ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

ESTREIAS

HÉLIO BRANCO. Vinte trabalhos fotográficos integram a individual A Luz que Nos Protege. Nas criações, parte de uma série desenvolvida desde 2010, Hélio Branco flagra a luz da cidade. R$ 5?000,00 a R$ 15?000,00.

Galeria Coleção de Arte. Praia do Flamengo, 278, térreo, Flamengo, ☎ 2551-0641. → Segunda a sábado, 10h às 18h. Grátis. Até 17 de agosto. A partir de segunda (29).

MÔNICA PILONI. A artista paranaense exibe a obra Ímpar, com um par de esculturas, uma de bronze e a outra de resina, produzidas a partir de suas próprias medidas corporais. Na sala anexa serão exibidos dois vídeos. R$ 40?00,00 a R$ 50?000,00.

Galeria Laura Marsiaj. Rua Teixeira de Melo, 31-C, Ipanema, ☎ 2513-2074. Terça a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 16h. Grátis. Até 31 de agosto. A partir de quarta (31).

NOVÍSSIMOS 2013. Na 43ª edição, a coletiva reúne dezesseis artistas, autores de trabalhos em desenho, pintura, instalação, objeto, vídeo e fotografia.

Galeria de Arte Ibeu. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 690, 2º andar, Copacabana, ☎ 3816-9473. Segunda a sexta, 13h às 19h. Grátis. Até 30 de agosto. A partir de quarta (31).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪✪ SABINE WEISS. Em sua primeira retrospectiva no Brasil, a reputada fotógrafa francesa, de 89 anos, apresenta 132 imagens.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até domingo (4). www.correios.com.br.

EM CARTAZ

ALEXANDRE MURY. A individual Fricções Históricas traz um vídeo e 42 fotografias em grandes formatos ? em todas o próprio artista banca o modelo, protagonizando releituras de obras-primas da história da arte, ícones da cultura e do imaginário coletivo.

Caixa Cultural ? Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-4080, ? Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro.

✪✪✪ AMÉRICA DO SUL - A POP ARTE DAS CONTRADIÇÕES. Cerca de 100 obras de 57 artistas do Brasil e da Argentina estão reunidas, com foco na produção dos anos 60. Entre os brasileiros estão Antonio Dias, Carlos Vergara e Cildo Meireles. Roberto Jacoby e Antonio Berni são alguns dos hermanos.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para crianças com menos de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 14 de agosto.

A ARTE A SERVIÇO DA FÉ. A mostra reúne cerca de 600 peças da coleção de arte sacra do Museu Histórico Nacional.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 2550-9220. → Terça a sexta, 10h às 17h30; sábado, domingo e feriados, 14h às 18h. Até domingo (4): grátis. A partir do dia 6: R$ 8,00. Grátis para menores de 5 anos, maiores de 65 e aos domingos. A bilheteria fecha meia hora antes. Até 18 de agosto. www.museuhistoriconacional.com.br.

✪✪✪ CANTOS CUENTOS COLOMBIANOS. Dez nomes da arte contemporânea colombiana exibem 75 obras. No acervo há a recorrência de temas como a morte (presente no caixão de peças de Lego de Fernando Arias) e a memória (vídeo de Oscar Muñoz).

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 12h às 20h; domingo, 12h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 24 de agosto.

✪✪✪ O COLECIONADOR: ARTE BRAISLEIRA E INTERNACIONAL NA COLEÇÃO BOGHICI. Romeno radicado no Brasil, Jean Boghici franqueou expressivo recorte de sua coleção. Em meio às 136 obras, há nomes do quilate de Tarsila do Amaral, Amedeo Modigliani e Auguste Rodin.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários.

De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 1º de setembro.

CRUZ, CRUCIS, CRUCIFIXUS - O UNIVERSO SIMBÓLICO DA CRUZ. Símbolo associado ao cristianismo, embora marque presença histórica em outras religiões, a cruz é o tema da mostra, que reúne cerca de 150 objetos dos séculos XVIII e XIX. Além das cruzes propriamente ditas, há santos, relicários e oratórios nos quais o símbolo aparece em evidência.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Segunda e quarta a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até 23 de setembro.

✪✪✪ ELIZABETH JOBIM. Quinze obras da série Blocos compõem a mostra homônima. São totens de madeira tomados por telas pintadas com formas geo­métricas ? juntos, os trabalhos provocam belo efeito visual.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 18 de agosto.

