Roteiro da Semana

Shows

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

100 ANOS DE PEDRO CAETANO. Gravado por nomes como Francisco Alves (1898-1952), Orlando Silva (1915-1978) e Aracy de Almeida (1914-1988), Pedro Caetano, morto em 1992, é o autor de grandes sucessos da era de ouro do rádio. São dele É com Esse que Eu Vou, Onde Estão os Tamborins e Sandália de Prata. Idealizada por familiares do compositor, a iniciativa foi prontamente abraçada pelos cantores Marcos Sacramento, Mariana Baltar e Cristina Buarque. Sacramento assina a direção geral e a direção musical é do bandolinista Pedro Aragão, que comanda a banda de apoio formada por Lena Verani (clarinete), Jayme Vignoli (cavaquinho), Josimar Carneiro (violão de sete cordas), Luiz Flávio Alcofra (violão), Netinho Albuquerque e Magno (percussão). Participação de Chico Adnet, amigo e parceiro do homenageado. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quinta (25) e sexta (26), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. a qua.); a partir das 15h (qui. e sex.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

CLARA REDIG E DENILSON SANTOS. Em Samba e Amor, a cantora e o violonista passeiam por canções de Cartola, Nelson Cavaquinho e Chico Buarque. Depois do sucesso da apresentação na Sala Baden Powell, voltam ao palco, dessa vez na companhia de um sexteto formado por Fernando Carvalho (violão), Marcos Zama (bateria), Carlos Mendes (cavaquinho), Léo Freitas (piano), Dodô Ferreira (contrabaixo) e Vitor Mota (sopros). 14 anos. Solar de Botafogo (160 lugares). Rua General Polidoro, 180, Botafogo, ☎ 2541-1941. Terça (23), 21h30. R$ 40,00.

CLUBE DO BLUES. Liderada pelo cantor Álamo Leal, a banda conta ainda com três nomes que fazem parte do grupo Blues Etílicos ? Cláudio Bedran (contrabaixo), Pedro Strasser (bateria) e Otávio Rocha (guitarra) ? e comanda o evento Blueszêra. O repertório inclui Stevie Ray Vaughan, Robert Johnson, Buddy Guy e Muddy Waters. 18 anos. Casa Rosa (800 pessoas). Rua Alice, 550, Laranjeiras, ☎ 2557-2562. Quinta (25), 18h30. R$ 8,00. Cc: M e V. www.casarosa.com.br.

ESKIMO E BALEIA. Atrações do projeto promovido pelo site Melody Box, as duas bandas dedicam-se ao rock de forma distinta. Liderado pelo baixista Patrick Laplan e pelo cantor Cauê Nardi, o Eskimo faz incursões pelo doom metal e visita gêneros como o tango e o samba. Já o septeto Baleia mistura rock com folk. É formado por Cairê Rego (baixo), David Rosenblit (piano), Felipe Ventura (violino e guitarra), Gabriel Vaz (voz), João Pessanha (bateria), Luiza Jobim (voz) e Sofia Vaz (voz). 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (250 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Terça (23), 18h. R$ 30,00.

JOEL NASCIMENTO. Atração do projeto Samba & Outras Coisas, o bandolinista nascido na Penha é um dos maiores chorões em atividade. Aos 22 anos, perdeu a audição do ouvido direito e trocou a carreira musical por um emprego na Panair do Brasil. Voltou ao mundo da música por influência do irmão, um dos fundadores do bar Sovaco de Cobra, o violonista Jocyr. Em meio aos números musicais, Joel conta um pouco mais sobre sua carreira musical. 12 anos. Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163, ? Cinelândia. Sexta (26), 12h30. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

JOHN BUTTLER TRIO. O violonista e guitarrista australiano que dá nome ao conjunto é um virtuose e costuma impressionar as plateias com a certeira mistura de folk e rock. De tranças rastafári e unhas sempre compridas, Buttler sobe ao palco na companhia do baterista Nicky Bomba e do contrabaixista Byron Liters. Eles apresentam sucessos da carreira gravados no recém-lançado Live at Red Rocks e outros do último CD de estúdio, lançado no ano passado, April Uprising. 18 anos. Circo Voador (2?000 pessoas). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Quinta (26), 23h. R$ 120,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. e qua.); a partir das 12h (qui.). IC. www.circovoador.com.br.

