COMER E BEBER 2013

O melhor chope: Botto Bar

Por: Rachel Sterman, fotos Fernando Frazão - Atualizado em

bares-chope-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Inaugurado em março, o negócio atropelou a concorrência e, com apenas dois meses de vida, levou a metade dos votos na disputa. Pode parecer pouco tempo, mas também contaram os oito anos de carreira de Leonardo Botto como mestre-cervejeiro. Seu bar tem o maior número de torneiras de chope da cidade: vinte. Metade delas é dedicada a marcas fixas, como a irlandesa Guinness (R$ 17,50, 300 mililitros) e a belga Delirium Tremens (R$ 17,90, 250 mililitros). São sugestões eventuais o checo Pilsner Urquell (R$ 13,90, 300 mililitros) e o maltado Botto Bier Zoontje (R$ 10,90, 300 mililitros), de produção própria, elaborado em homenagem ao nascimento do filho do proprietário. No salão de tijolos aparentes, decorado com rótulos de geladas e uma lousa onde se anunciam as pedidas do dia, são servidos tira-gostos inspirados em países com tradição cervejeira. Da Alemanha vem o saboroso e sequinho frikadellen (R$ 22,00, oito unidades), bolinho de carne temperado acompanhado de mostarda escura. A Bélgica contribuiu com o croquete de queijo (R$ 23,00, quatro). Às terças, o espaço ganha ares de pub, animado pelo grupo de blues Cozinha Etílica. De casa cheia desde a abertura, o Botto Bar é mais um acerto na Praça da Bandeira ? terra do também campeão Aconchego Carioca (melhor cozinha).

bares-chope-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Rua Barão de Iguatemi, 205, Praça da Bandeira, ☎ 3496-7407 (76 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 15h/22h). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 15,00 (ter. a partir das 19h30). Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO