ROTEIRO DA SEMANA

Bares

Os melhores bares do Rio avaliados por nossa crítica

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

BAR-RESTAURANTE

SONHO LINDO. Paredes pintadas de amarelo ou revestidas de espelhos são o máximo de requinte neste ponto, que é desprovido de luxo mas prima pela eficiência. Caiu nas graças de um público na faixa dos 20 anos que encontra nas cervejas em garrafa o combustível para as noitadas de sexta e sábado. No almoço também costuma ficar cheio, graças a pratos que aliam fartura a preço atraente, a exemplo da picanha gaúcha (R$ 54,00, para três), que consiste em três bifes macios, linguiça, arroz, feijão, batata frita, farofa e molho à campanha. As louras são das marcas Brahma, Skol, Antarctica (R$ 5,00 cada uma), Bohemia e Antarctica Original (R$ 6,50). O menu tem ainda camarão empanado com catupiry (R$ 1,50 a unidade), além de porções de carne-seca com aipim frito (R$ 18,00) e frango à passarinho (R$ 18,00). A caipivodca de limão custa R$ 8,00. Rua das Laranjeiras, 335, loja A, Laranjeiras, ☎ 2285-1480 (42 lugares). 6h/1h (sex. a dom. até 2h). Cc: todos. Cd: todos; Rua Mario Portela, 16, Laranjeiras, ☎ 2558-5582 (60 lugares). 7h/2h. Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2007.

BOTEQUINS

BOTEQUIM IMPERIAL. Com referências ao Brasil imperial na decoração, a casa abriu no lugar de um dos pés-sujos do Baixo Voluntários, no quarteirão da rua mais próximo à praia. O banho de loja incluiu piso de ladrilho hidráulico, lustres de metal imitando cobre e sofás com mesas embutidas. Lá, as opções para acompanhar os cascos de Antarctica Original (R$ 8,00) e Antarctica (R$ 6,00) são bem simples. Vão do espetinho de carne (R$ 9,90) ou camarão (R$ 7,90) ao sequinho croquete (R$ 19,90, doze unidades). Também tem chope Brahma (R$ 4,50 a tulipa) e margarita frozen (R$ 15,90), à base de tequila e com raspas de gelo, nos sabores limão e maracujá. Rua Voluntários da Pátria, 25, loja C, Botafogo, ☎ 2527-4831, ? Botafogo (46 lugares). 8h/2h (qui. a sáb. até 4h). Cc: D, M e V. Cd: todos. Aberto em 2010.

CHICO & ALAÍDE. O lugar é comandado por duas autoridades da cultura de boteco carioca: o cearense Francisco Chagas Gomes Filho e a mineira Alaíde Costa, ambos egressos do tradicional Bracarense. Ela é a autora de preciosidades que já viraram clássicos, como o bolinho feijoadinha da mamãe (R$ 5,20), feito com massa de feijão-preto, recheado de couve, bacon e linguiça, e o choquinho (R$ 8,40), um camarão grande empanado, recheado de catupiry e envolto em batata palha. O chope, da Brahma (R$ 5,20 a tulipa), é tirado segundo as orientações de Chico, um reconhecido mestre nessa arte desde os tempos do Bracarense. Rua Dias Ferreira, 679, Leblon, ☎ 2512-0028 (80 lugares). 10h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 22h). Cc: todos. Cd: todos. ? ↔ www.chicoealaide.com.br. Aberto em 2009.

DA GEMA. Reproduções do calçadão de Copacabana e de painéis do profeta Gentileza reforçam a carioquice do endereço. Inventivo, o cardápio está em constante transformação, mas já ostenta alguns clássicos, como o aipana (R$ 3,70), um bolinho de aipim e banana, recheado de linguiça e couve. Outras pedidas criativas são a empada de rabada (R$ 3,70) e o caldo de jiló (R$ 7,00 o pequeno; R$ 12,00 o grande). Além de garrafas de 600 mililitros de Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,50 cada uma), serve caprichada caipirinha (R$ 12,00) nos sabores limão, maracujá, abacaxi, morango ou kiwi. Rua Barão de Mesquita, 615, lojas C e D, ☎ 2208-9414 (60 lugares). 17h/0h (qui. até 1h; sex. até 2h; sáb. 12h/2h; dom. 12h/20h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2009.

