ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

ESTREIAS

GUSTAVO NAKLE. Em Sedução dos Contrários ? Festim e Devoração, o artista uruguaio radicado no Brasil exibe uma instalação que simula um grande formigueiro. Inédito por aqui, o trabalho, montado com 38 placas em baixo relevo, traz esculturas que representam 35 famosas obras de arte ocidentais traspassadas ou devoradas por 200 formigas.

Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 17 de novembro. A partir de terça (17). www.caixacultural.com.br.

MARCOS BONISSON. Em sua primeira individual no museu, o fotógrafo carioca exibe, em Pulsar, uma única e grande instalação com cerca de sessenta caixas de acrílico. Todas contêm colagens de fotos como as do antigo polaroide e, dispostas lado a lado, espalham-se por mais de 11 metros. O trabalho integra a Série Polagens, iniciada em 2001.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 24 de novembro. A partir de domingo (22).

TERESA SERRANO E MIGUEL ANGEL RIOS. O casal de artistas que vive entre Nova York e a Cidade do México apresenta Desenlace: Teresa Serrano e Miguel Angel Rios. Em instalações e vídeos, eles buscam discutir os jogos de poder.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 17 de novembro. A partir de terça (17). www.oifuturo.org.br.

ÚLTIMA SEMANA

ANTANAS SUTKUS. Na mostra Nostalgia dos Tempos da Pureza, o fotógrafo lituano retrata idosos e crianças em cerca de 100 imagens.

Centro Cultural Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até domingo (22).

MARCO VELOSO. Conhecido por seus desenhos a carvão, o artista carioca adapta a técnica para a tela, usando tinta a óleo para fazer as sete obras da individual Como a Vida Muda. R$ 8?000,00 a R$ 24?800,00.

Galeria Inox. Avenida Atlântica, 4240 (Shopping Cassino Atlântico), subsolo, Copacabana, ☎ 2521-9940. Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 11h às 19h. Grátis. Até sábado (21).

EM CARTAZ

ALEXANDRE MAZZA. Na individual Entre o Fenômeno e o Monumento: das Manifestações da Memória Universal, o artista apresenta 26 obras, sendo duas instalações, incluindo um site-specific feito de neon na árvore em frente à galeria. A partir de R$ 20?000,00.

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 14h. Grátis. Até dia 28.

✪✪✪✪ BEATRIZ MILHAZES. Leia em Veja Rio Recomenda.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 27 de outubro.

BERNA REALE. Cinco registros de performances em vídeo, três deles inéditos, compõem a individual Vazio de Nós. A visita às obras da artista paraense é recomendável para maiores de 14 anos.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 8 de dezembro.

BRUNO VEIGA. Na individual Território Suburbano, o fotógrafo carioca apresenta trabalhos resultantes de dez anos de pesquisas pela periferia carioca. Cadeiras de plástico, objetos de devoção e demais elementos encontrados nos lares visitados deixam o conforto do lugar-comum e ganham surpreendente impacto visual nas 32 imagens em exibição. As obras têm texto de apresentação do pesquisador e curador de arte Mauro Trindade.

Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2215-0621. Terça a domingo, 10h às 18h. Grátis. Até dia 29.

✪✪✪✪ CAI GUO-QIANG. Nome de ponta da arte contemporânea chinesa, o artista apresenta Da Vincis do Povo. A mostra ocupa o CCBB e o Centro Cultural Correios. No primeiro estão instalações ? algumas reúnem objetos criados por camponeses da China. Parte mais famosa de seu trabalho, os desenhos produzidos com queima da pólvora podem ser vistos, em sua maioria, no outro prédio.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis; Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até dia 23.

✪✪✪ CRISTINA IGLESIAS. Presente no centro de arte de Inhotim, em Minas Gerais, a artista espanhola apresenta sua primeira individual no Rio. Um dos destaques é Habitação de Alabastro, já apresentado na Bienal de Veneza de 1993: a obra consiste em uma série de placas de pedra, com mais de 100 quilos cada uma, presas a duas paredes, formando uma espécie de refúgio.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 20 de outubro.

EMMANUEL NASSAR. O artista paraense apresenta cinquenta variações de uma mesma obra ? um díptico sobre tela e MDF ? pintadas uma a uma, em cores e posições diferentes.

Museu da Chácara do Céu. Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa, ☎ 3970-1126. Quarta a segunda, 12h às 17h. R$ 2,00 (grátis às quartas). Menores de 12 anos e maiores de 65, professores e grupos escolares não pagam ingresso. Até 18 de novembro.

