ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

ADEGA PORTUGÁLIA. Dos mesmos donos do Alcaparra, na Praia do Flamengo, é uma mistura mais popular de bar e restaurante de frente para o Largo do Machado. Uma porta de saloon dá acesso ao salão interno, mas também há mesas na calçada. Trivial, o cardápio traz deliciosos bolinhos de bacalhau, fritos na hora e sequinhos (R$ 2,80 a unidade), além de porções de gurjão de peixe ao molho tártaro e frango à passarinho (R$ 21,90 cada uma). Da Brahma, o chope gelado (R$ 4,00 a caldeireta) completa o programa. Largo do Machado, 30, loja A, Catete, ☎ 2558-2821, ? Largo do Machado (80 lugares). 8h/0h. Cc: todos. Cd: todos. ? ? Aberto em 1994.

AL-FARABI. De olho no público da happy hour, o sebo começou a vender cervejas em 2007. Fez tanto sucesso que as oito marcas comercializadas inicialmente já ganharam a companhia de mais de noventa rótulos. É possível degustar uma das geladas no ambiente interno, que, apesar de repleto de livros antigos, não tem poeira nem cheiro de mofo, ou na calçada em frente. Em constante renovação, a carta conta com a holandesa La Trappe Quadrupel (R$ 49,00, 750 mililitros), que apresenta 10% de teor alcoólico e coloração avermelhada, também oferecida em long neck (R$ 25,50). A artesanal Paulistânia escura (R$ 11,00, 600 mililitros) é mais em conta. Para acompanhar, fazem sucesso a porção de alcatra fatiada com molho madeira e cebola (R$ 23,50) e o sanduíche de pernil com queijo (R$ 13,50). Novidade, a happy hour das quartas, a partir das 18h, passa a ser animada pelo jazz do Charles Rio Trio. Rua do Rosário, 30 e 32, Centro, ☎ 2233-0879 (24 lugares). 10h/22h (seg. até 16h; sex. e sáb. até 17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. www.alfarabi.com.br. Aberto em 2004.

ARMAZÉM DO CHOPP. Barris e a réplica de uma locomotiva em miniatura, que circula por trilhos suspensos no alto do salão, são atrativos da decoração. O movimento no antigo casarão é garantido em parte pela proximidade da Faculdade Bennett. No cardápio, gozam de boa fama as pizzas de massa fina e crocante: a armazém (R$ 32,95) leva pimentão, cebola, cogumelo, bacon e azeitona. Também têm boa saída tira-gostos como a linguicinha petisco (R$ 25,15 a porção), com farofa e mostarda escura, e a porção de carne-seca com aipim frito na tábua (R$ 39,85). Lá dentro, ou nas mesas da varanda voltada para a rua, bebe-se chope Brahma por R$ 4,50 (a tulipa) e cerveja Bohemia por R$ 5,50 (long neck). Rua Marquês de Abrantes, 66, Flamengo, ☎ 2225-1796, ? Flamengo (250 lugares). 11h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.armazemdochopp.com.br. Aberto em 1996.

ARMAZÉM DO LEME. No antigo Armazém Carioca, a varanda é voltada para uma movimentada esquina do Leme. Também há lugares na parte interna, enfeitada com uma antiga máquina registradora. São um bom começo as empadas de frango ou camarão (R$ 4,50 a unidade). Porções de lula grelhada ao molho shoyu (R$ 28,00) e de polenta frita com parmesão (R$ 12,00) também merecem a visita. São duas as bandeiras de chope: Brahma (R$ 4,40 a tulipa) e o artesanal Clássico (R$ 3,90 a tulipa, nas versões claro e escuro), produzido em Benfica. De segunda a quarta, o preço da tulipa é um só: R$ 3,90. Feita com cachaça de marca própria, a caipirinha de limão custa R$ 11,00. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 31, loja B, Copacabana, ☎ 2275-4049 (150 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. www.armazemdoleme.com.br. Aberto em 2006.