MEMPHIS BELLE CAFÉ. Muito procurado por funcionários da vizinha Furnas na happy hour, o botequim X-10 passou por uma reforma radical e reabriu com novo nome. Das especialidades expostas na vitrine fazem sucesso as empadas de camarão ou frango, a R$ 3,00 cada uma. Também podem fazer companhia para o chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa) as porções de croquete de carne e bolinho de bacalhau (R$ 17,90) e de carne de sol com aipim (R$ 29,00). Rua Real Grandeza, 196, Botafogo, ☎ 2286-7947 (44 lugares). 6h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2011.

PORTELLA BAR. Primeira filial carioca do negócio fundado em 1968 na Bela Vista, em São Paulo. No burburinho de Santa Teresa, de cara para o Largo dos Guimarães, serve feijoada aos sábados e domingos (R$ 40,00, para dois) ? além dos acompanhamentos habituais, o pedido traz bisteca. Na parte de belisquetes, encontram-se receitas originais de bolinhos, a exemplo da coxinha de carne-seca com catupiry (R$ 18,50, seis unidades) e do portadella (R$ 32,00, com oito), um pastel de massa folhada recheado de mortadela, pistache e requeijão. Para beber, não invente: peça o chope Brahma (R$ 4,90 a caldeireta). Rua Paschoal Carlos Magno, 139 e 141, Santa Teresa, ☎ 2507-5181 (160 lugares). 17h/2h (sáb. a partir de 12h; dom. 12h/22h; fecha seg.). Cc: D, M e V. Cd: todos. www.portellabar.com.br. Aberto em 2011.

TOCA DO BAIACU. Incluído na última reforma, o piso quadriculado preto e branco disfarça, mas não consegue negar as origens simples desse concorrido pé-sujo, nascido já na era das grandes redes. A freguesia chega em busca, principalmente, da costela de boi no bafo (R$ 34,00), acompanhada de batata portuguesa, molho à campanha e farofa. Cortada no formato aperitivo, a carne também aparece no mistão (R$ 35,00), ao lado de frango à passarinho, batata frita, linguiça, filé aperitivo, farofa, batata portuguesa e molho à campanha. Servido em porção de seis unidades (R$ 16,00), o pastel pode ser recheado de camarão com catupiry, costela, carne ou queijo. O lugar ferve na happy hour, em especial na terça, a partir das 19h, quando acontece a roda de choro. No sábado a música começa a rolar às 13h. Completa a diversão a cerveja em garrafa das marcas Antarctica Original e Brahma Extra (R$ 7,50 cada uma). Rua do Ouvidor, 41, Centro, ☎ 2509-6520 (138 lugares). 11h/1h (fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2006.

CHOPE E CERVEJA

BELGIAN BEER PARADISE. Apesar de ser mais uma loja do que um bar, é possível degustar alguns rótulos por ali mesmo. Especializada em cervejas belgas, como o nome sugere, a casa oferece marcas como a Tripel Karmeliet (R$ 21,90 a long neck), à base de três cereais (cevada, aveia e trigo). Pedida mais ousada (e mais cara) é a também trapista Rochefort 10 (R$ 35,90, 330 mililitros), com 11,3% de volume alcoólico. Para petiscar, duas sugestões são o mix de salsichas ou a porção de presunto cru (R$ 24,90 cada pedido). Rua Visconde de Pirajá, 580, sobreloja 213, Ipanema, ☎ 3256-2595 (30 lugares). 10h/19h (sex. e sáb. 12h/22h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ? www.beerparadise.com.br. Aberto em 1999.

IL PICCOLO CAFFÈ. O nome italiano pode enganar: a cozinha prepara especialidades da Alemanha, terra natal da proprietária Anne Hofmeister. Mais de 200 rótulos de cerveja são exibidos em uma chamativa vitrine. Entre as marcas disponíveis figuram a alemã Schneider Tap 5 (R$ 22,90, 500 mililitros), com forte presença de lúpulo, e a checa Pilsner Urquell (R$ 22,90, 500 mililitros). Na parte comestível, as pedidas são o frikadellen (R$ 21,90, duas unidades), um saboroso bolo de carne, a costelinha suína ao molho de curry (R$ 24,90) e o mix de salsichas (R$ 20,00, oito unidades), com os tipos vermelha apimentada, branca com especiarias e branca com cebola. Duas mesas do lado de fora confortam os fumantes. Rua do Carmo, 50, Centro, ☎ 2224-8022, ? Carioca (30 lugares). 8h/22h (seg. até 20h; ter. até 21h; fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2001.

