ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BARES-RESTAURANTES

FILÉ DO LIRA. Na movimentada esquina da Rua João Lira e Ataulfo de Paiva, filas de famílias e gente saindo da praia se formam na porta do salão climatizado. Durante a espera, peça um chope Brahma (R$ 4,80 a caldeireta) e uma porção de linguiça de churrasco (R$ 11,50, três unidades com farofa e molho à campanha). No cardápio há atrações como o filé que leva o nome da casa (R$ 61,50, para dois), acompanhado de arroz, batata frita, feijão, farofa, molho acebolado e um ovo frito. Se o intuito for ficar apenas nos belisquetes, também vale a pedida o camarão à milanesa (R$ 27,90). Avenida Ataulfo de Paiva, 658, Leblon, ☎ 2294-4397 (70 lugares). 9h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 2010.

MARCÔ BAR E RESTAURANTE. No charmoso casarão centenário em Santa Teresa, a pedida é chegar no fim das tardes de sexta ou sábado, pedir uma cerveja gelada (R$ 8,00 a garrafa de 600 mililitros de Original, Serramalte ou Bohemia) e se deixar levar pelo jazz ou samba tocados ao vivo. No cardápio há refeições completas, como a feijoada (R$ 70,00, para duas pessoas), e tira-gostos, a exemplo do filé-mignon aperitivo acebolado (R$ 30,00) escoltado por farofa e da isca de peixe empanada ao molho tártaro (R$ 25,00). Rua Almirante Alexandrino, 412, Santa Teresa, ☎ 2531-8787 (70 lugares). 11h/0h (dom. até 17h). Cc: todos. Cd: todos. Couver art.: R$ 10,00 (sex. a partir das 16h; sáb. a partir das 15h). ? Aberto em 1990.

BOTEQUINS

BAR DO DAVID. Turistas e locais sobem a Ladeira Ary Barroso a pé ou de mototáxi para provar os quitutes que fizeram a fama do mergulhador David Vieira Bispo. Item mais famoso da lista, a feijoada de frutos do mar (R$ 19,00 por pessoa) leva feijão-branco, lula, polvo, peixe, camarão e mexilhão -- chegam a ser vendidos 200 pratos por fim de semana. São novidades no cardápio o croquete de frutos do mar (R$ 21,90, quatro unidades) e o tropeiro carioca (R$ 16,00), reunião de feijão-tropeiro, couve, bacon, carne-seca, linguiça calabresa e laranja. Para beber, há garrafas de Brahma, Antarctica, Skol (R$ 5,00 cada uma), Antarctica Original, Bohemia (R$ 7,00), Therezópolis (R$ 12,00) e Stella Artois (R$ 16,00, 975 mililitros). Ladeira Ary Barroso, 66, loja 3 (Chapéu Mangueira), Leme, ☎ 7808-2200 (80 lugares). 12h/17h (sáb. e dom. até 20h). Cd: todos. ? Aberto em 2010.

BELMONTE. Há dez anos, o cearense Francisco Antônio Rodrigues Pinto comprou um antigo boteco na Praia do Flamengo e ali deu início à rede de pés-limpos Belmonte. A fórmula de sucesso é simples: ganharam a confiança do público as empadas -- como a aberta de carne-seca com catupiry (R$ 7,70 a unidade) e a fechada de palmito (R$ 4,90) -- e o chope gelado e bem tirado (R$ 4,90 a tulipa; R$ 6,20 a caldeireta). Na parte de bebes, assinada por Gustavo Stemler (ex-Meza Bar), são novidades na filial do Leblon os drinques: o mojito tomate-cereja (R$ 19,00) leva rum com tomate seco feito na própria casa. Para beliscar, entraram em cena tapas como o montadito de queijo de cabra com abobrinha grelhada (R$ 15,00 com três) e o croquete de jamón (R$ 10,00, três unidades). Praia do Flamengo, 300, loja B, Flamengo, ☎ 2552-3349 (58 lugares). 9h/2h. Cc: D, M e V. Cd: todos; Rua Dias Ferreira, 521, Leblon, ☎ 2294-2849 (160 lugares). 11h/4h (dom. até 3h). → ↔ ? 9h/2h. Cc: todos. Cd: todos. Mais cinco endereços. www.botecobelmonte.com.br. Aberto em 2002.

