RESTAURANTES

Benedictine

Misto de restaruante italiano, salumeria e confeitaria, casa paulistana do chef Marcilio Araújo, ex-Le Vin, chega á Barra

Por: Fabio Codeço

comida ✪✪✪✪ | ambiente ✪✪✪ | serviço ✪✪✪

Tomás Rangel
(Foto: Redação Veja rio)

Depois de doze anos à frente do grupo Le Vin, o chef mineiro Marcilio Araujo levou adiante um projeto pessoal, apoiado por dois sócios. Inaugurou a casa italiana em São Paulo no ano passado e, em junho, abriu seu endereço carioca. Além do restaurante, o espaço vende variados produtos de fabricação própria, de pães a massas (incluindo as secas), passando por doces, patês e embutidos. Em mesas na varanda coberta ou nos dois salões internos, mais aconchegantes, o comensal saboreia um cardápio tão apetitoso quanto extenso, o que torna a escolha uma tarefa árdua. Para começar, focaccias fofas, bolachas de gergelim e grissinis finos e crocantes, escoltados por manteiga, sardela e saborosa caponata, compõem o couvert (R$ 14,80). Antes dos pratos principais, a brandade de bacalhau, servida com tutano e trufa em conserva, chegou sob ovo com a gema ligeiramente além do ponto (R$ 36,00). Na etapa seguinte, o pici (massa longa fresca e grossa) coberto por ragu de linguiça picante e cogumelo porcini (R$ 58,00) estava delicioso. Só não bateu a barriga de porco, de carne macia e suculenta sob a pele pururuca, sequinha, guarnecida de polenta, vegetais e molho do assado com pimenta-verde e toque trufado (R$ 56,00). Na carta de vinhos, o ótimo italiano Tommasi Bardolino 2012, típico do Vêneto, é um tinto leve, oferecido em taça (R$ 27,00) ou garrafa (R$ 102,00).

Avenida das Américas, 3900, 1º piso (VillageMall), Barra,3252-2784 (128 lugares). 12h/0h (sáb. até 1h; dom. até 23h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. (R$ 10,00 por duas horas). Couvert: R$ 14,80 (individual). ? ⑤ ⑥ (R$ 78,00) ↔ → www.restaurantebenedictine.com.br. Aberto em 2014. $$

Café da manhã: a casa abre para o desjejum, das 8h às 12h

Fonte: VEJA RIO