DRINQUES

SHOOTERS. Formado em gastronomia pela Estácio de Sá e com passagem pelo balcão do Mud Bug, em Copacabana, o barman Philipe Mello abriu seu próprio negócio há dois anos. O lugar tem decoração que remete ao universo das histórias em quadrinhos e boa carta de drinques. Na lista, o black widow (R$ 18,00) leva rum branco, amora, xarope de mirtilo, limão e prosecco. As versões de caipirinha (R$ 16,00) têm receitas surpreendentes, caso da mistura de morango, vinagre balsâmico, espumante e vodca. Para comer, opte pelo gurjão de frango com mostarda (R$ 22,00 a porção) ou pelo filé aperitivo com torradas (R$ 35,00). Entre os hambúrgueres, o shooter burger (R$ 18,00) traz carne de picanha, queijo cheddar, alface e cebola, na companhia de batata frita. O lounge no anexo recebe festas com DJs e música ao vivo, de terça a domingo, sempre a partir das 20h30. Rua Nelson Mandela, 100, loja 124, Botafogo, ☎ 3281-7629, ? Botafogo (84 lugares). 19h/3h30 (seg. a qua. até 1h; qui. até 2h; fecha dom.). Entrada: R$ 10,00 (a partir das 22h). Cc: todos. Cd:

todos. ? shootersriodejaneiro.blogspot.com. Aberto em 2010.

EM HOTEL

BAR DOS DESCASADOS. Parte do charmoso Hotel Santa Teresa, que hospedou a cantora inglesa Amy Winehouse (1983-2011) em sua única passagem pelo país, tem linda vista para o topo dos casarões do bairro e para a Zona Norte. Pelo ambiente se espalham sofás rústicos de madeira, poltronas e móveis do tipo chaise longue. A atmosfera romântica é reforçada pela boa oferta de drinques. Além de sugestões como a garrafa de Chandon Brut (R$ 100,00), são boas pedidas o garota descasada e o garoto mal casado (R$ 31,00 cada um). A versão feminina leva cachaça, morango, vinagre balsâmico e limão. Na opção masculina, o destilado usado é a vodca. Para petiscar, o filé-mignon oriental (R$ 30,00) é servido em cubos com legumes e molho especial e acompanhado de pão grelhado. Rua Felício dos Santos, s/nº (Hotel Santa Teresa), Santa Teresa, ☎ 3380-0200 (200 lugares). 12h/0h. Cc: A, M e V. Cd: todos. ↔ Estac. c/manobr. (R$ 10,00). www.santateresahotel.com. Aberto em 2008.

LOBBY BAR. Dentro do Rio Othon Palace, é pouso para hóspedes e turistas que fazem da caipirinha (R$ 16,00) o drinque mais pedido do cardápio. De quinta a sábado, o ambiente abriga apresentações ao vivo de voz e violão, na happy hour. Servidas em garrafa long neck, há cervejas Brahma Extra (R$ 9,00) e Bohemia (R$ 10,00). No cardápio, a dica é apostar nos sanduíches: o hambúrguer de salmão (R$ 25,00) leva alface, pepino em conserva e cebola. O leme (R$ 21,00) é preparado com filé-mignon, queijo, cebola, alface e tomate e servido no pão francês. Avenida Atlântica, 3264, térreo, Rio Othon Palace Hotel, Copacabana, ☎ 2106-1500 (28 lugares). 8h/1h. Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 1975.

ESPORTES

SPORTV POINT. Comes, bebes e pancadaria na TV. Indigesta para uns, a combinação é uma das atrações principais deste espaço, que ferve nos dias de transmissão das lutas de MMA. Quando estão na cidade, as estrelas do ringue Anderson Silva e Rodrigo Minotauro costumam bater ponto por lá. Parte da varanda é reservada a uma área vip, com sofá e telão 3D de 55 polegadas. Nove mesas têm monitores de 15 polegadas, onde é exibida a programação do canal que dá nome ao esta-

belecimento, além das opções de pay-per-view. Porções de nachos (R$ 23,90) e de quesadilla de queijo (R$ 23,90) caem bem com a frozen margarita (R$ 16,55 a taça) de tamanho generoso. No sportv mix (R$ 33,90), a quesadilla aparece ao lado de três mini-cheeseburgers e de anéis crocantes de cebola empanados. Bem gelado, o chope Brahma pode ser servido na caldeireta (R$ 3,70) ou na caneca a zero grau (R$ 5,50). Avenida Érico Veríssimo, 821, Barra, ☎ 3259-6382 (120 lugares). 17h/2h (sáb. e dom. a partir das 12h). Cc: A, M e V. Cd: todos. Manobr. R$ 10,00. ? ↔ Aberto em 2010.

