RESTAURANTES

Volta às origens

Ottmar Grunewald transfere o Otto da Barra para a Tijuca e reforça sua atuação no bairro

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Dono de um pequeno império gastronômico na Tijuca, Ottmar Grunewald é o nome por trás do Otto, seu primeiro empreendimento, além de outros três restaurantes e um café. Em 2010, o restaurateur arriscou-se pela Barra, abrindo uma filial do primogênito no Espaço Itanhangá, mas os ares da Tijuca fizeram falta ao negócio. Há um mês, ele transferiu a casa para a Rua Mariz e Barros e concentrou sua operação no bairro onde tudo começou. No belo sobrado, o empresário criou um ambiente sofisticado. Paredes de tijolos aparentes, enormes espelhos, madeira e iluminação suave dão o tom da decoração no salão ? outras mesas ficam no mezanino e na área externa.

Especialidades alemãs dominam o cardápio, mas a cozinha também se sai bem no preparo de receitas da culinária tradicional. Para começar, é pedida imbatível o palmito fresco assado (R$ 31,00), que, após chegar à mesa, é aberto pelo garçom e recebe molho de manteiga e alcaparra. Grunewald garante ter criado o prato na década de 80, quando veio de São Paulo para gerenciar a filial carioca da churrascaria Rodeio, atual Royal Grill. Confirmar seu feito é difícil, mas consta que a casa foi mesmo a primeira a servir a iguaria no Rio, Outra sugestão saborosa, a costelinha suína com chutney de pimentão vermelho (R$ 39,00) pode fazer as vezes de prato principal, se for servida na companhia de batata rosti. Neste caso, o preço sobe para R$ 42,00. Da ala germânica, o chucrute alsaciano (R$ 82,00, para dois) permite a prova de deliciosas salsichas alemãs, carré de porco defumado, bacon e leberkäse (um bolo de carne), além de batata cozida e o típico repolho fermentado em vinho. Para variar, invista no filé-mignon à nicolla (R$ 76,00, para dois), rosado por dentro, banhado em molho madeira com champignon e escoltado por batatas portuguesas. Nos fundos do imóvel, o empresário investe numa casa de shows, batizada de espaço Johny Alf, e num bar, o Sotton, que ocupará uma área anexa. Ambos devem entrar em cena até março.

Otto. Rua Mariz e Barros, 1050, Tijuca, ☎ 2254-0740, ? São Francisco Xavier (300 lugares). 12h/1h. Cc: D, M e V. Cd: todos. ⑤ ⑥ (R$ 25,00) → ? ↔ www.otto.com.br. Aberto em 2012. $$

Fonte: VEJA RIO