✪✪✪✪ HERANÇA DO SAGRADO. Cerca de 100 trabalhos, grande parte dos Museus Vaticanos, estão reunidos na mostra, a maior dedicada à arte sacra já realizada no Brasil. Há nomes de alto relevo histórico entre os artistas, como Ticiano, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci e Caravaggio.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. Grátis. Até 13 de outubro.

✪✪✪✪✪ JACQUES HENRI LARTIGUE. Leia em Veja Rio Recomenda.

MACHINARIUM. Instalações, vídeos, projeções, fotografias e objetos criados por oito artistas brasileiros e estrangeiros investigam a relação entre arte e ciência.

Oi Futuro Ipanema. Rua Visconde de Pirajá, 54, Ipanema, ☎ 3201-3000, ? General Osório. Terça a sexta e feriados, 15h às 21h; sábado e domingo, 14h às 21h. Grátis. Até 8 de setembro.

✪✪✪ MARIA NEPOMUCENO. Na individual Tempo para Respirar, a artista apresenta uma grande instalação feita de contas de colar, palha trançada, cordas, cerâmica, fibra de vidro, resina, madeira e móveis. Disposta no Espaço Monumental do MAM, a criação se assemelha a uma paisagem de outro planeta.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e, na quarta, a partir das 15h, para todos. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 8 de setembro.

✪✪✪ ORATÓRIOS - RELÍQUIAS DO BARROCO BRASILEIRO. A exposição reúne 55 belos oratórios do século XVII ao XX pertencentes ao acervo do Museu do Oratório, localizado em Ouro Preto, Minas Gerais.

Museu Nacional de Belas-Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00. Meia-entrada para estudantes e pessoas de 60 a 64 anos. Grátis para pessoas acima de 65 anos, estudantes e professores. Ingresso-família: R$ 8,00 para até quatro pessoas juntas da mesma família todos os dias, exceto aos domingos, quando a entrada é gratuita. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 18 de agosto.

✪✪✪✪ UM OUTRO OLHAR: COLEÇÃO ROBERTO MARINHO. Com 202 obras da coleção do jornalista Roberto Marinho (1904-2003), a coletiva é dominada por expoentes do modernismo brasileiro, nomes de relevo como Guignard, Di Cavalcanti, Ismael Nery e Portinari.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 11 de agosto. www.pacoimperial.com.br.

✪✪✪ ROSANA RICALDE. Dezesseis trabalhos, entre pinturas, esculturas, objetos e uma instalação, compõem a individual Poemas Pendurados. A maioria evoca a ideia de texto e de livro.

Galeria Laura Alvim. Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2017. Terça a domingo, 13h às 21h. Grátis. Até 11 de agosto.

✪✪✪ TADEU JUNGLE. Conhecido por transitar por várias mídias, em particular o cinema e a videoar­te, o artista apresenta uma retrospectiva da sua obra em uma única videoinstalação, chamada TAMTA (iniciais de ?tudo ao mesmo tempo agora?). Outras obras se espalham pelo Oi Futuro: na área externa, na porta de entrada, no hall do térreo e nas escadas.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 8 de setembro.

✪✪✪ UNIVERSO BORDALLO PINHEIRO. Vik Muniz, Tunga, Barrão, Regina Silveira, Maria Lynch e Isabela Capeto estão entre os vinte profissionais brasileiros que criaram obras para a coletiva em homenagem ao ceramista português Rafael Bordallo Pinheiro.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ? Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até 8 de setembro.

VISÕES DO DESTERRO. A coletiva reúne obras em diversos suportes de onze artistas portugueses: Isaque Pinheiro, Nuno Sousa Vieira, Jorge Molder, André Cepeda, Rui Calçada Bastos, Tatiana Macedo, Mauro Cerqueira, Joana Bastos, João Ferro Martins, Julião Sarmento e Adelina Lopes.

Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 25 de agosto.

✪✪✪✪ VONTADE CONSTRUTIVA NA COLEÇÃO FADEL. A mostra reúne cerca de 250 obras ? na maioria do colecionador Sérgio Fadel ? criadas por artistas brasileiros ligados ao concretismo, como Ivan Serpa, Willys de Castro e Hércules Barsotti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos e professores da rede pública, crianças de até 5 anos e pessoas com mais de 60 anos. Até 20 de outubro.

Fonte: VEJA RIO