ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Percorremos os melhores bares do Rio para avaliar os comes e bebes que você deve pedir

- Atualizado em

BAR-RESTAURANTE

PETIT PAULETTE. Irmão de Kátia Barbosa, Paulo Barbosa da Silva, o popular Paulette, dividiu com ela a sociedade do Aconchego Carioca até 2007, quando partiu para este negócio na mesma rua. Ele também aposta em cardápio inventivo, no qual se encontram dicas como a sensação de bacalhau (R$ 15,00), salgado com massa de grão-de-bico, a mesma usada no bolinho recheado de costela desfiada e agrião (R$ 19,00). Os dois pedidos chegam em porção de quatro unidades. Outras invenções locais, a exemplo do croquelete (palitos de queijo envolvidos por carne moída e empanados com farinha de torresmo; R$ 25,00) e do copa lombo (sobrepaleta suína assada com molho escuro guarnecida de legumes crocantes; R$ 28,00), podem acompanhar as garrafas de Bohemia, Antarctica Original (R$ 6,50 cada uma) e Heineken (R$ 7,00 a long neck). Não aceita cartões de crédito. Rua Barão de Iguatemi, 408, loja A, Praça da Bandeira, ☎ 2502-2649 (40 lugares). 11h/0h (fecha seg.). Cd: todos. Aberto em 2007.

BOTEQUINS

BOTECO DA GARRAFA. Dono da rede Belmonte, o cearense Antônio Rodrigues optou por diversificar os negócios criando uma casa onde o chope não tem vez. Para acompanhar as unidades de croquete de carne (R$ 4,50) e do pastel de picanha (R$ 4,60), são oferecidos cascos de Antarctica Original, Bohemia, Serramalte e Brahma Extra (R$ 9,50 cada uma). Ainda na parte dos comes, fazem sucesso o hambúrguer de picanha com queijo e tomate (R$ 18,90) e a robusta porção de carne-seca, palitos de polenta frita e paçoca de carne-seca (R$ 46,00, para três pessoas). Rua Bolívar, 27, loja A, Copacabana, ☎ 2255-1680/3610, ? Cantagalo (70 lugares). 16h/1h (sex. até 3h; sáb. 15h/3h; dom. 12h/1h). Cc: todos. Cd: todos; Avenida Mem de Sá, 77, Lapa, ☎ 2507-1976 (160 lugares). 16h/3h (sáb. 15h/4h; dom. 12h/2h). Cd: todos. www.botecobelmonte.com.br/garrafa. Aberto em 2008.

CANECO 85. De olho no agito provocado pelo chorinho e as rodas de samba que tomam a praça em frente nos fins de semana, Mário Lúcio Dias decidiu, ao lado do pai, encerrar as atividades da mercearia da família, aberta havia trinta anos. Além de fazer menção ao número do imóvel, o 85 evoca o ano do campeonato carioca conquistado pelo Fluminense, time dos proprietários. Os pastéis são o forte da casa, oferecidos em dezessete sabores. Aposte nos recheios de palmito (R$ 3,00), gorgonzola com tomate seco (R$ 3,50), brie com damasco (R$ 4,20) e bacalhau (R$ 3,80). Para beber, tulipas de chope Brahma (R$ 4,20), além de cascos de Antarctica Original e Budweiser (R$ 7,00 a garrafa de 600 mililitros). Rua São Salvador, 85, loja A, Laranjeiras, ☎ 2558-4166 (70 lugares). 9h/1h (seg. a partir das 16h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2012.

MISTURA CASUAL. Pôsteres, anúncios antigos e fotos pendurados nas paredes recriam a história da marca americana Budweiser. Também integram a paisagem televisões para a exibição de jogos ao vivo. A garrafa da cerveja celebrada na decoração custa R$ 7,00, enquanto a long neck sai por R$ 5,00. Outro caminho é o gelado chope Brahma (R$ 4,20 a tulipa). De quinta a sábado, a partir das 20h, há música ao vivo. Para beliscar, as pedidas são o gurjão de peixe acompanhado de molho tártaro ou rosé (R$ 27,00) e o filé aperitivo ao molho madeira (R$ 42,00) com torradinhas. Campeã de pedidos, a crocante batata rosti (R$ 25,00) vem recheada de carne-seca. Rua Conde de Baependi, 78, Flamengo, ☎ 2556-5804, ? Largo do Machado (200 lugares). 11h30/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 5,00 (qui. a sáb. a partir de 20h). ? Aberto em 2010.