BAR D?HÔTEL. Assinada pela dupla de barmen Santiago e Balbino, a carta de drinques é o forte do bar e restaurante no 2º piso do Hotel Marina. O preparo que leva o nome da casa (R$ 19,00) reúne vodca, suco de cranberry, Curaçao Blue e limão-siciliano. Pode acompanhar os camarões crocantes em crosta de coco e castanha-de-caju (R$ 29,00), servidos com chutney de laranja e gengibre. O coquetel maria victória (R$ 19,00), que leva vodca de baunilha, lichia, água de coco e hortelã, vai bem com o ceviche de robalo ao molho picante ladeado por chips de batata-baroa (R$ 22,00). Avenida Delfim Moreira, 696, 2º piso (Hotel Marina All Suítes), Leblon, ☎ 2172-1112 (60 lugares). 12h/1h (qui. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 1999.

BAR DO BELMIRO. Comprada e reformada pelo empresário cearense Antônio Rodrigues, dono da rede Belmonte, a casa trocou de mãos novamente. No entanto, pouca coisa no ambiente e no cardápio mudou. Com a mudança da posição do balcão para os fundos do bar, na última reforma, o salão ganhou espaço para mais mesas. Abra os trabalhos com empadas de bacalhau e de camarão com catupiry (R$ 3,50 a unidade). Grupos maiores podem optar pelo combo belmiro (R$ 49,00), farta reunião de picanhas bovina e suína, queijo de coalho, filé e coração de frango, linguiça e camarão frito, acompanhados de torrada e pão. Para molhar a garganta, vá de chope Brahma (R$ 4,00 a caldeireta). Rua Conde de Irajá, 503, Botafogo, ☎ 2539-1354 (100 lugares). 6h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: M e V. Cd: todos. Aberto em 1986.

BAR DO DAVID. Após a chegada da UPP ao Morro Chapéu Mangueira, o endereço simples passou a ser frequentado por gente de toda a cidade, além de turistas. Comandado pelo pescador e mergulhador David Vieira Bispo, o lugar tem como chamariz a feijoada de frutos do mar (R$ 17,00 por pessoa). Preparado com feijão-branco, lula, polvo, peixe e camarão, o prato é o mais procurado nos fins de semana ? chegam a ser vendidas 200 unidades. Por causa dele, o proprietário passou a abrir aos domingos. Também fazem sucesso as porções de bolinho de camarão com catupiry (R$ 15,00, nove unidades) e de bacalhau (R$ 13,00, dez unidades). Refresque-se com garrafas de Brahma, Antarctica, Skol (R$ 4,50 cada uma), Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,50). De sexta (13) a 13 de maio, o estabelecimento funcionará até as 20h, durante a semana, e nos fins de semana, até 21h, como participante do concurso Comida Di Buteco. Ladeira Ary Barroso, 66, loja 3 (Chapéu Mangueira), Leme, ☎ 7808-2200 (80 lugares). 12h/17h (sáb. e dom. até 21h). Cd: todos. ? Aberto em 2010.

BARETTO-LONDRA. Pelo badalado bar do Hotel Fasano já passaram as cantoras Madonna e Beyoncé. Apesar da decoração com capas de discos de rock de nomes como Rod Stewart e The Clash, as noites costumam ser embaladas por uma variedade maior de gêneros, que pode ir do house ao jazz. Tijolos aparentes e confortáveis poltronas completam o ambiente apurado. Criações do bartender André Paixão, como a caipivodca de tomate-cereja fresco (R$ 24,00) e o bananilla (R$ 27,00), com vodca de baunilha, banana, sour mix, licor de pêssego e canela, são boas apostas da carta caprichada. Entre os tira-gostos, são sugestões acertadas os míni-hambúrgueres acompanhados de fritas (R$ 48,00 a porção) e o misto de bruschettas (R$ 26,00, nove unidades) nos sabores clássico e de presunto de Parma com rúcula e queijo brie. Avenida Vieira Souto, 80 (Hotel Fasano), Ipanema, ☎ 3202-4000, ? General Osório (80 lugares). 19h/2h (qui. a sáb. até 4h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). Entrada: R$ 30,00 (mulheres) e R$ 80,00 (homens). www.hotelfasano.com.br. Aberto em 2007.

