Brasil no prato

Um roteiro por casas especializadas na culinária nacional

Confira treze endereços cariocas que investem na cozinha brasileira

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

Sucgestão do Terra Brasilis: carne-seca desfiada, couve, polenta e aipim fritos (R$ 30,00)
(Foto: Maria Mattos)

Aconchego Carioca

Criadora do aclamado bolinho de feijoada (R$ 24,00, quatro unidades), a chef Kátia Barbosa prepara deliciosas receitas nordestinas. Uma nova versão do salgado traz massa de arroz vermelho, recheada de carne de sol e queijo de coalho (R$ 24,00, seis unidades). Depois, decida entre costelinha de porco laqueada com molho de goiabada, acompanhada de arroz e pastel de angu recheado de requeijão de ervas (R$ 68,00), e nhoque de vatapá ao molho de camarão, leite de coco e gengibre (R$ 32,00). Rua Barão de Iguatemi, 379, Praça da Bandeira,2273-1035 (86 lugares). 12h/23h (dom. até 17h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ⑥ (R$ 40,00) → ↔ Aberto em 2002. $$

 

Aprazível

A linda casa em Santa Teresa é domínio da chef mineira Ana Castilho. Para começar, o pão de queijo com linguiça (R$ 27,00, oito unidades) é unanimidade. Entre os pratos principais, é boa pedida o medalhão ao molho demi-glace, acompanhado de batata e creme de espinafre com banana gratinado com queijo parmesão (R$ 76,00). A carta de vinhos apresenta uma seleção única de rótulos brasileiros. O tinto Pizzato Merlot 2010 (R$ 71,00) está entre os melhores exemplares feitos com a casta francesa no Brasil. Rua Aprazível, 62, Santa Teresa,2508-9174 (250 lugares). 12h/23h (dom. até 18h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (sábados e domingos) R$ 10,00. Couvert: R$ 31,00 (para dois). ✼ ⑤ ⑥ (R$ 60,00) ↔ www.aprazivel.com.br. Aberto em 1997. $$$

 

+ Confira outros endereços de cozinha brasileira na cidade.

 

Bar do Arnaudo

Endereço tradicional do bairro, é conhecido pela competência no preparo de pratos típicos da culinária nordestina. Pernambucano, o proprietário Arnaudo Gomes de Souza sugere, para o prato principal, a carne de sol com aipim, arroz, feijão-de-corda e farofa de abóbora (R$ 83,00, para duas pessoas). O pedido, o preferido da clientela local, chega em robusta porção que, na verdade, satisfaz pelo menos três pessoas. Rua Almirante Alexandrino, 316, loja B, Santa Teresa, 2210-0817 (80 lugares). 12h/22h (seg. até 18h; sáb. e dom. até 20h). Cc: D e M. Cd: todos. Aberto em 1970. $

 

Bendito

Boa dica no Centro, a casa de decoração graciosa serve cardápio com forte influência das culinárias mineira e nordestina. Para começar, os clássicos tijolinhos de tapioca e queijo de coalho chegam ao lado de geleia de pimenta caseira (R$ 13,90, dez unidades). Uma sugestão para depois, o ragu do mineiro (R$ 30,90) traz carne assada desfiada sobre purê de batata-baroa, mais couve crocante e bolinhos de arroz. Na etapa doce, o pudim de tapioca (R$ 5,90) é boa companhia para o café (R$ 3,10), passado em coadores individuais de pano e servido na canequinha de ágata. Rua Pedro Lessa, 31, Centro, 2220-1696, Cinelândia (102 lugares). 11h30/20h (qui. e sex. até 21h; sáb. até 15h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ⑥ (R$ 20,00) ② ↔ www.restaurantebenedito.com.br. Aberto em 2012. $

 

