Tradição à mesa

Sete casas onde modismos gastronômicos não têm vez

Um roteiro por endereços tradicionais na cidade 

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

image005
Fachada do Albamar: reminiscência do antigo mercado da Praça XV (Foto: Divulgação)

Albamar

No alto da histórica torre que restou do antigo Mercado Municipal da Praça XV, o revitalizado restaurante oferece um programa delicioso. No salão com bela vista para a Baía de Guanabara, a Ilha Fiscal e barquinhos coloridos ancorados logo em frente, o comensal degusta pratos esmerados, preparados sob os cuidados do experiente chef Luiz Incao, também sócio do empreendimento. Composto de camarão, lula, polvo e bolinho de bacalhau, o combinado albamar (R$ 65,00) é boa pedida para iniciar os trabalhos. Uma sugestão saborosa na etapa principal pode ser o camarão ao molho de champanhe, guarnecido de risoto de maçã verde e amêndoa (R$ 92,00). Praça Marechal Âncora, 186, Centro, ☎ 2240-8428 (120 lugares). 12h/23h (dom. até 17h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. Couvert: R$ 15,00 (individual). ⑤ ⑥ (R$ 65,00). → www.albamar.com.br. Aberto em 1933. $$$

Azumi_Ova de Salmão com codorna 01_Divulgação Rio Art Com 2
Dupla de ovas com ovo de codorna: sugestão do japonês Azumi  (Foto: Divulgação)

Azumi

Os comensais se acomodam no salão subterrâneo, de decoração simples, nos tatames reservados ou no balcão diante da grelha — esse é o lugar mais cobiçado. Televisores sintonizados em canais japoneses fazem parte da distração e compõem o ambiente curioso. Como o cardápio é bastante extenso, vale a pena pedir sugestões aos funcionários. Entre as receitas disponíveis figura a saborosa ostra grelhada ao molho de saquê (R$ 12,00), um ótimo começo. Adiante, os sashimis são oferecidos em variações incomuns, geralmente subordinadas aos resultados da pesca do dia. As porções vão de dez (R$ 40,00) a 45 unidades (R$ 120,00). Atração da ala mais consistente, o tradicional cozido de carne de porco à moda japonesa (R$ 40,00) é uma pedida acertada em dias de temperatura mais amena. Rua Ministro Viveiros de Castro, 127, Copacabana, ☎ 2541-4294 e 2295-1098, ↕Cardeal Arcoverde(70 lugares). 19h/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos.Cd: todos. Estac. c/manobr. Couvert: R$ 14,00 (individual). ⑥ (c/restrição) Aberto em 1989. $$$

Fim de Tarde

Fundador da casa, o galego Juan Alvarez Alonso faleceu em setembro. Marcos, seu filho, já dividia os trabalhos com o pai e agora administra o negócio sozinho. Escondida na Rua Miguel Couto, no Centro, a casa exibe receitas espanholas bem executadas, a exemplo da paella marinera (R$ 158,00), só de frutos do mar. O prato é indicado para duas pessoas, mas chega à mesa em porção suficiente para até três comensais. Também há espaço para outras cozinhas, incluindo a brasileira. Dessa ala, prove o camarão guisado com chuchu acompanhado de arroz (R$ 56,00). Rua Miguel Couto, 105, loja B, Centro, ☎ 2516-2409, ↕ Uruguaiana (90 lugares). 11h30/17h (fecha sáb.e dom.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 14,50 (individual). ✼ ⑤ ⑥ (R$ 30,00) → ②Aberto em 1973. $$$