GRAPHOS: BRASIL HOJE. Após meses de obras, a galeria reabriu no mesmo Shopping dos Antiquários, mas em outra loja. A coletiva inaugural reúne trabalhos inéditos de 22 artistas ligados à Graphos: Brasil, entre eles Waltercio Caldas, Walter Goldfarb e Carlos Vergara. R$ 4?000,00 a R$ 150?000,00.

Graphos: Brasil. Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja 11, Copacabana, ☎ 2256-3268 e 2255-8283. Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 11h às 18h. Grátis. Até dia 28.

✪✪✪✪ HERANÇA DO SAGRADO. Cerca de 100 trabalhos, grande parte dos Museus Vaticanos, estão reunidos na mostra. Há nomes de alto relevo histórico entre os artistas, como Ticiano, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Caravaggio.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 13 de outubro.

HUGO RICHARD E NATALI TUBENCHLAK. Projeto de intervenção urbana realizado pelos dois artistas desde 2009, a instalação Ambientes Infláveis foi construída com 600 metros de tecido de náilon resinado e impermeável, de várias cores e quase 70 metros de comprimento. Em formato de um grande Y, com três ambientes penetráveis, que se assemelham a grandes bolhas, interligados por túneis, a instalação parece, na definição de Richard, ?um grande balão aterrado?.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 12h às 20h; domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 27 de outubro.

IONE SALDANHA. Os mais de 100 trabalhos de O Tempo e a Cor dão ao visitante a oportunidade de conferir como o estilo da artista foi se transformando. Uma de suas séries mais conhecidas, de pinturas em bambus (apresentada na décima Bienal de São Paulo, em 1969), tem presença assegurada.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 10 de novembro.

JOGOS OLÍMPICOS: ESPORTE, CULTURA E ARTE. Cerca de 300 peças do acervo do Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça, estão reunidas na mostra que conta a história das Olimpíadas. Uma das atrações é a cópia do discurso, de 1892, em que o barão de Coubertin propõe a recriação dos Jogos Olímpicos.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. R$ 8,00. Grátis para menores de 5 anos, maiores de 65 e aos domingos. A bilheteria fecha meia hora antes. Até 1º de dezembro.

✪✪✪ LEDA CATUNDA. Destacada representante da Geração 80, a artista paulistana está em cartaz com a individual Pinturas Recentes. No apanhado de quinze obras produzidas desde 2010, ela se vale de múltiplas referências do universo dos esportes ? e, para além de méritos conceituais, é bem-sucedida no encanto visual que desperta, mesmo sobre quem não se interessa pelo tema. Feitas de acrílica sobre tela e tecido, com eventuais inserções de plástico e veludo, as criações trazem logotipos, números e padrões geométricos de cores e símbolos ligados a modalidades variadas.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para crianças com menos de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 6 de outubro.

OSCAR MUÑOZ. O artista colombiano apresenta um site specific concebido em 2002 e já exibido em vários locais. A obra é composta de seis espelhos côncavos, dispostos próximo a seis janelas da sala, inteiramente vedadas, com a exceção de um minúsculo orifício que permite a entrada de luz. Com isso, a sala se torna uma imensa câmara escura, na qual a imagem exterior será projetada na parede.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 12h às 20h; domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 20 de outubro.

✪✪✪✪ VONTADE CONSTRUTIVA NA COLEÇÃO FADEL. A mostra reúne cerca de 250 obras ? na maioria do colecionador Sérgio Fadel ? criadas por artistas brasileiros ligados ao concretismo, como Ivan Serpa, Willys de Castro e Hércules Barsotti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 20 de outubro.

WALTER FIRMO. Morto em 1989, Arthur Bispo do Rosário, é um dos artistas brasileiros mais festejados na cena contemporânea internacional, com trabalhos na mostra principal da atual edição da Bienal de Veneza, aberta em junho e em cartaz até novembro. Em vida, porém, o sergipano foi diagnosticado como esquizofrênico e paranoico. Esteve na Colônia Juliano Moreira em diversas ocasiões ? a última internação durou 25 anos, de 1964 até a sua morte, período em que produziu a parte mais significativa de sua obra. O singular artista é objeto de ensaio fotográfico do carioca, apresentado em Um Olhar sobre Bispo do Rosário, que reúne 28 das quarenta fotografias produzidas ao longo de três dias de 1985. Um vídeo documental dirigido pela curadora completa o acervo.

Caixa Cultural ? Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 10 de novembro.

Fonte: VEJA RIO