Roteiro da Semana

Olhares estrangeiros

Mostra no Museu de Arte Moderna oferece ao visitante uma pequena história da fotografia

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

roteiroexposicoesabre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Diplomata, o capixaba Joaquim Paiva concilia o interesse por câmeras e lentes com as funções no Itamaraty desde o início da década de 70. Em 1981, depois de traduzir o livro Ensaios sobre a Fotografia, da escritora americana Susan Sontag (1933-2004), iniciou uma importante coleção que hoje gira em torno de 3?000 exemplares. Há seis anos, doou parte de seu acervo ao Museu de Arte Moderna, em regime de comodato. Recentemente, acrescentou à lista outros 413 trabalhos. Para celebrar o gesto, o curador do MAM, Luiz Camillo Osorio, convidou-o a montar Fotografias ? Coleção Joaquim Paiva, com 134 imagens produzidas por 69 artistas de 21 países.

Não se trata de uma mostra protocolar. A seleção de registros feitos no exterior desde os anos 20 compõe uma pequena, mas rica, história da fotografia. El Gigante de Paruro, do peruano Martín Chambi (1891-1973), é exibida no MAM pela primeira vez. Na mesma situação se encontram o instantâneo de Diane Arbus (1923-1971) Garçonete em Casa com um Cachorro de Souvenir (Nova Orleans, 1964) e cinco flagrantes de Ansel Adams (1902-1984) obtidos no Parque Nacional de Yosemite, na Califórnia. Entre outras surpresas reservadas ao visitante está A Censura, forte autorretrato em que a iraniana radicada em Paris Niloufar Banisadr, 38 anos, aparece com a cabeça coberta por um lenço e o rosto ocultado por uma página de jornal.

Fotografias ? Coleção Joaquim Paiva. Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 2240-4944. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. R$ 8,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 4,00. Grátis para amigos do MAM e menores de 12 anos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 8,00 por grupo. Estac.

(R$ 3,00 por uma hora). Até 9 de outubro. www.mamrio.com.br.

Fonte: VEJA RIO