BOTECO CARIOQUINHA. Depois de uma reforma em 2010, o ponto aberto há quase cinquenta anos deixou para trás seus ares de pé-sujo e investiu em um caprichada carta de cervejas, que já conta com 150 rótulos. Na seção das belgas há Tripel Karmeliet (R$ 30,90, 330 mililitros) e La Chouffe (R$ 31,90, 330 mililitros). Da Escócia vem a Ola Dubh Special Reserve 40 (R$ 79,90, 330 mililitros), a mais cara da lista, envelhecida em barris de carvalho que foram usados na maturação do uísque puro malte Highland Park 40 anos. No departamento comestível, o carro-chefe é o filé-mignon acebolado servido no pão italiano (R$ 34,00). Também tem seus fãs o sanduíche de mortadela (R$ 8,00). Avenida Gomes Freire, 822, loja A, Lapa, ☎ 2252-3025 (120 lugares). 11h/1h (qui. a sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ Aberto em 1966.

CLIPPER. Em dias de vitória do Flamengo, o endereço e suas cercanias ficam tomados por torcedores em festa. Não à toa: o proprietário português Antônio Vieira da Silva adotou o time carioca como seu clube de coração. A bebida onipresente é o sempre gelado chope Brahma (R$ 4,20 a caldeireta), que tabela bem com a porção de bolinho de bacalhau (R$ 35,00, vinte unidades). Depois da praia, também encontram boa saída o pernil fatiado e acebolado (R$ 28,00), com farofa e pão, e a fornida picanha fatiada (R$ 85,00), guarnecida de batata frita, farofa e molho à campanha. Rua Carlos Góis, 263, loja A, ☎ 2259-0148 (40 lugares). 8h/1h. Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1958.

COMBINADO CARIOCA. Em um cantinho da movimentada Rua Humaitá, a casa recorre a interessantes azulejos côncavos e piso de ladrilho hidráulico para compor a decoração. Barris de chope Brahma (R$ 4,50 a caldeireta) são conservados em uma câmara frigorífica. Para acompanhar, peça porções fartas como o combinado carioca (R$ 38,00), que traz batata frita, salada de repolho, cenoura, costelinha de porco e galeto. Fazem sucesso na seção de belisquetes o crocante bolinho de angu com rabada (R$ 4,00 a unidade) e os sequinhos pastéis de queijo de minas (R$ 17,00, meia dúzia). Para fugir do chope, a Bohemia escura é vendida em garrafa long neck por R$ 4,90. Rua Humaitá, 261, loja B, Humaitá, ☎ 3253-3210 (44 lugares). 7h/0h (seg. até 16h; sex. e sáb. até 2h; dom. e ter. até 23h). Cc: D, M e V. Cd: todos. → ? ↔ Aberto em 2011.

ENCHENDO LINGUIÇA. Inaugurado no Grajaú há seis anos, o boteco passou a atrair gente de todo canto. Além do chope Brahma gelado (R$ 4,20 a tulipa), ganhou fama com seu cardápio de embutidos de criação própria. O sucesso levou a dupla de sócios, Fernando Breschnik e Cláudio Toscano, a ampliar o negócio: abriu as portas neste ano, na Lapa, a primeira filial. No cardápio não faltam delícias como o joelho de porco (R$ 49,90, com três guarnições, entre vinte opções). Assada no forno de padaria, a popular ?TV de cachorro?, a carne ganha uma casquinha que preserva o interior suculento. Outro hit local é a linguiça croc (R$ 37,50 a porção), invenção de Breschnik, envolvida por fina e seca batata frita. Também faz bonito ao lado dos bebes o bacalhão (R$ 4,20 a unidade), bolinho de camarão e bacalhau sem farinha na massa. Na filial da Lapa, o chope oferecido é da marca Imperial (R$ 4,60 a tulipa), de Petrópolis. Avenida Engenheiro Richard, 2, loja A, Grajaú, ☎ 2576-5727 (70 lugares). 11h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ?; Rua Mem de Sá, 132, Lapa, ☎ 2508-6332 (160 lugares). 11h/0h (sex. e sáb. até 2h; dom. até 18h). Cc: M, V. Cd: R, V. www.enchendolinguica.com.br. ? ↔ Aberto em 2006.

O BUTECO TRADICIONAL. Oriundo de Campinas, São Paulo, o estabelecimento exibe balcão de mármore, paredes de azulejos e piso de ladrilho hidráulico que remetem aos botequins de antigamente. Experimente os croquetes de carne ou frango (R$ 24,90, oito unidades) ou os bolinhos de alho-poró (R$ 26,90, oito unidades). Para beber, escolha entre chope Brahma (R$ 4,50 a caldeireta) e garrafas de Antarctica Original (R$ 9,90) ou Bohemia (R$ 8,90). Constam na carta mais de quarenta rótulos de cachaça, entre eles a Mineiríssima (R$ 8,30 a dose) e a Salinas (R$ 7,30). Shows de MPB e pop rock embalam as noites de quinta a domingo, a partir das 21h. Avenida Benvindo de Novaes, 1800, Recreio, ☎ 2487-8710 (300 lugares). 17h/2h (sex. e sáb. até 3h; dom. até 0h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 6,50. www.obutecotradicional.com.br. → ↔ Aberto em 2007.

SHELTER BAR. O balcão sob luz azul com a reprodução do calçadão de Copacabana divide o espaço com o teto de espuma, material reaproveitado de uma obra ocorrida neste ano. Raul Maçãs, o chef, é responsável por elaborar uma parte de sanduíches de massa caseira, como o que leva peito de peru, molho pesto, mussarela e provolone (R$ 8,00). Outra dica é a tábua de frios (R$ 40,00, para quatro pessoas), que reúne quatro tipos de queijo, salame, presunto, azeitonas pretas e verdes e pão. Na lista de cervejas, as belgas Leffe e Hoegaarden (R$ 12,00 cada garrafa long neck) são servidas em copo especial. Também são oferecidas as nacionais Antarctica Original e Bohemia (R$ 8,00 cada garrafa de 600 mililitros). Como o bar fica dentro de um albergue, a programação musical de sexta-feira tem como propósito integrar hóspedes e visitantes. Rua Farani, 18, Botafogo, ☎ 2551-0997 (30 lugares). 19h/1h (ter. a sex.). Cc: M e V. Cd: R e V. ↔ www.brothershostel.com.br. Aberto em 2009.

UNIVERSO DA CERVEJA. Cerveja gelada, porções fartas e promoções atraentes justificam as mesas sempre abarrotadas. Pelo salão de ambiente simples circulam cascos de 600 mililitros de Devassa Bem Loura (R$ 5,50), Antartica Original (R$ 7,20) e Skol (R$ 5,60). Na segunda e na terça, na compra de uma garrafa, a segunda sai de graça. Na lista de comes, a farta porção de picanha de sol na manteiga de garrafa com cebola, arroz, farofa, aipim cozido e molho à campanha custa R$ 69,00 e é distração suficiente para até quatro pessoas. Vendidas em mais de vinte sabores, as batatas rosti também encontram boa saída. As campeãs são as de camarão com catupiry (R$ 44,00) e de calabresa com queijo (R$ 41,00) -- preços válidos para o tamanho maior. Diariamente tem música ao vivo, com MPB e pop no repertório. Rua Almirante João Cândido Brasil, 134, loja C, Tijuca, ☎ 2268-6894 (350 lugares). 12h/2h (qui. a sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 3,00. www.universodacerveja.com.br. Aberto em 2002.

CARTA DE DRINQUES

ACADEMIA DA CACHAÇA. Ponto dos mais movimentados em uma galeria no Leblon, virou referência na cidade quando o assunto são purinhas. São mais de 100 os rótulos disponíveis na carta. Lidera a lista das mais vendidas a Lua Cheia (R$ 7,90), da cidade mineira de Salinas. Além das doses, a bebida aparece na caipira acadêmica (R$ 12,90), que leva a cachaça da marca Seleta, também mineira, limão-galego e mel. Na lista de petiscos figuram delícias como a bolinha de carne (R$ 23,80, 22 unidades) e o casquinho de caranguejo coberto com farofa (R$ 16,30). Há ainda empada de queijo de coalho com alecrim (R$ 7,90 a unidade) e, para refrescar, chope Brahma (R$ 5,40 a caldeireta). Rua Conde Bernadotte, 26, lojas E a G, Leblon, ☎ 2529-2680 e 2239-1542 (180 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: D, M e V. Cd: todos; Avenida Armando Lombardi, 800, loja 65 L (Condado de Cascais), Barra, ☎ 2492-1159 (200 lugares). 12h/1h (seg. até 17h, sex. e sáb. até 2h, dom. até 19h). Cc: todos. Cd: todos. ? www.academiadacachaca.com.br. Aberto em 1985.

CHOPE E CERVEJA

DEVASSA. Há dez anos a cervejaria carioca inaugurava sua primeira loja no Leblon -- hoje já extinta. Era o começo de uma trajetória que resultou em uma dezena de novas filiais na cidade, além de unidades em outros seis estados brasileiros. A razão do sucesso é a qualidade dos chopes de marca própria, nas versões loura (R$ 5,40), ruiva, negra, índia (R$ 6,80 cada um) e sarará (R$ 8,30), todos servidos na tulipa. Também são boa pedida para beber na casa os drinques autorais. O cosmo bier (R$ 17,90) mistura vodca, cerveja, aromatizante de romã, limão e licor de laranja. Na lista de comes figuram as fornidas porções servidas na chapa, a exemplo do gaúcho chapadão (R$ 47,90), reunião de fraldinha grelhada com batata rústica, farofa, molho à campanha e pão de alho. Os preços foram apurados na filial de Ipanema e podem variar de acordo com o endereço. Rua Prudente de Morais, 416, Ipanema, ☎ 2522-0627, ? General Osório (170 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔; Rua Olegário Maciel, 130, loja C, Barra, ☎ 2493-3028 (100 lugares). 12h/0h (qui. até 1h; sex. e sáb. até 3h). Cc: todos. Cd: todos. www.devassa.com.br. Mais oito endereços. Aberto em 2002.

FIM DE NOITE

LA FIORENTINA. Há mais de cinco décadas, o salão da tradicionalíssima casa é ponto de encontro de artistas e intelectuais -- não à toa, o compositor Ary Barroso (1903-1964), habitué das antigas, ganhou uma estátua em sua homenagem logo na entrada. Alguns famosos são homenageados nas sugestões do divertido cardápio em forma de jornal. Paulo Silvino dá nome ao filé aperitivo (R$ 32,00) e Otávio Augusto batiza a pizza de quatro queijos (mussarela, gorgonzola, provolone e parmesão; R$ 29,00). Ainda na seção de redondas, há a rodrigo santoro (R$ 25,00), com cobertura de tomate seco, mussarela de búfala e rúcula. Para beber, não invente muito: as pedidas certas são o chope Brahma (R$ 4,40, 300 mililitros) e a caipivodca de limão (R$ 9,50). Avenida Atlântica, 458, Leme, loja A, ☎ 2543-8395 (220 lugares). 24 horas. Cc: todos. Cd: todos. → ↔ Aberto em 1957.

SIMPLESMENTE. É um dos poucos estabelecimentos da boemia de Santa Teresa que esticam o horário madrugada adentro. A cerveja em garrafa de 600 mililitros das marcas Antarctica e Brahma custa R$ 6,00, enquanto a Bohemia, a Serramalte e a Original saem por R$ 7,00 cada uma. Para petiscar, aposte na calabresa acebolada (R$ 17,00 a pequena; R$ 22,00 a grande), acompanhada de farofa, molho rosé e pão, ou na porção de carne-seca com aipim, farofa e manteiga de garrafa (R$ 28,00 a pequena; R$ 35,00 a grande). Rua Paschoal Carlos Magno, 115, Santa Teresa, ☎ 2507-1365. 16h/3h30 (sex. até 4h30; sáb. 13h/4h30; dom. 13h/2h30; fecha seg.). www.barsimplesmente.com.br. Aberto em 1996.

PARA IR A DOIS

ADEGA TIMÃO. Estabelecimento hoje nas mãos do chef português Joaquim Santos, em parte responsável pela revitalização de um pedaço do Centro com jeito de Rio antigo -- ele já teve outros negócios por lá, mas é dono também da pizzaria Ben Fatto, na mesma área. Com 22 opções, a seção de tapas permite a escolha de dois (R$ 26,00) ou três (R$ 36,00) itens reunidos em uma porção. Entre as dicas figuram a lula afundada, cozida com batata e curry; a anchova com camarão, servida no pão com alho e azeite; a sardinha à marinheira, frita, ao molho de alcaparra e manjericão, e a campeã de pedidos, a porção de presunto cru com cogumelo. Para matar a sede, decida-se entre o chope gelado da Brahma (R$ 5,00 a caldeireta) e a sangria de espumante com frutas na jarra (R$ 56,00,

1 litro). Rua Visconde de Itaboraí, 10, Centro, ☎ 2516-1065 e 2263-9011 (200 lugares). 12h/0h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 1999.

BAR LOUNGE SAN REMO. Desde maio, funcionam no Complexo Lagoon os restaurantes Giuseppe Grill Mar, Gula Gula, Pax Delícia e Quadrifoglio Caffè. Todos rodeiam um quiosque central, conhecido como San Remo. No balcão circular são preparados drinques assinados por Waldeck Rocha, barman com serviços prestados a casas como Gourmet, Club Chocolate e Giuseppe Gril. Acomodado, de preferência na ampla varanda com vista para a Lagoa, o visitante pode saborear os bebes acompanhados de tira-gostos, inventivos e diminutos, criados pelo chef Marcones Deus, do Pax. Entre as dicas de ceviche, uma versão saborosa reúne peixe branco, lâminas de lima-da-pérsia, pimenta-biquinho e cebola-roxa (R$ 27,00). A lista de opções inclui ainda mignon de sol com queijo de coalho frito e cebola dourada (R$ 29,00). Na hora de escolher a bebida, vá além do chope Heineken (R$ 4,60, 300 mililitros): os piscinões (R$ 23,00) são caipirinhas servidas em copos generosos, feitas com caju, tangerina, maracujá ou morango. Avenida Borges de Medeiros, 1424, Lagoa, ☎ 2249-8762 (220 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). → ↔ Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 12,00). Aberto em 2012.

WINE BAR

ZOT GASTROBAR. Trata-se de um reduto de vinhos em Copacabana. Na carta de cinquenta rótulos há opções com preços e paladares convidativos, servidas em garrafa ou taça. Na seção de espumantes, destaque para os nacionais Maximo Boschi Brut e Adolfo Lona, rosé (R$ 59,00 cada garrafa). O espanhol Artero Tempranillo La Mancha 2010 (R$ 51,00) e o argentino Trumpeter Malbec 2010 (R$ 71,00) são rótulos fixos no setor de tintos. No menu, criado por Ciça Roxo, pratos que valorizam ingredientes nacionais são servidos em pequenas porções. É o caso da degustação de queijos de cabra da Fazenda Genève, de Teresópolis (R$ 39,00), que traz quatro variedades da iguaria. Na parte chamada de ?crocâncias?, a dica é o bolinho de estudante salgado com camarão (R$ 21,00, três unidades), envolvido por massa de tapioca e servido com molho de pimenta. Na terça-feira o pequeno salão vira palco de apresentações de jazz ao vivo (R$ 15,00 de couvert artístico). No domingo, a atração é outra: é dia de picadinho com purê de banana-da-terra e farofa de castanha (R$ 39,00). Rua Bolívar, 21, Copacabana, ☎ 3489-4363 (55 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. a partir de 12h). Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO