ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Percorremos os melhores bares do Rio para avaliar os comes e bebes que você deve pedir

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BARES-RESTAURANTES

ADEGA CESARI. A churrasqueira é a atração desta casa que fica bem em frente ao pátio das flores da Cadeg, entreposto hortifrutigranjeiro em Benfica. No equipamento com capacidade para mais de sessenta espetos são preparadas delícias como a picanha suína, especialidade local. O corte aparece em fartas porções, a exemplo do churrasco misto (R$ 60,00, para três pessoas), que também traz asas e sobrecoxas de frango, linguiça, costela e maminha de alcatra, batata frita, arroz, feijão, farofa de ovo e molho à campanha. No sanduíche de maior saída, a carne suína é servida no pão francês (R$ 10,00). Quem prefere pescados pode investir no peixe do dia (R$ 45,00, para duas pessoas), acompanhado de arroz de brócolis e batata corada. Outra dica é a costela de porco para petiscar (R$ 35,00), servida com farofa e molho à campanha, suficiente para três pessoas. Para beber, as geladas Bohemia e Antarctica Original saem por R$ 7,00 cada garrafa. Rua Capitão Félix, 110 (Cadeg), Benfica, ☎ 3890-2038. 19h/ 16h (fecha dom.). Estac. (grátis). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1985.

GAROTA DA URCA. Com vista para a Enseada de Botafogo, tem uma varanda convidativa. Exibe cardápio extenso, porém sem maiores ousadias. Um dos carros-chefes é a picanha à brasileira (R$ 93,50, para três pessoas), feita na brasa e levada à mesa na chapa, acompanhada de arroz, fritas, farofa e banana à milanesa. Para beber, têm maior procura o chope da Brahma (R$ 5,50 a caldeireta) e a sangria de vinho tinto (R$ 22,50 a jarra de 500 mililitros). As sugestões de tira-gosto mais inventivas são os pastéis colombianos (R$ 20,00, dez unidades), com farinha de milho na massa, recheados de carne-seca ou camarão. Avenida João Luiz Alves, 56, lojas A e B, Urca, ☎ 2541-8585/9990 (140 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h30). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1982.

STALOS. Dono de fachada nada discreta, com iluminação exagerada e cores vivas na logomarca, o estabelecimento cumpre seu papel de chamar a atenção dos passantes durante a noite ? afinal, tem funcionamento 24 horas. Na vitrine é possível perceber sua versatilidade: fatias de torta dividem espaço com pizzas e sanduíches prontos. Há chope Brahma (R$ 5,80 a tulipa) e caipirinhas (R$ 11,90) de limão, morango ou acabaxi. Para matar aquela fome que surge de madrugada, as opções são os fartos sanduíches ou as porções. Servidos na ciabatta e acompanhados de batata frita, o stalos especial leva iscas de filé, shiitake, cebola e mussarela de búfala (R$ 35,00), enquanto a sugestão de picanha (R$ 26,40) traz a carne grelhada e cheddar. Na ala dos tira-gostos, a porção de camarão ao alho e óleo (R$ 64,00) figura ao lado de espetinhos de carne, frango ou coração de galinha (R$ 15,00 a unidade), com farofa e molho à campanha. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 986, Copacabana, ☎ 2521-5143, ? Cantagalo (44 lugares). 24 horas. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010.

BOTEQUINS

ANGU DO GOMES. No endereço é resgatada a tradição da mistura à base de fubá, miúdos e linguiça, preparada e distribuída pela cidade durante décadas em carrocinhas que pararam de circular em 1986. No cardápio, o angu aparece na receita original (R$ 13,00) ou em versões para beliscar, a exemplo do pastel recheado de frango e requeijão, carne ou queijo (R$ 19,00, oito unidades). Outras delícias, como moela acompanhada de farofa de alho (R$ 15,50), croquete de carne (R$ 16,00, oito unidades) e palitos de queijo de coalho fritos (R$ 14,00), também são boa companhia para as cervejas em garrafa de 600 mililitros das marcas Skol (R$ 6,50), Antactica Original, Budweiser, Heineken (R$ 7,00 cada uma) e Therezópolis Gold (R$ 12,00). Faz sucesso às sextas na hora do almoço a feijoadinha em tamanho individual (R$ 19,00). Largo de São Francisco da Prainha, 17, Saúde, ☎ 2233-4561 (40 lugares). 11h/23h (sex. até 2h; fecha sáb. e dom.). ? Cc: todos. Cd: todos. www.angudogomes.com.br. Aberto em 2008.

