 7,00). Cc: todos. Cd: R e V. www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

MARIANA AYDAR. A cantora paulistana inaugura o projeto Experimente, na Lagoa. Ela mostra o último álbum, Cavaleiro Selvagem Aqui Te Sigo, produzido pelo marido Duani e pelo instrumentista baiano Letieres Leite, à frente de um quinteto. Também entram no programa músicas mais antigas, como Peixes e a deliciosa Tá?. 16 anos. Miranda (225 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Quarta (1º), 21h30. R$ 30,00 a R$ 50,00. Bilheteria: 14h/20h (seg e ter.); a partir das 14h (qua.). IC. www.mirandabrasil.com.br.

ORQUESTRAS POPULARES CARIOCAS CONVIDA ORQUESTRA BRASIL DE CARA. Para celebrar três anos de palco, o projeto Orquestras Populares Cariocas, que revelou conjuntos como o Sogorocosongo e a Orquestra Voadora, recebe a Orquestra Brasil de Cara e a DJ Tatá Ogan. Uma grande mistura agita a noite: frevo, xote, samba, choro, afrobeat, funk e outros ingredientes entram na receita musical dos nove integrantes do grupo. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Sábado (4), 23h30. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a sex.); a partir das 15h (sáb.). IC. www.rivalpetrobras.com.br.

PEDRA LISPE. Alexandre Bittencourt (flautas e clarinete), Rudá Brauns (bandolim), Bruno Reis (viola caipira), Pedro Messina (violão de sete cordas), Maria Clara Valle (violoncelo) e Thiago Kobe (percussões) integram o grupo instrumental carioca formado em 2005. No disco de estreia, eles mostram em nove composições próprias uma fusão bem peculiar de influências popular e erudita, com uma pitada do movimento armorial de Ariano Suassuna. Livre. Centro de Referência da Música Carioca (60 lugares). Rua Conde de Bonfim, 824, Tijuca, ☎ 3238-3831. Sábado (4), 19h30. R$ 1,00.

PEPPER. Liderado pelo vocalista e baixista Bret Bollinger, o trio havaiano, que já se apresentou com o grupo The Wailers, traz para o Rio seu espetáculo inspirado em gêneros musicais da jamaica. Completam a formação Kaleo Wassamn (guitarra e baixo) e Yesod Williams (bateria). 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sexta (3), 0h. R$ 120,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

PROJETO CORDAS BRASILEIRAS. Realizado pela primeira vez pelo Centro Cultural Correio, o projeto reúne instrumentisas virtuosos. Abre a série, na sexta (3) o gaúcho Yamandu Costa. No programa, faixas do disco Mafuá, como Choro Loco, além de uma interpretação de Carinhoso, de Pixinguinha. No sábado (4), é a vez da cantora Tetê Espíndola aliar seu timbre particular de voz à craviola, instrumento de doze cordas, para desfiar faixas marcantes da carreira como Índia, Sertaneja e Escrito nas Estrelas. João Bosco encerra a programação no domingo (5) desfiando clássicos do porte de Memória de Pele, Desenho de Giz e Papel Marché. 10 anos. Centro Cultural Correios (199 lugares). Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até domingo (1º). www.correios.com.br.

QUARTETO EM CY. Cyva, Cybele, Cynara e Sonya celebram 48 anos de carreira em temporada no Bar do Tom. Para comemorar a data, o quarteto selecionou grandes clássicos consagrados em suas vozes, a exemplo de Pedro Pedreiro, A Banda e Construção, todas de Chico Buarque. Também aparece no repertório um resgate de A Cidade Contra o Crime, música feita por Ganzaguinha em 1979 especialmente para elas gravarem. 18 anos. Bar do Tom (300 lugares). Rua Adalberto Ferreira, 32, Leblon, ☎ 2274-4022. → Sábado (4), 22h. R$ 80,00 (setores par e ímpar) a R$ 100,00 (setor A e palco). Bilheteria: 9h/22h (seg. a sex.); a partir das 21h (sáb.). Cd: todos. Estac. c/manobr. IC. www.plataforma.com.

RITA BENNEDITTO. A cantora maranhense Rita Ribeiro mudou de nome: depois de descobrir artistas homônimos até em Portugal, passou a adotar o sobrenome Benneditto, em homenagem a seu pai, Fausto Benedito Ribeiro, e à sua cidade natal, São Benedito do Rio Preto. À frente de um trio, ela apresenta seu mais emblemático disco, Tecnomacumba, lançado há dez anos. No repertório dançante e animado, Rita resgata raízes africanas presentes na música brasileira. Estão previstas, entre outras, Oração ao Tempo, Domingo e Deusa dos Orixás. Livre. Theatro Net Rio ? Sala Tereza Raquel (704 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, sobreloja (Shopping dos Antiquários), ☎ 2147-8060 e 2148-8060. Segunda (30), 21h. R$ 60,00 (balcão) e R$ 80,00 (plateia). Bilheteria: a partir das 10h (seg.). IR. www.theatronetrio.com.br.

