ROTEIRO DA SEMANA

Exposições

Percorremos as melhores exposições da semana para indicar o que você não pode perder

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

ESTREIAS

Oratórios ? Relíquias do Barroco Brasileiro

A exposição reúne 115 objetos e imagens sacras dos séculos XVII a XX pertencentes ao acervo do Museu do Oratório, localizado em Ouro Preto, Minas Gerais.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 2219-8474, ? Cinelândia. → Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00. Meia-entrada para estudantes e pessoas de 60 a 64 anos. Grátis para pessoas acima de 65 anos, estudantes e professores. Ingresso-família: R$ 8,00 para até quatro pessoas juntas da mesma família todos os dias, exceto aos domingos, quando a entrada é gratuita. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 18 de agosto. A partir de quarta (10).

Visões do Desterro

A coletiva reúne obras em diversos suportes de onze artistas portugueses: Isaque Pinheiro, Nuno Sousa Vieira, Jorge Molder, André Cepeda, Rui Calçada Bastos, Tatiana Macedo, Mauro Cerqueira, Joana Bastos, João Ferro Martins, Julião Sarmento e Adelina Lopes.Caixa Cultural ? Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ? Carioca. Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 25 de agosto. A partir de terça (9).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪ O Abrigo e o Terreno ? Arte e Sociedade no Brasil I

Com a cidade por tema, o acervo traz cerca de 100 criações de nomes como Miguel Rio Branco, Adriana Varejão, Waltercio Caldas, Hélio Oiticica e Ernesto Neto.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos da rede pública, crianças de até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos e professores da rede pública. Até domingo (14).

✪✪✪ Elles: Mulheres Artistas na Coleção do Centro Pompidou

Organizada pelo Centro Pompidou, em Paris, a mostra reúne 120 trabalhos de 65 artistas mulheres, em diversas técnicas, entre elas a francesa Suzanne Valadon, a mexicana Frida Kahlo e a brasileira Lygia Pape.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Segunda e quarta a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até domingo (14).

✪✪✪ Marcos Cardoso

Em Arquitetura de Vidro, o carioca apresenta obras minuciosamente produzidas com tiras de chinelos de borracha e palitos de fósforo. Completam o acervo quatro xilogravuras.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até domingo (14).

EM CARTAZ

✪✪✪ América do Sul ? A Pop Arte das Contradições

Cerca de 100 obras de 57 artistas do Brasil e da Argentina estão reunidas, com foco na produção dos anos 60. Entre os brasileiros estão Antonio Dias, Carlos Vergara e Cildo Meireles. Roberto Jacoby e Antonio Berni são alguns dos hermanos.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para crianças com menos de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 14 de agosto.

✪✪✪ Antanas Sutkus

Um dos fotógrafos mais importantes do século XX, o lituano Sutkus, 73 anos, tem 100 de seus registros reunidos na mostra.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até dia 21. www.correios.com.br.

✪✪✪ Cantos Cuentos Colombianos

Dez nomes da arte contemporânea colombiana exibem 75 criações. No acervo há a recorrência de temas como a morte (presente no caixão de peças de Lego de Fernando Arias) e a memória (no vídeo de Oscar Muñoz).

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 12h às 20h; domingo, 12h às 18h. R$ 12,00. Grátis para crianças de até 12 anos e às quartas. Meia-entrada para idosos e estudantes com mais de 12 anos. A bilheteria fecha meia hora antes do término do horário de visitação. Até 24 de agosto.

✪✪ Carmela Gross

Escadas é o nome da obra que batiza a exposição: uma série de escadas com centenas de lâmpadas fluorescentes acopladas aos degraus e às traves. A mesma evocação ainda está presente em Escada de Emergência, constituída de dois desenhos de escadas feitos com lâmpadas em forma de tubo sobre tripés metálicos.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até dia 28.

✪✪✪ Charlotte Rampling ? Álbuns Secretos

A atriz francesa é fotografada e fotógrafa na mostra organizada pela parisiense Maison Européenne de la Photographie. No primeiro caso, aparece em 26 poses, clicadas por nomes como Helmut Newton e Cecil Beaton.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Segunda e quarta a domingo, 9h às 21h. Grátis. Até dia 21.

