DIVERSÃO

Cartões-postais de todo estilo

Com fácil acesso por transporte público, o centro paulistano possibilita ao visitante fazer uma série de passeios em um só dia. Vale, por exemplo, começar cedo pelo Pateo do Collegio, marco zero da cidade, almoçar no bairro da Liberdade, onde a língua japonesa domina cardápios, vitrines e rodas de conversa, e seguir de lá para a Catedral da Sé. Outra opção é sair desse miolo para ter uma visão mais ampla (e arrebatadora) do gigantismo da capital, no Pico do Jaraguá.

Por: Flora Monteiro - Atualizado em

teatro-municipal-sp.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

CATEDRAL DA SÉ

A construção de estilo neogótico começou em 1912, após a demolição da primeira igreja matriz da cidade, que estava deteriorada. A inauguração, porém, só veio em 1954, depois de décadas de cofres esvaziados pelas duas grandes guerras. Projetada pelo professor da Escola Politécnica Maximilian Hehl, a edificação tem 5 700 metros quadrados de área. É ornamentada com estátuas de bronze, painéis em alto-relevo e vitrais confeccionados por artistas brasileiros e estrangeiros. O órgão italiano é o maior da América do Sul, com cinco teclados manuais e cerca de 12 000 tubos lapidados a mão. Para ouvir o badalo dos 61 sinos, passe por lá às 12h ou às 18h. As visitas monitoradas acontecem todos os dias das 10h às 12h e das 13h às 17h, exceto às terças-feiras e no último domingo do mês. Praça da Sé, s/nº, centro, ☎ 3107-6832. ? Sé. 8h/19h (seg. a sex.); 8h/17h (sáb.); 8h/18h (dom.). www.catedraldase.org.br

FEIRA BENEDITO CALIXTO

Situada na praça da qual empresta o nome, a feirinha, que funciona aos sábados, é uma mistura de brechó e antiquário, com 298 barracas, onde são encontrados brinquedos antigos, móveis restaurados, discos raros, entre outros itens. Além de reunir a vizinhança, que aproveita o local como ponto de encontro, é também repleta de decoradores, produtores de cinema e artistas, que garimpam ali peças vintage ou inusitadas para seus trabalhos. À tarde, das 14h30 às 18h30, o clima amistoso se completa com apresentações de chorinho. Praça Benedito Calixto, s/nº, Pinheiros. 8h/19h (sáb.).

JOCKEY CLUB DE SÃO PAULO

Sinônimo de elite paulistana desde a inauguração, em 1941, o clube mantém esse perfil, com festas regadas a champanhe e grandes prêmios frequentados por mulheres de chapéu. Usufruir os principais atrativos, porém, não sai caro. A entrada é gratuita e, com apenas 2 reais no bolso, pode-se apostar em algum dos 1 400 animais que formam o hipódromo, em páreos que ocorrem aos sábados e domingos, das 14h às 20h, e às segundas, das 18h às 23h. Para crianças e adolescentes de até 15 anos, são organizados passeios também gratuitos em cavalos e pôneis nos fins de semana, das 13h às 18h. É proibido entrar de bermuda e camiseta regata. Avenida Lineu de Paula Machado, 1263, Cidade Jardim, ☎ 2161-8300. 8h/18h (seg. a sex.). www.jockeysp.com.br.

LIBERDADE

A cidade que concentra a maior colônia japonesa do mundo tem um bairro que é uma viagem ao Oriente. A influência cultural asiática vai das famosas luminárias das ruas aos restaurantes, passando pelas lojas de roupa, de decoração ou pelas revistas importadas de Tóquio. Um atrativo do local é a feirinha, que acontece aos sábados e domingos, das 9h às 18h, e é cheia de achados, como instrumentos musicais, plantas, móbiles e bijuterias, além de quitutes típicos saborosos, como o tempurá. Praça da Liberdade, s/nº, Liberdade, ☎ 3208-5090. ? Liberdade.

MERCADO MUNICIPAL

Com 12 600 metros quadrados, o célebre Mercadão abriga cerca de 290 boxes, onde são vendidos queijos, frutas, carnes, peixes, entre outros itens frescos, que atraem chefs dos melhores restaurantes da capital. No mezanino, há bares e restaurantes de diversas nacionalidades. Prove o pastel de bacalhau (R$ 12,00) do Hocca Bar e o sanduíche de mortadela com queijo (R$ 12,00) do Bar do Mané. Para os admiradores de aguardente, vale conferir a feira ExpoCachaça, com rótulos de todo o Brasil, em setembro. Rua da Cantareira, 306, Parque Dom Pedro II, ☎ 3313-3365. 6h/18h (seg. a sáb.) e 6h/16h (dom. e feriados). www.mercadomunicipal.com.br.

