RESTAURANTES

Combinação promissora

Voltado para a Baía de Guanabara, novo Santè une comida e arte no antigo Casarão Hermê

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪

roteirorestaurantesabre3.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

O belo imóvel de 1853 onde funcionou o Casarão Hermê, misto de centro cultural e boate em Santa Teresa, tem novos inquilinos. No último dia 4, a produtora cultural Dani Vieira e os chefs Marcelo Castiglia e Bruna Percu abriram ali o Santè, reduto de comida contemporânea que também vai abrigar exposições e apresentações musicais, seguindo a vocação do bairro para as artes. Já adornam as paredes telas de Veridiana Leite e fotos de Mariana Kader. Bem cuidada, a ambientação parece querer atrair uma turma descolada na casa dos 30 anos ? há trilha sonora com DJ todo dia e, às quintas, jazz ao vivo.

Depois de descer a escada e passar pelo bar, o visitante depara com bela vista da Baía de Guanabara. Na varanda, a refeição começou impecável. Tanto as vieiras sobre purê de fruta de pupunha e beurre blanc de tangerina (R$ 25,00) quanto os cogumelos-de-paris recheados de shimeji sobre molho de mascarpone e páprica (R$ 20,00) estavam ótimos e bem apresentados. Também agradou o leve nhoque de berinjela com molho de tomate fresco e crocantes de manjericão (R$ 17,00), item da lista de pequenas porções batizada de gourmetzinhos.

Depois do animador abre-alas, as receitas escolhidas apresentaram desequilíbrio, sobretudo por causa de acompanhamentos inexpressivos. O filé-mignon alto, grelhado no ponto pedido, envolto em imperceptível crosta de café e valorizado por caramelo de bourbon (R$ 46,00), merecia melhor companhia do que a modesta saladinha de rúcula. O saboroso filé de robalo, grelhado depois de marinado em missô (pasta fermentada de arroz e soja), chega ao lado de endívias grelhadas e rosti de legumes (R$ 42,00), o que também não diz muita coisa. Deliciosa, a peça de coxa e sobrecoxa de pato no tucupi (R$ 44,00), guarnecida de arroz de jasmin de jambu e cascas de ervilhas tortas, só precisava de um pouco mais de molho. Na sobremesa, o petit gâteau de chocolate e gengibre com sorvete de café (R$ 14,00) cumpriu bem seu papel. A carta de vinhos elenca apenas rótulos chilenos, a exemplo do bom El Huique Chardonnay 2009 (R$ 55,00), mas deve ser ampliada em breve.

Santè. Rua Hermenegildo Barros, 193, Santa Teresa, ☎ 3042-2269 (62 lugares). 12h/2h (qui. a partir das 18h; dom. até 19h; fecha de seg. a qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Couvert art.: R$ 7,00 (a partir das 18h) ⑥ (R$ 60,00 a R$ 160,00) ? ↔ Aberto em 2011. $$

Fonte: VEJA RIO