CHOPE E CERVEJA

BENDITHO. O pé-limpo prima pela carta caprichada de cervejas, com 170 rótulos, e a extensa lista de petiscos. Figuram entre as geladas as belgas Floris Fraise (R$ 34,00), Rochefort (R$ 29,80) e Waterloo (R$ 15,00), todas em garrafas de 330 mililitros. Das nacionais, aparecem a Coruja (R$ 17,50, 600 mililitros) e a gaúcha Província (R$ 17,50, 1 litro). Entre os tira-gostos, o bolinho de bacalhau (R$ 18,00, oito unidades) divide as atenções com a porção de croquete (R$ 24,00 a dúzia). Dica para dividir, o filé aperitivo ao molho madeira (R$ 39,90) é guarnecido de pão de alho. Rua Baltazar Lisboa, 47, lojas A e B, Vila Isabel, ☎ 2208-2346 e 2268-3871 (80 lugares). 12h/1h (fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. ↔ Aberto em 2010.

BOTECO SALVAÇÃO. Dos mesmos donos da vizinha Casa da Matriz, oferece uma alentada lista de cervejas. Figuram no cardápio a Duff (R$ 12,00, long neck) e a belga Delirium Tremens (R$ 26,00, 330 mililitros), além da russa Baltika (R$ 20,00, 500 mililitros). Entre os chopes, a marca própria (R$ 4,90, 300 mililitros) divide atenções com o Röter, nas versões american pale ale (R$ 7,50, 350 mililitros) e premium (R$ 5,50, 350 mililitros). Uma refeição, o metal burger (R$ 21,00) reúne 300 gramas de carne, provolone e farofa de bacon, acompanhado de batata frita e molhos de alho e gorgonzola. Para beliscar, prove o espetinho de filé-mignon com molho campanha e farofa (R$ 18,90 a unidade). Rua Henrique de Novaes, 55, Botafogo, ☎ 2226-9691 e 2539-0216 (150 lugares). 18h/2h (sáb. 20h/3h; dom. 13h/0h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. ? beta.matrizonline.com.br/botecosalvacao. Aberto em 2008.

DELIRIUM CAFÉ. Na única filial latina do badalado pub belga, a seleção de rótulos de cervejas especiais é mais modesta, mas mesmo assim impressionante. São 300 as sugestões disponíveis, contra as mais de 2?000 da matriz ? número suficiente para garantir ao negócio, pelo segundo ano consecutivo, o prêmio de melhor carta de cervejas no especial ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO. No Natal, aposte nas cervejas produzidas especialmente para a data, como as belgas Delirium Christmas, St. Feuillien (R$ 69,90 cada garrafa de 750 mililitros) e a paulista Bamberg Weihnachts (R$ 13,00, 600 mililitros). Outra iniciativa para ampliar o leque de atrações foi a instalação de mais cinco torres de chope no balcão. De um dos novos equipamentos jorra a belga Carolus Tripel (R$ 14,90, 250 mililitros). Têm a mesma nacionalidade a Forbidden Fruit (R$ 25,90, 330 mililitros), com teor alcoólico de 8,5%, e a recém-lançada Delirium Red (R$ 24,90, 330 mililitros). Para petiscar, os bolinhos de feijoada (R$ 19,90) ou de feijão-branco com rabada (R$ 24,00), ambos receitas do Aconchego Carioca, chegam em porção de quatro unidades. Mais consistente, o hambúrguer de cordeiro (R$ 28,00) ganha a companhia de fritas e molho de gorgonzola. Rua Barão da Torre, 183, Ipanema, ☎ 2502-0029, ? General Osório (48 lugares). 17h/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. 16h/23h). Cc: D, M e V. Cd: todos. ? ↔ www.deliriumcafe.br. Aberto em 2010.

DRINQUES

QUIOSQUE DO PORTUGUÊS. Uma briga judicial envolvendo o tradicional quiosque na Praia do Leblon e a Orla Rio, que tem a concessão dos negócios instalados à beira-mar, pôs fim às atividades no ponto onde as inventivas caipirinhas fizeram fama. A carta de delícias, no entanto, ainda pode ser provada na filial inaugurada neste ano no complexo de entretenimento Lagoon. Em uma pequena área coberta no térreo, as caipirinhas, preparadas com mais de 25 tipos de vodca, são o carro-chefe. As campeãs são as de tangerina com gengibre, além das versões de amora com morango ou amora com manga (R$ 15,00 cada uma, com vodca nacional). O visitante encontra exemplares raros da bebida, a exemplo da francesa Jean-Marc XO, processada como o conhaque, ingrediente de sugestões que chegam a custar R$ 45,00. Para acompanhar, a pedida certeira é a clássica delícia de camarão (R$ 32,00, quinze unidades), que traz o crustáceo empanado e recheado de catupiry. Avenida Borges de Medeiros, 1424 (Lagoon), Lagoa, ☎ 2239-9936 (85 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ? http://quiosquedoportugues.blogspot.com. Aberto em 2102.

HAPPY HOUR

AL-FARABI. Além do charme que emprestam à decoração, os livros espalhados pelas prateleiras estão à venda: criado como um sebo, o lugar passou a também matar a sede da clientela há cinco anos. Hoje a lista de cervejas oferecidas já passa de 100 rótulos. São atrações fixas a belga Delirium Tremens (R$ 65,50, 750 mililitros) e a holandesa La Trappe Quadrupel (R$ 53,00, 750 mililitros). Sugestões mais convencionais, e baratas, são a Antarctica Original e a Heineken (R$ 8,50, 600 mililitros). Para beliscar, há dicas como gratin de carne-seca (R$ 18,40) e alguns sanduíches ? o recheado de salsichão branco e mussarela custa R$ 11,80. Quarta é dia de jazz ao vivo. Rua do Rosário, 30 e 32, Centro, ☎ 2233-0879 (100 lugares). 10h/22h (seg. até 17h; qui. e sex. até 0h; sáb. até 17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. www.alfarabi.com.br. Aberto em 2004.

ODORICO BAR. Movimentado, o estabelecimento na região do Baixo Voluntários ganhou em 2011 sua primeira filial, na Tijuca. O casarão de estilo eclético dos anos 20 passou por uma minuciosa restauração e ganhou ares de pé-limpo. Extensa lista de petiscos e chope gelado (R$ 4,50 a tulipa da Brahma) são os trunfos da rede. São boas pedidas o bolinho de parmesão crocante (R$ 14,20, seis unidades) e o mix de salsichas (R$ 21,00). Carro-chefe, o mix odorico (R$ 48,80) traz calabresa, filé-mignon ou frango, queijo derretido e aipim frito. Cervejas Antarctica Original e Bohemia (R$ 8,00 cada uma) são servidas em garrafa de 600 mililitros. Rua Voluntários da Pátria, 31, Botafogo, lojas C e D, ☎ 2266-3773, ? Botafogo (180 lugares). 15h/3h. Cc: todos. Cd: todos; Rua Professor Gabizo, 135, Tijuca, ☎ 3172-6734, ? Afonso Pena (400 lugares). 17h/2h (dom. a partir das 15h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 13,00). ? ↔ Aberto em 2011.

