Do Leme ao Pontal

Confira uma seleção de bons restaurantes na orla

Na lista a seguir, quinze endereços situados à beira-mar que valem a visita 

Por: Fabio Codeço

Zo Suchi_Omakasse_Felipe-Fittipaldi-3
Porção de seis sashimis especiais: uma das atrações do omakasse (R$ 98,60, cinco etapas) (Foto: Felipe Fittipaldi)
  • Italiana

    Alloro

    Avenida Atlântica, 1020, Leme

    Tel: (21) 2195 7800

    Veja Rio
    Sem avaliação

    O requintado restaurante no térreo do Hotel Windsor Atlântica já foi eleito o melhor italiano da cidade nas edições do COMER & BEBER de 2012 e 2013. Principal responsável pelo sucesso da casa, o chef Luciano Boseggia, natural de Brescia, no norte da Itália, é autor de um livro sobre risotos, sua especialidade, presente no cardápio do Leme em preparos como a receita de lagosta, gengibre, aspargos e tomate confit (R$ 99,00). Outra escolha acertada é o pente de cordeiro em crosta de ervas com risoto de açafrão (R$ 130,00). São dicas mais recentes no menu a polenta com ragu de ossobuco (R$ 63,00) e o nhoque de batata com linguiça e creme de trufas (R$ 78,00). O percurso pode terminar bem para quem pede o creme brûlé de pistache com canolo à siciliana (R$ 35,00) ou a panacota com frutas vermelhas (R$ 32,00). 

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Árabe

    Arab - Copacabana

    Avenida Atlântica, 1936, Copacabana

    Tel: (21) 2235 1884

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Muitos acham que o quiosque é uma filial do endereço em Copacabana, mas trata-se do contrário. Depois do ponto menor, à beira da Lagoa, Vivian Arab inaugurou sua casa de frente para a praia. No segundo endereço, o bufê, a principal atração no horário do almoço, oferece mais de 100 receitas, a exemplo de frango defumado com damasco, de salada de lentilhas com grão-de-bico, ameixa e berinjela e de pasta de hortelã com damasco. O quilo custa R$ 65,90 de terça a sexta e, no fim de semana, sobe para R$ 71,90. No jantar, o sistema é rodízio (a R$ 65,00). Na lista de sugestões à la carte há variações em torno do quibe, como as versões de manteiga, coalhada ou cordeiro (R$ 18,00, seis unidades). Prato entre os mais pedidos, o cordeiro com cuscuz marroquino (R$ 65,00) chega à mesa em porção para duas pessoas. Entre as deliciosas sobremesas disponíveis destacam-se o fatayer, massa folheada em forma de esfiha, recheada de queijo de cabra e damasco (R$ 8,00), e o knefe, de massa folheada, queijo de cabra e figo fresco (R$ 8,00). No quiosque, não há bufê nem rodízio, mas as dicas à la carte citadas também são servidas à beira da Lagoa.

    Saiba mais
  • Portuguesa

    Bangalô

    Avenida Lúcio Costa, 1976, Barra da Tijuca

    Sem avaliação

    De frente para a Praia da Barra, tem ambiente típico das casas à beira-mar. Mesas espalhadas pela calçada, salão revestido de madeira, uma parede coberta por esteiras de palha e detalhes de bambu contribuem para o clima despojado e agradável. No cardápio variado é evidente a influência da gastronomia portuguesa. Entre as melhores pedidas encontram-se o bacalhau ao forno com cebola, alho, batatas ao murro e azeite, acompanhado de arroz branco (R$ 125,50), e o polvo assado, servido com batatas ao murro e arroz de brócolis (R$ 122,00), ambos em porções para duas pessoas. Outra pedida certeira, esta uma sugestão individual, é o filé de peixe ao molho de camarão, guarnecido de risoto de abobrinha (R$ 53,50). Para variar, tem filé-mignon ao molho de gorgonzola guarnecido de batata frita (R$ 52,50). Às segundas, terças, quintas e aos domingos, das 20h às 22h, há atraentes shows de MPB e blues.

    Saiba mais
  • Cozinha variada

    Casa Vieira Souto

    Avenida Vieira Souto, 234, Ipanema

    Tel: (21) 2267 9282

    Veja Rio
    Sem avaliação

    O imóvel sofisticado na Praia de Ipanema já abrigou um negócio de cozinha italiana, mas hoje funciona com cardápio mais despojado, no qual são listadas receitas de pegada caseira, ao melhor estilo comfort food. Na cozinha aparente são preparadas entradas como o steak tartare acompanhado de chips de batata-baroa e salada (R$ 50,00). Depois do abre-alas, fique entre duas das sugestões mais pedidas: o polvo grelhado guarnecido de feijão-santarém (R$ 90,00) e a rabada desfiada com polenta e agrião (R$ 75,00). Na sobremesa, merece atenção a esfera de chocolate com sorvete de caramelo e flor de sal (R$ 38,00). 