BELMONTE. Fica no Flamengo a pedra fundamental do conglomerado criado pelo ex-garçom cearense Francisco Antônio Rodrigues Pinto. Em 2002, ele comprou o boteco na Praia do Flamengo inaugurado por espanhóis em 1952 e, depois de um banho de loja, deu início à sua famosa rede. Comece pelo pastel de queijo brie com alho-poró e camarão (R$ 5,50 a unidade). Porções de linguiça acebolada (R$ 22,00) e de filé aperitivo no pão italiano (R$ 45,00) também podem acompanhar o chope Brahma (R$ 4,90 a tulipa). Praia do Flamengo, 300, loja B, Flamengo, ☎ 2552-3349 (58 lugares). 9h/2h. Cc: D, M e V. Cd: todos; Rua Teixeira de Melo, 53, loja B, Ipanema, ☎ 2267-9909, ? General Osório (100 lugares). 9h/2h. Cc: todos. Cd: todos. Mais cinco endereços. www.botecobelmonte.com.br. Aberto em 2002.

BOTECO COLARINHO. Para quem gosta de chope diferente, esse é o destino certo. No total, são nove opções. O pilsen da Cidade Imperial (R$ 4,60 a tulipa) é o mais pedido, mas também merece a visita o Hi5 Black Ipa (R$ 9,90, 300 mililitros), criação nacional com 6,2 % de teor alcoólico. Novidade no cardápio, o chope Heineken sai por R$ 5,50, no copo de 300 mililitros. Outra boa dica é o carioca Opium (R$ 7,00, 330 mililitros). Para beliscar, há empada aberta de frutos do mar (R$ 8,90), camarão com catupiry empanado (R$ 7,90) e bolinho de feijoada (R$ 5,90). Sugestão mais robusta, o contrafilé aperitivo na chapa com aipim custa R$ 34,90. Rua Nelson Mandela, 100, loja 127, Botafogo, ☎ 2286-5889, Botafogo (78 lugares). 12h/2h (seg. a partir de 17h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2010.

BOTECO SALVAÇÃO. Com horário de funcionamento adaptado para emendar com as festas nas vizinhas Casa da Matriz e Pista 3, pertencentes ao mesmo grupo, o bar vem ampliando sua lista de cervejas. São recém-chegadas a Duff (R$ 12,00, long neck) e a belga Delirium Tremens (R$ 26,00, 330 mililitros). Na parte de chope, é novidade o Röter, nas versões american pale ale (R$ 7,50, 350 mililitros) e premium (R$ 5,50, 350 mililitros). Entre os comes, surgiu há pouco o metal burger (R$ 21,00), preparado com 300 gramas de carne, provolone e farofa de bacon, acompanhado de batata frita e molho de alho e gorgonzola. Garrafas das convencionais Itaipava e Antarctica Original continuam sendo vendidas por R$ 6,20 e R$ 8,60, respectivamente. Completam o clima de boteco o espetinho de filé-mignon com molho à campanha e farofa (R$ 18,90 a unidade) e o apetitoso croquete de abóbora com carne-seca (R$ 8,20, duas unidades). Rua Henrique de Novaes, 55, Botafogo, ☎ 2226-9691 e 2539-0216 (150 lugares). 18h/2h (sáb. 20h/3h; dom. 13h/0h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. → beta.matrizonline.com.br/botecosalvacao. Aberto em 2008.