ANTONIO?S. Vizinho de outro negócio do mesmo dono, o Belmonte, é endereço procurado para a happy hour ou o esquenta antes das noitadas na Lapa. Pelo salão circula a marca registrada das casas do cearense Antônio Rodrigues desde os tempos do Carlitos, na Cinelândia: empadas de camarão com catupiry (R$ 8,50 a unidade), carne-seca com catupiry (R$ 8,00) e siri (R$ 7,50). Também são listadas no cardápio generosas porções de filé aperitivo (R$ 48,00), carne de sol à maria bonita, com paçoca e purê de aipim (R$ 48,50), e cubinhos de peixe em crosta de gergelim ao molho teriyaki (R$ 29,90). Para regar a conversa, há bebes como o chope Brahma (R$ 4,80, 300 mililitros) e a dose da cachaça mineira Beija-Flor (R$ 5,60), envelhecida em barril de bálsamo. Avenida Mem de Sá, 88, Lapa, ☎ 2224-4197 (120 lugares). 16h/3h (sex. até 4h; sáb. 12h/4h; dom. a partir das 12h). Cc: todos. Cd: todos. www.botecobelmonte.com.br/antonios. Aberto em 2007.

ARMAZÉM CARDOSÃO. É um misto de bar e armazém, com produtos variados para quebrar o galho de quem mora na vizinhança. Na parte alta da sossegada rua que batiza o lugar, uma concorrida feijoada (R$ 50,00, para duas pessoas) é a atração dos sábados. Com todas as mesas ao ar livre, em meio ao casario antigo da região, o almoço é programa para a tarde inteira. No domingo entra em cena a moqueca baiana (R$ 60,00, para dois). Todo dia, depois das 17h, é preparado o churrasco misto (R$ 60,00, para dois, com alcatra, linguiça, frango, carré, arroz e batata frita). Cervejas em garrafa são oferecidas nas marcas Antarctica Original, Bohemia (R$ 8,00 cada uma), Itaipava (R$ 5,00), Heineken (R$ 7,00), Brahma, Antarctica e Skol (R$ 6,00). Na seção de belisquetes, o bolinho de carne ao molho de mostarda e alecrim (R$ 27,00 a dúzia) divide atenções com o rissole de camarão (R$ 4,50 cada um) e o bolinho de bacalhau (R$ 27,00, dez unidades). Rua Cardoso Júnior, 312, ☎ 2225-3493 (30 pessoas). 10h/23h (sáb. a partir das 11h; dom. 12h/20h; fecha seg.). Cc: D, M e V. Cd: todos. ? Aberto em 1995.

ARMAZÉM DEVASSA. Diferente dos outros treze endereços da rede, a unidade localizada no térreo do Hotel Mar Ipanema conta com cardápio assinado pela chef Andrea Tinoco. Para começar, a pedida é passear pela carta de drinques. Nela, há sugestões como a caipirésima (R$ 19,90), de vodca nacional, alecrim, pouco açúcar, lima-da-pérsia, kiwi, gelo e uma dose de saquê nacional, e variações de chope com infusão de cachaça. O saradinha (R$ 23,90), por exemplo, mistura o tipo sarará, de trigo, com uma infusão da purinha com mel e canela. Novidade no cardápio, o ceviche (R$ 28,90) é feito com salmão, pimenta-biquinho, mix de pimentões, cebola-roxa e cebolinha marinados em leite de tigre, um tempero à base de cítricos. De fabricação própria, o chope chega à mesa nas opções Devassa Loura (R$ 5,80, 300 mililitros), Ruiva, Negra, Índia (R$ 6,80, 300 mililitros) e Sarará (R$ 8,90, 430 mililitros). Servido dentro de uma cuia de pão italiano, o só filé (R$ 42,90), com tiras de filé-mignon ao molho madeira, cebola e salsa, é outra pedida de tira-gosto. Rua Visconde de Pirajá, 539 (Hotel Mar Ipanema), ☎ 2512-2051 (70 lugares). 6h/4h. Cc: todos. Cd: R e V. ↔ → ? www.cervejariadevassa.com.br. Aberto em 2007.

