ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Percorremos os melhores bares do Rio para avaliar os comes e bebes que você deve pedir

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BARES-RESTAURANTES

ARMAZÉM DO CHOPP. Salão, mezanino e a varanda virada para a rua abrigam a turma atrás de chope Brahma (R$ 4,90 a tulipa) e cerveja Bohemia (R$ 5,50 a long neck). Completam o programa simples, procurado por famílias que moram nos arredores ou estudantes da vizinha Faculdade Bennett, pizzas de massa fina e crocante. Uma delas, a armazém (R$ 35,95), leva cobertura de pimentão, cebola, cogumelo, bacon e azeitona. Também têm boa saída tira-gostos como as porções de linguiça a metro (R$ 17,60), com farofa e mostarda escura, e de carne-seca e aipim frito na tábua (R$ 40,85). Na decoração do casarão chama atenção a divertida réplica de uma locomotiva que passeia por trilhos instalados no alto do salão. Rua Marquês de Abrantes, 66, Flamengo, ☎ 2225-1796, ? Flamengo (250 lugares). 11h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.armazemdochopp.com.br. Aberto em 1996.

CARAVELA DO VISCONDE. Este misto de bar e restaurante que integra o polo gastronômico do Humaitá é vizinho do centenário Aurora. Seu ambiente permanece praticamente inalterado desde a inauguração, há quase três décadas. O cardápio também. Preparadas na brasa, as carnes imperam entre os comensais. Campeão de pedidos, o galeto (R$ 24,00) é servido com batata frita e é boa pedida para a refeição. Também faz sucesso a picanha acompanhada de arroz, farofa e fritas (R$ 51,00, para duas pessoas). Se a ideia for só tomar um chope (R$ 4,90, 300 mililitros, da Brahma), escolha, para acompanhar, a linguiça de churrasco (R$ 2,50 a unidade) ou a porção de frango à passarinho. Rua Visconde de Caravelas, 136, Humaitá, ☎ 2266-3128 (100 lugares). 11h/0h (dom. até 18h). Cc: A, M e V. Cd: todos. ? Aberto em 1986.

COSTELLO. Em uma esquina tranquila, a poucos metros do burburinho do Baixo Gávea, ocupa o endereço onde já funcionou uma oficina mecânica. Em 2012, o grupo abriu também uma unidade no Humaitá. Em ambas as casas, a costela suína é a grande atração do cardápio. A carne aparece na porção aperitivo, fatiada, ao molho barbecue (R$ 24,50), ou inteira, em versão defumada e servida com batata frita (R$ 41,90, para duas pessoas). Para beliscar, ao lado do caprichado chope Brahma (R$ 4,90) e de cascos de Antarctica Original (R$ 8,60, 600 mililitros), outra pedida é a porção de bolinhos (R$ 19,90, seis unidades), com recheios de linguiça calabresa, camarão com catupiry, carne-seca, costela com barbecue ou feijoada. Rua Marquês de São Vicente, 140, loja B, Gávea, ☎ 3988-3404 (160 lugares). 11h30/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: D, M e V. Cd: todos. ? ↔ ?; Rua Capitão Salomão, 57, Humaitá, ☎ 2527-3371 (100 lugares). 11h30/1h (dom. 12h/0h). Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2009.