FIM DE NOITE

CERVANTES. Seu balcão é porto seguro para os notívagos que apreciam um bom sanduba, feito com velocidade impressionante e recheado de ingredientes em quantidades generosas. É o caso de um dos maiores clássicos da cidade, o pernil com abacaxi (R$ 14,00) servido em pão de leite caseiro. Outras dicas são o filé com queijo e abacaxi (R$ 21,00) e o cervantes especial (R$ 21,00), de filé-mignon, patê e abacaxi. Escolhido o sabor, não deixe de provar o bem tirado chope Brahma (R$ 5,50 a caldeireta). Avenida Prado Júnior, 335, loja B, Copacabana, ☎ 2275-6147 e 2542-9287 (40 lugares). 12h/4h (sex. e sáb. até 6h; fecha seg.). Cc: todos Cd: todos; Avenida Ayrton Senna, 3000, loja 2068 (Shopping Via Parque), Barra, ☎ 2421-1068 (180 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 5,00 por uma hora); Avenida das Américas, 5777, loja 112 (Comercial Park Palace), Barra, ☎ 2438-1458 (200 lugares). 12h/3h (fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. www.restaurantecervantes.com.br. Aberto em 1955.

BAR DO TEATRO. Reformado, o antigo almoxarifado da La Fiorentina ganhou decoração acolhedora, com paredes vermelhas e piso quadriculado em preto e branco. Assinado por Chico Caruso, um painel na entrada exibe dezenas de rostos de famosos. Delicioso, o filé aperitivo juliana paes (R$ 28,00 a porção) tem textura tenra e sabor marcante. Também são boas pedidas a porção de camarão ao alho e óleo (R$ 33,00) e o misto de frios (R$ 21,00), com presunto cru, mortadela, salame, copa e presunto royale. Para beber, peça o correto chope Brahma (R$ 4,60 a tulipa). Avenida Atlântica, 458, Leme, loja A, ☎ 2543-8395 (50 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 4h). Cc: todos. Cd: todos.Aberto em 2012.

MÚSICA AO VIVO

ANTIGAMENTE. É um dos bons endereços gastronômicos do centro histórico. Na sexta e no sábado, é servida a famosa feijoada (R$ 46,90, para duas pessoas). No cardápio fixo, destacam-se itens preparados com costela bovina. Ela entra no pastel (R$ 4,80 a unidade) e no sanduíche gabrielzinho (R$ 18,90), que, além da carne desfiada, tem mussarela e é preparado na ciabatta. Também pode ser servida desfiada, acompanhada de farofa (R$ 19,90). O chope gelado da Brahma (R$ 4,90 a caldeireta) faz a alegria de quem trabalha no Centro e passa por ali para relaxar no fim do expediente. Aos sábados, na rua, têm lugar rodas de samba e choro. Rua do Ouvidor, 43, Centro, ☎ 2507-5040 (150 lugares). 11h30/0h (sáb. até 18h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2003.

BOTEKO DO JUCA. Mesmo depois da morte do sócio que dá nome ao bar, o português Juca Ribeiro, em 2009, o nome foi mantido e a especialidade lusitana resiste. Do mezanino é possível assistir aos números de voz e violão, no térreo. O bacalhau desfiado entra no bolinho (R$ 16,00 a dúzia) e no pastel (R$ 3,00 a unidade), boas companhias para o chope Brahma (R$ 3,99 a caldeireta). Dica mais robusta, a carne de sol com baião de dois chega à mesa acompanhada de aipim frito (R$ 42,00, para duas pessoas). Avenida Mem de Sá, 95, Centro, ☎ 2242-5372 (200 lugares). 12h/2h (sex. e sáb. até 3h30). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 4,00 a R$ 8,00 (diariamente a partir de 21h). www.botekodojuca.com.br. Aberto em 2006.

PONTAPÉ BEACH. Em um belo armazém de 1938, à beira da Praia da Ribeira, a proprietária e quituteira Rose Coelho instalou uma versão ampliada de seu primeiro bar. Brilham na cozinha do lugar o croquete de arroz de brócolis e bacalhau, conhecido como bacalhauzinho da derci (R$ 19,50, seis unidades), e o croquete de salmão ao molho de maracujá (R$ 12,00, seis unidades). Para beber, além do chope Brahma (R$ 4,00 a tulipa), há cerveja em garrafa das marcas Antarctica Original e Bohemia (R$ 6,50 cada uma). De terça a domingo a música ao vivo toma conta do ambiente a partir das 20h. Praia da Ribeira, 63, Ilha do Governador, ☎ 3495-2285 (280 lugares). 18h/0h (sáb. a partir de 12h; dom 12h/17h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert art.: R$ 3,00 (ter. a qui.) e 4,00 (sex. a dom.) www.pontapebeach.com. Aberto em 2005.

THE MAZE. Uma estreita viela leva ao endereço. Na favela Tavares Bastos, onde também está instalada a sede do Batalhão de Operações Especiais (Bope), o albergue é palco de animadas jam sessions e noites de rock. Apenas nesses dias o espaço é aberto para quem não é hóspede. Oferece deslumbrante vista para o Pão de Açúcar, explorada no clipe do hit Beautiful, do rapper Snoop Dogg. O bar é comandado pelo proprietário, o inglês Bob Nadkarni. Para beber, escolha entre caipirinha de limão (R$ 10,00) e cascos de Heineken (R$ 12,00) ou Itaipava (R$ 10,00). As opções de tira-gosto são escassas. Fique com a porção de carne fatiada (R$ 10,00), saída da churrasqueira e servida com molho à campanha, farofa e batata frita (R$ 6,00), ou esfihas de queijo e frango com ricota (R$ 6,00, três unidades). Em três sextas-feiras do mês, rola a programação de jazz e rock ? vale consultar o site para saber maiores detalhes dos dias de show. A casa não trabalha com cartão. Rua Tavares Bastos, 414, casa 66, Catete, ☎ 2558-5547 (150 pessoas). 21h/3h (somente sex.). Entrada: R$ 30,00 (noites

de jazz) e R$ 20,00 (noite de rock). www.jazzrio.com. Aberto em 2005.

PARA PAQUERAR

BLACK BAR. Ao lado da boate Melt e na frente do badalado albergue Z.Bra, o pequeno ponto, sempre com fila na porta, atrai jovens em busca de paquera. Empreitada de dois sócios italianos, um brasileiro e uma francesa, tem fórmula de disco-bar: carta de drinques atraente e DJs atacando de música eletrônica. Campeão de pedidos, o blood weiner (R$ 28,00) é preparado com aperol, vinho tinto, fruta de estação e espumante ? a mistura funciona. Em garrafa long neck, há cervejas Cerpa (R$ 10,00) e Bohemia (R$ 10,00). Na parte comestível, os pastéis chegam à mesa em porção mista (R$ 26,90), com duas unidades de cada recheio: carne com gorgonzola, camarão com pupunha e queijo italiano caccio cavalo. Avenida General San Martin, 1219, Leblon, ☎ 3079-9581 (80 lugares). 20h/3h30 (fecha dom. e seg.). Entrada (qui. a sáb.):

R$ 40,00 (para mulheres, revertidos em consumo no bar) e R$ 60,00 (para homens, revertidos em consumo no bar). Cc: todos. Cd: todos. ↔ Aberto em 2011.

MARQUÊS DA GÁVEA. Aberto no lugar onde funcionava um salão de beleza, o botequim marcou a chegada da marca Devassa ao concorrido ponto de azaração, pondo fim ao monopólio da Brahma no local. Tem balcão de madeira e torre de chope enfeitada pelas formosas curvas de uma pin-up. A caldeireta de chope (R$ 4,80) divide as atenções com os cascos de Devassa Bem Loura (R$ 5,50; 600 mililitros), Baden Baden (R$ 24,90, 600 mililtros) e Eisebahn (R$ 12,00 a long neck). Com preços entre R$ 5,90 e R$ 7,50, os espetinhos chegam à mesa nas versões de filé-mignon, frango, peixe à doré, minissalsichas e linguiça. Praça Santos Dumont, 126, loja A, Gávea, ☎ 3114-0780 (40 lugares). 11h30/1h. Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2010.

TÔ NEM AÍ. Inaugurado há cinco anos, tomou o lugar do Bofetada na preferência da turma GLS em Ipanema. Por dentro, lembra um pub, mas o salão completamente aberto para a calçada garante um toque mais carioca. Além de cervejas long neck Stella Artois (R$ 7,90) e Skol Beats (R$ 6,90), há drinques como o sex on the beach (R$ 17,90; vodca, licor de pêssego, suco de laranja e groselha) e chope Brahma (R$ 4,90 a caldeireta). Para beliscar, prove o sanduíche de picanha com queijo no pão ciabatta, escoltado por salada e batata frita (R$ 25,90), dica mais robusta, ou a porção de bolinho mista (R$ 20,90, dez unidades), que traz recheios de aipim com carne-seca, aipim com catupiry, camarão, bacalhau, queijo e quibe. Rua Farme de Amoedo, 57, Ipanema, ☎ 2247-8403, ? General Osório (120 lugares). 12h/3h (sex. e sáb. até 4h30). Cc: todos. Cd: todos. ? Aberto em 2006.

TAPAS

VENGA! Precursor da moda das tapas no Rio, ainda forma filas nas duas unidades, mesmo três anos depois de abrir as portas. Para se reinventar, depois de muito inspirar a concorrência, a casa passou a oferecer, em maio, onze novas receitas elaboradas pelo chef carioca Rafael Costa e Silva (que trabalhou no espanhol Mugaritz, considerado o terceiro melhor restaurante do mundo pela revista inglesa Restaurant). É ideia dele o úmido e saboroso falso risoto (R$ 18,00), preparado com massa tipo orzo, presunto espanhol e parmesão. Outra pedida acertada traz mexilhões servidos na própria casca com molho bechamel e presunto (R$ 16,00, três unidades). Antes restrita a sangria e cervejas, a seção de bebidas também foi ampliada, sob a consultoria do português João Eusébio. Entre as nove opções disponíveis figura o aromático bilbao (R$ 27,00), de pacharán, um licor espanhol, água de flor de laranjeira, suco de limão-siciliano e suco de cranberry. Suave, o el born (R$ 27,00) tem o nome de um agitado bairro da capital catalã: leva gim, licores de laranja e de lichia, água tônica e suco de limão. Rua Garcia D?Ávila, 147, loja B, Ipanema, ☎ 2247-0234 (84 lugares). 12h/0h (qui. e sex. até 1h; sáb. 9h/1h; dom. 9h/0h); Rua Dias Ferreira, 113, loja B, Leblon, ☎ 2512-9826 (34 lugares). 12h/1h (seg. a partir das 18h). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.venga.com.br. Aberto em 2009.

TRADICIONAL

BAR DO MOMO. O balcão de alumínio com vitrine ocupa boa parte do salão, mas espaço não é problema: o proprietário Antonio Lopes dos Santos costuma colocar mesas na calçada. De fabricação própria, fazem sucesso os salgadinhos: destaque para os bolinhos de aipim com camarão e catupiry (R$ 3,50), de arroz com queijo e linguiça (R$ 2,50) e de bacalhau (R$ 3,00). Para beber, peça cerveja em garrafa das marcas Original, Bohemia (R$ 6,00 cada uma) e Skol (R$ 5,00). Não aceita cartões. Rua General Espírito Santo Cardoso, 50, loja A, Tijuca, ☎ 2570-9389 (18 lugares). 6h/0h (sex. até 2h; dom. até 18h). ? Aberto em 1973.

WINE BAR

ZOT GASTROBAR. Vizinha de movimentados concorrentes na Rua Bolívar, a exemplo do Espelunca Chic e do Bar da Garrafa, a casa se firmou como um bom ponto para tomar vinho em uma região onde o chope predomina. Na carta de cinquenta rótulos, há opções de preços e paladares convidativos, servidas em garrafa ou taça. Entre as sugestões nacionais figura o espumante gaúcho Antonio Dias Moscatel (R$ 54,00 a garrafa e R$ 15,00 a taça) e o Casa Valduga Gewurztraminer 2011 (R$ 51,00). Na seção de estrangeiros, a pedida é o chileno Albamar Sauvignon Blanc 2010 (R$ 49,00). O menu, criado por Ciça Roxo, traz pedidas como a carne barreada, servida na panelinha de cerâmica, acompanhada de purê de mandioca, farofa amarela e molho de pimenta (R$ 31,00 a meia-porção). Na parte chamada de ?crocâncias?, a dica é o bolinho de estudante salgado com camarão (R$ 21,00, três unidades), feito com massa de tapioca e servido com molho de pimenta. Rua Bolívar, 21, Copacabana, ☎ 3489-4363 (55 lugares). 18h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. a partir de 12h). Cd: todos. Cc: todos. Aberto em 2012.

Fonte: VEJA RIO