CHOPERIA BRAZOOKA. Foi o segundo negócio do Grupo Matriz na Lapa ? o primeiro é o vizinho Teatro Odisseia. No salão de tijolos aparentes e mezanino com mesa de sinuca, as bebidas onipresentes são as garrafas de 600 mililitros de Antarctica Original e Bohemia (R$ 8,50 cada uma), além do chope Brahma (R$ 5,10 a tulipa; R$ 5,50 a caldeireta). Na seção líquida também encontram boa saída drinques como o dry martini e o cosmopolitan (R$ 15,00 cada um). A programação musical vai de sambaokê com acompanhamento ao vivo a shows de gêneros como forró e samba. Para beliscar, há, entre outras pedidas, gurjão de peixe ao molho tártaro (R$ 29,50), filé aperitivo ao molho de shoyu com creme de leite (R$ 36,50) e carpaccio de carne (R$ 19,20). Avenida Mem de Sá, 70, Lapa, ☎ 2224-3236 (400 lugares). 18h/5h (ter. e qua. até 1h; qui. até 2h; fecha seg.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Entrada: R$ 25,00 (apenas sex. e sáb.). www.matrizonline.com.br. Aberto em 2007.

HAPPY HOUR

COSMOPOLITAN. Um grande espelho, bancos estofados de vermelho e a luz azul que envolve o bar definem a decoração. Destino certo para a happy hour, o lugar tem programação de DJs na quinta e banda ao vivo na sexta. Na carta de drinques, a sugestão que batiza a casa (R$ 18,00) reúne suco de framboesa, vodca e Cointreau. Outras dicas são a frozen margarita (R$ 14,50) e o kir royal (R$ 19,00), mistura de espumante e licor de cassis. Para petiscar, a picanha & cia (R$ 28,00) traz o corte de carne ao lado de frango, linguiça, queijo derretido e cebola. Cerveja, só long neck, das marcas Stella Artois, Skol Beats ou Bohemia (R$ 7,00 cada uma). Na hora do almoço, como grande parte dos estabelecimentos da vizinhança, serve almoço executivo a preço fixo (R$ 28,00 por pessoa). Rua da Assembleia, 13, Centro, ☎ 2220-9008, ? Carioca (80 lugares). 11h30/20h (qui. e sex. até 0h; fecha sáb. e dom.). Couvert art.: R$ 5,00 a R$ 12,00 (qui. e sex. a partir das 19h). Cc: todos. Cd: todos. www.cosmopolitanrio.com.br. Aberto em 2005.

GALETOMANIA. A receita é simples e bem-sucedida: galetos crocantes e chope Brahma (R$ 5,30 a tulipa) levam o público a um espaço simples no Humaitá com mesas ao ar livre, espalhadas pelo estacionamento da Cobal. O franguinho aparece em versões como a tradicional (R$ 19,90), na companhia de farofa e molho à campanha, e na carne do hambúrguer chamado de burgaleto (R$ 20,60), que chega à mesa ao lado de batata frita. Rua Voluntários da Pátria, 448, lojas 16-A e 17-A (Cobal do Humaitá), Humaitá,☎ 2537-5733 e 2527-0616. 12h/3h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora); Praça Varnhagen, 9, Tijuca, ☎ 2204-0444/0812 (400 lugares). 12h/3h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.galetomania.com.br. Mais dois endereços. Aberto em 1995.

GRÉGORA ARTE CAFÉ. É um reduto de músicos de formação erudita, entre eles integrantes das orquestras Sinfônica Brasileira e do Theatro Municipal. O cardápio, com boa gama de petiscos vegetarianos e alguns rótulos de cervejas especiais, vale a visita. A Cerpa Gold (R$ 8,50) e a Heineken (R$ 5,50), ambas na garrafa de 600 mililitros, ficam bem ao lado da porção de faláfel (R$ 19,90, seis unidades), bolinho de grão-de-bico servido com molho de iogurte. Outra dica para beliscar: batata inglesa (R$ 17,90 a R$ 19,90) com recheios de cheddar, soja ou funghi. Rua Candido Mendes, 98, loja C, Glória, ☎ 2224-2020, ? Glória (60 lugares). 12h/23h (sex. e sáb. até 1h; fecha dom.). Cc: M e V. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2011.

LOBBY BAR. É um clássico piano-bar de hotel ? a frequência de estrangeiros explica o fato de a caipirinha (R$ 16,00) ser o drinque mais consumido. Cervejas Brahma Extra (R$ 9,00) e Bohemia (R$ 10,00) são oferecidas em tamanho long neck. Para comer, há algumas opções de sanduíche, a exemplo do que leva hambúrguer de salmão, alface, pepino em conserva e cebola (R$ 29,00) ou do preparado na baguete, com filé-mignon, queijo, cebola, alface e tomate (R$ 29,00). De quarta a sexta, a música ao vivo no estilo voz e violão anima o ambiente ? durante a happy hour, das 18h às 20h, há promoção de bebidas em dobro. Avenida Atlântica, 3264, térreo, Rio Othon Palace Hotel, Copacabana, ☎ 2106-1500 (28 lugares). 8h/1h. Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 1975.

MOVIOLA. Cada vez mais presentes nos cardápios da cidade, as cervejas especiais são a atração principal do bistrô deste interessante misto de locadora de DVDs e livraria. Na lista dos rótulos nacionais, a fluminense Mistura Clássica (R$ 18,90, 600 mililitros) é oferecida na versão pilsen premium. Se a preferência for pelas belgas, as sugestões fixas da carta, em constante renovação, são a Gouden Carolus Classic (R$ 27,90), com 8,5% de teor alcoólico, e a Delirium Tremens (R$ 31,90), ambas em tamanho long neck. Para comer, escolha entre bruschettas de tomate seco ou de salaminho com curry (R$ 19,90, oito unidades) e o escondidinho de carne-seca com batata-baroa (R$ 18,90). Rua das Laranjeiras, 280, lojas B e C, Laranjeiras, ☎ 2285-8339 (60 lugares). 10h/23h (sex. e sáb. até 0h; dom. 15h/23h). Cc: todos. Cd: todos. ? www.moviolalivraria.com.br. Aberto em 2005.

PUEBLA CAFÉ. Reduto de comida, drinques e cervejas mexicanos na Cobal do Humaitá. O combo de quinze peças (R$ 58,00) é um passeio completo pelo cardápio: traz seis minitacos, quatro miniburritos, duas quesadillas, um minichili com carne, um minitaco salad e uma tortilha de queijo e presunto. Para uma refeição ainda mais encorpada, a sugestão é a porção de fajita (R$ 48,00 a grande de filé-mignon; R$ 34,00 a grande de frango), preparada com tiras de carne grelhada com azeite e temperos e servida com feijão refrito, tortilha, alface e taco sour. Para regar as conversas, a michelada (R$ 5,50 a caneca) mistura cerveja, suco de limão, gelo e vem com sal na borda do copo. Também se encontram cervejas Sol (R$ 8,00) e Dos Equis (R$ 8,50), ambas long neck, frozen de tequila (R$ 15,00), preparado com frutas da estação, e mojito (R$ 14,00 com rum nacional; R$ 18,00 com Havana Club). Rua Voluntários da Pátria, 448, loja 23 (Cobal do Humaitá), Humaitá, ☎ 2286-5623 (70 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. e seg. a partir das 20h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 4,00 a primeira hora). Aberto em 1998.

NORDESTINOS

NORDESTINO CARIOCA. Em 1998, vindos da Paraíba, Roberto Araújo e Iracema Gonçalves ganhavam a vida vendendo churrasquinho na rua. A simpatia dele, o talento culinário dela e a disposição do casal fizeram o negócio crescer e ganhar uma barraca na Feira de São Cristóvão. Após nova mudança, para um espaço maior, em Jacarepaguá, os dois ganharam fama servindo comida típica, com um toque de criatividade, para acompanhar garrafas de cerveja Antarctica Original ou Bohemia (R$ 7,00, 600 mililitros). Entre as receitas fornidas do cardápio está a picanha de sol (R$ 69,00), guarnecida de feijão-tropeiro ou baião de dois, além de aipim cozido ou frito. Outro carro-chefe local, o cabrito ensopado acompanhado de baião de dois e farofa de cuscuz com ovo custa R$ 70,00 e pode ser dividido por duas pessoas. Para beliscar, fique com os pastéis de produção própria: o trio nordestino (R$ 22,00) traz o triângulo de carne de sol, o redondo de queijo de coalho, cebola-roxa e orégano e o charuto de cabrito, acompanhados de geleia de pimenta e creme de maionese com hortelã. Avenida Sargento Carlos Argemiro Camargo, 49, Jacarepaguá, ☎ 3412-3353 (80 lugares). 12h/22h (sex. e sáb. até 0h; dom. até 18h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. www.nordestinocarioca.com.br. Aberto em 2005.

O ORIGINAL DO BRÁS. Herança do ex-sócio Carlos Henrique Cadinha, o inventivo cardápio de comes ainda é a atração principal na casa de azulejos em preto e branco. Estrela da lista, o rolé pelo subúrbio (R$ 20,00) traz bifes recheados de cenoura, bacon e pimentão. Atende por brasileirinho (R$ 25,00) a porção de iscas de carne de sol ao alho crocante, cozida na cerveja, sobre cama de fubá. Entraram na lista no ano passado os espetinhos de filé de frango, queijo de coalho e bacon empanados e fritos (R$ 30,00, oito unidades). Uma roda de choro anima as quintas, a cada quinze dias. No almoço de domingo, música ao vivo também embala a feijoada (R$ 25,00). Para refrescar, as pedidas são a Original (R$ 5,50, 600 mililitros) e o chope Itaipava (R$ 4,00 a tulipa). Rua Guaporé, 680, lojas A e B, Brás de Pina, ☎ 3866-1313 (80 lugares). 16h30/23h (sex. e sáb. 14h30/0h; dom. 13h/17h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 2,00 (qui. e dom.). www.originaldobras.com.br. Aberto em 2004.

PARA IR A DOIS

BAR D?HÔTEL. Depois de uma grande reforma em 2010, a iluminação ganhou projeto de Maneco Quinderé, enquanto o ambiente foi ocupado por móveis de linhas arrojadas e espelhos com néon de cores vibrantes. Acomode-se em uma mesa perto da janela, com vista para o mar, e explore novidades na carta de drinques. São boas escolhas o marina (R$ 19,00), que mistura vodca, curaçao blue e sorvete de limão; e o sunset (R$ 22,00), de maracujá, xarope de melancia, gengibre e vodca. Outras criações atraentes: o arpoador (R$ 17,00), com vodca, maracujá, gengibre, licor Grand Marnier e cereja, e um mojito (R$ 23,00) que, ao invés do rum, leva vodca de baunilha, xarope de maçã verde e soda. Do cardápio da chef Maria Victoria, peça o polvo grelhado com batatas assadas, tomate-cereja e azeite negro (R$ 32,00) ou a tigelinha de cogumelos selvagens, servida com torradas e parmesão gratinado (R$ 29,00). Avenida Delfim Moreira, 696, 2º piso (Hotel Marina All Suites), Leblon, ☎ 2172-1112 (60 lugares). 7h/1h (qui. a sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobrista (R$ 15,00). Aberto em 1999.

