inclusão

ONG promove oficinas para formar agentes de promoção de acessibilidade

Oferecidas pela Escola de Gente, aulas têm o objetivo de diminuir as barreiras para pessoas com deficiência

Por: Redação VEJA RIO

escola de gente
Aula de uma das oficinas realizadas na Vila Kennedy (Foto: Divulgação)

A ONG Escola de Gente, que, há 13 anos, se dedica a ações para a inclusão de pessoas com deficiência, promove oficinas gratuitas a fim de formar novos Agentes de Promoção da Acessibilidade. Com inscrições já abertas para as próximas turmas, que começam no dia 5 de maio, as aulas se dividem em diferentes temas: Oficinas Inclusivas; de Teatro Acessível; de Análise de Mídias; de Mídias Acessíveis: Libras, audiodescrição, livro falado.

Destinado a jovens de baixa renda moradores de comunidades não pacificadas, o projeto tem o objetivo de formá-los com conteúdos de inclusão e acessibilidade, oferecendo um diferencial e um valor agregado a seus currículos no mercado de trabalho. Com as oficinas, os jovens se tornarão Agentes de Promoção da Acessibilidade, cuja missão é promover, nos territórios onde vivem, mais diálogo entre pessoas com e sem deficiência, fortalecendo as redes locais e ampliando a participação de todos nos assuntos que lhes interessam direta, ou indiretamente.

Os jovens interessados em participar devem ter entre 16 e 29 anos. Cada turma terá 40 horas de formação, com certificado. Todos os estudantes recebem material didático com o conteúdo visto em aula e um texto introdutório sobre cada oficina, além de ganharem livros acessíveis publicados pela Escola de Gente.

As próximas turmas acontecem no Centro de Promoção da Saúde (CEDAPS), no Centro. Os interessados devem se inscrever através do e-mail assessoria@cedaps.org.br e colocar como assunto da mensagem “Agentes de Promoção da Acessibilidade – Inscrições”, informando no nome completo e telefone. Mais informações no site www.escoladegente.org.br.

Fonte: VEJA RIO