ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

ESTREIAS

Rosângela Rennó

Em Círculo Mágico, a artista escolheu dezesseis objetos da coleção da Fundação Eva Klabin, mudou-os de lugar e os destacou para o público, produzindo catorze instalações.

Fundação Eva Klabin. Avenida Epitácio Pessoa, 2480, Lagoa, ☎ 3202-8550. Terça a domingo, 14h às 17h. Grátis. Até 29 de junho. A partir de domingo (27).

Luiz Zerbini

Batizada como Pinturas, a individual exibe 29 obras do artista, produzidas desde 1996. Todas são inéditas no Rio e duas delas foram feitas para a exposição.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 10 de agosto. A partir de sábado (26).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ Cavalcante

Primeira retrospectiva do caricaturista carioca, a mostra reúne 114 trabalhos produzidos ao longo de mais de 25 anos. Entre as personalidades retratadas estão Vinicius de Moraes, Dilma Rous­seff e Manuel Bandeira. Também há ilustrações em nanquim, esboços inéditos, obje­tos-esculturas e sete telas.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até domingo (27).

Marcius Galan

Como Dobrar uma Bandeira Como Desdobrar é o nome da individual do artista e de uma das obras apresentadas. Tra­ta-se de uma instalação de parede inspirada pelo paradoxo geométrico segundo o qual podemos dividir uma área em duas partes iguais infinitamente. Outras treze obras compõem a mostra. R$ 40?000,00 a R$ 100?000,00.

Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até sábado (26).

Tino Sehgal

Atual vencedor do Leão de Ouro na Bienal de Veneza e um dos finalistas do Turner Prize, em 2013, o artista inglês expõe no Brasil pela primeira vez. Sua obra, baseada no conceito de performance, não depende de suporte físico. Em These Associations, na rotunda do CCBB, cinquenta pessoas caminham pelo espaço em coreografia ensaiada, param para relatar as próprias histórias aos visitantes e, em seguida, voltam a andar.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até segunda (21).

EM CARTAZ

✪✪✪ Chico Albuquerque

Pioneiro da fotografia publicitária no Brasil, o profissional cearense se dedicou a outros temas, como revela a mostra O Estúdio Fotográfico. Em cerca de 120 imagens, há registros ligados à arquitetura, cenas urbanas da capital paulista e retratos de personalidades.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 25 de maio.

Community

A videoinstalação que dá nome à mostra exibe fotografias de 43 dos atuais profissionais da agência Magnum Photos, fundada em 1947 por mestres das câmeras como Henri Cartier-Bresson. Ensaios de cinco deles são apresentados em outra parte da exposição.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 1º de junho.

✪✪✪ Fabian Marcaccio. Leia em Veja Rio Recomenda.

✪✪✪✪ A Inusitada Coleção de Sylvio Perlstein

Colecionador de prestígio internacional, o brasileiro de origem belga exibe relevante parte do seu acervo. Há nomes canônicos, como Dalí, Kandinsky, Magritte, War­hol, Basquiat, Duchamp, Miró e Haring, além de sumidades da arte contemporânea, a exemplo de Richard Serra e Nan Goldin.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 19h. R$ 14,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 14,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 25 de maio.

Josephine Baker e Le Corbusier no Rio: um Caso Transatlântico

Um encontro entre o arquiteto Le Corbusier e a dançarina, cantora e atriz Josephine Baker, no Rio, em 1929, inspira a coletiva. Cerca de 400 criações de artistas variados tratam do episódio em termos metafóricos.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 3031-2741. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários.

De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 25 de maio. Excepcionalmente, o museu estará fechado até quinta (24).

Laura Erber

Em águas furtadas (que a artista grafou assim mesmo, com minúsculas) são apresentadas videoinstalações e duas colagens. O tema da água, metaforicamente e como elemento real, está presente em todos os trabalhos.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

Maria Tomaselli

Austríaca radicada no Brasil desde 1969, a artista apresenta onze trabalhos feitos sobre lonas de caminhão usadas ? furos e remendos incluídos. O suporte ganha camadas de tinta, desenhos e impressões de gravuras. Somam-se a esse conjunto dezenove telas, quatro desenhos, um objeto de madeira e seis álbuns de gravuras.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 18 de maio.

Miguel Rio Branco

Uma instalação com quatro projeções de imagens que abordam a temática da violência e do poder, uma projeção estática com áudio e um site specific compõem a individual do fotógrafo, batizada como Gritos Surdos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 25 de maio.

Nazareno

Dezoito instrumentos infantis compõem uma instalação apresentada pelo artista na mostra Somos Iguais. Também são exibidos fotos autobiográficas da série de De Onde (Eu) Venho, que ilustram o seu processo criativo, e três vídeos.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 1º de junho.

Renan Cepeda

Em Wave, o fotógrafo apresenta nove registros de paisagens do Rio em grande formato. As imagens são fruto da original pesquisa de Cepeda com fotografia infravermelha. Preços sob consulta.

Galeria Tempo. Avenida Atlântica, 1782, loja E, Copacabana, ☎ 2255-4586. Segunda a sexta, 12h

às 19h; sábado, 16h às 19h. Grátis. Até 7 de junho.

✪✪✪✪✪ Ron Mueck

Nove impactantes criações do artista australiano radicado em Londres estão reunidas na individual. Trata-se de esculturas de pessoas com assombroso grau de realismo. Uma delas, representando um casal de idosos na praia, mede 3 metros de altura.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro,

☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 19h. R$ 14,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 14,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 1º de junho.

✪✪✪ Toz Nome conhecido da arte urbana carioca, o grafiteiro Tomaz Viana, o Toz, ocupa 300 metros quadrados com uma instalação, na qual dois de seus personagens ganham destaque: o colorido Vendedor de Alegrias, com a cabeça cheia de bolas, e o enigmático Insônia, identificado pelos olhos brilhantes.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 8 de maio.

✪✪✪ Vladimir Lagrange

Em Assim Vivíamos, primeira exposição do fotógrafo russo na América Latina, são exibidas 65 imagens em preto e branco que se contrapõem, pelo toque poético, à opressão do regime socialista do tempo em que foram realizadas.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

Fonte: VEJA RIO