BUTESKINA. Na confluência das ruas Cinco de Julho e Santa Clara, em Copacabana, o endereço passou por reformas que despoluíram sua fachada. Para quebrar um pouco do branco predominante no ambiente, parte das paredes do lado de fora ganhou uma pintura escura. O cardápio de comes, com delícias como bolinha de batata-baroa recheada de carne-seca e catupiry (R$ 21,90, dez unidades) e frango frito em creme de alho servido dentro de copinhos de cachaça (R$ 24,90, dez unidades), é o ponto forte. Por lá, bebe-se chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa) ou cerveja de garrafa Antarctica Original (R$ 7,00) e Devassa (R$ 5,50). Rua Santa Clara, 145, loja A, Copacabana, ☎ 2256-5439. 11h/0h (qui. a sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.buteskina.com.br.

CANTINHO DO LEBLON. Tem iluminação em tons laranja, rosa e azul, além de um painel com capas de discos de bossa nova e um violão. É um dos poucos lugares no Leblon onde se pode tomar chope Brahma por menos de R$ 5,00 ? a caldeireta custa R$ 4,00. Grelhada, a linguiça de churrasco sai a R$ 3,50 a unidade. Pedidas mais consistentes, as panelinhas de bacalhau (R$ 38,90), camarão com catupiry (R$ 38,90) e carne-seca (R$ 36,90) chegam em belas caçarolas coloridas. Rua Dias Ferreira, 482, lojas C e D, Leblon, ☎ 2294-0946 (92 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? www.cantinhodoleblon.com.br. Aberto em 1978.

CASA BRASIL COMESTÍVEIS. A agradável varanda é o local preferido da clientela, que esvazia tulipas de chope Brahma (R$ 4,90) na companhia de filé aperitivo no pão italiano (R$ 42,00). Outra saborosa dica de bebida é a caipirinha de maracujá (R$ 10,80). Para beliscar, também tem boa saída a porção de dez unidades de croquete de carne (R$ 29,90). São sugestões de refeição mais consistente o risoto de camarão (R$ 59,00, para três pessoas) e a recém-chegada lagosta ao thermidor (R$ 70,00, para duas pessoas). Praça São Salvador, 33, loja A, Laranjeiras, ☎ 2205-9394, ? Largo do Machado (75 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1963.

DIAGONAL. Um dos concorridos pontos do Baixo Leblon, tem a varanda enfeitada por personagens do cartunista francês Jean Leguay, mais conhecido como Jano. O cardápio abriga trinta sabores de pizza. Peperone (R$ 59,00) e margherita (R$ 49,00) são as coberturas mais pedidas ? preços válidos para as redondas de 30 centímetros de diâmetro. A diagonal leva mussarela, cebola, cogumelo, pimentão, bacon e orégano (R$ 59,00). Da Brahma, o chope custa R$ 5,50 (a tulipa de 300 mililitros). Rua Aristides Espínola, 88, loja B, Leblon, ☎ 2259-0888 (80 lugares). 11h/4h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1955.

FLOR DA URCA. Fundado há mais de sessenta anos, o estabelecimento deixou de fazer tira-gostos, mas segue com seus pratos feitos típicos de boa relação entre custo e benefício. Acompanhadas de arroz e feijão, costela de boi, às segundas, carne-seca com abóbora, às terças, língua com purê de batata, às quartas, e dobradinha, às quintas, têm o mesmo preço: R$ 12,00. Sexta é dia de uma caprichada feijoada completa (R$ 16,00). A cerveja é oferecida em garrafa de 600 mililitros, nas marcas Antarctica, Brahma e Skol (R$ 4,50 cada uma). Rua Marechal Cantuária, 148, Urca, ☎ 2541-7674 (42 lugares). 7h/22h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1946.

GRÉGORA ARTE CAFÉ. É um reduto de músicos de formação erudita, entre eles integrantes da OSB e da Orquestra do Theatro Municipal. A programação musical, em reestruturação, foi temporariamente suspensa. Mas o cardápio, com boa gama de petiscos vegetarianos e cervejas especiais, ainda vale a visita. Comece pela porção de faláfel (R$ 17,90, oito unidades), bolinho de grão-de-bico servido com molho de iogurte. Assada, a batata inglesa (R$ 17,00) pode trazer suculento molho de funghi. O rótulo de gelada mais em conta, e mais pedido, é da Heineken (R$ 5,50, 300 mililitros). Entre as importadas, a checa Czechvar (R$ 23,90) é uma boa dica. Rua Candido Mendes, 98, loja C, Glória, ☎ 2224-2020, ? Glória (60 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 1h; fecha dom.). Cc: M e V. Cd: todos. Aberto em 2011.

