ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

ESTREIA

Antonio Bokel

Em Na Periferia do Mundo, o artista, que está celebrando uma década de carreira, exibe trinta obras, entre pinturas, fotografias e esculturas.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 25 de maio. A partir de quarta (9).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ Clare Andrews

Nove trabalhos da escocesa, pinçados da série Deeds Not Words, são exibidos na mostra de mesmo nome. Em telas pintadas a óleo, com pinceladas volumosas, ela retrata cenas do movimento sufragista feminino. R$ 4?000,00 a R$ 130?000,00.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 11, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 18h. Grátis. Até sábado (12).

✪✪✪✪ Luigi Ghirri

Pensar por Imagens - Ícones, Paisagens, Arquitetura exibe 300 obras do italiano Ghirri (1943-1992), pioneiro no uso da cor na fotografia em seu país. Examinado em conjunto, seu trabalho joga luz sobre questões como o embate entre o real e sua representação ilusória.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até domingo (13).

✪✪✪ Acervo MAM - Obras Restauradas

Coletiva com catorze trabalhos (a maioria óleos sobre tela) da coleção do museu restaurados recentemente. No acervo, que reúne nomes nacionais e internacionais, um dos destaques é a pintura Forma em Evolução (1952), de Ivan Serpa.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 19h. R$ 14,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes

do museu). Até domingo (13).

✪✪✪ Resistir É Preciso

Mostra de obras de arte, imagens e documentos históricos que remontam ao período da ditadura militar no Brasil. Entre os destaques, a coleção do jornalista e ex-¬preso político Alípio Freire traz trabalhos de artistas plásticos como Sérgio Freire, Flávio Império e Sérgio Ferro.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até segunda (7).

EM CARTAZ

✪✪✪ Cavalcante

Primeira retrospectiva do caricaturista carioca, a mostra reúne 114 trabalhos produzidos ao longo de mais de 25 anos. Entre as personalidades retratadas em seu inconfundível traço estão Vinicius de Moraes, Nelson Cavaquinho, Dilma Rous¬seff e Manuel Bandeira. Além das caricaturas, há ilustrações em nanquim, esboços inéditos, objetos-esculturas (que, segundo ele, servem de inspiração para desenhar) e sete telas.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até dia 27.

✪✪✪ Chico Albuquerque

Pioneiro da fotografia publicitária no Brasil, o profissional cearense se dedicou a outros temas, como revela a mostra O Estúdio Fotográfico. Em cerca de 120 imagens, há registros ligados à arquitetura, cenas urbanas da capital paulista (onde se radicou em 1945) e retratos de personalidades, a exemplo do paisagista Roberto Burle Marx.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400.

→ Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 25 de maio.

✪✪✪ Fabian Marcaccio

O único trabalho na mostra de mesmo nome, Paintant Stories, do argentino radicado em Nova York, é monumental: trata-se de uma obra de técnica mista sobre tela, com presença marcante de tinta a óleo, 4 metros de altura e 100 metros de extensão.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 10 de agosto.

✪✪✪✪ A Inusitada Coleção de Sylvio Perlstein

Leia em Veja Rio Recomenda.

Laura Erber

Em águas furtadas (que a artista grafou assim mesmo, com minúsculas) são apresentadas videoinstalações e duas colagens. O tema da água, metaforicamente e como elemento real, está presente em todos os trabalhos.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

Miguel Rio Branco

Uma instalação com quatro projeções de imagens que abordam a temática da violência e do poder, uma projeção estática com áudio e um site specific compõem a individual do renomado fotógrafo, batizada como Gritos Surdos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 25 de maio.

✪✪✪✪✪ Ron Mueck

Nove impactantes criações do artista australiano radicado em Londres estão reunidas na individual. Trata-se de esculturas de pessoas com assombroso grau de realismo. Uma delas, representando um casal de idosos na praia, mede 3 metros de altura.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 19h. R$ 14,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 1º de junho.

Tino Sehgal

Atual vencedor do Leão de Ouro na Bienal de Veneza e um dos finalistas do Turner Prize, em 2013, o artista inglês radicado em Berlim expõe no Brasil pela primeira vez. Sua obra, baseada no conceito de performance, não depende de suporte físico. Em These Associations, que leva à rotunda do CCBB, cerca de cinquenta pessoas caminham pelo espaço em uma coreografia ensaiada, param para relatar as próprias histórias aos visitantes e, em seguida, voltam a andar.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até dia 21.

✪✪✪ Toz

Nome conhecido da arte urbana carioca, o grafiteiro Tomaz Viana, o Toz, ocupa 300 metros quadrados com uma instalação, na qual dois de seus personagens ganham destaque: o colorido Vendedor de Alegrias, com a cabeça cheia de bolas, e o enigmático Insônia, identificado pelos olhos brilhantes.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até 8 de maio.

✪✪✪ Vladimir Lagrange

Em Assim Vivíamos, a primeira exposição do fotógrafo russo na América Latina, são exibidas 65 imagens em preto e branco que se contrapõem, pelo toque poético, à opressão do regime socialista do tempo em que foram realizadas.

Caixa Cultural - Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 25 de maio.

Fonte: VEJA RIO