MOSTEIRO DE SÃO BENTO

O monastério, que hospedou o papa Bento XVI durante sua visita ao Brasil, em 2007, está integrado à Basílica, onde são realizadas missas diariamente. A mais famosa delas acontece aos domingos, às 10h, e é acompanhada por coral de canto gregoriano e pelo som do órgão de 7 000 tubos. Aproveite para conhecer a padaria, com pães e doces preparados por um grupo de monges. No último domingo do mês, às 12h, o complexo fica aberto para um farto brunch (R$ 140,00 por pessoa). Largo São Bento, s/nº, centro, ☎ 3328-8799. ? São Bento. 6h/18h (seg. a qua. e sex.); 6h/8h e 11h30/18h (qui., a cada quinze dias); 6h/12h e 16h/18h (sáb. e dom.). www.mosteiro.org.br.

PATEO DO COLLEGIO

Em janeiro de 1554, os padres jesuítas vindos de Portugal iniciaram no lugar a fundação da cidade, com uma missa no dia de São Paulo. Naquela época, ali só havia uma cabana para abrigo dos religiosos, uma escola e uma igrejinha, tudo construído com técnicas de pau a pique. O complexo atual tomou forma na década de 70 e abriga igreja, biblioteca e museu (R$ 6,00 a entrada). Uma maquete da capital no século XVI faz parte do acervo. No pátio, foi conservada uma parede de taipa de pilão remanescente das construções do período colonial. Rua Boa Vista, s/nº, centro, ☎ 3105-6899. ? Sé. 9h/16h30 (ter. a dom.). www.pateodocollegio.com.br.

PICO DO JARAGUÁ

De seus 1 135 metros de altura, o ponto máximo da cidade oferece uma vista de tirar o fôlego, com os contornos agigantados da capital paulista. O acesso ao local, situado dentro do Parque Estadual do Jaraguá, na Zona Oeste, é feito a pé, através da trilha de quase dois quilômetros, ou de carro, pela Estrada Turística. Os visitantes ainda podem explorar a área bem preservada de aproximadamente 5 000 hectares de Mata Atlântica por meio de outras duas rotas de caminhada sem acesso ao pico, mas também com belas paisagens, na companhia de animais silvestres, como saguis. Rua Antônio Cardoso Nogueira, 539, Vila Chica Luiza, ☎ 3941-2162. 7h/17h (seg. a dom.).

SESC POMPEIA

O projeto arquitetônico de Lina Bo Bardi mantém a estrutura original da antiga fábrica de tambores da década de 30. Lá dentro, o centro de cultura e lazer tem na programação cerca de 120 atrações musicais ou teatrais por mês. Há ainda quadras esportivas, espaços de exposições, restaurante e choperia, que fazem jus à frequência intensa, de 1,25 milhão de pessoas a cada ano. Rua Clélia, 93, Pompeia, ☎ 3871-7700. 9h/21h30 (ter. a sáb.) e 9h/20h (dom. e feriados). www.sescsp.org.br.

TEATRO MUNICIPAL

Inaugurado em 1911, o local colocou São Paulo no roteiro internacional dos grandes espetáculos com apresentações de Maria Callas, Mikhail Baryshnikov, Ella Fitzgerald, Anna Pavlova e outras estrelas. Foi também em seu saguão que aconteceu a Semana de Arte Moderna, em 1922. Depois de quase três anos fechado para restauração, abriu em 2011 com palco remodelado, poltronas renovadas e um restaurante decorado pelos irmãos Campana. Anote na agenda: a estreia mundial da nova produção da ópera Macbeth, de Giuseppe Verdi, feita por Robert Wilson, está marcada para o mês de novembro. Praça Ramos de Azevedo, s/nº, centro, ☎ 3397-0300, ? Anhangabaú. Bilheteria: 10h/19h (seg. a sex.) e 10h/17h (sáb., dom. e feriados). www.teatromunicipal.sp.gov.br.

Fonte: VEJA RIO