COMER E BEBER 2013

O melhor cachorro-quente: Deli 43-Pavelka

Por: Fabio Codeço e Carolina Barbosa, fotos Fernando Lemos - Atualizado em

Foto: Fernando Lemos
(Foto: Redação Veja rio)
esq
(Foto: Redação Veja rio)

Três vezes por semana, 5?000 pães de leite, 120 quilos de linguiça, 80 de salsicha e 45 de mostarda escura descem a Serra Fluminense para abastecer as duas lojas desta delicatessen e cafeteria. Produzido pela Pavelka, fábrica perto da entrada para Petrópolis, o carregamento serve de matéria-prima para aquele que foi escolhido pela terceira vez o melhor cachorro-quente da cidade ? superando a Geneal, vencedora do ano anterior, numa disputa que envolveu ainda Papajaya, Joe & Leo?s e o novato Felisberto. A fórmula tão aclamada é a combinação de um pão macio com embutidos bem condimentados mais o toque da mostarda escura, tudo produzido com exclusividade. O lanche sai por R$ 10,90, se recheado de linguiça (suína, a mais pedida, ou de frango), e R$ 11,90, com salsicha (são quatro tipos: vitela, frango, branca ou frankfurter). Recentemente, a proprietária Renata Bellizzi resolveu trazer de São Paulo o requisitado chef boulanger Marcos Carnero para ministrar uma oficina de pães em sua cozinha. As aulas renderam novidades, a exemplo dos pães de centeio com nozes e de azeitona com alecrim fresco (R$ 6,50 cada um), à venda no Leblon apenas nos fins de semana. Outra criação da linha, a ciabatta é usada como saborosa alternativa no preparo dos cachorros-quentes.

Rua Gonçalves Dias, 43, Centro, ☎ 2222-1163, ? Carioca (100 lugares). 9h/19h (fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. ?; Rua João Lira, 97, loja B, Leblon, ☎ 2294-1745 (90 lugares). 8h30/23h. Cc: todos. Cd: todos. ? www.deli43.com.br. Aberto em 1999.

Fonte: VEJA RIO