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Italiana

    Da Brambini

    Avenida Atlântica, 514, Leme

    Tel: (21) 2275 4346 ou (21) 2542 8357

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Mesmo com o afastamento do proprietário, o milanês Umberto Vegetti, que passa uma temporada na Itália, a cozinha continua caprichando no preparo de receitas tradicionais — Vegetti coordena os trabalhos de longe. O ossobuco de vitela ainda brilha na ala principal, ao lado de risoto de açafrão (R$ 77,00), um acompanhamento clássico. São alternativas nesta etapa o espaguete com lagostins (R$ 77,00) e a costeleta de cordeiro uruguaio, servida ao lado de batata ao forno com alecrim (R$ 132,00). Para abrir o apetite antes dos pratos principais, duas sugestões são os aspargos com ovo de codorna e azeite trufado (R$ 49,00) e a salada da brambini (rúcula, endívia, radicchio e queijo camembert; R$ 42,00). Na seção doce, não deixe escapar o strudel de maçã com banana e passas servido ao lado de sorvete de creme (R$ 21,00). 

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Peixes e frutos do mar

    Don Camillo

    Avenida Atlântica, 3056, Copacabana

    Tel: (21) 2549 9958

    Sem avaliação

    Conhecido reduto de culinária mediterrânea, de frente para a Praia de Copacabana, é um dos melhores restaurantes da orla. À noite, os clientes para o jantar podem esbarrar no salão com um quarteto dedicado a repertório de música italiana. Uma introdução às delícias do cardápio pode ser a focaccia, assada na hora, servida com presunto de Parma e mussarela de búfala (R$ 54,00). São entradas típicas da casa o refrescante carpaccio de salmão, atum e cherne com cebola, rúcula ao limão e croûtons (R$ 49,00) e o misto de camarões e lulas empanados servidos com molho tártaro (R$ 59,00). Na sequência, massas e risotos acompanham bem os pescados, caso do preparo com arroz-negro arbóreo, cavaquinha, polvo, camarão e tomate-cereja (R$ 106,00). Também revela-se uma dica saborosa o espaguete ao molho de tomate com camarão, lula, polvo, mexilhão e vôngole (R$ 79,00). O peixe don camillo é escoltado por batata, tomate, azeitona, alho, ervas finas e alcaparras (R$ 84,50, com pargo e vermelho; R$ 99,50, com cherne, badejo, robalo ou garoupa). Na sobremesa, prove o tradicional tiramisu (R$ 28,00).

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Peixes e frutos do mar / Italiana

    Fasano Al Mare

    Avenida Vieira Souto, 80, Ipanema

    Tel: (21) 3202 4000

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Piloto da cozinha do Hotel Fasano desde 2013, o chef Paolo Lavezzini manteve o título, conquistado pela primeira vez no ano passado. Seu currículo impressiona: antes de chegar ao Rio, o cozinheiro italiano, nascido na região da Emilia-Romagna e criado na Toscana, deu expediente nos restaurantes Alain Ducasse au Plaza Athénée (Paris) e Enoteca Pinchiorri (Florença), ambos donos de três estrelas no Guia Michelin — a cotação máxima da prestigiada publicação. Aqui, Lavezzini divide-se entre o preparo de receitas tradicionais e autorais. Na segunda lista, uma pedida para o abre-alas leva à mesa carpaccio de vieira sob ovas de salmão, azeitona desidratada, marmelada de tomate e ervas (R$ 84,00). Com massa de produção própria, ele faz uma releitura do clássico risoto de açafrão com ossobuco na forma de espaguete com creme de arroz e a especiaria, coberto de ragu (R$ 92,00). O menu degustação (R$ 294,00), de sete etapas, é um passeio completo. E o fornido menu executivo oferece, no almoço de segunda a sexta, entrada e prato principal por mais acessíveis R$ 94,00.

    Saiba mais
  • Italiana

    Fratelli

    Avenida Lucio Costa, 2916, Barra

    Tel: (21) 2494 6644

    Sem avaliação

    O ambiente rústico concebido para a trattoria carioca na unidade da Barra tem assinatura do arquiteto Helio Pellegrino. Os tijolos antigos, trazidos da Itália, e móveis de demolição dão charme à casa, que tem sua cozinha comandada por Massimo Torresan. O chef, italiano da região de Vêneto, apresenta massas variadas, além de um bem executado filé-­mignon alla parmigiana. A carne, empanada e gratinada com mussarela e molho de tomate, é acompanhada de purê de batata (R$ 85,00). Na ala de especialidades locais figuram tagliatelle al ragu di agnello, com molho de cordeiro (R$ 82,00), e o risoto mare blu (R$ 108,00), preparado com frutos do mar refogados no caldo de peixe e molho de tomate. Encerra o percurso o tiramisu (R$ 33,00), doçura originária da mesma região onde nasceu o chef, preparado à moda tradicional, com biscoito champagne, café, licor e mascarpone.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Peixes e frutos do mar

