Crítica

Pequena casa no Catete faz pizzas ao estilo napolitano

Instalada numa loja minúscula, Ferro e Farinha virou ponto de encontro de uma turma antenada ao produzir algumas das melhores pizzas da cidade

Por: Fabio Codeço

lipe-borges_pizza domenico_ferro e farinha
Receita da domenico (R$ 30,00): estilo napolitano (Foto: Lipe Borges)

Luzes decorativas enfeitam a fachada do estabelecimento em uma rua escondida no Catete. Nada denuncia a existência de um concorrido reduto gourmet. Por lá funciona a Ferro e Farinha, pizzaria badalada nas redes sociais que, antes de se fixar, circulou a bordo de um forno ambulante por bairros como Grajaú, Botafogo, Centro e Flamengo. Empreitada do nova­iorquino Sei Shiroma, o espaço diminuto acomoda a clientela em um balcão na parte interna e em duas mesas comunitárias na calçada, o que torna a espera inevitável. A carta de bebidas se resume a dois rótulos de cerveja e chá da casa. Ninguém lembra da falta de estrutura quando começam a ser provadas as deliciosas pizzas, assadas em forno a lenha, no melhor estilo napolitano: massa de fermentação natural, leve e elástica, bordas altas e poucos ingredientes por cima, mas de qualidade. Nada daquela exagerada quantidade de queijo que caracteriza a maioria dos exemplares cariocas. Do cardápio enxuto, com quatro sabores, a tradicional domenico (R$ 30,00), coberta por saboroso molho de tomate, mussarela flor di latte, folhas de manjericão, grana padano e azeite extravirgem, é a mais popular. Também estava ótima a receita de couve marinada em shoyu e gengibre, alho confit e mel picante (R$ 33,00). Na sobremesa, a única opção é a musse de chocolate com flor de sal (R$ 12,00).

Rua Andrade Pertence, 42-D, Catete, Catete (24 lugares). 19h/23h30 (fecha seg. e ter.). Cc: M e V. Cd: todos. ⑥ (R$ 12,50) ④ ↔ Aberto em 2014.

Fonte: VEJA RIO