FAENZA. Rodeada de boates, a filial da Barra foi contagiada pela vocação da vizinhança e tornou-se ponto de encontro para o esquenta antes da noitada. Na parte externa, a cobertura arrojada é sustentada por duas toras de bambu. Ali e no salão são servidas generosas porções de petiscos para forrar o estômago antes de adentrar a madrugada. É o caso da batata faenza (R$ 26,90), porção de fritas cobertas por uma combinação de queijos e bacon picado, ao molho barbecue. Também saem bem os minipastéis (R$ 17,90, oito unidades) nos sabores camarão, catupiry ou carne, além do filé-mignon aperitivo ao molho madeira (R$ 41,90). Para refrescar, chope Brahma claro (R$ 4,90, 300 mililitros) ou o cremoso Brahma Black (R$ 6,50, 300 mililitros). Da carta de drinques, as sugestões são o vinci (R$ 12,90), mistura de vodca Absolut, gotas de licor triple sec, limão e suco de cranberry, e o petrarca (R$ 12,90), que combina tequila, rum, laranja, abacaxi e um toque de limão. Avenida Armando Lombardi, 493, Barra, ☎ 2491-1709 (280 lugares). 12h/4h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). ? ↔ →; Rua Siqueira Campos, 18, Copacabana, ☎ 2257-1927 (120 lugares). 11h/0h. Cc: todos. Cd: todos. ? Siqueira Campos ↔ www.restaurantefaenza.com.br. Aberto em 2004.

TOCA DO SIRI. Extensão mais acessível do Siri Mole & Cia, em Copacabana, o negócio foi consagrado pela clientela como reduto de cerveja gelada e petiscos baianos. Dez anos depois de inaugurado, ganhou uma filial. Mais arrumadinha do que a matriz, a casa no Leblon tem deque de madeira voltado para a rua e salão enfeitado com fitas do Nosso Senhor do Bonfim, além de uma imagem de Iemanjá. No cardápio, elaborado sob consultoria de Isis Rangel, do Siri Mole, há pratos como o bobó de camarão e o arroz de frutos do mar (R$ 48,00 cada um). Para beliscar, a porção de acarajé (R$ 43,50, seis unidades) é imperdível: traz bolinhos sequinhos e macios e, para o recheio, saboroso vatapá, camarão e temperos picados. São exclusividade local a trouxinha de queijo de cabra com ervas e geleia de pimenta (R$ 16,00, meia dúzia) e o caldinho de batata-baroa com linguiça acompanhado de beiju de tapioca (R$ 14,00). Para a carta de drinques, Marcio Silva criou o mulata (R$ 17,00), reunião de cachaça Nega Fulô e rapadura, além de sucos de limão-taiti e limão-siciliano. São três as marcas de cerveja disponíveis: Bohemia, Antarctica Original (R$ 8,50, 600 mililitros) e Budweiser (R$ 6,00, long neck). Rua Raul Pompeia, 6, Copacabana, ☎ 2267-0894 (21 lugares). 12h/0h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00); Avenida Ataulfo de Paiva, 1240, loja A, Leblon, ☎ 3518-3773 (46 lugares). 12h/0h (qui. a sáb. até 2h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2002.

BOTEQUINS

ADEGA PORTUGÁLIA. No balcão ou nas mesinhas do lado de fora, os salgadinhos são a pedida para acompanhar o chope Brahma gelado (R$ 4,90 a caldeireta). Feito na hora, o bolinho de bacalhau pode ser pedido por unidade (R$ 3,00) ou na porção com doze (R$ 36,00). Os pastéis ganham recheio de carne, queijo (R$ 2,50 cada um) ou camarão (R$ 3,00). Para fomes maiores, chegam às mesas receitas como a de bacalhau à moda, grelhado e guarnecido de cebola, batatas coradas, pimentão e ovo (R$ 73,70). Largo do Machado, 30, loja A, ☎ 2558-2821, ? Largo do Machado (80 lugares). 8h/0h. Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1994.