    Gabbiano al Mare

    Avenida Vieira Souto, 320, Ipanema

    Tel: (21) 2521 6464

    Sem avaliação

    No 2º piso do Hotel Sol Ipanema, com janelões para a praia, funciona a casa ligada ao italiano Gabbiano. A aposta do irmão mais novo da marca é na cozinha mediterrânea, com receitas do chef executivo Romano Fontanive, que se divide entre as empreitadas da rede. A combinação de camarões e cogumelos gratinados ao perfume de trufas brancas (R$ 58,00) é um começo sem erro. Outra boa opção reúne lagostins frescos sobre batata rosti, finalizados com molho cremoso (R$ 44,00). Não importa o caminho escolhido, vale acrescentar ao pedido uma porção de pizzas brancas crocantes, feitas na hora (R$ 15,00). A ala de massas frescas inclui, entre outras sugestões, tagliatelle com ragu de lagosta, brandy e lime, um tipo de fruta cítrica (R$ 86,00). A receita clássica de risoto com camarões, bisque e rúcula (R$ 69,00) também encontra vez no menu. Feito no forno, o pargo preparado com vinho branco, azeite, cebola, endívias, tomates e batatas (R$ 79,00) tem seus fãs. A sobremesa é assegurada pela torta de chocolate belga com pistache (R$ 18,00). No almoço há sempre três opções de prato, a R$ 49,00 cada uma.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Francesa

    Le Pré Catelan

    Avenida Atlântica, 4240, Copacabana

    Sem avaliação

    Lustres de cristais Swarowski, mármore branco nos banheiros, voluptuosas cortinas e discretos efeitos de luz delineiam a sofisticação do restaurante no Hotel Sofitel, comandado há dezessete anos pelo renomado Roland Villard. Nesse período, o chef francês acumulou vitórias em diferentes categorias no COMER & BEBER. Primorosas receitas que valorizam ingredientes brasileiros, apoiadas nas bases francesas, são a marca registrada do cozinheiro. Para conhecê-las, um bom caminho é por um dos três menus degustação em vigor. O mais simples, com quatro etapas, custa R$ 225,00 e muda a cada semana. Na sequência de oito serviços do percurso Villegagnon (R$ 290,00), surgem pratos como a salada de feijão-manteiguinha com óleo de pequi e tartare de atum e o camarão grelhado com purê de taioba e molho de urucum. Criações de Villard também são oferecidas à la carte. Um bom começo é o duo de foie gras, que aparece grelhado, com frutas secas carameladas e chutney de goiaba, e na forma de terrine com figo e avelã (R$ 98,00). Na etapa principal destaca-se o filé de robalo, com purê de banana-da-terra, emulsão de tucupi, farofa de castanhas do pará e alcaparras (R$ 86,00). O carrinho de sobremesas traz criações do tarimbado chef pâtissier Philippe Brye, que chegou à equipe em 2015. Por R$ 35,00 é possível degustar delícias como creme brûlé, tarte tatin e tartelete de frutas. 

    Preços verificados em Outubro de 2015. 

    Saiba mais
  • Marius Degustare

    Avenida Atlântica, 290, Leme

    Tel: (21) 2104 9002 ou (21) 2121 9000

    Sem avaliação

    O ambiente extravagante é a primeira atração da casa na orla do Leme. A decoração se vale de uma infinidade de objetos, como conchas, artigos náuticos, cordas, louças e até um carrinho de bebê, tudo para o cliente ter a sensação de estar dentro de uma embarcação naufragada. Por lá vigora um fornido serviço de rodízio de carnes especiais — a lista inclui variedades pouco recorrentes em negócios do gênero, como kobe beef e costela de javali —, além de pescados nobres. O menu inclui lagosta, vieiras e ostras frescas. Completam a refeição opções disponíveis no bufê, como antepastos frios, saladas e pratos quentes. Pela fartura são cobrados R$ 210,00, preço mais salgado do que a média. Uma boa­nova: a sobremesa foi incluída no preço. Entre as sugestões doces dispostas em bufê estão manjar e cheesecake com calda de frutas vermelhas.

