maravilha

Normalmente relegados, miúdos ganham menus do Rio

Moela, fígado, coração, entre outras partes viram saborosas criações em sete casas cariocas. Confira

Por: Rafael Cavalieri

Puro
Moelinha de pato confitada com cebola caramelizada e prensa de tomate assado (Foto: Alexander Landau)
  • Churrascaria Palace

    Rua Rodolfo Dantas, 16, Copacabana

    Tel: (21) 2106 1666

    Veja Rio
    Sem avaliação

    O nome não é mera coincidência. Ao lado do famoso Hotel Copacabana Palace, a churrascaria, aberta há mais de seis décadas, homenageia o luxuoso vizinho. Turistas e clientela local cativa dividem o salão por onde circulam cortes tradicionais e outros nem tanto, como bife de chorizo, bife ancho, paleta de cordeiro e picanha borboleta — criação própria, a carne vem dividida ao meio com a capa de gordura dos dois lados. Não deixe de provar a ótima costela bovina. Macia e suculenta, a peça passa inteira num carrinho, de onde o garçom extrai diferentes cortes. Fique atento aos festivais temáticos que acontecem ao longo do ano, sempre uma boa pedida. Pelo serviço são cobrados R$ 148,00, mas quem acessa o site e imprime o voucher de desconto paga 10% menos, ou seja, R$ 133,20. 

    Preços checados em julho de 2016

    Saiba mais
  • Italiana

    Cipriani

    Avenida Atlântica, 1702, Copacabana

    Tel: (21) 2545 7070

    Sem avaliação

    Com janelões abertos para a famosa piscina do Copacabana Palace, o restaurante é uma referência em alta gastronomia italiana. Atualmente, a cozinha é comandada pelo sous-chef Pedro Soares — a previsão é que em setembro de 2016 um novo chef assuma a operação. No jantar, um pianista entretém os visitantes. Opção leve de entrada, o carpaccio de carne com aspargos e azeite trufado custa R$ 85,00. Em seguida, entram em cena sugestões como o nhoque de berinjela ao molho de tomate e manjericão (R$ 89,00) e o risoto com tinta de lula e brócolis (R$ 105,00). Na seção de sobremesas, dois clássicos que encerram a visita em grande estilo são o tiramisu (R$ 28,00) e a panacota com calda de goiaba (R$ 28,00). 

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Refeição em bufê

    Couve-Flor

    Rua Pacheco Leão, 724, Jardim Botânico

    Tel: (21) 2239 2191

    Sem avaliação

    O bem-sucedido negócio funciona há trinta anos em um belo casarão amarelo, tombado pela prefeitura, vizinho do Jardim Botânico e com vista para o Cristo Redentor. Trata-se de um dos mais prestigiados serviços por quilo da cidade. As opções variam a cada dia, mas sexta, como se sabe, é dia de feijoada. Outras pedidas acertadas são o siri gratinado, o polvo com arroz e brócolis, a polenta com picadinho e o fettuccine ao molho de tomate fresco, mussarela de búfala e rúcula. A ilha de comida japonesa, com sushis e sashimis de atum e salmão, só é encontrada na matriz e no câmpus do Fundão (na cidade universitária, cobra-se por peça, e não por peso). No menu de sobremesas, é difícil escolher entre a torta de maçã com canela, o doce de figo e o rocambole de chocolate com doce de leite. O preço do quilo varia de acordo com o endereço. Na matriz sai a R$ 68,90 de segunda a sexta e R$ 82,60 no fim de semana (o serviço oriental custa R$ 92,30 e R$ 104,90, respectivamente). Dentro dos câmpus da PUC, na Gávea, e da UFRJ, na Ilha do Fundão, o valor cai para R$ 69,90.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha contemporânea

    Formidable Bistrot

    Rua João Líra, 148, Leblon

    Tel: (21) 2239 7632

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Não há como negar: o fechamento temporário de dois concorrentes de peso, Le Pré Catelan e Brasserie Lapeyre, ambos já premiados, abriu caminho. Com méritos, Pedro de Artagão aproveitou a oportunidade. O vencedor do ano, seu salão pequenino e aconchegante no Leblon reproduz, como poucos na cidade, a atmosfera dos bistrôs parisienses. Tem trilha sonora francesa, pratos listados no quadro-negro e cardápio comme il faut. Também à frente de redutos de cozinha contemporânea como o Irajá e o Cozinha Artagão, o chef empresta um toque pessoal aos preparos inspirados pela mais prestigiada escola culinária do planeta. Isso é notado em sugestões como a terrine de porco com foie gras, que chega à mesa sobre brioche tostado e coberta de salada de picles (R$ 48,00): versão verticalizada da tábua de charcutaria, outra tradição à beira do Rio Sena, a receita está no capítulo pour partager (para partilhar), junto com a deliciosa gougère recheada de requeijão (R$ 24,00, seis unidades). Fora dessa ala, todas as opções podem compor um menu degustação (R$ 125,00) com couvert, entrada, prato e sobremesa. Na etapa principal, o boeuf bourguignon, feito com cupim, ganha molho de sabor intenso e guarnição de purê de batata. O atum selado, alternativa original, é servido com molho béarnaise, além da ótima batata frita da casa. Os pedidos separados têm preço padronizado: R$ 42,00 (entrada), R$ 78,00 (prato) e R$ 36,00 (sobremesa). A propósito: empolgado com a experiência francesa, Artagão está abrindo, ao lado do Formidable, uma padaria — ou melhor, uma boulangerie.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Italiana