João de Barro

Endereço com mais de quatro décadas de existência, comandado pelo primos Juan e Alexandre Vilariño, o estabelecimento recebe a clientela em ambiente sóbrio e confortável. Na cozinha são preparados com competência pratos da culinária internacional, mas o campeão de pedidos é mesmo o brasileiríssimo bobó de camarão (R$ 90,00), servido com arroz. O filé de linguado à joão de barro, com molho de camarão, manteiga, alcaparra e cogumelos, chega à mesa ladeado por batata sautée, ervilha e palmito (R$ 79,90). Adoce a visita pedindo, na sobremesa, o mineirinho, reunião de goiabada quente e sorvete de queijo (R$ 21,00). Rua Visconde de Inhaúma, 113, Centro, ☎ 2233-2733 (140 lugares). 11h/16h (fecha sáb., dom. e feriados).Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 15,50 (individual). ⑤ ⑥ (R$ 30,00 ou 15% do valor do vinho na carta) →② ↔ www.joaodebarrorestaurante.com.br.Aberto em 1972. $$$

01539109 la trattoria
Espaguete com camarão e funghi: opção do menu do italiano La Trattoria  (Foto: Tomás Rangel)

La Trattoria

Mesas forradas de toalhas de estampa xadrez e paredes enfeitadas com pôsteres que exibem paisagens da Itália dão o clima do lugar. Saborosas, as massas de fabricação própria são criação do fundador, o italiano Mário Pautasso. Antes das estrelas do menu, comece provando o delicioso pãozinho de alho (R$ 4,80). Depois, são boas escolhas o espaguete de camarão tartufado (R$ 66,80) e o agnolotti verde coberto por creme de cogumelo seco tartufado (R$ 42,80). No almoço de segunda a sexta, até as 15h30, há um menu executivo com preços reduzidos. Entre as opções disponíveis figura o camarão à milanesa servido com arroz de brócolis (R$ 28,40). Rua Fernando Mendes, 7, loja A, ☎ 2255-3319/0781,↕ Cardeal Arcoverde (90 lugares). 11h30/0h (sex. e sáb. até 1h). Cc: todos. Cd: todos. ⑤⑥ (R$ 25,00) ↔www.latrattoriario.com.br. Aberto em 1976. $

Mosteiro

Português concorrido, que já recebeu, entre outras personalidades, os presidentes João Figueiredo e Lula, é comandado pelo patrício José Temporão e por seu neto, Marcelo. Não parta para a etapa principal sem antes provar a empada de camarão (R$ 8,50), uma das melhores da cidade, com sua massa que derrete na boca. Depois, entre as especialidades locais, sobressaem os pratos à base de bacalhau. O preparo à lagareiro, uma posta assada no azeite com batatas coradas, cebola, alho, azeitona e tomate-cereja, custa R$ 162,00, em porção para duas pessoas. Rua São Bento, 13, Centro, ☎ 2233-6478/6426 (250 lugares). 11h/16h (fecha sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: M e V. Manobr. Couvert: R$ 13,80 (individual). ⑤ ⑥ (R$ 70,00) ② (arredores) ↔ www.mosteirorestaurante.com.br. Aberto em 1964. $$$

01405713 leao veloso
Sopa Leão Veloso: recetia foi criada no Rio Minho (Foto: Fernando Lemos)

Rio Minho

Em outubro, o endereço completou 130 anos de funcionamento. Mais longevo restaurante da cidade, é o berço de invenções culinárias como a sopa leão veloso, adaptação tropical da bouillabaisse francesa, preparada com caldo de cabeça de peixe e camarão, polvo, lula e mexilhão (R$ 187,00 e R$ 123,00 a meia porção). Também chegam à mesa porções robustas, como a do misto de frutos do mar grelhados à moda do chef: filé de cherne, polvo, camarões VG, cavaquinha, mexilhões e lulas acompanhados de arroz de brócolis, batata corada e alho frito (R$ 198,00; R$ 132,00 a mei­a porção). Na sobremesa, um clássico há três décadas em cartaz é o mineiro com botas (R$ 32,00; R$ 22,00 a meia porção), doçura de queijo, ovos, banana e açúcar. Rua do Ouvidor, 10, Centro, ☎ 2509-2338(108 lugares). 11h/16h (fecha sáb. e dom.). Cc: todos.Cd: todos. Couvert: R$ 21,00 (porção). ⑤ ⑥(a partir de R$ 30,00). Aberto em 1884. $$

Fonte: VEJA RIO