LA ESQUINA. No movimentado cruzamento da Rua do Lavradio com a Avenida Mem de Sá, a casa aposta na carta de drinques caprichada, assinada pelo uruguaio Fabian Martinez e executada pelo chileno Jorge Zambrano, e nos tira-gostos que fogem da mesmice, aos cuidados do chef uruguaio Hernan Olguin. O amante latino (R$ 16,90) leva vodca Absolut Vanilla, abacaxi, hortelã, gengibre e água tônica. Com o mesmo preço, o drinque batizado com o nome do bar é preparado com vodca Absolut Mango, xarope de tangerina, tangerina fresca, abacaxi, mel e gengibre. Cogumelos-de-paris chegam à mesa recheados de mussarela de búfala temperada e molho de shiitake com manjericão (R$ 25,00, oito unidades). Outra dica, o chivito, espécie de bauru uruguaio, é montado com filé-mignon, peito de peru, mussarela, bacon, pimentão, cebola, salada e ovo, e acompanhado de batata frita (R$ 18,90). A programação artística tem música ao vivo e DJs residentes. Em dias de show são cobrados R$ 20,00 de entrada. Avenida Mem de Sá, 82, sobrado, Lapa, ☎ 2507-3435 (110 lugares). 18h/2h (qui. a sáb. até 4h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.laesquina.com.br. Aberto em 2012.

MEKONG. Batizada em homenagem ao rio que corta a China e outros seis países do sul da Ásia, a casa assumiu de vez sua porção bar. Para grupos, há versões em jarra de 1 litro. Refrescante, o summer breeze (R$ 44,00) leva espumante, triple-sec, pepino, laranja, limão, hortelã e manjericão, enquanto o ping pong (R$ 39,00) é preparado com vodca, licor de morango, maracujá, morango, suco de laranja e suco de limão. Pode completar o programa o mix (R$ 24,50) de cinco petiscos, entre eles samosa de curry de cordeiro e bolinho de cebola, batata, farinha de grão-de-bico e especiarias. Empanado com coco e coentro, o camarão (R$ 24,00, oito unidades) é sugestão para quem aprecia o contraste de sabores. Outro campeão de pedidos é o cordeiro crocante (R$ 29,80), servido com molho hoisin, preparo chinês de especiarias e soja, além de finas tiras de pepino, cebolinha e folhas de alface. Rua General Urquiza, 188, loja A, Leblon, ☎ 2529-2124 (40 lugares). 12h/0h (seg. a partir de 18h; sex. até 1h; sáb. 13h/1h; dom. a partir de 13h). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.mekong.com.br. Aberto em 2010.

REAL CHOPP. Quando deixou para trás o antigo nome de Real Sucos, o endereço assumiu sua verdadeira identidade. Afinal, a bebida mais vendida por ali tem colarinho. O chope da Brahma (R$ 4,30 a tulipa) pode ser apreciado no balcão ou em mesas de plástico, que se espalham pela calçada nesta movimentada esquina de Copacabana. Também vale a visita o pastel de lagosta (R$ 3,50). Atração dominical, o arroz de rabada (R$ 35,00) serve duas pessoas. Rua Barata Ribeiro, 319, Copacabana, ☎ 2547-6673, ? Siqueira Campos. 6h30/2h. Cc: todos. Cd: todos.