✪✪✪ O Colecionador: Arte Brasileira e Internacional na Coleção Boghici

Romeno radicado no Brasil, Jean Boghici franqueou expressivo recorte de sua coleção. Em meio às 136 obras, há nomes do quilate de Tarsila do Amaral, Amedeo Modigliani e Auguste Rodin.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos da rede pública, crianças de até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos e professores da rede pública. Até 1º de setembro.

✪✪✪ Elizabeth Jobim

Em Blocos, a carioca apresenta quinze obras da série que dá nome à exposição. São totens de madeira tomados por telas pintadas com formas geométricas, evocando a arte neoconcretista ? reunidos, os trabalhos provocam belo efeito visual.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, menores de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 18 de agosto.

✪✪✪✪ Haruo Ohara

Japonês radicado desde os 17 anos no Brasil, onde viveu como lavrador, Ohara (1909-1999) também se dedicou à fotografia, conquistando renome nessa atividade. Na individual estão reunidos 110 registros em preto e branco.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 8 de setembro.

✪✪✪✪✪ Jacques Henri Lartigue

Primeira retrospectiva do fotógrafo francês no Brasil. São exibidos 225 itens, na maioria belos flagrantes de viagens, retratos de amigos e registros de atividades esportivas.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. ? Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 15 de setembro.✪✪✪ Lena Bergstein

Na individual são apresentadas dezessete obras inéditas da artista dominadas pelo azul. Sete delas são livros de 50 x 50 centímetros, de páginas pintadas de tinta acrílica, que podem ser manipulados. Completam o acervo telas e cadernos de anotações.

Museu de Arte Moderna. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Centro, ☎ 3883-5600. → Terça a sexta, 12h às 18h; sábado, domingo e feriados, 11h às 18h. R$ 12,00. A bilheteria fecha meia hora antes. Pessoas com mais de 60 anos pagam R$ 6,00. Grátis para amigos do MAM, crianças com menos de 12 anos e para todos na quarta, a partir das 15h. Aos domingos vigora o ingresso-família: pagam-se R$ 12,00 por grupo de até cinco pessoas. Estac. (R$ 5,00 para visitantes do museu). Até 18 de agosto.

✪✪✪✪ Newton Rezende

A retrospectiva reúne 93 trabalhos de Rezende, boa parte do auge da produção do artista, nas décadas de 60 e 70. Dotadas de notável riqueza cromática, na maioria com intervenções de colagem, as telas dividem espaço com desenhos.

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica. Rua Luís de Camões, 68, Centro, ☎ 2232-4213 e 2242-1012. Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, domingo e feriados, 11h às 17h. Grátis. Até dia 28.

✪✪✪✪ Um Outro Olhar: Coleção Roberto Marinho

Com 202 obras da coleção do jornalista Roberto Marinho (1904-2003), a coletiva é dominada por expoentes do modernismo brasileiro, nomes de relevo como Guignard, Di Cavalcanti, Ismael Nery e Portinari.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 11 de agosto. www.pacoimperial.com.br.

✪✪✪✪ Rio de Imagens: uma Paisagem em Construção

A evolução da cidade ao longo de quatro séculos é abordada através de 400 obras. Destacam-se trabalhos de nomes do modernismo como Tarsila do Amaral, Lasar Segall e Di Cavalcanti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos da rede pública, crianças de até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos e professores da rede pública. Até dia 28.

✪✪✪✪ Sabine Weiss

A reputada fotógrafa francesa, 89 anos, ganha sua primeira retrospectiva no Brasil, com 132 imagens.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 4 de agosto. www.correios.com.br.

✪✪✪✪ Vontade Construtiva na Coleção Fadel

A mostra reúne cerca de 250 obras ? na maioria do colecionador Sérgio Fadel ? criadas por artistas brasileiros ligados ao concretismo, como Ivan Serpa, Willys de Castro e Hércules Barsotti.

Museu de Arte do Rio. Praça Mauá, s/nº, Zona Portuária, ☎ 2203-1235. → Terça a domingo, 10h às 18h. R$ 8,00. Grátis às terças. Meia-entrada para estudantes de escolas particulares e universitários. De quarta a domingo, grátis para alunos da rede pública, crianças de até 5 anos, pessoas com mais de 60 anos e professores da rede pública. Até 20 de outubro.

Fonte: VEJA RIO