MARCELLO GONÇALVES. Integrante do Trio Madeira Brasil e do grupo Rabo de Lagartixa, o habilidoso violonista apresenta um raro espetáculo-solo dedicado a Heitor Villa-Lobos, Anacleto de Medeiros, Edu Lobo, Guinga e Baden Powell. Em meio às releituras há duas composições próprias: Samba de Juliana e Valsa de Reis. Livre. Sala Baden Powell (508 lugares). Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana, ☎ 2255-1067, ? Cardeal Arcoverde. Quarta (24), 20h. R$ 20,00. Bilheteria: 15h/18h (ter.); a partir das 15h (qua.). blogdabaden.blogspot.com.

MARCOS VALLE E CASUARINA. Autor de alguns hinos da bossa nova, Valle é a última atração do projeto A Bossa do Samba, ao lado do grupo Casuarina. O músico abre os trabalhos interpretando sozinho três de seu repertório. Com o acompanhamento de João Cavalcanti (voz e tantã), Gabriel Azevedo (voz e pandeiro), Rafael Freire (cavaquinho), Daniel Montes (violão de sete cordas) e João Fernando (bandolim), envereda por temas próprios até a sexta música. Depois entram sambas de Silas de Oliveira, Cartola e Ary Barroso. Arco-Íris será a única do grupo lembrada no palco. 14 anos. Oi Futuro Ipanema (120 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3010, ? General Osório. Sexta (26) e sábado (27), 21h; domingo (28), 20h. R$ 15,00. www.oifuturo.org.br.

MORAES MOREIRA. Com ingressos esgotados e na companhia do filho, o guitarrista Davi Moraes, o cantor e compositor baiano recria o repertório de um disco essencial da música popular brasileira. Em Acabou Chorare (1972), por influência de João Gilberto, os Novos Baianos deixam as guitarras distorcidas em segundo plano, flertando com o choro e o samba. As oito canções do disco ? uma era instrumental ? se tornaram clássicos da MPB: a versão de Brasil Pandeiro, de Assis Valente, Preta, Pretinha, Tinindo, Trincando, Swing de Campo Grande, Acabou Chorare, Mistério do Planeta, A Menina Dança e Besta É Tu. Livre. Instituto Moreira Salles (113 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 476. Gávea, ☎ 3284-7400. Terça (23), 19h30.

MP A&B. Entre os curadores da série está a cantora argentina radicada no Brasil Cecília Stanzione. Para a próxima apresentação do projeto, que une tango argentino e música brasileira, foi escalado um trio de peso. Os hermanos Walter Ríos, bandoneonista que acompanhou algumas das últimas turnês da cantora Mercedes Sosa, e Oscar Giunta, principal contrabaixista da Orquestra Sinfônica Nacional argentina, dividem o palco com o pianista brasileiro Cristóvão Bastos em duas sessões que prometem ser memoráveis. No programa, Ernesto Nazareth, Astor Piazzolla, Pixinguinha, Benedito Lacerda e Carlos Gardel. Com participação de Cecília. Livre. Teatro II do CCBB (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Terça (23), 12h30 e 19h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir de 9h (ter.). → www.bb.com.br/cultura.

MULHERES DE CHICO. Revelação do Carnaval de 2008, o grupo reúne apenas integrantes femininas, na maioria percussionistas, em torno da obra do compositor Chico Buarque. Em Baioque, Deixa a Menina e Não Sonho Mais, elas recebem Marcelo Caldi (acordeom). 18 anos. Bar do Tom (300 lugares). Rua Adalberto Ferreira, 32, Leblon, ☎ 2274-4022. → Sábado (27), 22h. R$ 60,00 (setores par e ímpar) a R$ 80,00 (setor palco). Bilheteria: 9h/22h (seg. a sex.); a partir de 12h (sáb.). Cd: todos. Estac. c/manobr. www.plataforma.com.

