ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Percorremos os melhores bares do Rio para avaliar os comes e bebes que você deve pedir

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BOTEQUINS

BAR DA FRENTE. No modesto espaço onde já funcionou o vizinho Aconchego Carioca, investe em criativa lista de petiscos, a exemplo do miudinho (R$ 26,50), porção de moela servida no pão italiano e coberta por queijo gratinado. Já viraram clássicos locais o camarão crocante, empanado com coco ralado e servido com chutney de maracujá e molho de iogurte e hortelã, e o fofinho, envolto por massa de tempurá, recheado de queijo cremoso, ao molho de camarão, limão e ervas finas (R$ 24,00 cada porção com seis unidades). Na lista de cervejas figuram exemplares de 600 mililitros da Therezópolis (R$ 14,00) e da Paulistânia (R$ 12,00), além de Heineken, Antarctica Original e Bohemia (R$ 8,20 cada uma). Rua Custódio Nunes, 155, loja D, Ramos, ☎ 2260-8979 (70 lugares). 17h/0h (sex. até 2h; sáb. e dom. 11h/18h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1972.

BAR DU BOM. O croquete, especialidade local, aparece em trinta versões, das tradicionais às inusitadas. Da primeira leva, faz sucesso o de frango (R$ 5,90). Na lista de sabores incomuns aparecem receitas de filé-mignon com provolone, gorgonzola ou mussarela de búfala e de salmão com cream cheese (R$ 6,50 cada um). Completam o programa chope Brahma (R$ 3,90 a tulipa) ou cascos de Serramalte, Original e Bohemia (R$ 7,60 cada um). Rua Grajaú, 247, loja A, Grajaú, ☎ 2571-3370 (150 lugares). 17h/1h (sáb. e dom. a partir de 12h). Cc: todos. Cd: todos ?; Rua Felipe Camarão, 165, Maracanã, ☎ 3559-3947. 17h/2h (sáb. e dom. a partir das 12h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.bardubom.com.br. Aberto em 2008.

RIO 40º. Jovens estudantes da Uerj lotam as mesas deste botequim em busca de chope Devassa a preço justo (R$ 3,90). Às segundas e terças há dose dupla da bebida, que nestes dias sai por R$ 4,90. Entre um copo e outro a clientela petisca bolinho de bacalhau (R$ 3,20 a unidade) e pastéis (R$ 18,90, seis unidades) nos recheios de queijo, carne ou camarão. Rua Felipe Camarão, 10, Tijuca, ☎ 2568-0799 (300 lugares). 11h/1h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1996.

DRINQUES

ASTOR. A primeira filial do bar paulistano fora de sua terra natal ainda forma longas filas três anos depois da inauguração. A fórmula certeira de chope Brahma cremoso (R$ 5,90 o claro; R$ 6,90 o escuro), carta de drinques caprichada e comes bem executados justifica o movimento. Da carta de coquetéis, são boas pedidas os clássicos bloody mary e o dry martini (R$ 23,00 cada um). Para beliscar, vale a pedida o saboroso steak tartare (R$ 39,00), guarnecido de batata frita, e a besteira à milanesa (R$ 36,50), canapés com bife à milanesa e queijo derretido. Avenida Vieira Souto, 110, Ipanema, ☎ 2523-0085, ? General Osório (200 lugares). 18h/1h (qui. até 2h; sex. e sáb. 12h/3h; dom. 12h/22h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobrista (R$ 13,00). → ? ↔ www.barastor.com.br. Aberto em 2010.

BAR LOUNGE SAN REMO. Em posição central no complexo gastronômico Lagoon, o quiosque atende a todos os restaurantes que o rodeiam, mas tem uma seção própria de drinques e petiscos. Assinadas pelo barman Waldeck Rocha, são boas sugestões de bebida o blue martini, preparado com gim, curaçao blue, xarope de romã e suco de lichia, e o double g, reunião de gim, xarope de gengibre, suco de tangerina e xarope de romã (R$ 27,00 cada um). Para petiscar, são boas (e caras) pedidas o mignon de carne de sol com queijo de coalho frito e cebola dourada (R$ 29,00) e o ceviche de peixe branco, lâminas de lima-da-pérsia, pimenta-biquinho e cebola-roxa (R$ 27,00). O chope é da Heineken e custa R$ 4,60 (300 mililitros). Avenida Borges de Medeiros, 1424, Lagoa, ☎ 2249-8762 (220 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). Aberto em 2012.

PARIS BAR. Na antessala do restaurante Paris, que é comandado pelo chef francês Pierre Landry, o ambiente imponente serve de escala para o jantar, mas também garante o abastado programa por si só ? graças às invenções do mixologista Alex Mesquita. Na seção de drinques autorais, o cloud nine ritual (R$ 32,00) mistura, diante do cliente, uísque, bitter de cardamomo, extrato de figo e aroma de carvalho francês, produzido através da defumação provocada ao vivo. Entre as sugestões para acompanhar as bebidas figuram as bruschettas, em porções de quatro unidades, com cobertura de alcachofras grelhadas com tapenade de azeitonas pretas (R$ 21,00), cogumelos refogados com lascas de parmesão (R$ 23,00) ou, na versão clássica, tomate-cereja e azeite (R$ 19,00). Praia do Flamengo, 340, Flamengo, ☎ 2551-1278 (50 lugares). 19h/1h (fecha dom. e seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). www.julietadeserpa.com.br. Aberto em 2012.

PAXECO BAR. Romântico, o ambiente é composto por luminárias coloridas, além da bela vista para as palmeiras-imperiais do Jardim Botânico e a estátua do Cristo Redentor. No cardápio encontram-se tira-gostos como o croquete de carne (R$ 27,00, sete unidades) e o pastel de bobó de camarão (R$ 30,00, meia dúzia). Na seção de cervejas, algumas pedidas são a Therezópolis (R$ 10,50, 600 mililitros) e a belga Delirium Tremens (R$ 30,00, 330 mililitros). Da carta de drinques, opte pelo redentor (R$ 21,00), reunião de vodca, gim, pepino e uva verde. Rua Pacheco Leão, 724, loja D, Jardim Botânico, ☎ 3114-8710 (80 lugares). 18h/1h. Cc: M e V. Cd: R e V. ? ↔ www.paxecobar.com.br. Aberto em 2011.

MÚSICA AO VIVO

O ORIGINAL DO BRÁS. Herança do ex-sócio Carlos Henrique Cadinha, o inventivo cardápio de comes ainda é a atração principal na casa de azulejos pretos e brancos. Estrela da lista, o rolé pelo subúrbio (R$ 20,00) traz bifes à rolê recheados de cenoura, bacon e pimentão. No almoço de domingo, a música ao vivo embala a feijoada (R$ 25,00). Para refrescar, as pedidas são a Original (R$ 6,00, 600 mililitros) e o chope Itaipava (R$ 4,50 a tulipa). Rua Guaporé, 680, lojas A e B, Brás de Pina, ☎ 3866-1313 (80 lugares). 16h30/23h (sex. e sáb. 14h30/0h; dom. 13h/17h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 2,00 (qui. e dom.). ↔ www.originaldobras.com.br. Aberto em 2004.

SARAU RIO. Três grandes portas abertas na parede que abriga um grafite assinado pelo coletivo Flesh Beck Crew ligam o salão às mesas na área externa, voltada para os Arcos e o Circo Voador. Cremoso e bem tirado, o chope Brahma (R$ 5,20) também é servido na versão escura (R$ 7,20). Da cozinha saem o espesso caldinho de feijão (R$ 9,80), com salsinha e bacon, e a generosa porção de pastel de angu (R$ 28,60, doze unidades) ganha recheios de carne-seca ou queijo. Diariamente, a partir das 20h30, há música ao vivo no estilo voz e violão. Rua Mem de Sá, 64, Lapa, ☎ 2508-7154 (300 lugares). 18h/4h (sex. e sáb. até 5h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 5,00 (ter., qua. e dom.) e R$ 10,00 (qui. a sáb). ? ↔ Aberto em 2012.

TEATRO ODISSEIA. Longas filas geralmente se formam na entrada, por causa das atrações que frequentam o palco da casa ? costumam aparecer surpresas como o baixista C.J. Ramone, da banda punk americana Ramones, que se apresentou por lá em setembro de 2012. No casarão de três andares são servidos drinques como o mate-me por favor (R$ 9,90), à base de chá-mate, vodca, rum e suco de limão. Para pegar mais leve, há cerveja long neck das marcas Stella Artois (R$ 9,50) e Hoegaarden (R$ 13,50). Na seção de belisquetes, aposte na porção de batata frita com queijo e bacon (R$ 19,90). Vale a pena consultar a programação na internet, pois o endereço abre em função dela. Avenida Mem de Sá, 66, Lapa, ☎ 2224-6367 (700 pessoas). 21h/5h (fecha seg. a qui). Cc: todos. Cd: todos. Entrada: R$ 25,00 a R$ 30,00 (sex. e sáb. e em dias de programação). → ↔ beta.matrizonline.com.br/teatroodisseia. Aberto em 2004.

PÓS-PRAIA

BAR DA PRAIA. A lateral do Hotel Marina Palace, na orla do Leblon, transformou-se em um concorrido ponto de paquera. Na seção de belisquetes, as pedidas são as minibruschettas (R$ 27,00, dez unidades) de mussarela de búfala e o rolinho primavera de camarão, guarnecido de molho agridoce (R$ 24,90, seis unidades). Item da caprichada carta de drinques, o michelle?s (R$ 18,00) leva vodca, suco de limão-siciliano, mel e folhas de hortelã. Rua João Lira, 5 (Hotel Marina Palace), ☎ 2172-1067 (60 lugares). 15h/1h (qui. até 3h; sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ ? Aberto em 1998.

TRADICIONAIS

ADONIS. Foi o bolinho de bacalhau (R$ 3,50 a unidade) que consagrou este ponto simples em Benfica. Comandado por Joaquim Antero, ao lado dos filhos Izabelle e Gabriel Magalhães, o Adonis oferece o salgado preparado com arestas do tipo mais nobre do peixe, o gadus morhua. O ingrediente também abastece receitas fartas, a exemplo do preparo à filgueiras (R$ 142,50, para três pessoas, e R$ 249,50, para seis), cozido com batata, alho, brócolis e azeitonas. Bebe-se chope Brahma (R$ 4,50 a caldeireta).

Rua São Luiz Gonzaga, 2156, loja A, Benfica, ☎ 3890-2283 (100 lugares). 10h/22h (sex. até 0h; dom. até 16h). Cc: M e V. Cd: M e V. www.baradonis.com.br. Aberto em 1952.

BAR BRASIL. Pelo disputado salão de mesas próximas umas das outras circula um dos melhores e mais tradicionais chopes da cidade. Eleito, ao lado de outros botequins antigos, patrimônio cultural do Rio de Janeiro no fim de 2011, o bar mantém em atividade uma longeva torre de chope. A bebida (R$ 4,50 a caldeireta da marca Brahma) passa por uma serpentina de 66 metros, resfriada com gelo socado. No cardápio, clássicos da culinária alemã, como o mix de salsichas, nas versões branca, de vitela, suíça, salsichão tradicional e tipo frankfurt (R$ 40,00 a porção). Avenida Mem de Sá, 90, Lapa, ☎ 2509-5943 (80 lugares). 11h30/0h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1907.

BAR LUIZ. Fundado na segunda metade do século XIX, foi o primeiro endereço carioca a servir chope. Depois de um período dedicado a outras marcas, está de volta a antiga parceria com a Brahma. A caldeireta do chope claro custa R$ 5,70, enquanto a versão escura sai por R$ 6,20. Da cozinha de sotaque alemão chegam delícias como o croquete (R$ 6,00 a unidade) e o joelho de porco aperitivo (R$ 55,00).

Rua da Carioca, 39, Centro, ☎ 2262-6900, ? Carioca (144 lugares). 11h/22h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1887.

NOVA CAPELA. No atual endereço desde 1967, tem como principal atração o chope Brahma (R$ 5,40 a tulipa) e o robusto e sequinho bolinho de bacalhau (R$ 4,70 a unidade). Na hora das refeições, no entanto, a pedida célebre é o cabrito assado (R$ 93,30, para duas pessoas), guarnecido de arroz de brócolis e batatas coradas, coberto por farta camada de alho frito. Avenida Mem de Sá, 96, Lapa, ☎ 2252-6228 (100 lugares). 11h/4h (sex. e sáb. até 5h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1903.

Fonte: VEJA RIO