    Giuseppe

    Rua Sete de Setembro, 65, centro

    Tel: (21) 3575 7474

    Sem avaliação

    A casa foi a primeira empreitada do restaurateur Marcelo Torres, sócio da holding Best Fork, de negócios da alta gastronomia na cidade. No salão desponta uma fonte de Baco trazida da Itália, inspiração para provar um dos 200 rótulos de vinho nacionais e importados presentes na carta. Fazem parte do cardápio preparos como o carpaccio il classico, finas fatias de carne temperadas com azeite extravirgem, limão-siciliano, flor de sal e queijo grana padano italiano (R$ 29,00). Depois da entrada, o gnocchetti sorrento faz as honras. O prato é elaborado com molho de tomate, cubos de mussarela de búfala fresca e manjericão (R$ 54,00). Outra sugestão de massa é o spaghetti frutti di mare, com camarão, lula e polvo refogados, puxados no molho de tomate (R$ 78,00). A partir das 15h, pizzas entram em cena. A cobertura que leva o nome da casa reúne tomate, mussarela, funghi porcini, champignon, salsa, orégano e azeite extravirgem (R$ 54,00). Dois clássicos podem chegar na sobremesa: tiramisu (R$ 22,00) e romeu e julieta, esse em versão com sorvete de creme (R$ 26,00).

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha contemporânea / Brasileira

    Puro

    Rua Visconde de Carandaí, 43, Jardim Botânico

    Tel: (21) 3284 5377

    Veja Rio
    Sem avaliação

    A casa do chef revelação do COMER & BEBER 2016, Pedro Siqueira, é um belo imóvel de três andares decorado com cores neutras, luminárias de madeira, piso de tábua de bambu prensado e cadeiras do designer Fernando Jaeger. No menu baseado no conceito de cozinha de mercado, os ingredientes devem ser, prioritariamente, frescos e de produtores locais. Os comensais acomodam-se nas varandas do térreo ou do 3º andar, voltada para o Jardim Botânico, ou acompanham o preparo dos pratos ao lado da cozinha no piso intermediário. Entre as receitas, o pão com ovo à carbonara ladeado por barriga de porco (R$ 32,00) é opção de entrada. Inspirados nas raízes sulistas do cozinheiro, os espetinhos de coração com vinagrete campeiro e farofinha de milho (R$ 25,00) são pedida mais recente. Na ala principal, o polvo crocante (R$ 86,00) é escoltado por salada de batata ao murro, barriga de porco defumada e vinagrete de pimenta-­biquinho. Um dos maiores sucessos desde o lançamento, o matambre de boi assado com abóbora caramelada e farofa de erva-mate é servido por R$ 79,00. Para encerrar, peça a sobremesa que reúne tapioca, caramelo salgado, bergamota e praliné de biscoito leque (R$ 25,00).

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Carnes

    Tragga

    Rua Capitão Salomão, 74, Botafogo

    Tel: (21) 3507 2235

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Sob luz natural vinda de grandes janelas abertas no antigo casarão, o salão no Humaitá é abrigo para carnes argentinas. A parrilla é comandada pelo chef Juan Funes, filho de mãe baiana e pai argentino. Fazem bom começo linguiças de chorizo (R$ 28,00, de lombo), provoletas (R$ 26,00, com azeite e orégano) e empanadas, com destaque para a tradicional salteña (R$ 11,00), de carne picada na faca, batata, pimentão e pimenta (R$ 12,00, a unidade). Para os iniciados, há mollejas (R$ 36,00), glândulas de timo bovinas muito apreciadas na Argentina, e morcillas (R$ 29,00), embutidos de sangue. As estrelas locais são cortes nobres, como o bife ancho (R$ 64,00, 300 gramas; R$ 99,00, 450 gramas), da ponta do contrafilé, com gordura entremeada, e o bife de tira (R$ 73,00), parte transversal da picanha. O shoulder steak (R$ 68,00), corte extremamente macio da parte dianteira do boi, tem disponibilidade sob consulta. O pedido pode ser combinado a guarnições como batata assada com creme de roquefort e bacon (R$ 19,00) e risoto no vinho Malbec (R$ 26,00). Na sobremesa, peça sem culpa a panqueca de doce de leite (R$ 32,00), servida com sorvete de creme e castanhas picadas. Em tempo: uma filial deve abrir até o fim de julho de 2016 no complexo Vogue Square, na Barra.

    Preços checados em julho de 2016

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO