molusco

Com seus tentáculos, polvo protagoniza delícias no Rio

Como entrada ou prato principal, iguaria mostra sua versatilidade em oito casas cariocas

Por: Rafael Cavalieri

Lima Restobar
Pulpo Confitado: novidade no Lima (Foto: Divulgação)
  • Cozinha variada

    Adega do Cesare

    Rua Joaquim Nabuco, 44, Copacabana

    Tel: (21) 2523 1429 ou (21) 2125 0467

    Sem avaliação

    Com 42 anos de funcionamento, a casa reúne freguesia basicamente da vizinhança. Tem cardápio variado e extenso, com foco em receitas tradicionais. Entre as opções de prato principal, oferecidas em fartas porções para pelo menos duas pessoas, figuram o medalhão de filé-mignon, guarnecido de arroz à piemontesa com bacon (R$ 73,00), e a picanha à oswaldo aranha (R$ 81,00), que chega sem invencionices: coberta de alho, acompanhada de batata portuguesa, arroz e farofa de ovo. No almoço de sábado, a pedida mais procurada é a feijoada completa (R$ 68,00), que traz lombo, costela. paio, pé e orelha de porco, escoltados por arroz, farofa, torresmo e couve. A seção de frutos do mar também vale a visita. Elenca sugestões como a caldeirada, feita de polvo, lula, mexilhão, camarão e batata cozida (R$ 124,00, para três pessoas). O capítulo de sobremesas segue a mesma linha. Sem maiores surpresas, traz sugestões como musse de chocolate e pavê, a R$ 7,50 cada um.

    Saiba mais
  • Cozinha variada

    Bistrô Ouvidor Botafogo

    Rua Bambina, 145, Botafogo

    Tel: (21) 3495 1628

    Veja Rio
    Sem avaliação

    O ambiente aconchegante pode ser alugado para festas. No expediente normal, tem jeito de bistrô e funciona como tal, inclusive oferecendo o plat du jour, sugestões de cada dia criadas pela chef Ivone Lúcio. Entre as dicas fixas, uma entrada acertada traz patê de campagne com torradinhas e salada verde (R$ 11,90). Na ala dos pratos principais, a picanha de cordeiro ao chimichurri (R$ 59,00) é levemente picante. Pelo prato, somado a uma entrada e uma sobremesa, são cobrados R$ 69,90. As massas também merecem atenção. Nessa lista, o ravióli de queijo com molho de gorgonzola e amêndoas custa R$ 38,90. Na sobremesa, escolha entre o creme brûlé de amêndoas (R$ 10,90) e o irresistível brownie com sorvete (R$ 15,90). Pode completar o programa um dos argentinos, chilenos, italianos e franceses reunidos na carta de vinhos. 

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha variada

    Casa Momus

    Rua do Lavradio, 11, Centro

    Sem avaliação

    O casarão do século XIX no trecho para pedestres da Rua do Lavradio tem decoração requintada, na qual sobressai a bela estante de madeira atrás do balcão, herdada da antiga matriz da loja de comes e bebes importados Lidador. Luz baixa, móveis e luminárias de design são outros detalhes atraentes nos dois andares do imóvel. Para começar, são entradas instigantes o tartare de salmão ao manjericão e o caldo gelado de agrião (R$ 33,00 cada pedido). Petiscos que acompanham os bebes, a partir da happy hour, também podem abrir os trabalhos na hora do almoço. É o caso da porção de bolinhos momus (R$ 28,00), de carne ao molho de beterraba, acompanhados de geleia de pimenta. Na ala principal encontram-se risotos, em receitas de pancetta e alho-poró (R$ 45,00) e de limão-siciliano (R$ 48,00), entre outras. Uma sugestão mais consistente é o medalhão de filé-mignon suíno com legumes e batata-baroa salteada no tomilho fresco e em emulsão de pimentão (R$ 49,00). Na hora da sobremesa, escolha entre tiramisu (R$ 23,00) e a musse de chocolate (R$ 23,00), boa para dividir.

    Preços atualizados em julho de 2016

    Saiba mais
  • Italiana

    CT Trattorie

    Avenida Alexandre Ferreira, 66, Lagoa

    Tel: (21) 2266 0838

    Sem avaliação

    Filho e neto de italianas, o chef francês Claude Troisgros celebra a cultura gastronômica das antepassadas na casa onde funcionou o 66 Bistrô. No cardápio, elaborado a quatro mãos com o filho Thomas, ele resgata sabores que marcaram sua infância em pratos que aliam técnicas da culinária francesa e ingredientes brasileiros, como é de costume em sua cozinha. Em uma das quatro versões disponíveis, a polenta mole pode ser degustada com ovo pochê, queijo parmesão reggiano e palmito trufado (R$ 42,00). Na seção de especialidades, o polpettone ct trattorie, recheado de mussarela e cream cheese e coberto por molho de tomate, é uma receita do clã Troisgros. Massas frescas, como o ravióli de lagostim ao molho de tomate e trufa de palmito pupunha (R$ 85,00), também ganham destaque. Outra dica saborosa, o ossobuco de vitelo (R$ 88,00) é levado ao fogo lento e servido com risoto de açafrão. O capítulo intitulado “saudades do 66” preserva receitas consagradas na encarnação antiga do antigo endereço, como as suculentas coxas de rã à provençal (R$ 58,00), ao molho de azeite, ervas e um toque de limão. Para adoçar a visita, invista na palha italiana com flor de sal (R$ 20,00). No almoço, alguns pratos são oferecidos em porções menores.

