Roteiro da Semana

Na Lapa e além

Dono de outras casas na região, grupo cearense amplia a fronteira da boemia com o Dom Cavalcanti

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

roteirobaresabre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

BEBIDAS ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | COZINHA ✪✪

Um dos balcões mais tradicionais de Laranjeiras, o Serafim andava mal das pernas desde a morte, em 2009, do português Juca Ribeiro, o sócio mais famoso do bar. A situação melhorou depois que o negócio passou para as mãos do grupo Dom, em outubro do ano passado. Proprietários de outros seis estabelecimentos, quase todos na Lapa, os empreendedores cearenses não pararam por aí. Transformaram uma loja de sucos na esquina das ruas do Riachuelo e André Cavalcanti no Dom Cavalcanti, endereço que empurra a fronteira do distrito boêmio rumo ao vizinho Bairro de Fátima. Original, a decoração evita a receita de nove entre dez casas do gênero. Em vez de descascarem as paredes e deixarem à mostra os tijolos antigos, como quase todo mundo, os novos donos investiram em revestimento de madeira e, no teto, couro. Luminárias e ventiladores retrôs completam o cenário.

Típico dos pés-limpos atuais, o cardápio não foge muito do óbvio com sua lista de pratos fornidos e tira-gostos. Uma dica é optar pelos petiscos preparados na brasa, a exemplo das saborosas porções de costelinha aperitivo (R$ 23,00) e de coração de galinha (R$ 18,90). A linguiça de churrasco (R$ 1,50 a unidade) também vale a pedida. Na seara dos salgados fritos, o bolinho de bacalhau (R$ 3,00 a unidade) estava correto, mas o pastel de camarão e catupiry (R$ 3,00) trazia poucos exemplares do crustáceo no recheio. Para beber, há cerveja Antarctica Original (R$ 6,90), Brahma, Antarctica e Skol (R$ 5,90), além de uma agradável caipivodca de kiwi (R$ 9,00).

Dom Cavalcanti. Rua do Riachuelo, 184 e 186, Centro, ☎ 2232-2565 (75 lugares). 11h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? → Aberto em 2011.

Fonte: VEJA RIO