NEI LOPES. Autor de algumas obras-primas do samba, o cantor e compositor comanda uma roda de partido alto em Madureira. Na retaguarda terá uma superbanda formada por Luís Filipe de Lima (violão), Sérgio Procópio (cavaquinho), Pedro Miranda (voz e pandeiro), Pretinho da Serrinha, Thiago da Serrinha e Paulino Dias (percussão). No repertório, temas de domínio público e de autoria de Lopes, além de Martinho da Vila, Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz. Com participação de Tantinho da Mangueira e Marcos China. Livre. Sesc Madureira (1?000 pessoas). Rua Ewbanck da Câmara, 90, Madureira, ☎ 3350-7744. Sexta (26), 19h. Grátis.

NOVA MÚSICA BRASILEIRA. Na primeira etapa do festival de rock, quatro concorrentes lutam por uma vaga na final, marcada para 19 de setembro: Victinho Magnólia, Vulgare, Paulo Camões e os Lusíadas e Audio Novo. Entre os jurados estão produtores, executivos de gravadoras e empresários do ramo. Enquanto os votos são apurados, a banda Os Outros faz o encerramento. 18 anos. Zozô (600 pessoas). Avenida Pasteur, 520, Urca, ☎ 2295-5659. Segunda (22), 20h. R$ 20,00. Cc: todos. www.zozorio.com.br.

OOJAZZ. Point de amantes do jazz, a casa na Rua do Mercado tem jam sessions comandadas por Altair Martins (trompete), Pedro Aune (baixo acústico), Pedro Araújo (banjo e guitarra) e Fritz Meyer (trombone), da banda Orleans Original Jazz Band, desde o ano passado. Enquanto a exposição sobre Miles Davis estiver em cartaz no CCBB, a sessão é dedicada ao trompetista americano. Em cartaz às quintas de agosto e setembro. Livre. Brasserie Rosário (96 lugares). Rua do Rosário, 34, Centro, ☎ 2518-3533/3033. Quinta (25), 18h30. Grátis.

QUINTETO NUCLEAR. Egressos da Berklee School of Music, o trompetista Dan Sebastian, o saxofonista Marcelo Santos e o pianista Thiago Amorim se conheceram em Boston e tiveram a ideia de criar o conjunto de jazz que se dedica a John Coltrane, Clifford Brown, Steve Coleman, Hermeto Paschoal, Lee Morgan e Moacir Santos. Miguel Couto, na bateria, e Pablo Arruda, no baixo, completam o quinteto. Depois o DJ Mam assume o pick-up. Em cartaz até a segunda quinta de setembro. 18 anos. Café Del Mar (100 lugares). Avenida Atlântica, 1910, Copacabana. Informações, ☎ 7858-8169, ? Cardeal Arcoverde. Quinta (25), 22h. R$ 25,00.

RICKY MARTIN. Um dos maiores ídolos do pop latino, o ex-menudo volta ao Brasil pela primeira vez depois de sair do armário. Ao longo de vinte anos de carreira, vendeu 60 milhões de discos e acumula quatro Grammy. Em turnê desde março com MAS ? Musica+Alma+Sexo, Martin apresenta algumas canções do disco novo e a nova Samba, livremente inspirada no ritmo brasileiro, que teve a participação da cantora Claudia Leitte. No resto do tempo dedica-se a sucessos como Living la Vida Loca. 15 anos. Citibank Hall (8 433 pessoas). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra, ☎ 4003-6464. Sábado (27), 22h. R$ 160,00 (pista) a R$ 400,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. → www.citibankdhall.com.br.