ROTA 66. A aposta na culinária tex-mex encontrou boa acolhida e o negócio espalhou-se pela cidade. A rede tem quatro filiais, além da matriz na Cobal do Humaitá, que for reformada e ampliada. Na parte etílica, o carro-chefe são os drinques gigantescos. São novidade os drinques em versão frozen, de morango com vodca (R$ 12,00), mojito (R$ 16,00) e margarita (R$ 14,00). Para os mais sedentos, a pedida é a taça de 2 litros de frozen de tangerina com morango (R$ 85,00). Também tem chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa). A porção de nachos (R$ 22,00) chega à mesa acompanhada de queijo e molho salsa. O finger ribs, porção aperitivo de costelinha suína servida no balde, custa R$ 26,00. Rua Voluntários da Pátria, 448, loja 8-A (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2286-8487 (75 lugares). 11h30/2h30. Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora) ↔; Avenida das Américas, 19?019, 1º piso (Shopping Recreio), Recreio, 2025-1825 (180 pessoas). 11h30/1h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Rua Almirante João Cândido Brasil, 35, Tijuca, ☎ 2254-4219 (250 lugares). 11h30/2h30 (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ → www.restauranterota66.com.br. Mais dois endereços. Aberto em 2001.

SHELTER BAR. Sob luz azul, o balcão reproduz o piso do calçadão de Copacabana. Um dos sócios é dono do Bar da Foca, que fica em frente, onde são preparados os tira-gostos ali servidos. Duas dicas: linguiça calabresa acebolada (R$ 18,00 a porção) e batata assada com linguiça (R$ 30,00). Para beber, caipirinha de limão (R$ 6,00) ou uma das geladas importadas. Do Uruguai vem a Norteña (R$ 12,00, 960 mililitros). Também se encontram as nacionais Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,00 a garrafa de 600 mililitros). Rua Farani, 18, Botafogo, ☎ 2551-0997 (50 lugares). 19h/1h (ter. a sex.). Cc: M e V. Cd: R e V. ↔ www.brothershostel.com.br. Aberto em 2009.

SI SEÑOR. Primeiro endereço carioca da cadeia paulistana, tem entre os sócios o empresário Frederico (irmão da atriz Carolina) Dieckmann. Cadeiras e sofás de estofado nas cores vinho e azul-turquesa contrastam com a madeira do piso e do balcão. Empanada, a pimenta jalapeño recheada de queijo cremoso, ao molho agridoce (R$ 21,00, oito unidades), é uma delícia para paladares chegados a sabores picantes. Outras pedidas acertadas na lista de petiscos são o míni-cheeseburger (R$ 32,00, cinco unidades), de carne grelhada no ponto certo, e o nacho supreme (R$ 42,00), porção farta de nacho chips cobertos de frijoles, cheddar cremoso, queijo ralado, azeitonas, guacamole, sour cream, molho pico de galo e cebolinha. O chope Heineken custa R$ 6,40 (300 mililitros) e o mojito feito com rum nacional (R$ 16,00) aparece nas versões de morango, tangerina e hortelã. Avenida General San Martin, 1011, Leblon, ☎ 2249-2161 (180 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. 17h/2h; dom. a partir das 16h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). → ↔ www.sisenor.com.br. Aberto em 2011.

SIRI. Tradicional casa surgida em Vila Isabel, tem esse nome porque nos idos dos anos 30, quando abriu, o crustáceo fresco ficava pendurado na porta. O bem servido risoto de camarão (R$ 107,00) alimenta quatro pessoas. Para beber, as opções são chope Brahma (R$ 3,70 a caldeireta) e a garrafa long neck de Heineken (R$ 5,20). Para beliscar, escolha entre casquinha de siri (R$ 12,50), pastéis de siri ou camarão (R$ 3,50) ou bolinho de bacalhau (R$ 4,00), servidos por unidade. Outra boa opção, a patinha de caranguejo (R$ 21,00 a porção) é acompanhada de molho tártaro. Os preços referem-se à unidade do Shopping Nova América. Rua dos Artistas, 2, Vila Isabel, ☎ 2208-6165 (220 lugares). 11h30/0h. Cc: todos. Cd: todos; Avenida Pastor Martin Luther King Jr, 126, 1º piso (Shopping Nova América, Rua do Rio), Del Castilho, ☎ 2583-1015 e 2583-1091, ? Del Castilho (340 lugares). 11h30/0h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. R$ 3,00 (a primeira meia hora e R$ 0,50 a fração até a quinta hora) e R$ 5,00 (preço único sáb. e dom.). Mais cinco endereços. Aberto em 1938.

TASCA DO EDGAR. Depois de uma bem-vinda reforma, a casa do português Edgar Costa reabriu com chamativo painel colorido. A iluminação fria foi substituída por outra mais suave e as mesas voltaram a ficar cheias. A cozinha segue forte, com poucas mudanças. No domingo, a caprichada feijoada de frutos do mar (R$ 60,00, para quatro; R$ 40,00, para dois) é sucesso absoluto, com pedaços generosos de polvo, lula, camarão e peixe. Entre os petiscos, para começar, a pedida é a porção de acepipes (R$ 15,00), que traz cebola em conserva, azeitona verde, pimentão e batata calabresa. Valem a visita também o bolinho de aipim com carne-seca (R$ 15,00, dez unidades) e a linguiça calabresa (R$ 15,00 a porção) levemente picante. Ambos ficam bem ao lado do chope Brahma gelado (R$ 4,00 a tulipa). Rua Alice, 34, Laranjeiras, ☎ 2558-9447 e 2225-0068 (72 lugares). 8h/1h (qui. a sáb. até 2h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2004.

TIJUCANO. Na decoração e no cardápio são celebrados histórias e cenários do bairro. Pelo comprido balcão de madeira passam o chope Brahma, claro (R$ 5,20 a caldeireta), além de cervejas em garrafa de 600 mililitros das marcas Antarctica Original (R$ 8,50) e Bohemia (R$ 7,50). Pedidas atraentes se encontram na seção dos comes. São criações como o bolinho de berinjela (R$ 19,00) e o dado de tapioca com pedaços de calabresa (R$ 18,00), versão para um clássico do paulistano Mocotó, ambos em porções de seis unidades. O bolinho de batata-baroa com recheio de filé-mignon (R$ 21,00, meia dúzia) e o croquete de carne (R$ 19,50, seis unidades) também fazem sucesso entre os clientes. Rua Conde de Bonfim, 616, loja A, Tijuca, ☎ 2572-8947 (150 lugares). 11h30/1h (seg. até 16h; sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

VENGA! Com pouco mais de trinta lugares, a matriz, na Rua Dias Ferreira, ficou pequena, e os proprietários abriram em Ipanema uma espaçosa filial. Fique de olho nas novidades do cardápio, como o polvo à murciana (R$ 49,00), preparado com cerveja espanhola e servido com batatas salteadas no azeite com páprica, cebola-roxa e tomate confitado. Na taça, os chips de berinjela (R$ 17,00 a porção) são acompanhados de molho de mel temperado com canela. Outra boa pedida na parte de tapas são os mexilhões recheados de molho bechamel (R$ 14,50 a porção). Para beber, a clássica sangria espanhola (R$ 39,00 a jarra de 1 litro) é preparada com vinho tinto, refrigerante de limão, conhaque e frutas. Na carta de cervejas há pedidas originais, a exemplo da espanhola Estrella Damm de trigo (R$ 13,90, 330 mililitros) ou da versão sem glúten Estrella Damn Daura (R$ 22,00, 300 mililitros). Rua Dias Ferreira, 113, loja B, Leblon, ☎ 2512-9826 (34 lugares). 12h/1h (seg. a partir de 18h). Cc: todos. Cd: todos; Rua Garcia D?Ávila, 147, loja B, Ipanema, ☎ 2247-0234 (84 lugares). 12h/0h (qui. e sex. até 1h; sáb. 9h/1h; dom. 9h/0h). Cc: todos. Cd: todos. www.venga.com.br. Aberto em 2009.

Fonte: VEJA RIO