ROTEIRO DA SEMANA

Dança

Espetáculos e companhias de dança em cartaz na cidade

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

BALÉ FOLCLÓRICO DA BAHIA HERANÇA SAGRADA: A CORTE DE OXALÁ, de Vavá Botelho. A premiada companhia, que completará 24 anos em agosto, já se apresentou em mais de 180 cidades de 24 países, incluindo Estados Unidos, Canadá, México, Itália, Dinamarca, Austrália, Alemanha, França, Holanda, Suíça e África do Sul. Em turnê nacional, os 26 bailarinos, músicos e cantores trazem ao Rio um espetáculo repleto de movimento e sonoridades vibrantes. Direção do autor (90min). 12 anos. Teatro Carlos Gomes (685 lugares). Praça Tiradentes, 19, Centro, ☎ 2232-8701. Quinta (21) a domingo (24), 19h30. R$ 1,00 (dom.); R$ 30,00 e R$ 60,00 (qui. a sáb.). Bilheteria: a partir das 11h (qui. e sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). IC.

CIA. CARACOL DE DANÇAS E CENAS SOLO EM ÁGUA FERVENTE, de Luciana Hoppe. Executada pela bailarina Maria Albers, a coreografia foi vencedora do Prêmio Açorianos de Dança 2011, em Porto Alegre. O espetáculo, que integra a programação do projeto Dulcina Abraça o Sul, aborda como tema o fluxo das senrtimentos no corpo. Movimentos são interpretados e tratados como líquidos carregados de emoções, num ritmo crescente que sugere um processo de ebulição. Direção da autora (40min). Livre. Teatro Dulcina (429 lugares). Rua Alcindo Guana-bara, 17, Centro, ☎ 2240-4879, ? Cinelândia. → Sexta (22) a domingo (24), 19h. R$ 20,00. Grátis na sexta (22). Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.).

MOSTRA ENTRE LUGARES -- IN-ORGANIC. Com curadoria do coreógrafo Gustavo Ciríaco, o evento, que é uma parceria do projeto de ocupação Entre, do Espaço Cultural Sérgio Porto, com o Chelsea Theatre, de Londres, chega ao fim. Um dos destaques da programação de dança será a performance In-Organic, com Marcela Levi. Criada pela intérprete em parceria com Ana Carolina Rodrigues, a peça é executada com objetos cenográficos como um colar de pérolas artificiais de 25 metros de comprimento, uma cabeça de boi embalsamada, grampos de cabelo e um sinalizador de bicicletas. Direção da intérprete (30min). 12 anos. Espaço Cultural Sérgio Porto (90 lugares). Rua Visconde Silva, s/nº, Humaitá, ☎ 2535-3846. Quinta (21), 21h. R$ 10,00. Bilheteria: a partir das 17h (qui.).

TRABALHO PARA COMER, de Flavia Meireles. No espetáculo de dança contemporânea, que explora a antropofagia como tema, a coreógrafa reuniu um elenco multidisciplinar constituído pela dançarina Dyonne Boy, pela artista visual Maíra das Neves e pela pesquisadora Mariana Patrício. Inspirado pelo Manifesto Antropófago, de Oswald de Andrade (1890-1954), o espetáculo traduz em gestos o significado de ?comer?, como uma potência de metamorfose. Direção da autora (45min). Livre. Estreou em 15/6/2012. Espaço Sesc -- Sala Multiuso (80 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-0156. → Sexta e sábado, 20h; domingo, 18h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (sex. a dom.). Até 1º de julho.

Fonte: VEJA RIO