    Preços checados em julho de 2016

    Saiba mais
  • Japonesa

    Minimok

    Avenida Lúcio Costa, 3460, Barra da Tijuca

    Sem avaliação

    Cada uma das três unidades da marca oferece pratos com a assinatura do experiente chef Carlos Ohata. O paulistano comanda o sushi-bar da matriz, no Leblon, por onde passam peixes pouco usuais nas mesas cariocas. Entre outros, beijupirá, olho de cão e buri aparecem em forma de sushi (R$ 15,00 a dupla) ou sashimi (R$ 33,00, sete unidades). Os desejados atum, salmão e namorado também ganham cortes impecáveis (R$ 12,00 a dupla de sushi e R$ 29,00 a porção de sashimi). O toque contemporâneo marca pratos quentes, como os camarões salteados com alho, nirá, shiitake e crocantes de batata-baroa (R$ 36,00). Outras pedidas pouco convencionais são os sushis de ovas de salmão com gema de codorna e toque de sal negro sobre enrolado de salmão (R$ 29,00 a dupla) e de lagostim com yuzu (fruta cítrica asiática), chamuscado com maçarico (R$ 28,00 a dupla). Para compartilhar, o combinado sugidama traz 32 peças com itens clássicos (R$ 122,00). Nas lojas do Leblon e da Península, o menu expresso traz combinações mais em conta para o almoço durante a semana.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha variada

    Nativo

    Avenida Lúcio Costa, 1976, Barra

    Sem avaliação

    Destino concorrido no pós-praia, a casa em frente ao mar da Barra tem ambiente despojado, com mesinhas na calçada, além de salão climatizado. O bufê de frios por quilo (R$ 85,00) é boa opção para iniciar os trabalhos. O serviço oferece itens como queijos, camarão, lula, salmão marinado, presunto assado no mel e canela, alho assado, pasta de grão-de-bico, bolinho de arroz, quibe de abobrinha e berinjela grelhada. Duas sugestões para o prato principal: atum em crosta de gergelim malpassado, servido com risoto de shiitake (R$ 60,00), e filé ao molho poivre, preparado com shoyu, pimenta-do-reino e creme de leite, guarnecido de batata chips e salada caesar (R$ 58,00). Para terminar, entregue-se ao brownie nativo, coberto de banana caramelada, sorvete de canela, mel e avelã (R$ 23,00).

    Saiba mais
  • Refeição em bufê

    Pérgula

    Avenida Atlântica, 1702, Copacabana

    Tel: (21) 2548 7070

    Sem avaliação

    O restaurante tem vista para a famosa piscina do Copacabana Palace e é comandado pelo chef Filipe Rizzato (ex-Quadrifoglio, com experiência ainda em casas de Barcelona e de Londres). No almoço vigora um bufê a preço fixo (R$ 180,00). Outro caminho são as opções à la carte. Nesse sistema, o capítulo de entradas elenca sugestões para compartilhar. O bolinho de bacalhau, servido com aïoli de batata-doce (R$ 48,00, cinco unidades), é uma delas. Outro percurso leva a saladas, como o tradicional preparo niçoise (R$ 68,00), com lombo de atum confitado, azeitona, ovo, batata, vagem e mix de folhas. Dica para adiante, o filé-mignon com molho de ervas é guarnecido de arroz basmati e farofa de biju (R$ 88,00). Pedido bem brasileiro, o picadinho é servido com arroz, legumes salteados, farofa, ovo frito, banana empanada e batata noisette (R$ 87,00). Na hora da sobremesa, prove o pudim de tapioca com castanha-do-pará (R$ 28,00). Um farto bufê de café da manhã é oferecido ao preço fixo de R$ 92,00. 

    Saiba mais
  • Japonesa

    Zo Sushi

    Avenida Lucio Costa, 1976, Barra Da Tijuca

    Tel: (21) 2495 1295

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Destino certeiro para depois do mergulho, o espaço de decoração arejada fica em frente à praia. Revestido de madeira clara do piso ao teto, o salão abriga mesas e bancos fixos e exibe, no corredor de entrada, uma cortina de água de efeito interessante. No comando da cozinha está Takashi Kawamura, que passou por endereços como Azumi e Mitsuba. O omakasse (menu degustação em que o cliente se entrega às escolhas do chef), oferecido em duas versões, é uma boa para os abertos a novidades. A menor opção, com sobremesa incluída (R$ 98,90 no jantar de sexta, sábado e vésperas de feriado; R$ 79,90 nos demais dias e horários), foge do trivial e pode incluir preparos com peixes menos usuais, a exemplo de sushi de ouriço, e pratos quentes, como black cod grelhado (um peixe do Alasca) acompanhado de shiitake e aspargos (também disponível à la carte, por R$ 74,90). Sugestão da seção izakaya, de pedidas para beliscar, o gyutan, encontrado somente nas melhores casas do ramo, consiste em lâminas saborosas de língua bovina (R$ 24,50). Para adoçar, prove o inventivo harumaki de goiabada com sorvete de queijo (R$ 18,90).

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO