COMER E BEBER 2013

A melhor caipirinha: Quiosque do Português

Por: Rachel Sterman, fotos Fernando Frazão - Atualizado em

Foto: Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Era até covardia. Enquanto boa parte da concorrência se limitava a servir coco e cerveja em lata, o português Manoel Alves atraiu as atenções para seu quiosque no calçadão do Leblon vendendo o mais brasileiro dos drinques em inventivas misturas com marcas diversas de vodca importada. Assim se passaram dez anos. Em 2012, questões administrativas o levaram a trocar de orla. À beira da Lagoa, em um espaço maior no térreo do Complexo Lagoon, Alves e o filho, Carlos, cuidam do endereço da melhor caipirinha da cidade. São mais de trinta as marcas de bebida e combinações de sabores. Com vodca nacional (R$ 16,00), as campeãs de procura são as versões de tangerina e gengibre e de amora e morango. Sai mais caro, mas a aguardente usada no preparo pode ter rótulos raros. A francesa Jean-Marc XO, cujo processo de fabricação se assemelha ao do conhaque, eleva o preço do pedido para R$ 45,00. Uma máquina trazida dos Estados Unidos adiciona borbulhas ao drinque, provocando gostosa sensação garganta abaixo. A R$ 18,00 (vodca nacional), a opção gasosa cai bem na sugestão de maracujá coado com limão. Dois tira-gostos apetitosos podem completar o programa: o camarão empanado com catupiry (R$ 35,00) e o croquete de mussarela e alho (R$ 28,00), ambos em porções de quinze unidades.

bares-caipirinha-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Avenida Borges de Medeiros, 1424 (Lagoon), Lagoa, ☎ 2239-9936 (85 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO