COMER E BEBER 2013

Carta ao leitor

- Atualizado em

carta-ao-leitor.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Nas páginas a seguir o leitor vai encontrar uma seleção capaz de saciar os apetites de Gargântua e Pantagruel, os gigantes comilões criados pelo escritor francês François Rabelais (1483-1553). São nada menos que 1?047 estabelecimentos listados, entre restaurantes, bares, lojas de vinhos e comidinhas. Mas não pense que perseguimos apenas quantidades generosas com este trabalho. Nosso objetivo principal é entregar a você uma revista com o padrão de excelência que agrade aos paladares mais exigentes. Aqui não botamos água no feijão. Sem exagero, nenhuma edição, das 52 que publicamos por ano, mobiliza tanto ? e por tanto tempo ? a equipe de VEJA RIO quanto o especial ?Comer & Beber?. Durante três meses seguidos, uma equipe de treze profissionais, capitaneados pelo editor Pedro Tinoco, dedica-se com fervor militante à tarefa. Depois de tantos fins de semana, refeições, drinques e madrugadas pelo caminho, é quase um milagre ninguém sair obeso.

Tamanha entrega é diretamente proporcional à responsabilidade que carregamos. A gente sabe que esta revista (em papel ou em suas versões digitais) será consultada o ano todo, seja para nortear a programação, seja para relembrar os vencedores de cada uma das quarenta categorias. Portanto, nada pode sair errado. Daí a labuta incessante de visitar, ligar e checar telefones, endereços, cartões de crédito, preços, pratos, nomes e especialidades, entre outras informações. Nesta edição, além do rigor e confiabilidade de sempre, trazemos algumas novidades. Pela primeira vez, a partir do cruzamento de votos de nossos jurados, elegemos o melhor restaurante da cidade, honraria que coube ao francês Olympe. Entre os novos prêmios, criamos o de barman, vencido por Alex Mesquita, do Paris, e resgatamos o de feijoada, arrematado pelo campeoníssimo Antiquarius. No Índice Temático, destacamos alguns bares onde é possível esticar depois dos jogos da Copa das Confederações, com início marcado para o dia 15, ou mesmo assistir às partidas. Começa na página 366. Isso mesmo: 366. Não é à toa que os chefs de cozinha e toda a indústria gastronômica chamam este exemplar em suas mãos de ?A Bíblia?. Aproveite este banquete. Você é o nosso convidado de honra.

Maurício Lima

Fonte: VEJA RIO