RESTAURANTES

Rodízio de boa estirpe

Donos do badalado Yumê, no Jardim Botânico, oferecem o serviço no almoço do novo Oishii, inaugurado no Centro

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

fotos Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)
fotos Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)
fotos Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Prestigiado reduto de comida japonesa, o Yumê, há quinze anos no Jardim Botânico, coleciona clientes célebres ? já recebeu Madonna e Steven Spielberg. Proprietários da casa, Antônio Rodrigues e Afonso Moura partiram para uma empreitada, digamos, mais popular: investem agora no almoço de quem trabalha no Centro ou passa por ele. Dedicado à mesma especialidade, foi inaugurado, no último dia 16, o Oishii (?gostoso?, em japonês). Um belo painel oriental adorna a fachada. No diminuto salão do térreo, o clima é intimista, com iluminação indireta sobre revestimentos de fórmica preta e em cor de madeira. Obra do cenógrafo Luiz Cláudio Velho, a decoração se completa com imagens de budas e lanternas japonesas. No 2º andar, chama atenção o aquário que protege a mesa mais reservada do endereço, com capacidade para até doze pessoas.

Por enquanto, a casa só abre para o almoço e em sistema de rodízio (R$ 50,00). O menu é básico, mas bem executado. No comando das facas, o sushiman Edmilson Medeiros prepara saborosos sashimis de salmão ou atum selados, envolvidos por uma casquinha de gergelim. Também são boa pedida as fatias de peixe branco defumado. O repasto ainda pode seguir por sushis, enrolados (prove o de tartare de salmão), temakis e espetinhos de lula, peixe ou carne, entre outras dicas. O harumaki de camarão com catupiry e o guioza (frito), sequinhos e crocantes, são de repetir. Opção mais fornida, o yakissoba é oferecido em seis versões. Única sobremesa disponível, o harumaki de doce de leite encerra a refeição dignamente. Os donos anunciam para breve a estreia do serviço à la carte.

Oishii. Rua Teófilo Otoni, 129, Centro, ☎ 3173-4967 e 3172-4862 (80 lugares). 11h30/15h30 (seg. a sex.). Cc: todos. Cd: todos. Aberto em 2013. $

Fonte: VEJA RIO