ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

ACADEMIA DA CACHAÇA. Nas duas unidades, beber é tão prazeroso quanto comer. De sexta (21) até o dia 30, o festival Gosto de Brasil traz dois especialistas em culinária brasileira: os chefs Rodrigo Oliveira, do paulistano Mocotó, e Beth Beltrão, do Virada?s do Largo, situado em Tirantes (MG). Eles propõem dois menus. De São Paulo, vêm o caldo de mocotó com favas (R$ 14,50) e o guisado de cabrito com cuscuz de milho (R$ 78,00, para duas pessoas). Uma criação mineira é a costelinha de porco com molho de tangerina e açúcar mascavo (R$ 25,80). Para beber, peça chope Brahma (R$ 4,90 a caldeireta) ou caipirinha de abacaxi com pimenta-rosa (R$ 9,80). Rua Conde Bernadotte 26, lojas E a G, Leblon, ☎ 2529-2680 e 2239-1542 (180 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: D, M e V. Cd: todos; Avenida Armando Lombardi, 800, loja 65 L (Condado de Cascais), Barra, ☎ 2492-1159 (200 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 20h). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.academiadacachaca.com.br. Aberto em 1985.

ACONCHEGO CARIOCA. Redes penduradas no teto e pôsteres de cerveja nas paredes decoram o salão do bar que colocou a Praça da Bandeira no mapa dos amantes da boa mesa. Neste ano, a casa conquistou pela quarta vez o prêmio de melhor cozinha do especial ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO. Os quitutes da mestre-cuca e proprietária Kátia Barbosa são surpreendentes e deliciosos, a começar pelo famoso bolinho de feijoada (R$ 20,00, quatro unidades), servido com batida de limão. Merecem aplausos também a costelinha de porco ao molho de goiabada (R$ 59,00), escoltada por pastel de requeijão e ervas, e a picanha de carne de sol com farofa de amendoim (R$ 72,00). Entre os mais de 250 rótulos de cerveja disponíveis, a alemã de trigo Weihenstephaner (R$ 20,00 a garrafa de 500 mililitros) combina com os pastéis de banana-da-terra com camarão ou com carne-seca (R$ 20,00, seis unidades). Rua Barão de Iguatemi, 379, Praça da Bandeira, ☎ 2273-1035 (56 lugares). 12h/23h (seg. até 16h; dom. até 17h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2002.

ADEGA CESARI. Situada na Cadeg, entreposto hortifrutigranjeiro em Benfica, fica de frente para o pátio onde se vendem flores. A estrela ali é a churrasqueira com capacidade para 62 espetos que prepara incessantemente carnes no ponto certo. A picanha suína é um dos carros-chefe e marca presença no churrasco misto (R$ 50,00, para três pessoas), ao lado de asas e sobrecoxas, linguiça, costela e maminha de alcatra, guarnecido de batata frita, arroz, feijão, farofa de ovo e molho à campanha. O mesmo corte é o ingrediente do sanduíche de maior saída, servido no pão francês por R$ 8,00. O de linguiça custa R$ 6,00. Para beber, cervejas em garrafas de 600 mililitros das marcas Skol e Devassa Bem Loura (R$ 5,00 cada uma), Bohemia e Antarctica Original (R$ 6,00 cada uma). Rua Capitão Félix, 110, Avenida Central, 71 (Cadeg), Benfica, ☎ 3890-2038. 19h/16h (fecha dom.). Estac. (Grátis). Cc: D, M e V. Cd: todos.

ANGU DO GOMES. Fica no Largo de São Francisco da Prainha, a poucos metros do imóvel onde a tradicional iguaria era preparada e distribuída pela cidade em carrocinhas, que pararam de circular em 1986. Tem como atração maior a substancial mistura à base de fubá, linguiça e miúdos de boi (R$ 9,90). Oferece pastel de angu recheado de frango e requeijão (R$ 16,00, oito unidades) e uma versão toda particular do bolinho de feijoada (R$ 15,50, seis unidades). Criação mais inusitada, o cariocajé é um bolinho de acarajé recheado de carne-seca, creme de abóbora e salada tipo vinagrete. Dispõe de cerveja Skol (R$ 4,50), Antarctica Original e Bohemia (R$ 5,50 cada uma), além de uma lista de mais de vinte cachaças, a exemplo da potiguar Gota Serena (R$ 5,00 a dose). Largo de São Francisco da Prainha, 17, Saúde, ☎ 2233-4561 (40 lugares). 11h/23h (sex. até 2h; fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. www.angudogomes.com.br. Aberto em 2008.