DO HORTO. Recanto agradável no sossego do Horto. Papéis de parede floridos, penduricalhos delicados, móveis de demolição e luminárias coloridas compõem a atmosfera romântica. No pequeno salão e nas mesas espalhadas pela calçada são servidas garrafas de Therezópolis (R$ 15,00, 600 mililitros), além dos quatro tipos de cerveja Colorado (a pilsen, 600 mililitros, custa R$ 18,00). Da carta de drinques, uma curiosidade é a caipilé (R$ 22,00), preparada com vodca, morango e coroada com um picolé de maracujá. A inventiva lista de tira-gostos traz pirulito de arroz arbóreo (R$ 25,00, sete unidades), recheado de parmesão e ervas, e recém-chegados pastéis de caranguejo (R$ 25,00, seis unidades). Rua Pacheco Leão, 780, ☎ 3114-8439 (60 lugares). 12h/2h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art. opcional: R$ 9,00 (qui. a sáb. a partir das 21h). ? ↔ www.dohorto.com.br. Aberto em 2010.

PÓS-PRAIA

BARTHODOMEU. A uma quadra da praia de Ipanema, o pé-limpo tem no agradável ambiente sob o teto retrátil as mesas mais disputadas do salão. No cardápio há petiscos e pratos robustos elaborados pela chef Tatiana Abramant. Entram na segunda lista a salada marroquina, preparada com alface, rabanete, cebola-roxa, pepino japonês e tomate, ao molho de especiarias árabes (R$ 21,90), e o arroz de lula e camarões ao molho de tomates frescos (R$ 43,80). O mix barthodomeu (R$ 40,70) reúne carne-seca e calabresa aceboladas, costelinha e aipim. Na sessão de drinques, a aposta do verão é a caipirinha gigante (R$ 80,00 o copo de 1,5 litro), nos sabores maracujá, kiwi e morango. O chope Brahma, no mesmo tamanho encorpado, sai a R$ 45,00. Rua Maria Quitéria, 46, Ipanema, ☎ 2247-8609 (200 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 4h). Couvert art.: R$ 5,00 (opcional, a partir das 19h30). Cc: todos. Cd: todos. www.barthodomeu.com.br. Aberto em 2009.

BRACARENSE. Depois de passar por uma breve reforma, com direito a troca de balcão, piso, cobertura e até calçada, o tradicional Braca, como é conhecido entre os habitués, perdeu aquele visual cansado. A lista de tira-gostos que dá fama ao lugar há mais de cinco décadas ganhou novos itens em 2012: o bolinho de feijoada, feito nos moldes do Aconchego Carioca, disputa atenções com o inusitado gente boa (R$ 3,60 cada um), bolinho de jiló e linguiça calabresa. A empada aberta de carne-seca com cobertura de catupiry gratinado (R$ 4,10) e o croquete de bacalhau com grão-de-bico (R$ 3,90) já caíram nas graças do público. Segue campeã de pedidos, no entanto, a bolota de aipim recheada de camarão e catupiry (R$ 3,80). Se a fome insistir, aposte na porção de pernil acebolado (R$ 24,00), acompanhada de pãozinho, ou na costelinha de porco com limão (R$ 30,00). Para regar o bate-papo, a pedida certeira é o bem tirado chope Brahma (R$ 5,10 a tulipa). Rua José Linhares, 85, loja B, ☎ 2294-3549 (60 lugares). 9h/0h (dom. 10h/22h). Cd: R e V. Aberto em 1961.

TRADICIONAIS

BAR OCIDENTAL. Em meio a casarões antigos, as mesinhas de plástico sobre o chão de paralelepípedos são os domínios do primeiro boteco inaugurado na região hoje conhecida como ?triângulo das sardinhas?. Depois seguido pela concorrência na vizinhança, o bar de simplicidade franciscana se dedica, há seis décadas, a servir o peixe aberto, em apetitosos filés (R$ 1,80 a unidade). A especialidade local divide atenções com outras atrações do mar, como a pescadinha frita (R$ 13,00 a unidade). Às sextas, na happy hour, o chope Brahma (R$ 4,50) reina absoluto acompanhando os tira-gostos. Rua Miguel Couto, 124, loja C, Centro, ☎ 2253-4042, ? Uruguaiana (24 lugares). 8h/22h (sáb. até 15h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1952.

CAFÉ E BAR PAVÃO AZUL. A fama do botequim simples, sem requinte na decoração ou no cardápio, não é de hoje: frequentada pelo cronista Antonio Maria nos anos 50, a casa passou a formar longas e demoradas filas na porta depois que as irmãs e proprietárias Vera e Bete Afonso incluíram na lista de belisquetes as pataniscas de bacalhau (R$ 7,20, quatro unidades). Os bolinhos são feitos sem batata e chegam à mesa secos e saborosos. Nas duas unidades, uma em frente à outra, são servidos pratos executivos fartos, a exemplo do linguado empanado com arroz, feijão e batata cozida (R$ 27,00) e do famoso risoto de camarão (R$ 28,00). Se a ideia for só tomar um chope Brahma (R$ 4,00 a caldeireta) ou uma Antarctica Original (R$ 6,50, 600 mililitros), também vale pedir a porção de croquetes de carne (R$ 8,00, cinco unidades) ou a de carne-seca com aipim (R$ 18,00). Rua Hilário de Gouveia, 71, lojas A e B, Copacabana, ☎ 2236-2381, ? Siqueira Campos (36 lugares). 12h/0h. Cd: R e V; Rua Barata Ribeiro, 348, loja B, Copacabana, ☎ 2236-2381, ? Siqueira Campos (40 lugares). 16h/0h (fecha seg.). Cd: R e V. Aberto em 1957.

PLANALTO DO FLAMENGO. Ambiente espaçoso na movimentada esquina das ruas Barão do Flamengo e Senador Vergueiro. Nos dias de jogos de futebol, a frequência costuma aumentar por causa dos telões espalhados pelo salão. A clientela encontra petiscos triviais e hectolitros de chope Brahma (R$ 4,90 a tulipa, nas versões clara ou escura). Da extensa lista de tira-gostos, arrisque-se na porção de pastel (R$ 20,00, quinze unidades, nos sabores requeijão, carne ou camarão), no bolinho recheado de aipim com carne-seca, queijo ou camarão (R$ 20,00, dez unidades) ou no gurjão de peixe acompanhado de molho tártaro (R$ 40,00). Vendidos por unidade, também têm boa saída o croquete alemão (R$ 5,00) e o bolinho de bacalhau (R$ 4,00). Rua Barão do Flamengo, 35, loja S, Flamengo, ☎ 2557-7222 (230 lugares). 11h/3h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. ? ? Aberto em 1980.

TIO SAM. Na badalada rua do Leblon, resiste este popular endereço de varanda acolhedora. As sugestões de tira-gosto são caldos de feijão (R$ 7,00) e de siri (R$ 9,20), além de pastéis (R$ 8,00, quatro unidades) com recheios de siri, camarão com catupiry, carne ou napolitano. Outras dicas são a porção de bolinho de bacalhau (R$ 19,80, com oito) e os escondidinhos de carne-seca (R$ 31,40) e de camarão (R$ 36,00). Quase todo mundo bebe chope Brahma (R$ 4,50). O nome e o letreiro com o personagem-símbolo dos Estados Unidos têm explicação razoável: a escolha vem do tempo da inauguração, quando funcionava, ao lado, a Escola Americana. Rua Dias Ferreira, 605, loja A, Leblon, ☎ 2512-2413 (60 lugares). 8h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 1977.

Fonte: VEJA RIO