RESTAURANTES

Pelos trilhos

Além do Fat Radish (ao lado), confira outras opções em Santa Teresa

Por: Rafael Cavalieri

Fernando Lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Adega do Pimenta

Paredes de madeira, canecas variadas e pôsteres de paisagens alemãs dão ao restaurante em Santa Teresa um aspecto único. Antigo frequentador do lugar, William Guedes assumiu o negócio em 1995, três anos após a morte do fundador Holf Pfeffer, e preservou seu legado. Um bom começo de refeição passa pela porção de cinco salsichas (R$ 22,00). O joelho grelhado com batatas coradas, salpicadas de queijo parmesão (R$ 56,00), é um destaque da ala principal e serve duas pessoas. Desde o início de 2011, Guedes toca uma movimentada filial na Praça Tiradentes, mais ampla e de menu mais variado, além do Herr Pfeffer, no Leblon. Rua Almirante Alexandrino, 296, Santa Teresa, ☎ 2224-7554 (42 lugares). 12h/22h (sáb. até 20h; dom. até 18h). Cc: todos. Cd: todos; Praça Tiradentes, 6, Centro, ☎ 2507-5293 e 2242-4530, ? Carioca (85 lugares). 12h/20h (qui. e sex. até 21h; sáb. até 17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ↔ www.adegadopimenta.com.br. Aberto em 1984. $

Aprazível

É o tipo do lugar ao qual os cariocas levam gente de fora para impressionar. Instalado numa linda casa em Santa Teresa, o estabelecimento da mineira Ana Castilho recebe a clientela num dos cenários mais belos da cidade. Para começar, o pão de queijo com linguiça (R$ 27,00, oito unidades) é unanimidade. Entre os pratos principais, é boa pedida o marreco aprazível, em que o peito do pato chega coberto por saboroso molho de ameixa, passas e vinho, acompanhado por arroz selvagem e purê de maçã (R$ 77,00). A carta de vinhos é completa, mas se a ideia for beber cerveja, a casa possui um rótulo próprio: a Aprazível é uma pale ale com notas de caramelo (R$ 25,00, 600 mililitros). Rua Aprazível, 62, Santa Teresa, ☎ 2508-9174 (250 lugares). 12h/23h (dom. até 18h; fecha seg.). Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (sábados e domingos) R$ 10,00. Couvert: R$ 31,00 (para dois). ? ⑤ ⑥ (R$ 60,00) ↔ www.aprazivel.com.br. Aberto em 1997. $$$

Bar do Arnaudo

Endereço tradicional de Santa Teresa, é conhecido pela competência no preparo de pratos típicos da culinária nordestina. Natural de Caruaru, Pernambuco, o proprietário Arnaudo Gomes de Souza cuida pessoalmente das compras diárias e das panelas com receitas como a linguicinha calabresa, acompanhada de aipim frito (R$ 16,00). Na etapa principal, a carne de sol com aipim, arroz, feijão-de-corda e farofa de abóbora (R$ 83,00, para duas pessoas) segue imbatível na preferência do público. Entre os turistas estrangeiros, a preferência é pelo cabrito ensopado, guarnecido de arroz e pirão feito com o molho do cozimento da carne (R$ 76,00). Ambos chegam em robustas porções que satisfazem pelo menos três pessoas. Na hora da sobremesa, peça queijo de coalho com melado (R$ 8,00). Rua Almirante Alexandrino, 316, loja B, Santa Teresa, ☎ 2210-0817 (80 lugares). 12h/22h (seg. até 18h; sáb. e dom. até 20h). Cc: D e M. Cd: todos. Aberto em 1970. $

Espírito Santa

Pé-direito alto e despojamento na decoração conferem charme ao lugar, que conta com uma concorrida varanda nos fundos, voltada para as arborizadas ladeiras de Santa Teresa. O cliente encontra uma boa amostra da culinária do Norte e de outras regiões brasileiras, através dos pratos criados pela chef e proprietária Natacha Fink, natural do Amazonas. Para beliscar, decida entre as costelas de tambaqui empanadas, servidas com pesto de jambu (R$ 42,00, oito unidades), e o bolinho de queijo de coalho com chutney de açaí (R$ 29,70, oito unidades). Na sequência, é dica certeira o filé de namorado envolvido em crosta de castanha, escoltado por broto de palmito pupunha grelhado, servido em porções para uma ou duas pessoas (R$ 69,00 e R$ 121,00, respectivamente). Rua Almirante Alexandrino, 266, Largo dos Guimarães, Santa Teresa, ☎ 2507-4840 (70 lugares). 12h/0h (dom. até 22h; fecha ter.). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 32,00 (para duas pessoas). ⑤ ⑥ (R$ 50,00) ↔ www.espiritosanta.com.br. Aberto em 2005. $$

Mike's Haus

Natural da Bavária e morador de Santa Teresa, Michael Wanke fundou e comanda esta casa com jeitão de pub e inspiração germânica. Para abrir os trabalhos, a linguiça de pernil recheada com queijo faz sucesso e é servida com mostarda (R$ 27,00). Sugestão mais consistente, o kassler (carré defumado) acompanhado de salada de batata e chucrute custa R$ 29,00 (ou R$ 51,00, na porção para duas pessoas). O goulash com spätzle é um ragu de carne ao molho de páprica, servido com uma espécie de nhoque caseiro frito na manteiga (R$ 30,00). A carta de cervejas já foi mais fornida, mas conta com uma novidade: a alemã Jacobinus (R$ 17,00, 500 mililitros), feita de trigo, é uma delícia. Rua Almirante Alexandrino, 1458, loja A, Santa Teresa, ☎ 2509-5248 (70 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; fecha seg.). Cc: M e V. Cd: todos. www.mikeshaus.com.br. Aberto em 2000. $

Térèze

A cozinha do luxuoso restaurante no Hotel Santa Teresa está sob o comando de Pablo Ferreira - anteriormente o cargo foi de Damien Montecer e de Philippe Moulin. Em pouco mais de um ano, o cardápio pouco mudou, mas é novidade entre as entradas o duo de ceviches (R$ 50,00). A preparação de atum tem pegada oriental; com shoyu e cebolinha. Já o de cherne leva leite de coco como base. Entre os principais, nenhuma mudança. Segue fazendo sucesso o medalhão de cherne envolto por bacon, acompanhado de gratin de batatas baroa e doce, confit de tomate e molho bouillabaisse (R$ 95,00). Boa escolha para harmonizar é o branco argentino Catena Chardonnay 2012 (R$ 115,00). Rua Felício dos Santos, s/nº (Hotel Santa Teresa), Santa Teresa, ☎ 3380-0220 (80 lugares). 12h/15h30 e 19h30/23h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. (R$ 10,00). Couvert: R$ 18,00. ⑤ ⑥ (R$ 60,00) ↔ www.santateresa.com. Aberto em 2008. $$$$

Fonte: VEJA RIO