ROBERTA NISTRA. Criada em Vila Isabel, a cantora de voz forte começou tocando violão, passou para o bandolim e chegou ao cavaquinho que empunha em seis das doze faixas do seu disco de estreia. Roberta mistura obras de compositores consagrados como Paulo Cesar Pinheiro e Sivuca (Mãe África) e Roque Ferreira (Ogum de Roda) com outros da geração Lapa, a exemplo de Luís Filipe de Lima (O Céu É Meu Espelho) e Edu Krieger (Tupi Nago). 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Quarta (24), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg. e ter.); a partir das 15h (qua.). TT.

SOLANGE PELLEGRINI. Escoltada pelo guitarrista Perinho Serra e pelo baterista Gustavo Schroeter, a cantora apresenta releituras de samba e bossa nova. No repertório aparecem Tom Jobim, Vinicius, Dorival Caymmi e Gonzaguinha. Livre. Centro Municipal de Referência de Música Carioca (156 lugares). Rua Conde de Bonfim, 824, Tijuca, ☎ 3238-3831. Sexta (26), 19h; sábado (27), 19h30. R$ 16,00. Bilheteria 10h/18h (ter. a qui.); a partir das 10h (sex. e sáb.).

TADEU MATHIAS. Depois de dez anos dedicado à preparação vocal de nomes como Elba Ramalho e Geraldo Azevedo, o paraibano volta ao palco para apresentar o espetáculo Raiz de Tabebuia. Ele desfia canções próprias, entre elas Me Pegue pra Chamegar, gravada por Elba em 1998, além de composições de Noel Rosa, Chico Buarque, Lula Queiroga e Assis Valente. 16 anos. Severyna (172 lugares). Rua Ipiranga, 54, Laranjeiras, ☎ 2556-9398, ? Largo do Machado. Quinta (25), 21h. R$ 15,00.

THIAGO AMUD. Parceiro de Guinga e Zé Paulo Becker, o compositor e violonista lançou o elogiado Sacradança em abril do ano passado. Ele volta a apresentar o repertório do disco na companhia de Matias Corrêa (contrabaixo), Sergio Krakowski (pandeiro), Rui Alvim (clarinete) e Alexandre Caldi (sax e flauta). Livre. Auditório do BNDES (300 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2172-7757, ? Carioca. → Quinta (25), 19h. Grátis. Distribuição de senhas uma hora antes.

TIANASTÁCIA. Depois de dividirem a noite com o guitarrista Maurício Baia no Circo Voador, os mineiros do hit Cabrobró estão de volta à cidade para mostrar esse e outros sucessos, além de algumas do disco mais recente (Tianastácia no País das Maravilhas). Completam o programa Faroeste Caboclo, do Legião Urbana, e Balada do Louco, dos Mutantes. Leviano (400 pessoas). Rua Mem de Sá, 47, Lapa, ☎ 2507-5779. Sexta (26), 23h. R$ 30,00.

TURMALINA. Formada por Diogo Brandão (voz), César Pintoni (guitarra, bandolim e ukulele), Rodrigo Ramalho (sanfona e teclados), Uirá Bueno (bateria e percussão) e Daniel Martins (baixo, teclados e ukulele), a banda mistura rock com ritmos regionais. 16 anos. Sesc Rio Casa da Gávea (80 lugares). Praça Santos Dumont, 116, Gávea, ☎ 2239-3511. Quarta (24), 21h. R$ 30,00.

VAMOS TODOS CANTAR DE CORAÇÃO. Em comemoração aos 113 anos do Clube de Regatas Vasco da Gama, medalhões da MPB e torcedores do time da colina se reúnem por uma noite. Liderados pelo maestro Luiz Claudio Ramos, passam pelo palco Paulinho da Viola, Erasmo Carlos, Martinho da Vila, Luiz Melodia, Fernanda Abreu, Teresa Cristina, Danni Carlos, Serjão Loroza, Nelson Sargento, Dicró e Paulinho Mocidade. Antes, o DJ Maurício Valladares esquenta a pista e, no encerramento, tem bateria da Unidos da Tijuca. 15 anos. Citibank Hall (3?336 pessoas). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra, ☎ 4003-6464. Terça (23), 21h30. R$ 80,00 (pista e poltrona) a R$ 250,00 (mesa vip). Bilheteria: 12h/20h (seg.); a partir das 12h (ter.). Cc: todos. Cd: R e V. TM. → www.citibankdhall.com.br.

