ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

ESTREIAS

ANGELO DE AQUINO. Angelo de Aquino: Destempo ? Obras em Papel 1971-1981 reúne 32 criações do artista (1945-2007), produzidas entre a década de 70 e o início dos anos 80, referentes ao período que antecede seus conhecidos trabalhos com o cachorrinho Rex. R$ 7?000,00 a R$ 8?000,00.

Mul.ti.plo Espaço Arte. Rua Dias Ferreira, 417, sala 206, Leblon, ☎ 2259-1952. Segunda a sexta, 10h às 18h30; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 9 de novembro. A partir de quarta (9).

ATLÂNTICO CONTEMPORÂNEO. Na sexta edição do evento, dezesseis galerias do Shopping Cassino Atlântico inauguram exposições ao mesmo tempo. Entre elas, a Galeria Patricia Costa apresenta quatro telas, além de caixas-objeto, da artista Masumi Yamaguchi e duas pinturas da década de 90 feitas por Monica Barki. Já a Athena Contemporânea aposta em doze obras inéditas da artista Raquel Versieux, entre fotografias, pinturas, objetos, desenhos, colagens e vídeos. Atenção: dias e horários de funcionamento de cada lugar podem variar, dentro do funcionamento normal do shopping.

Shopping Cassino Atlântico. Avenida Atlântica, 4240, Copacabana, ☎ 2521-9940. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 13h às 18h. Grátis. Até dia 26. A partir de sexta (11).

CÉLIA EUVALDO. Oito grandes pinturas feitas com tinta a óleo preta sobre tela branca, todas de 2013, integram a individual da artista paulistana. R$ 31?000,00 a R$ 58?000,00.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 9 de novembro. A partir de quinta (10).

CLAUDIA DOWEK. Intitulada Claudia Dowek ? Névoa Baixa, Sol que Racha, a mostra da artista carioca reúne seis telas concebidas em homenagem à vida das mulheres do campo.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 17 de novembro. A partir deste domingo (6).

HÁ 250 ANOS... DE SALVADOR A RIO DE JANEIRO. A exposição marca a comemoração dos 250 anos da transferência da sede do governo brasileiro de Salvador para o Rio, ocorrida em 1763. Estão reunidas 240 obras do acervo do Museu Histórico Nacional, entre pinturas, aquarelas, documentos, panoramas, mapas, plantas, louças e armaria.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. Grátis. Até 26 de janeiro. A partir de terça (8).

JULIO LE PARC. Le Parc Lumière ? Obras Cinéticas de Julio Le Parc exibe cerca de trinta emblemáticas instalações luminosas do argentino, a maior parte delas datada da década de 60. Quatro maquetes com mecanismos criados pelo artista completam o acervo.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 23 de fevereiro. A partir de sábado (12).

WALTER GOLDFARB. Reconhecido por seu trabalho com a pintura, o artista carioca exibe cerca de trinta obras na galeria, entre telas e, pela primeira vez, esculturas, na individual Inquisição dos Absurdos. R$ 8?000,00 a R$ 150?000,00.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 11, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 16 de novembro. A partir de quarta (9).

ZÉLIA SALGADO. Nome expressivo da arte moderna brasileira, Zélia Salgado (1904-2009) ganha homenagem na data de seu aniversário com o lançamento do site zeliasalgado.art.br, marcado para quarta (9). Em paralelo, uma pequena mostra exibe a escultura Circulando, além das pinturas Bordadeira e No Espaço, entre outros trabalhos.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 8 de dezembro. A partir de quinta (10).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪✪ HERANÇA DO SAGRADO. Cerca de 100 trabalhos, em grande parte dos Museus Vaticanos, estão reunidos na mostra. Há nomes de alto relevo histórico entre os artistas, como Ticiano, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Caravaggio.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até domingo (13).

EM CARTAZ

✪✪✪✪ BEATRIZ MILHAZES. Na individual Meu Bem, técnicas e materiais dispostos em camadas resultam na colorida variedade de cada trabalho. Colocadas lado a lado, Me Perdoa... Te Perdoo (1989) e Lavanda (2013) escancaram o longo caminho percorrido entre as ­duas. No restante do percurso, as mais de sessenta obras, entre pinturas, colagens e gravuras, estão expostas em ordem cronológica. Além das conhecidas O Mágico (2001) e Meu Limão (2000), merece atenção especial Gamboa I, móbile de 9 metros feito para a ocasião.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até dia 27.

BERNA REALE. Cinco registros de performances em vídeo, três deles inéditos, compõem a individual Vazio de Nós. A visita às obras da artista paraense é recomendável para maiores de 14 anos.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários.

De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 8 de dezembro.

✪✪✪ CINÉTICOS: ARTE EM MOVIMENTO. Cerca de trinta obras de arte cinética estão reunidas na exposição. Marcam presença nomes de ponta, como Jesús Soto, Julio Le Parc, Victor Vasarely, Luis Tomasello e Carlos Cruz-Diez. Deste último, que está com 90 anos, e é o principal representante vivo da turma, há nove peças. Uma delas, a esfuziante Physichromie nº 1731 (2011), emana um colorido de tons variados, dependendo da perspectiva de quem a aprecia. A partir de R$ 40?000,00.

Galeria de Arte Ipanema. Rua Aníbal de Mendonça, 27, Ipanema, ☎ 2512-8832. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até dia 15.

✪✪✪ CRISTINA IGLESIAS. Presente no centro de arte de Inhotim, em Minas Gerais, a artista espanhola apresenta sua primeira individual no Rio. Um dos destaques é Habitação de Alabastro, já apresentado na Bienal de Veneza de 1993: a obra consiste em uma série de placas de pedra, com mais de 100 quilos cada uma, presas a duas paredes, formando uma espécie de refúgio.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até dia 20.

DANIEL FEINGOLD. A primeira grande panorâmica do artista reúne sessenta criações, em grande parte inéditas, entre fotos e pinturas. Estão no acervo as séries Estruturas (2013), reunião de quatro trabalhos produzidos com esmalte sintético sobre tecido, e Grades e Empenado, desenvolvida entre 1999 e 2003.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes

do museu). Até 17 de novembro.

EMMANUEL NASSAR. O artista paraense apresenta cinquenta variações de uma mesma obra ? um díptico sobre tela e MDF ? pintadas uma a uma, em cores e posições diferentes.

Museu da Chácara do Céu. Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa, ☎ 3970-1126. Quarta a segunda, 12h às 17h. R$ 2,00 (grátis às quartas). Menores de 12 anos e maiores de 65, professores e grupos escolares não pagam ingresso. Até 18 de novembro.

HUGO RICHARD E NATALI TUBENCHLAK. Projeto de intervenção urbana realizado pelos dois artistas desde 2009, a instalação Ambientes Infláveis foi construída com 600 metros de tecido de náilon impermeável, com várias cores e quase 70 metros de comprimento. Com três ambientes penetráveis, que se assemelham a grandes bolhas e interligados por túneis, a instalação parece, na definição de Richard, ?um grande balão aterrado?.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h.Grátis. Até dia 27.

IONE SALDANHA. Leia em Veja Rio Recomenda.

LENORA DE BARROS. Entre 1993 e 1996, a artista assinou uma coluna experimental, publicada no Jornal da Tarde, de São Paulo. Sessenta e cinco desses trabalhos estão reunidos na individual Umas e Outras, que conta ainda com dois vídeos e uma intervenção sonora.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 17 de novembro.

LUZESCRITA. Trinta e nove obras de Arnaldo Antunes, Fernando Laszlo e Walter Silveira, entre vídeos, objetos, fotografias e uma instalação, integram a mostra. Em todas, a luz é aplicada à caligrafia adotada nos versos. Chama atenção Ilusinha (2010), espécie de luminária de parede com a palavra-trocadilho que lhe dá nome, assinada por Arnaldo Antunes.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até dia 27.

MUNDOS CRUZADOS. Cerca de cinquenta obras pertencentes ao acervo do MAM e às coleções em consignação no museu compõem a coletiva, que tem como tema o universo popular. Volpi, Aluísio Carvão, Ernesto Neto e Farnese de Andrade estão entre os artistas.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 10 de novembro.

OSCAR MUÑOZ. O artista colombiano apresenta um site-specific concebido em 2002 e já exibido em vários locais. A obra é composta de seis espelhos côncavos, dispostos perto de seis janelas da sala, inteiramente vedadas, com a exceção de um minúsculo orifício que permite a entrada de luz. Com isso, a sala se torna uma imensa câmara escura, na qual a imagem exterior é projetada na parede.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h.Grátis. Até dia 20.

POESIA MARGINAL - PALAVRA E LIVRO. A mostra exibe cerca de sessenta publicações de poetas como Ana Cristina Cesar (1952-1983), Cacaso (1944-1987), Geraldo Carneiro, Chacal e Nicolas Behr.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 10 de novembro.

ROBSON MACEDO. Em Tilt, o artista apresenta cinco telas coloridas e de grandes dimensões que criam pontes entre o real e o virtual. Com curadoria de Marcus de Lontra Costa.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550,

? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 17 de novembro.

SÉRVULO ESMERALDO. O artista cearense tem setenta obras reunidas, entre pinturas, desenhos, gravuras, objetos cinéticos e esculturas.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. Segunda a sexta, 10h às 18h. Sábado, 10h às 16h. Grátis. Até 13 de novembro.

TACITA DEAN. Em sua primeira individual na América Latina, intitulada Tacita Dean: a Medida das Coisas, a inglesa aborda conceitos de tempo e acaso em onze filmes registrados em películas de 16 e 35 milímetros. Completam a seleção sete obras sobre papel, entre gravuras e trabalhos inéditos feitos a partir de fotos e postais antigos do Rio de Janeiro.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 26 de janeiro.

✪✪✪✪ VONTADE CONSTRUTIVA NA COLEÇÃO FADEL. A mostra reúne cerca de 250 obras ? na maioria do colecionador Sérgio Fadel ? criadas por artistas brasileiros ligados ao concretismo, como Ivan Serpa, Willys de Castro e Hércules Barsotti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até dia 20.

WALTER FIRMO. Morto em 1989, Arthur Bispo do Rosário é objeto de ensaio fotográfico do carioca Firmo. Um Olhar sobre Bispo do Rosário reúne 28 de quarenta fotografias produzidas ao longo de três dias de 1985, a princípio para uma reportagem. Um vídeo documental dirigido pela curadora, a psicanalista Flavia Corpas, completa o acervo.

Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 10 de novembro.

Fonte: VEJA RIO