ROTEIRO DA SEMANA

Concertos

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

MÚSICA NOVA. Marcos dos Passos (clarineta), João Luiz Areias (trombone), Alexandre Brasil (contrabaixo) e João Vidal (piano) integram o grupo que é a próxima atração do projeto Eternos Modernos. Serão executados temas de jovens compositores brasileiros, como Caio Senna, Roberto Victorio, Marcos Nogueira e Marcus Ferrer, além de obras de Marisa Rezende. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Terça (8), 12h30 e 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (ter.).

ORQUESTRA SINFÔNICA BRASILEIRA. Regente assistente da Orquestra Sinfônica de Boston, uma das mais reconhecidas do mundo, o carioca Marcelo Lehninger, 32 anos, comanda a OSB neste concerto. O programa conta com Mamãe Ganso: Cinco Peças Infantis, conjunto de composições para crianças de Ravel. Duas sinfonias completam o repertório: a Nº 88 em Sol Maior, de Haydn e a Nº 5 em Ré Menor, Op. 47, de Shostakovich. Espaço Tom Jobim (500 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Sexta (11), 20h. R$ 40,00 e R$ 60,00. Bilheteria: 14h/18h (seg. a sex.).

PIGMALIÃO. Com direção musical do cravista Marcelo Fagerlande e direção cênica da coreógrafa Marcia Milhazes, a ópera do francês Jean-Philippe Rameau é encenada por oito músicos, quatro cantores e três bailarinos. Soltam a voz o tenor André Vidal, no papel-título, Luisa Suarez, Paloma Lima e Carol De Comi. Centro Cultural Banco do Brasil -- Teatro II (155 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quinta a domingo, 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 9h (qui. a dom). Até domingo (13).

RIOHARPFESTIVAL. Em sua sétima edição, o festival de música dedicado à harpa programou 89 espetáculos gratuitos, reunindo cinquenta instrumentistas de 25 países. O evento acontece ao longo do mês de maio. Nesta semana, um dos destaques é o estoniano Andres Izmaylov, que se apresenta na terça (8), às 18h30, na Igreja Nossa Senhora da Paz; na quinta (10), às 12h30, no CCBB; e na sexta (11), às 12h30, no Museu Nacional de Belas Artes. Ele toca composições próprias, além de obras de Buxtehude e Spohr. Vale ouvir também a argentina Lucrecia Jancsa, que se apresenta na sexta (11), às 13h30, no Museu Nacional de Belas Artes; e no sábado (12), às 15h, no CCBB. O programa inclui Bach, Dussek, Hasselmans e Fauré, entre outros. Programação completa em www.rioharpfestival.com.br. Centro Cultural Banco do Brasil (100 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, 4º andar, sala 26, Centro. Quinta (10), 12h30; sábado (12), 15h. Igreja Nossa Senhora da Paz (500 lugares). Rua Visconde de Pirajá, 339, Ipanema. Terça (8), 18h30. Museu Nacional de Belas Artes (200 lugares). Avenida Rio Branco, 199, Centro, Cinelândia. Sexta (11), 12h30 e 13h30. Grátis, ☎ 2233-6711.

Fonte: VEJA RIO