Capriccio

O programa começa com um curto passeio de balsa (R$ 1,50 cada trecho) — a estação fica ao lado do condomínio Barra Private — até a varanda da casa, na Ilha da Gigoia. Em ambiente agradável, à beira do canal, se degustam pratos a preços honestos. Comece pela porção de pastéis (R$ 18,00, dez unidades, nos sabores de carne, catupiry e camarão). Sugestão para adiante, o risoto milanês chega escoltado por filé-mignon ao molho de vinho e batata sautée (R$ 41,90). De sobremesa, peça frutas flambadas e sorvete de creme (R$ 9,90). Ilha da Gigoia, 13, Barra, 2491-0142 e 2253-8763 (90 lugares). 12h/23h (dom. e qua. até 18h30; seg. e ter. até 15h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 14,00 (a porção). Couvert art.: R$ 5,00 (sex.). ⑤ ⑥ (R$ 35,00). Aberto em 2011. $

 

Casa da Feijoada

O prato que batiza o lugar é servido diariamente na forma de degustação. O percurso começa por caldinho de feijão e porção de linguiça frita, além de batida de limão ou maracujá. Depois, em travessas de barro, chegam carnes (costela de porco, acém, paio, linguiça, carne-seca, língua defumada e bacon) e acompanhamentos (arroz, couve à mineira, torresmo, aipim frito, farofa e laranja). Saborosos doces caseiros estão incluí­dos no preço (R$ 77,90 por pessoa). O cardápio oferece alternativas, a exemplo do frango caipira marinado e assado, acompanhado de pirão e arroz (R$ 42,00). Rua Prudente de Morais, 10, loja B, Ipanema, 2247-2776 (65 lugares). 12h/0h (dom. até 23h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/ma­nobr. Couvert: R$ 7,50 (individual). (c/restrição). ② (☎ 2523-4994 e 2247-2776). www.cozinhatipica.com.br. Aberto em 1989. $

 

Kaçuá

Espécie de embaixada nordestina no Recreio, a casa serve clássicos nacionais, como a casquinha de siri (R$ 12,90), boa dica para começar, e a moqueca de camarão à moda baiana (R$ 89,90 para duas pessoas), cozida com leite de coco e dendê, guarnecida de arroz, pirão, farofa e vatapá. No almoço de sexta, uma novidade é o bufê de feijoada, oferecido a R$ 29,90, valor que permite comer à vontade. Rua Senador Rui Carneiro, 220, Recreio,2490-2607 (120 lugares). 12h/1h30 (sex. e sáb. até 3h; dom. 11h/22h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 16,50 (porção). Couvert art.: R$ 10,00 a R$ 15,00 (de qua. a sáb.). ⑤ ⑥ (R$ 25,00 nacional; R$ 40,00 importado) ④ ② www.kacua.com.br. Aberto em 1991. $

 

Mauá

No alto do Museu de Arte do Rio, na zona portuária, a casa tem cozinha comandada por Marcones Deus. O tarimbado chef baiano prepara pratos influenciados por diversas regiões brasileiras. Na entrada é possível optar por patinhas de caranguejo (R$ 28,00, dez unidades) ou pastel de queijo de minas curado e cebola dourada (R$ 18,00, quatro unidades), entre outras dicas. Adiante, prove o sakué, galinha-d’angola guarnecida de quiabo, legumes e pirão (R$ 39,00). E adoce a visita com lâminas de banana brûlée, ao lado de creme inglês e sorvete de creme, polvilhadas de canela (R$ 17,00). Praça Mauá, 5, 6º piso (Museu de Arte do Rio), Centro, ☎ 3031-2819 (84 lugares). 12h/18h (fecha seg.). Cc: todos Cd: todos. → Aberto em 2013. $$$

 

Rayz

Bem-vinda novidade em Ipanema, o ponto tem cardápio elaborado pelo chef Daniel Pinho, que deu maior atenção ao receituário das regiões Norte e Nordeste. Para abrir os trabalhos, uma dica atraente é a costelinha de porco desossada ao molho barbecue de gengibre e rapadura, ladeada por purê de batata-baroa com queijo da Ilha de Marajó (R$ 21,90). Assunto para depois, o filé de peixe grelhado ao molho de leite de castanha, capim-limão e tucupi, chega à mesa acompanhado de farofa de castanha-do-pará com jambu e purê de banana-da-terra (R$ 44,90). Rua Prudente de Morais, 416, Ipanema,2522-0627, ↕ General Osório (120 lugares). 12h/1h (sex. e sáb. até 2h). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ↔ Aberto em 2014. $$

 

Rústico

Instalado em um casarão em Santa Teresa, o restaurante recebe os comensais em mesas de madeira dispostas sob árvores frondosas. Da cozinha saem receitas originais e de pegada brasileira, como o chili do sertão (R$ 17,90), petisco de origem mexicana, mas coberto de queijo de coalho gratinado e ladeado por torradas. Também vale a visita, na etapa principal, o badejo grelhado com manteiga de ervas, guarnecido de purê de abóbora com mostarda da casa e farofa integral, feita de grãos como quinoa, gergelim e semente de girassol (R$ 52,00). Rua Paschoal Carlos Magno, 121, Santa Teresa,3497-3579 (70 lugares). 12h/1h (fecha qua.). Cc: todos. Cd: todos. (R$ 40,00) ④ ↔  Aberto em 2013. $$

 

Siri Mole & Cia

Para iniciar a refeição, a casquinha de siri (R$ 25,00) é uma boa alternativa ao delicioso acarajé (R$ 18,00), o carro-chefe nessa etapa. Na ala de pratos principais, as moquecas fazem sucesso em versões como camarão (R$ 162,00) e polvo (R$ 140,00), ambas acompanhadas de arroz e farofa amarela. Uma alternativa é a posta de cherne grelhada, escoltada por arroz de brócolis ou batata ao forno (R$ 110,00). Adoce com as cocadas branca ou preta feitas na casa (R$ 21,00 cada uma). Aos sábados, no almoço, o bufê de culinária baiana é oferecido por preço fixo: R$ 82,00. Rua Francisco Otaviano, 50, Copacabana, 2267-0894 (60 lugares). 12h/0h (seg. a partir das 19h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). Couvert: R$ 17,85 (individual). ⑤ ⑥ (R$ 30,00). www. sirimole.com.br. Aberto em 1989. $$$

 

Terra Brasilis

Com vista privilegiada para a Praia da Urca e o Pão de Açúcar, a casa oferece bufê por quilo (somente no almoço, a R$ 44,90 durante a semana e R$ 50,90 sábado e domingo) e pratos à la carte. Esse último sistema permite provar novidades do chef mineiro Mauro Florêncio inspiradas na culinária de seu estado natal. Dois exemplos, a R$ 30,00 cada um: espaguete preparado com carne-seca desfiada, cebola, tomate-cereja, manjericão e queijo de minas em cubos; e carne-seca desfiada, ladeada por polenta e aipim fritos, mais couve refogada. Praça General Tibúrcio, s/nº, Urca, 2275-4651 (230 lugares no serviço à la carte e 210 lugares no salão por quilo). À la carte: 11h30/23h30 (sex. e sáb. até 0h30). Serviço por quilo: 11h30/15h30 (sáb. e dom. 12h/16h). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ↔ www.restauranteterrabrasilis.com.br. Aberto em 2011. $$

 

Volta

Sem prender-se a regionalismos, o cardápio faz um inventário afetivo de pratos caseiros brasileiros, em preparos arrojados do chef Fernando Pavan. Na entrada, a língua bovina chega coberta por redução de carne e delicada espuma de espinafre (R$ 32,00). Novidade entre os pratos principais, o arroz de suã (R$ 48,00), típico do Centro-Oeste, é feito com carne da coluna vertebral do porco. Os churros com doce de leite (R$ 18,00) podem encerrar a refeição. Rua Visconde de Carandaí, 5, Jardim Botânico, 3204-5406 (58 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. 12h/18h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 15,00). Couvert: 12,00 (individual). ✼ ⑤ ⑥ (R$ 50,00) Aberto em 2013. $$

Fonte: VEJA RIO