BAR DA PRAIA. O grafite que decora o local foi renovado pelo grupo de artistas FleshBeck Crew. Mesas espalham-se pela agradável varanda no térreo do Marina Palace. Atrai jovens mais abastados e um time de celebridades que se diverte entre uma rodada e outra de drinques, como o cosmopolitan (R$ 16,90; vodca, triple-sec e suco de cranberry) e o nicole t?s (R$ 16,90; vodca, licor e calda de lichia). Feito no forno, o pastel de camarão (R$ 18,90 a porção com quatro), de massa leve, é acompanhado de molho de ostra. Já o tartar de salmão (R$ 27,90) chega à mesa com beiju de tapioca. Rua João Lira, 5 (Hotel Marina Palace), Leblon, ☎ 2172-1067 (60 lugares). 19h/1h (qui. até 3h; sex. 18h/4h; sáb. 16h/4h; dom. a partir de 16h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ ? Aberto em 1998.

BAR DO DAVID. Graças à UPP do Morro Chapéu Mangueira, o endereço simples passou a ser frequentado por gente de toda a cidade e até por turistas. Comandado pelo pescador e mergulhador David Vieira Bispo, o lugar tem como chamariz a feijoada de frutos do mar (R$ 13,00 por pessoa). Preparado com feijão branco, lula, polvo, peixe e camarão, o prato é o mais procurado nos fins de semana e chega a vender 200 unidades. Todos os outros itens custam o mesmo preço. Também fazem sucesso o tropeiro carioca, feito com feijão-preto no lugar do feijão-de-corda e guarnecido de bacon, calabresa, carne-seca e laranja, e as porções de bolinho de bacalhau (dez unidades) e de camarão com catupiry (nove unidades). Refresque-se com Brahma, Antarctica ou Skol (R$ 4,00), Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,00). Ladeira Ary Barroso, 66, loja 3 (Chapéu Mangueira), Leme, ☎ 7808-2200 (80 lugares). 12h/17h. Cd: todos. ? Aberto em 2010.

BAR DO MOMO. Frequentado por sambistas que dão expediente no Clube Renascença, o boteco comandado por Antonio Lopes dos Santos tem balcão de alumínio com vitrine que ocupa boa parte do salão. As mesas ficam na calçada. De fabricação própria, os salgadinhos, vendidos em unidade, são de salivar. A lista inclui os bolinhos de aipim com camarão e catupiry (R$ 3,00) e o de arroz com queijo e linguiça (R$ 2,00), além de pastéis de camarão com catupiry e de carne-seca com ched­dar (R$ 2,00 cada um). Também faz sucesso a sardinha frita (R$ 2,00 a unidade). Detalhe: não aceita cartões. Rua General Espírito Santo Cardoso, 50, loja A, Tijuca, ☎ 2570-9389 (18 lugares). 6h/0h (sex. até 2; dom. até 19h). Aberto em 1973.

BAR REBOUÇAS. Descoberto por uma nova geração boêmia que inclui artistas e formadores de opinião, o botequim funciona em um diminuto ponto da badalada Rua Maria Angélica. O balcão tem apenas três lugares ? isso mesmo, é um dos menores da cidade ?, mas à noite mesas de plástico são espalhadas pela calçada. O grande sucesso local é o jiló à vinagrete (R$ 1,00 a unidade), e também há porções de bolinho de aipim com camarão e catupiry (R$ 14,00, dez unidades). Para molhar a goela, cervejas Antarctica, Skol (R$ 4,20, cada uma), Antarctica Original ou Heineken (R$ 6,00). Único atendente do lugar, o paraibano Jorginho Souza foi eleito o melhor garçom da cidade pelo júri do guia ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO. Rua Maria Angélica, 197, loja 2, Jardim Botânico, ☎ 2286-3212 (20 lugares). 6h/2h (fecha dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1976.

BAR VELOSO. O original ficava em Ipanema e era frequentado por Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Ganhou fama quando a dupla avistou, de uma de suas mesas, a bela Helô Pinheiro em seu doce balanço a caminho do mar. O restante da história é conhecido. Por causa da canção que ganhou o mundo, a casa mudou de nome para Garota de Ipanema. Muitos anos depois, o nome original passou a batizar este estabelecimento no Leblon. Além do chope da Brahma (R$ 5,30 a caldeireta), as cervejas em garrafa ainda são as mais solicitadas. A Antarctica Original (R$ 8,90) pode vir escoltada pela carne de sol acebolada com manteiga de garrafa e aipim frito (R$ 35,00, para três pessoas). O croquete de mortadela custa R$ 20,00 (doze unidades) e o de picanha, R$ 28,00 (doze unidades). Rua Aristides Espínola, 44, Leblon, ☎ 2274-9966. 11h/3h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2007.

BARRIL 8000. Ponto de encontro de pagodeiros, atores e jogadores de futebol, a rede investe em uma farta programação musical. Na matriz, na Avenida Lucio Costa, as noites de sexta trazem uma atração do funk e outra do pagode e, no sábado, é a vez do cantor Luiz Leon. O chope Brahma sai por R$ 3,80, e a torre, que leva 3,5 litros da bebida, custa R$ 55,00. Para aguentar a noitada, as batatas rosti são a melhor pedida. Entre elas, a de carne-seca com catupiry (R$ 36,00, para dois) e a de camarão com catupiry (R$ 41,50, para dois). Os preços listados são os da matriz. Avenida Lucio Costa, 8000, Barra, ☎ 2433-1730 (100 lugares). 11h/3h (ter. e dom. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 10,00 e 20,00 (seg., qua., sex. e sáb. a partir das 23h); Avenida das Américas, 500, bloco 6, loja 106, Barra (Shopping Downtown), ☎ 3153-7740 (300 lugares). 11h/3h (seg. até 16h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 7,00 (a partir das 20h). Estac. (R$ 6,00 as duas primeiras horas); Avenida das Américas, 14835, Recreio, ☎ 3150-9050 (600 lugares). 11h/3h (sex. e sáb. até 4h; dom. e seg. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 6,00 a R$ 20,00 (ter. a partir das 21h; qua. a partir das 23h; qui. a seg. a partir das 20h30). www.barril8000.com.br. Aberto em 1997.

BOTEQUIM JOAQUINA. O bar de cozinha caprichada abriu no Leme sua primeira filial, com referências bem-humoradas ao Império. De frente para a praia, a nova unidade tem na decoração um piso de madeira laminada e um lustre suntuoso. Na Cobal do Humaitá, móveis e objetos de demolição dão o tom. Chope gelado e qualidade de atendimento acima da média explicam o sucesso das duas empreitadas. Salgado com massa de aipim, o sonho (R$ 16,00 a dupla) pode envolver catupiry com carne-seca ou camarão. Outras boas pedidas são o pastel de angu (R$ 18,00, dez unidades), com cinco opções de recheio, entre elas frango com requeijão e couve com torresmo. A porção de aipim frito com carne-seca acebolada, catupiry e molho bechamel (R$ 20,00) cai bem com o chope Brahma (R$ 4,80 a caldeireta). Rua Voluntários da Pátria, 448, lojas 3 e 4 (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2527-1722 (200 lugares). 11h30/1h30 (sex. e sáb. até 2h30). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora) ?; Avenida Atlântica, 974, Leme, ☎ 2275-8569 (75 lugares). 11h30/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. → www.joaquinabar.com.br. Aberto em 2007.

CHICO & ALAÍDE. Eleito o melhor boteco pela recém-lançada edição do especial ?Comer & Beber? de VEJA RIO, o lugar é comandado pelo cearense Francisco Chagas Gomes Filho e pela mineira Alaíde Costa. Cozinheira das boas, Alaíde afirma que sonha com as receitas que prepara e as anota em uma caderneta deixada ao lado da cama. O sono inspirador produz pequenas obras-primas na forma de bolinhos, como o baião de dois (R$ 4,90 a unidade), recheado de feijão-de-corda, arroz e queijo de coalho, o de abóbora com carne-seca (R$ 3,60) e o de polenta com carne moída (R$ 3,40). Essa série de clássicos locais foi iniciada pelo bolinho de camarão e catupiry (R$ 3,60). O chope, da Brahma (R$ 4,90 a tulipa), é tirado segundo as orientações de Chico, um reconhecido mestre nessa arte desde os tempos do Bracarense. Rua Dias Ferreira, 679, Leblon, ☎ 2512-0028 (80 lugares). 11h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 22h). Cc: todos. Cd: todos. www.chicoealaide.com.br. Aberto em 2009.

DOM CAVALCANTI. Original, a decoração evita a receita de nove entre dez casas do gênero. Em vez de descascarem as paredes e deixarem à mostra os tijolos antigos, como quase todo mundo faz, os novos donos, os cearenses do grupo Dom, investiram em revestimento de madeira e, no teto, em couro. Luminárias e ventiladores retrôs completam o cenário. Uma sugestão do menu são os petiscos preparados na brasa, a exemplo das saborosas porções de costelinha aperitivo (R$ 23,00) e de coração de galinha (R$ 18,90). A linguiça de churrasco (R$ 1,50 a unidade) também vale a pena. Na seara das frituras aparecem o bolinho de bacalhau (R$ 3,00 a unidade) e o pastel de camarão e catupiry (R$ 3,00). Serve cerveja Antarctica Original (R$ 6,90), Brahma, Antarctica e Skol (R$ 5,90), além de caipivodca de kiwi (R$ 9,00). Rua do Riachuelo, 184 e 186, Centro, ☎ 2232-2565 (75 lugares). 11h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? → Aberto em 2011.

FILÉ DO LIRA. Situada no lugar onde funcionou durante um bom tempo o restaurante Le Coin, a casa passou por mudanças radicais antes de abrir as portas com o novo nome, sob a direção do mesmo grupo que transformou o Veloso, também no Leblon, em uma iniciativa bem-sucedida. As carnes têm lugar privilegiado e comparecem nas porções de carne de sol com aipim frito (R$ 26,00) e no espeto de filé-mignon (R$ 19,00, três unidades), que pede uma farofinha de ovo (R$ 8,00 a travessa). Marca da antiga encarnação do endereço, os pastéis de massa macia e apetitosa deram lugar a similares de receita mais convencional (R$ 7,00 a dupla em sabores queijo, camarão e carne). Para beber, escolha entre o chope Devassa (R$ 4,60 a caldeireta) e o Brahma (R$ 4,80 a caldeireta) ou uma das cervejas. A Devassa Bem Loura custa R$ 5,90. Avenida Ataulfo de Paiva, 658, Leblon, ☎ 2294-4397 (70 lugares). 9h/2h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010.

GABINETE. Depois de comprar e reformar o imóvel vizinho, a casa inaugurou um espaço dedicado a shows. A parte antiga, no entanto, segue inalterada, exibindo coleções das mais variadas e divertidas. Tem de históricas edições de PLAYBOY a uniformes de futebol. Da geladeira saem cervejas long neck das marcas Therezópolis Gold (R$ 7,50) e Heineken (R$ 6,50), além de chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa). Por R$ 16,90 (porção com sete), pode-se optar pelo bolinho de aipim com carne-seca ou pelo pastel com massa de angu e recheio de carne e jiló. As tiras de filé (R$ 32,90) chegam com molho de mostarda e batata assada com alecrim. A inusitada cesta de parmesão crocante (R$ 18,90) contrasta com o adocicado do molho de mel e da geleia de pimenta. Na sexta (21), o trio liderado pelo baterista Wilson Meireles apresenta temas instrumentais. Rua do Senado, 53, Lapa, ☎ 2224-0822 (650 lugares). 11h/15h30 (sex. até 3h; sáb. 19h/3h; fecha dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Couvert art.: R$ 10,00 e R$ 12,00 (sex. e sáb. a partir de 21h30). Aberto em 2009.

JOTA.Ó. É comandado por jovens moradores do Jardim Oceânico (daí o nome). Faz da calçada uma extensão do salão, que atrai o pessoal na faixa dos 20 anos. A TV exibe vídeos de surfe. Na seção de petiscos leves, destacam-se o ceviche de peixe-branco (R$ 21,00 a taça), marinado no limão-siciliano, com cebola-roxa, pimentões e coentro, e um espetinho de melancia, queijo de coalho, tomate e manjericão (R$ 8,90). Para quem não abre mão de fritura, é bom aventurar-se pelo bolinho de arroz arbóreo recheado com queijo e orégano (R$ 16,90, seis unidades). Garrafas de 600 mililitros de Bohemia e Heineken (R$ 5,50 cada uma) estão entre as mais pedidas. Os drinques de frozen (R$ 13,90) são boa dica. O campeão de vendas é o 7 Star (morango, limão e gengibre). Avenida Olegário Maciel, 231, loja F, Barra, ☎ 2135-3331/3332 (240 pessoas). 11h30/3h (seg. até 17h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2011.

LA FIORENTINA. Frequentador de outrora, o compositor Ary Barroso tem uma estátua de bronze na calçada em frente ao estabelecimento, cuja marca são os autógrafos de artistas nas paredes e nas pilastras do salão. Infelizmente, o jamegão do autor de Aquarela do Brasil se perdeu num incêndio em 1992. Reaberta tempos depois, a Fiorentina voltou a exibir a assinatura de centenas de famosos. Alguns deles batizam pratos. No formato de um jornal, o cardápio traz a picanha acebolada aperitivo paulo silvino (R$ 30,00 a porção) e pizzas, como a rodrigo santoro (R$ 24,00), que leva tomate seco, mussarela de búfala e rúcula. O chope é Brahma (R$ 4,10, 300 mililitros) e a caipivodca de limão custa R$ 9,50. Avenida Atlântica, 458, Leme, loja A, ☎ 2543-8395 (220 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. → ↔ Aberto em 1957.

LAPA IRISH PUB. Paredes de tijolos aparentes, mesas de madeira, poltronas de antiquário e iluminação sutil compõem o ambiente deste reduto roqueiro na Lapa. Como bom pub, serve chope Guinness (R$ 22,00, 520 mililitros), além da ale também irlandesa Wexford (R$ 22,00 a lata de 500 mililitros). Quem prefere o estilo pilsen encontra a deliciosa checa Pilsner Urquell (R$ 24,00, 500 mililitros). Uma especialidade local é o beef and guinness pie (R$ 29,00, para dois), uma torta de carne com legumes e massa folhada. De fabricação própria, o baked loaf (R$ 25,00) é uma broa italiana recheada com linguiça, cebola e molho de tomate. Da cozinha também saem cebola empanada com molho picante (R$ 15,00) e chicken fingers (R$ 25,00), palitinhos de frango servidos com batata frita e molho de mostarda e mel. Rua Evaristo da Veiga, 147, Lapa, ☎ 2221-7236 (80 pessoas). 17h/0h (qui. até 2h; sex. e sáb. até 4h; fecha dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Entrada: R$ 10,00 (qua.), R$ 15,00 (qui.) e R$ 20,00 (sex. e sáb.). www.lapairishpub.com.br. Aberto em 2009.

LUIZINHO DRINKS. Há onze anos no local, Luiz Mandarino começou vendendo discos de choro e MPB no embalo da roda do grupo Choro na Feira, na Rua General Glicério. O grupo não dá mais expediente lá, mas a música aos sábados continua. De olho no crescente movimento, passou a vender caipirinha e cerveja. Aos domingos, Mandarino bate ponto na Praça São Salvador. Nos sabores limão, lima-da-pérsia, tangerina com gengibre, frutas vermelhas, abacaxi e maracujá, as caipirinhas vêm em copos de 250 mililitros e custam entre R$ 8,00, com cachaça artesanal, e R$ 14,00, com vodca importada. Em garrafa long neck, há cervejas Heineken, Budweiser e Brahma Extra (R$ 4,00 cada uma). Rua General Glicério, s/nº (Praça Jardim Laranjeiras), Laranjeiras. 10h/16h (sáb.); Praça São Salvador, s/nº, Laranjeiras. 10h/16h (dom.). Aberto em 2000.

MOVIOLA. Criado para dar uma movimentada na locadora de DVDs, o bistrô tornou-se um point em Laranjeiras, especialmente nos dias de lançamento literário e dos cursos sobre cinema e literatura realizados no mezanino. Tem ambiente aconchegante, um acervo de 6?000 DVDs e uma concisa mas boa relação de cervejas artesanais ou importadas. Uma das melhores em custo-benefício é a paulista Bamberg Pilsen (R$ 18,90, 600 mililitros). Se a preferência for pelas belgas, escolha entre as long necks Delirium Tremens (R$ 28,90) ou Grisette (R$ 18,90). No menu, bruschettas de tomate seco ou de salaminho com curry (R$ 16,90, oito unidades) e escondidinho de carne-seca com batata-baroa (R$ 16,90 a tigela). Rua das Laranjeiras, 280, lojas B e C, Laranjeiras, ☎ 2285-8339 (60 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. a partir de 15h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.moviolalivraria.com.br. Aberto em 2005.

SIMPLESMENTE. Frequentado por uma clientela fiel, formada em grande parte pela turma mais alternativa moradora do bairro, o lugar tem bons preços. Cervejas em garrafa custam R$ 5,50, se forem Original ou Bohemia, e R$ 4,80, caso a escolha recaia sobre Brahma, Antarctica ou Skol. Outra opção é a Stella Artois (R$ 4,00, long neck). Quem gosta de um drinque pode pedir caipirinhas de limão (6,00 com cachaça, R$ 7,00 com vodca) ou de maracujá, morango, abacaxi ou lima (R$ 7,00 e R$ 8,00). Para contrabalançar, carne-seca com aipim, farofa e manteiga de garrafa (R$ 35,00 a grande). Ela vem com o tubérculo crocante por fora e bem macio por dentro. Rua Paschoal Carlos Magno, 115, Santa Teresa, ☎ 2507-1365. 16h/3h30 (sex. até 4h30; sáb. 13h/4h30; dom. 13h/2h30; fecha seg.). www.barsimplesmente.com.br. Aberto em 1996.

Fonte: VEJA RIO