MEXICANO

SÍ SEÑOR. A primeira filial carioca da rede paulistana tem luz suave, cadeiras e sofás de cores fortes e mesas no estilo das tradicionais lanchonetes americanas que contrastam com o revestimento de madeira predominante na decoração. No cardápio de estilo tex-mex aparecem invenções curiosas, como a pimenta jalapeño empanada, recheada de queijo cremoso, ao molho agridoce (R$ 21,00, oito unidades). Da lista de petiscos, outro hit é o nacho supreme (R$ 44,00), porção farta de pequenas tortilhas crocantes cobertas de frijoles (pasta de feijão), cheddar, parmesão, azeitonas, guacamole, sour cream e cebolinha. O chope Heineken custa R$ 6,40 (300 mililitros) e o mojito feito com rum nacional (R$ 16,00) ganha versões de morango, tangerina e hortelã. Avenida General San Martin, 1011, Leblon, ☎ 2249-2161 (180 lugares). 18h/0h (sex. 17h/2h; sáb. 13h/2h; dom. a partir das 13h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). ↔ www.sisenor.com.br. Aberto em 2011.

MÚSICA AO VIVO

CAFÉ ETÍLICO. Em abril deste ano, a casa mudou de lugar e passou a funcionar na Avenida Lucio Costa, antiga Sernambetiba. Pouca coisa foi mexida na decoração, que remete ao universo do rock e do blues. Uma guitarra luminosa segue identificando a fachada e a música ao vivo ainda é ouvida de terça a domingo. A clientela na faixa dos 30 anos belisca porções de polvo ao vinagrete (R$ 40,00), batata frita com tiras de calabresa e parmesão (R$ 23,00) e lula à dorée ao molho tártaro (R$ 42,00). Do bar partem criações como o tequila sunrise (R$ 17,00), preparado com vodca e sucos de limão e de uva, além do chope Brahma, que pode ser servido em copos de 200, 300 ou 400 mililitros (R$ 5,00, R$ 7,00 e R$ 9,00, respectivamente). Avenida Lucio Costa (Sernambetiba), 16580, Recreio, ☎ 9978-8777 (300 lugares). 19h/1h (sex. e sáb. até 4h; dom. até 0h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 10,00 a R$ 30,00. www.cafeetilico.com.br. ? ↔ → Aberto em 1997.

FAVELLAS. Inaugurado no lugar onde funcionava o Lapa na Pressão, em dois casarões contíguos do século XIX, tombados como patrimônio histórico da cidade, é uma das novidades de 2012 na movimentada Rua Mem de Sá. No amplo espaço interno, com pé-direito de 5 metros, a estética da favela dá o tom da decoração. Assinado pelo cenógrafo Fábio Alexandre, o ambiente ganhou janelões de madeira, roupas em varais, pipas, grafite e telhados de zinco. Bandas de gêneros diversos se apresentam no palco do térreo. No cardápio, as sugestões ganham nomes como mangueira (R$ 20,00), porção de linguiça acebolada, batata frita e farofa, ou vidigal (R$ 40,00), picanha fatiada ao molho de ervas acompanhada de batata ou aipim fritos e farofa de ervas. Para beber, não hesite: a caneca zero grau (R$ 5,00, 300 mililitros) de chope Devassa tem uma crosta de gelo que preserva a temperatura da bebida. Avenida Mem de Sá, 59/61, Lapa, ☎ 2507-0580 (250 lugares). 18h/3h (qua. até 23h; qui. até 2h; fecha dom. a ter.). Entrada: R$ 30,00. Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2012.

NORDESTINO

TOCA DO SIRI. Mais arrumadinha do que a matriz em Copacabana, a filial do negócio no Leblon tem deque de madeira voltado para a rua e salão enfeitado com fitas do Nosso Senhor do Bonfim, além de uma imagem de Iemanjá. No cardápio, elaborado sob consultoria de Isis Rangel, do Siri Mole, há pratos como o bobó de camarão e o arroz de frutos do mar (R$ 48,00 cada um). São novidades o ceviche marinado na laranja com pimenta-biquinho (R$ 18,00), as trouxinhas de queijo de cabra servidas com geleia de pimenta (R$ 21,00, quatro unidades) e a moqueca de frutos do mar ao capim-limão (R$ 120,00). Na carta de drinques, Marcio Silva serve no verão o caju-amigo (R$ 14,00), com cachaça Nêga Fulô Carvalho, e o martíni de maçã verde (R$ 24,00). Bohemia e Antarctica Original, em garrafa, saem por R$ 8,50 cada uma, e a Stella Artois long neck, a R$ 6,90. Rua Raul Pompeia, 6, Copacabana, ☎ 2267-0894 (21 lugares). 12h/0h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00); Avenida Ataulfo de Paiva, 1240, loja A, Leblon, ☎ 3518-3773 (46 lugares). 12h/0h (qui. a sáb. até 2h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2012.

PARA IR A DOIS

BAR DOS DESCASADOS. Dentro do Hotel Santa Teresa, a casa exibe sofisticada decoração, com balcão revestido de pastilhas, piso de ladrilho hidráulico e arcos de tijolo aparente que remontam o século XIX, época da construção do imóvel. Além de sugestões para beber a dois, como a garrafa de Chandon Brut (R$ 100,00), são boas pedidas o garota descasada (R$ 31,00), preparado com morango, vinagre balsâmico, cachaça e limão, e o garoto mal casado (R$ 31,00), que repete a receita, mas leva vodca em vez da purinha. Para petiscar, o filé-mignon oriental (R$ 30,00) chega à mesa com legumes e pão grelhado. Entre as boas opções de sanduíche, o pedido que leva o nome da casa (R$ 42,00) traz frango ou salmão defumado marinados, tomate, ovo e alface. Rua Felício dos Santos, s/nº (Hotel Santa Teresa), Santa Teresa, ☎ 3380-0200 (200 lugares). 12h/0h. Cc: A, M e V. Cd: todos. Manobr. (R$ 10,00). www.santateresahotel.com. Aberto em 2008.

PARA PAQUERAR

BAR DA BUD. É o primeiro ponto na cidade da rede dedicada à cerveja americana que integra o leque da gigante AB InBev. Logotipos em néon da Budweiser se espalham pelo salão com paredes, balcão, prateleiras e bancos em vermelho. Como a marca é patrocinadora oficial do UFC no Brasil, a programação de lutas é exibida em televisores de plasma. O cardápio é trivial. Além da ?garota-propaganda? em todos os tamanhos (R$ 4,00 a lata; R$ 4,50 a long neck; R$ 6,90, 600 mililitros), as alternativas são a Antarctica Original (R$ 6,90, 600 mililitros) e a long neck da Stella Artois (R$ 5,50). Da cozinha saem a farta porção de filé-mignon, coberta de mussarela derretida e servida com aipim ou batata frita (R$ 23,90), e as iscas de frango ao molho rosé (R$ 19,90). Avenida Armando Lombardi, 949, loja I, Barra da Tijuca, ☎ 3586-2265 (120 lugares). 17h/3h (fecha seg. e ter.). ? ↔ Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2012.

BAR REBOUÇAS. A calçada costuma ficar pequena para a turma que se concentra por ali. Quando as poucas mesas não são suficientes, um banquinho de plástico vira apoio para os cascos de Antarctica, Skol, Brahma (R$ 6,50 cada), Antarctica Original ou Heineken (R$ 8,00). O nome mais comum de se ouvir por ali é ?Jorginho?, apelido de José Jorge Souza, o único (e ágil) garçom. Ele leva às mesas porções simples, de dez unidades, vendidas a R$ 18,00. Entre as sugestões há quibe com requeijão, bolinha de queijo, bolinho de aipim com carne-seca e bolinho de camarão com catupiry. Recente, a carta de cervejas especiais conta com rótulos como as belgas Delirium Tremens e Duvel (R$ 28,00, 330 mililitros) e a checa Pilsner Urquell (R$ 28,00, 600 mililitros). Rua Maria Angélica, 197, loja 2, Jardim Botânico, ☎ 2286-3212 (20 lugares). 6h/2h (fecha dom.). Cc: M e V. Cd: R e V. Aberto em 1976.

BLACK BAR. No salão escuro aberto para a rua, espalham-se pufes brancos e jovens formam filas à procura de azaração. A empreitada de dois italianos, um brasileiro e uma francesa aposta na fórmula que combina caprichada carta de drinques e DJs atacando de música eletrônica de quinta a sábado. Na seção de comes aparece o combinado de bruschettas (R$ 32,80, seis unidades), com coberturas de cogumelo e queijo stracciatella, presunto de Parma com rúcula e lascas de parmesão e tomate com manjericão. Para beber, experimente o pepe rio (R$ 22,50), feito de cachaça, limão-siciliano e pimenta dedo-de-moça, ou o blood weiner (R$ 28,00), que leva aperol, vinho tinto, frutas da estação e espumante. Avenida General San Martin, 1219, Leblon, ☎ 3079-9581 (80 lugares). 20h/3h30 (fecha dom. e seg.). Entrada (qui. a sáb.): R$ 40,00 (mulher) e R$ 60,00 (homem). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2011.

PUB

MUD BUG. As duas unidades da rede atraem muita gente em dias de jogo de futebol. Na boa carta de cervejas destacam-se as irlandesas Guinness e Murphy?s (R$ 22,90 a lata de 500 mililitros). Também tem chope Brahma (R$ 5,90, 300 mililitros). Clássicos locais, as asas de frango refogadas com cebola e pimenta calabresa (R$ 22,90, seis unidades) e a porção de anéis de cebola empanados (R$ 15,90) reinam nas mesas. Rua Paula Freitas, 55, loja A, Copacabana, ☎ 2235-6847, ? Cardeal Arcoverde (120 pessoas). 17h/2h (dom. 16h/0h). Cc: todos. Cd: todos. ?; Rua Rodolfo Dantas, 16, loja A, Copacabana, ☎ 2543-5052, ? Cardeal Arcoverde (300 pessoas). 17h/3h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). Entrada: R$ 16,00 (ter. a qui. até 22h; R$ 22,00 a partir de 22h). ↔ www.mudbug.com.br. Aberto em 2003.

TRADICIONAIS

BAR BRASIL. Pelo salão circula um dos melhores e mais tradicionais chopes da cidade. Eleito patrimônio cultural do Rio de Janeiro no fim de 2011, o bar mantém um raro exemplar de torre de chope sobre o balcão. A bebida passa por uma serpentina de 66 metros, resfriada com gelo, e é acompanhamento perfeito para pratos da culinária alemã ou petiscos. Fazem sucesso o bolinho de bacalhau (R$ 24,00, dez unidades) e o croquete de carne (R$ 25,00, seis unidades). Duas sugestões típicas são o mix de salsichas, branca, de vitela, suíça, salsichão tradicional e tipo frankfurt (R$ 38,00 a porção) e o suculento kassler (R$ 56,00, para dois), que pode ser guarnecido de salada de batata ou arroz de lentilhas com batatas coradas. Avenida Mem de Sá, 90, Lapa, ☎ 2509-5943 (80 lugares). 11h30/0h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 1907.

BAR LAGOA. Merecidamente, o endereço foi o vencedor da categoria melhor chope na última edição do especial ?Comer & Beber?, publicado por VEJA RIO. Caldeiretas (R$ 5,00, da Brahma), com o devido colarinho alto, multiplicam-se pelo salão art déco, onde saltam aos olhos as composições geométricas e os revestimentos de mármore de Carrara. Os tonéis metálicos são armazenados em câmaras frigoríficas e já chegam gelados à chopeira com 50 metros de serpentina. Curiosidade: a espuma do chope é usada na receita da elogiada salada de batata que serve de guarnição para os pratos alemães. Entre as sugestões figuram o par de salsichões (R$ 31,00) e o rosbife (R$ 34,00). Avenida Epitácio Pessoa, 1674, Lagoa, ☎ 2523-1135 (250 lugares). 18h/2h (sáb. e dom. a partir das 12h). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.barlagoa.com.br. Aberto em 1934.

Fonte: VEJA RIO