RESTAURANTES

Saborosa simplicidade

Pratos inspirados na culinária caseira dominam o cardápio do Borogodó, em casarão no Horto

Por: Fábio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

roteiro-restaurantes-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Sem alarde, Eduardo Saboia e a esposa, Tatiana Fejes, inauguraram o Borogodó em junho do ano passado. Aberto apenas no almoço, o endereço conquistou trabalhadores das redondezas com receitas saborosas e descomplicadas, servidas no ambiente despojado de um belo casarão de dois andares no Horto. Para se ter uma ideia do estilo low profile do casal, a placa na fachada só foi fixada no último dia 24.

Durante a semana, os dois salões e a agradável varanda recebem clientela variada de executivos, profissionais liberais e artistas. Tudo em clima de sala de estar. Afinal, Saboia está em casa. O imóvel, tombado, pertence à sua mãe e abrigou, de 2001 a 2005, o Dom João, empreitada dele com outros dois sócios. No novo negócio, é ele quem comanda a cozinha, enquanto Tatiana esbanja simpatia no salão. O cardápio traz pedidas elaboradas, a exemplo do linguado ao pesto sob amêndoas laminadas guarnecido de saboroso arroz de açafrão e camarão (R$ 35,00). As estrelas, no entanto, são mesmo os pratos simples, com gostinho de comida caseira. Vistoso, o picadinho carioca, de filé-mignon, leva ainda ovo frito, arroz branco, um ninho de batata palha fina e crocante, feita lá mesmo, banana empanada e farofa (R$ 22,00). O enorme bife à milanesa (R$ 30,00 e R$ 24,00, meia-porção) é preparado durante a semana com arroz, feijão e farofa, mais molho e acompanhamento à escolha. Outro caminho é o do bufê de saladas, montado de segunda a sexta ao preço fixo de R$ 19,00. No sábado, com horário estendido e feijoada (R$ 30,00) entre as opções, o lugar é um bom destino para o almoço em família.

Borogodó. Rua Pacheco Leão, 836, Jardim Botânico, ☎ 3495-0836 (60 lugares). 12h/16h (sáb. até 18h30; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ⑤ ⑥ (R$ 20,00). Aberto em 2010. $

Fonte: VEJA RIO