BOTEQUIM INFORMAL. Com dez endereços espalhados pela cidade, a rede oferece petiscos corretos, grande variedade de pratos e, o mais importante, chope bem tirado (R$ 5,60 a caldeireta). Da Brahma, a bebida vem de duas torneiras ? de uma jorra o líquido, da outra, a espuma. Em constante renovação, a lista de acepipes conta com porções de camarão e lula crocantes (R$ 39,90 e R$ 30,90, respectivamente), além de gurjão de peixe (R$ 26,50), todos acompanhados de molhos tártaro e rosé. Especialidade local, as carnes na chapa são boas pedidas para refeições mais robustas. É o caso da fornida porção de lascas de filé-mignon à milanesa, sob molho de tomate e queijo derretido, acompanhada de batata frita (R$ 59,90, para duas pessoas). Outra dica é a picanha garrafeiro (R$ 71,00, para dois), fatiada, ao molho chimichurri, ladeada por alho crocante e cebola. Jarras de 1,5 litro de caipirinha, nos sabores limão, morango, lima-da-pérsia ou abacaxi, podem ser preparadas com vodca (R$ 59,90) ou cachaça (R$ 48,90). Rua Conde Bernadotte, 26, loja O, Leblon, ☎ 2540-5504 (140 lugares). 12h/1h. Cc: todos. Cd: todos. ↔; Rua Domingos Ferreira, 215-A, Copacabana, ? Cantagalo, ☎ 3816-0909 (100 lugares). 12h/2h. Cc: D, M e V. Cd: todos. www.botequiminformal.com.br. Mais nove endereços. Aberto em 2001.

DRINQUES

BARETTO-LONDRA. Pelo badalado bar do Hotel Fasano já passaram as cantoras Madonna e Beyoncé. Apesar das capas de disco de rock, de nomes como Rod Stewart e The Clash, as noites costumam ser embaladas por uma variedade maior de gêneros, que pode ir do house ao jazz. Tijolos aparentes e confortáveis poltronas completam a esmerada decoração. Na carta de drinques assinada pelo barman André Paixão figuram pedidas como o tequila sunset (R$ 25,00), preparado com a bebida mexicana, Cointreau, suco de maracujá, laranja, cranberry e sour mix, e o apple mojito (R$ 28,00), que leva rum de maçã, hortelã, suco de limão e club soda. Para petiscar, são boas pedidas o sanduíche de filé-mignon com queijo branco (R$ 42,00), servido na baguete, e os tradicionais bolinhos de bacalhau (R$ 26,00, seis unidades). Avenida Vieira Souto, 80 (Hotel Fasano), Ipanema, ☎ 3202-4000, ? General Osório (80 lugares). 19h/2h (qui. a sáb. até 4h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). www.hotelfasano.com.br. Aberto em 2007.

LA FABRIQUE. O ambiente é acolhedor: aberto, o salão de piso azul e branco e tijolos aparentes pintados de branco integra-se ao calçadão da Avenida Atlântica. No empreendimento dos mesmos donos do restaurante Galeria 1618, também no bairro, o cardápio traz receitas elaboradas, principalmente de frutos do mar. Depois de uma recente reformulação, entrou em cena a moqueca à moda francesa, reunião de lula, camarão e mexilhões com óleo de gergelim, leite de coco e ervas (R$ 99,00, para duas pessoas). Para petiscar, outra sugestão típica da França, país de origem dos proprietários, e da Bélgica: moules-frites (R$ 69,00, para dois), preparo de mexilhões no vinho branco com batata frita. Embora a carta de vinhos conte com setenta sugestões, entre rótulos franceses, portugueses, chilenos e nacionais, a seção de drinques é caprichada: a caipirinha (R$ 17,50) ganha um toque de xarope de hibisco caseiro. Quem não quer inventar bebe a caldeireta de chope Brahma, por R$ 5,50. Avenida Atlântica, 994, loja B, ☎ 2541-2416 (90 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ → ? www.lafabrique.com.br. Aberto em 2011.

HAPPY HOUR

ADELOS. A história do endereço inspira o nome da casa, na esquina da Rua do Mercado com a Travessa do Tinoco ? que, até 1783, se chamava Beco dos Adelos. Assim eram conhecidos os negociantes de produtos de segunda mão que ocupavam a região. Amplo, o imóvel de 250 metros quadrados de área teve recuperadas partes originais do teto de madeira, do piso de ladrilho hidráulico e das paredes de pedra e óleo de baleia. Dedique-se a geladas como Therezópolis Gold (R$ 12,50) ou Heineken (R$ 8,50), ambas em garrafa de 600 mililitros. Para acompanhar o chope Brahma (R$ 5,00 a caldeireta), entram em cena petiscos como a linguiça a metro (R$ 22,00) e a tábua de frios (R$ 30,00), com copa, salaminho e provolone. Nessa lista, a dos comes, são dois os campeões de pedidos: o filé aperitivo (R$ 42,00) servido no pão italiano, e o chapa quente (R$ 36,00), reunião de frango, linguiça e tiras de filé-mignon. Às quartas, a partir das 18h30, a happy hour é animada por roda de samba. No almoço de sábado, a vez é do choro. Rua do Mercado, 51, Centro, ☎ 2516-1734 (200 lugares). 11h30/0h (sáb. 12h/17h; fecha dom.). ? Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

DESACATO. Pelo salão de madeira e parede vermelha enfeitada por fotos antigas transitam bandejas carregadas de chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa; R$ 5,00 a caldeireta). Caipivodcas (R$ 13,00 cada uma) aparecem em versões de tangerina com gengibre, amora com morango, abacaxi com pimenta, melancia e de frutas vermelhas, além das usuais pedidas de limão, lima-da-pérsia, maracujá, morango, kiwi e abacaxi. Na seção de comes, são especialidades locais as porções servidas em frigideiras, a exemplo da desacato (R$ 40,80): reunião de dez tipos de linguiça com molho à escolha. Também têm boa acolhida espetinhos, como o vegetariano, com abobrinha e berinjela, ou o de queijo de coalho com mel (R$ 9,90 cada um). Outro caminho entre os petiscos, os pastéis, vendidos por unidade, ganham sabores de frango com catupiry (R$ 7,80) e gorgonzola com tomate seco (R$ 9,20), entre outros. Rua Conde Bernadotte, 26, loja A, ☎ 2512-7373 (100 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h30). Cc: todos. Cd: todos. www.bardesacato.com.br. Aberto em 2006.

MÚSICA AO VIVO

LEVIANO BAR. O casarão com detalhes iluminados nas paredes tem entrada pelas ruas Riachuelo e Mem de Sá. Apenas o balcão suspenso do mezanino divide o ambiente, por onde se espalham cadeiras de palha. A programação musical pode acontecer simultaneamente nos dois pisos. Para forrar o estômago, a robusta tábua leviana (R$ 28,90) reúne palitos de alho e alecrim, focaccia, miniespetinhos de salada caprese, pastas de gorgonzola e tomate seco, ratatouille, palito de kani, pepino, manga e cenoura, compota de linguiça e pastéis de forno. Mais recente no cardápio, o bobó de camarão (R$ 25,90) chega à mesa em uma panelinha individual com batata-baroa e farofa panko. Na boa carta de drinques aparecem o amarula maltine (R$ 12,90), que mistura o licor com Ovomaltine, e a combinação que leva o nome da casa (R$ 13,90), preparada com mix de frutas vermelhas, xarope de laranja, açúcar de pimenta e vodca. A lista de geladas inclui Bohemia (R$ 7,90, 600 mililitros) e Antarctica Original (R$ 8,90, 600 mililitros). Todos os dias tem música ao vivo ? os ritmos variam de samba e choro a salsa e forró. O projeto terças de portas abertas, de graça, é embalado por jazz. Avenida Mem de Sá, 47, Lapa, ☎ 2507-5779/5967 (80 lugares). 18h/4h. Entrada: R$ 10,00 a R$ 40,00. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