WILSON MOREIRA. Carioca de Realengo, foi um dos primeiros integrantes da ala dos compositores da Mocidade Independente de Padre Miguel, mas, em 1968, transferiu-se para a Portela. Sua primeira música foi gravada pela cantora Leny Andrade. Desde então, não parou de compor e entre seus sucessos estão as antológicas Goiabada Cascão e Senhora Liberdade. Com participação de Luiz Melodia, Moreira inaugura seu centro cultural, que vai abrigar oficinas de violão, cavaquinho, sopros, pandeiro e percussão. Livre. Centro Cultural Solar de Wilson Moreira (90 lugares). Rua Barão de Ubá, 45, Praça da Bandeira, ☎ 3241-7300 e 7168-0078. Sábado (27), 15h. R$ 10,00.

EM CARTAZ

EDUARDO POYARES. De voz grave, o cantor, que já se dedicou a repertório de standards americanos, apresenta agora os temas próprios de seu novo CD. 18 anos. Lapa Café (180 lugares). Avenida Gomes Freire, 457, Lapa, ☎ 3971-6812. Quinta (25), 21h. R$ 20,00. Cc: todos.

MAÍRA FREITAS. Pianista de formação erudita, a moça é filha de Martinho da Vila e irmã mais nova de Mart?nália. Lançado neste ano, seu CD de estreia envereda pela MPB e serve de base para a apresentação. Estão previstas, além da paterna Disritmia, Mambembe, de Chico Buarque, e Recado, de Gonzaguinha. Ao lado de Humberto Mirabelli (guitarra), Zé Luis Maia (baixo acústico), Joana Queiroz (sopros), André Siqueira (percussão) e Cassius Theperson (bateria), Maíra também mostra três composições próprias. 16 anos. Teatro Rival Petrobras (472 lugares). Rua Álvaro Alvim, 33, Cinelândia, ☎ 2240-4469, ? Cinelândia. Terça (23), 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: 15h/21h (seg.); a partir das 15h (ter.). TT. www.rivalpetrobras.com.br.

MOINHO. Trio de baianos radicados no Rio, Emanuelle Araújo, Lan Lan e Toni Costa mostram o pop solar do DVD Moinho ao Vivo, gravado no Circo Voador. Além de sucessos próprios, como Esnoba e Doida de Varrer, eles interpretam Caetano Veloso, Dorival Caymmi e Novos Baianos. 18 anos. Lapa 40° (2?000 pessoas). Rua Riachuelo, 97, Lapa, ☎ 3970-1329/1334/1338. → Sexta (26), 23h59. Mulheres: R$ 40,00. Homens: R$ 50,00. Cc: V e M. www.lapa40graus.com.br.

PEDRO LUÍS E A PAREDE. Revelado no encontro de poesia e congêneres CEP 20?000, o grupo formado por Pedro Luís (voz, guitarra e violão), C.A. Ferrari (bateria e percussão), Celso Alvim (bateria e percussão), Mário Moura (baixo) e Sidon Silva (bateria e percussão) retorna ao palco onde tudo começou para comemorar quinze anos de carreira. Participação do compositor e multi-instrumentista Antonio Saraiva. No repertório entram sucessos reunidos no disco Navilouca ao Vivo (2008). 18 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (250 lugares). Rua Humaitá, 163, Humaitá, ☎ 2266-0896. Quinta (25), 20h. R$ 30,00.

Fonte: VEJA RIO