STACIE AAMON. Pela primeira vez no Rio, a cantora americana defende repertório que flerta com a black music e o pop. Probably Not You e Warm Winter fazem parte do seu último EP, February Story. Além de composições autorais, Stacie Aamon arrisca-se a cantar em português as brasileiríssimas Mas que Nada e Chove Chuva, de Jorge Ben Jor. 16 anos. Solar de Botafogo (180 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2543-5411. Quinta (2), 21h30. R$ 40,00. Bilheteria: 16h/22h (seg. a qua.); a partir das 16h (qui.). IC. www.solardebotafogo.com.br.

THE PRETTY RECKLESS. Liderada pela atriz Taylor Momsen, conhecida pelo papel de Jenny Humphrey na série americana Gossip Girl, a banda estreia no Brasil. Ao lado de Ben Phillips (guitarra), Mark Damone (baixo) e Jamie Perkins (bateria), Momsen canta ao vivo as faixas de Light Me Up, disco de rock com composições autorais, como Make Me Wanna Die ? que abriu o desfile da marca Victoria?s Secret na última temporada de moda ?, Since You?re Gone e Just Tonight. 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Domingo (5), 20h30. R$ 160,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); 14h/0h (sáb.); a partir das 14h (dom.). IC. www.circovoador.com.br.

TOM ZÉ. De volta aos palcos, o artista baiano mostra seu mais recente disco, Tropicália Lixo Lógico. Como de costume, o trabalho conceitual é resultado de uma tese elaborada pelo compositor, que dá conta de que o movimento tropicalista, do qual ele foi um dos líderes, é resultado de um lixo lógico, produzido pelo conflito na educação dos outros dois componentes, Caetano e Gil. Do show de lançamento participam Mallu Magalhães, Emicida, Rodrigo Amarante, Pélico e Washington, talentos da nova geração que cantam com Tom Zé no CD. No novo repertório entram Apocalipsom, Tropicalea Jacta Est, O Motoboi e Maria Clara, entre outras. O artista é acompanhado pela inseparável banda formada por Lauro Léllis (bateria), Jarbas Mariz (percussão), Cristina Carneiro (teclado), Felipe Alves, Renato Léllis (violões e guitarras) e Daniel Maia (baixo, cavaquinho e bandolim). 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sábado (4), 0h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); a partir das 14h (sáb.). IC. www.circovoador.com.br.

TRINAVE. O projeto une dois importantes trios elétricos baianos: Trivela, da banda Asa de Águia, e Evanave, da Banda Eva. Em dois palcos motorizados, os grupos apresentam sucessos de carreira ? na programação do Asa de Águia aparecem Quebraê, Simbora e Dia do Asa, entre outras. Já a Banda Eva interpreta hits recentes, a exemplo de Agradecer, Tudo Certo na Bahia e Circulou. Completam a micareta os DJs Bacalhau, Ronaldo e Nelsinho. 18 anos. Marina da Glória (12?000 pessoas). Avenida Infante Dom Henrique, s/nº, Aterro do Flamengo. Informações, ☎ 3344-5500. Sábado (4), 15h (abertura dos portões). Mulheres: R$ 140,00 (pista) e R$ 320,00 (área vip). Homens: R$ 180,00 (pista) e R$ 360,00 (área vip). Bilheteria: a partir de 14h (sáb.). www.ingressomais.com.br ou www.ingressocerto.com.

TRIO AZYMUTH COM HÉLIO DELMIRO. José Roberto Bertrami morreu no último dia 9. Com Fernando Moraes em seu lugar, nos teclados, e uma homenagem ao saudoso parceiro prevista, Alex Malheiros (baixo) e Ivan "Mamão" Conti (bateria) levam adiante o repertório do trio, um dos ícones da música instrumental brasileira da década de 70. No Catete, eles repetem a bem-sucedida experiência de dividir o palco com o violonista Hélio Delmiro. 16 anos. Casarão Ameno Resedá (250 pessoas). Rua Bento Lisboa, 4, Catete, ☎ 2556-2427. Segunda (30), 20h. R$ 70,00 (pista) e R$ 100,00 (mesa). Bilheteria: a partir das 14h (seg.). Cc: todos. Cd: todos. IR. www.casaraoamenoreseda.com.br.

Fonte: VEJA RIO