ROTEIRO DA SEMANA

Dança

Confira os espetáculos de dança imperdíveis nesta semana no Rio

Por: Carolina Barbosa - Atualizado em

ANGEL VIANNA. Aos 84 anos, a bailarina sobe ao palco do teatro que leva seu nome para dançar ao lado de cinquenta colegas. A performance, que marca o lançamento de seu acervo digital, é resultado de uma oficina gratuita ministrada por ela (60min). Livre. Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro ? Teatro Angel Vianna (155 lugares). Rua José Higino, 115, Tijuca. ☎ 3238-0601. Sexta (14), 19h. Grátis.

CORVOS E GIRASSÓIS, de Márcio Cunha. Renata Reinheimer e o próprio coreógrafo encenam o espetáculo de dança livremente inspirado na obra de Van Gogh. Elementos como botas e cadeiras, presentes no trabalho do pintor holandês, compõem o cenário. Direção de Márcio Cunha (50min). 12 anos. Estreou em 6/12/2012. Teatro Dulcina (429 lugares). Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro, ☎ 2240-4879, ? Cinelândia. Quinta, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui.). Até dia 20.

ENQUANTO ESTAMOS AQUI, de Marcia Rubin. A própria coreógrafa estrela a apresentação-solo, que une dança contemporânea, dramaturgia e música. Em cena, as ações acontecem sobre e ao redor de uma grande mesa, em torno da qual o público fica acomodado. Direção de Marcio Abreu (50min). 16 anos. Estreou em 29/11/2012. Espaço Sesc ? Mezanino (40 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2547-0156. Quinta a sábado, 21h30; domingo, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até dia 23.

O QUEBRA-NOZES, de Marius Petipa e Lev Ivanov. com música de Tchaikovsky. Como já é tradição, o balé, na montagem com concepção e coreografia de Dalal Achcar, encerra a temporada do Municipal. Ao longo de quinze apresentações, vão se revezar nos papéis principais Cecília Kerche, Claudia Mota, Márcia Jaqueline, Karen Mesquita, Karina Dias, Francisco Timbó, Cícero Gomes, Denis Vieira, Filipe Moreira e o convidado Federico Fernandez, primeiro bailarino do Teatro Colón, de Buenos Aires. Jésus Figueiredo é o maestro convidado à frente da Orquestra Sinfônica e do Coro da casa. Alunos da Escola de Dança Maria Olenewa também participam da apresentação. Clássico das sapatilhas, o espetáculo de 1892 é uma fantasia em torno da história da menina Clara. Encantada ao ganhar do padrinho um quebra-nozes em formato de soldadinho, ela sonha com o brinquedo. Na sua imaginação, um exército de ratos invade o salão, mas o boneco ganha vida e os ataca, comandando soldadinhos de chumbo. Vencida a batalha, os dois seguem em uma viagem que passa pelo Reino das Neves e o Reino dos Doces. Ao despertar, Clara fica triste quando percebe que nada daquilo aconteceu. No entanto, surpreende-se ao descobrir que o sobrinho de seu padrinho é, na verdade, o quebra-nozes de seu sonho (120min). Livre. Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sábado, 20h; domingo, 17h. R$ 25,00 (galeria) a R$ 504,00 (frisas e camarotes). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.). IC. Até 6 de janeiro. Estreia prometida para sábado (15).

Fonte: VEJA RIO