PARA CURTIR O VISUAL

ARAB DA LAGOA. Às margens plácidas da Lagoa, o quiosque serve café da manhã e almoço, mas é à noite que a animação aumenta. No ponto pioneiro de Vivian Arab ? ela depois abriu o restaurante Arab em Copacabana ?, o dia termina com música ao vivo, além de cardápio de comes e bebes. Com recheio de camarão e pasta de grão-de-bico, o faláfel ganhou ares de acarajé (R$ 24,00 a porção com seis). Também vale a visita a linguiça de cordeiro acebolada (R$ 20,00). Experimente os drinques que levam arak, aromático destilado árabe: ele entra nas misturas de pêssego e semente de cardamomo, de pera e manjericão, de tangerina e hortelã e de amora e hortelã (R$ 21,00 cada uma). Avenida Borges de Medeiros, s/nº, quiosque 7 (Parque dos Patins), Lagoa, ☎ 2540-0747 (160 lugares). 9h/1h (sex. e sáb. até 2h30). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 6,00 (seg. a sáb. a partir das 21h; dom. a partir das 19h). ? www.restaurantearab.com.br. Aberto em 1998.

DECK BAR. Depois de uma grande reforma, que durou mais de um ano, o bar do Hotel Pestana, na orla de Copacabana, foi reaberto na cobertura do prédio, no 16º andar. A vista para toda a praia é espetacular. No ambiente charmoso, sofás, pufes e espreguiçadeiras ficam em volta da piscina, que à noite é realçada por bela iluminação. Mesas ocupam um discreto salão e o espaço sob o pergolado, que também protege o balcão em que são preparados os drinques. O cardápio traz petiscos interessantes, a exemplo do croquete de carne e queijo cremoso (R$ 21,00, seis unidades) e da combinação de tapas (R$ 29,00, com doze), reunião de queijo roquefort, brie com damasco, presunto espanhol com melaço de romã, confit de pato, chouriço com farinheira, cogumelos frescos e siri. Em porção de oito unidades, os bolinhos de bacalhau (R$ 35,00) são acompanhados de maionese caseira, azeite de alho e de alecrim. Na seção de drinques, sem grandes surpresas, figuram o bloody mary (R$ 20,00), além de caipirinhas de limão ou de abacaxi (R$ 16,00). A cara caneca de chope custa R$ 9,00. De quinta a sábado, a partir das 20h, uma DJ anima o ambiente. Avenida Atlântica, 2946, cobertura (Hotel Pestana Rio Atlântica), Copacabana, ☎ 2548-6332 (94 lugares). 7h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. → ↔ ? Aberto em 2012.

PARA DANÇAR

CABARET LOUNGE. No salão reformado, a que se tem acesso depois de passar por uma cortina vermelha, saíram hélices e os outros objetos de decoração da lanchonete B-52, que ali funcionou por dois anos, e entrou a ambientação à meia-luz, inspirada em antigas casas noturnas parisienses. Entre o bar e a boate, o espaço tem paredes, pufes e cortinas vermelhas, além de som alto. Vídeos de cabarés, em telas emolduradas como quadros, e reproduções de pinturas de Toulouse-Lautrec (1864-1901), símbolo da boemia francesa de outros tempos, também enfeitam o lugar. Mesas baixas apoiam baldes com garrafas. A lista de bebidas vai do champanhe Veuve Cliquot (R$ 270,00) às opções nacionais Miolo Terranova Brut (R$ 48,00) e Salton Brut Reserva Ouro (R$ 56,00). Outra boa pedida para dividir entre amigos é a tábua de caipirinhas (R$ 36,00), com sete doses à escolha: há versões de limão, maracujá, kiwi, melancia, tangerina, uva e fruta-do-conde. Na seção de comes figuram a porção de linguiça de pernil grelhada, fina e crocante, acompanhada de pão e mostarda escura (R$ 26,00), e pastéis de brie com geleia de damasco (R$ 16,00, seis unidades). Lá pelas 23h, embalados pela música, que passeia por fases diversas da história do rock, os presentes começam a deixar seus assentos e ensaiar uns passinhos. Rua Voluntários da Pátria, 449, Humaitá, ☎ 2226-4126 (250 lugares). 18h/1h (sex. até 5h; sáb. 21h/5h). Entrada: R$ 15,00 (mulheres) e R$ 25,00 (homens). Cc: A, M e V. Cd: todos. ? www.cabaretlounge.com.br. Aberto em 2013.

Fonte: VEJA RIO