    Preços verificados em Outubro de 2015. 

    Saiba mais
  • Latinos

    Lima Restobar

    Rua Visconde de Caravelas, 113, Botafogo

    Tel: (21) 2527 9662 ou (21) 2527 2203

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Chef e proprietário do Taypá, sofisticado endereço de cozinha peruana em Brasília, Marco Espinoza inaugurou este seu primeiro empreendimento carioca em março de 2013. Ele chegou a abrir novas frentes na cidade, como a sanduicheria El Chalaco, que funcionou no Leblon, e o Tupac, restaurante de perfil mais elaborado e vida curta em Ipanema. As filiais de sua primeira casa na Barra e em Niterói também já não existem mais. De volta ao começo, na matriz são preparadas receitas como a que reúne ceviche de frutos do mar marinados em leche de tigre e empanados, rodelas de pimenta dedo-de-moça e chips de batata-­doce e de banana (R$ 39,00). Sugestão mais consistente, o saboroso gratén de papa y hongos (R$ 46,00) é um ragu de cogumelo coberto por lâminas de batata gratinada com queijo. Outra pedida, o quinoto é um risoto de quinoa misturada a molho cremoso de camarão, queijo grana padano e cogumelo, finalizado com molho de manjericão (R$ 74,00). Boa dica doce para dividir, o trio de suspiros limeños (R$ 32,00) traz a tradicional sobremesa (redução de leite condensado coberta de merengue) em três versões: a clássica, feita com canela, laranja e café.

    Preços checados em julho de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha variada

    Victoria

    Rua Mário Ribeiro, 399, Lagoa

    Tel: (21) 2540 9017

    Sem avaliação

    Marcones Deus é o chef da casa de cardápio eclético no complexo gastronômico do Jockey Club. A etapa preliminar pode levar à mesa cubos de filé-mignon de sol e queijo de coalho com cebola dourada (R$ 46,50) ou camarões crocantes com molhos teriyaki e agridoce (R$ 48,50). São pedidas para beliscar antes da etapa principal. Entre as massas aparece uma sugestão exótica: tortelloni verde recheado de banana-da-terra, coberto por molho de queijo de coalho com castanha de caju, salpicado de crocante de cebola-roxa (R$ 46,50). Na ala dos peixes, a dica é o cherne ao molho de maracujá e leite de coco, servido com banana grelhada e farofa crocante (R$ 79,50). Pedida para a sobremesa, a rabanada gratinada ao creme inglês, acrescida de frutas salteadas no vinho do Porto e especiarias, custa R$ 18,70.

    Saiba mais
  • Italiana

    Villa 106

    Rua do Senado, 106, Centro

    Tel: (21) 2242 6027

    4 avaliações

    Próxima ao prédio da Petrobras, que levou vida nova àquele trecho antes degradado da Rua do Senado, a casa inaugurada em abril de 2015 tem projeto simples, mas de bom gosto. Um sofá de couro azul-marinho contrasta com cadeiras nas cores branco e amarelo-ovo e mesas de madeira escura, enquanto janelões permitem a passagem de luz natural e valorizam o ambiente. Opção de entrada, o saboroso medalhão de polenta coberto por cogumelo temperado e queijo brie (R$ 24,00) é generoso e, portanto, pode ser partilhado ou mesmo servir como uma pequena refeição. Na sequência, o risoto de funghi vem encimado por picadinho de filé-mignon e ovo caipira (R$ 39,00). Pedida substanciosa, o clássico ossobuco com polenta (R$ 46,00) é apetitosa alternativa. Na sobremesa, uma versão tropicalizada da tradicional panacota, feita de coco e coulis de manga (R$ 13,00), é ótima escolha. 

    Preços verificados em Outubro de 2015. 

    Saiba mais
  • Japonesa

    Yumê

    Rua Pacheco Leão, 758, Jardim Botânico

    Tel: (21) 3205 7321

    Veja Rio
    Sem avaliação

    Depois de percorrer o salão e passar ao lado da cozinha, o visitante chega ao ambiente mais disputado. Iluminada por velas, a área com tatames sobre o piso de vidro, através do qual se avista o tanque com carpas, fica debaixo de teto retrátil, que revela as estrelas em noites claras. De dia, o jardim também tem seu charme e as luz natural revela detalhes da decoração. Comece pelo nori de manga (R$ 46,00), folhas feitas com a fruta desidratada e alga, cobertas por ova de salmão, que conquistaram a pop star Madonna em sua visita ao restaurante. De sabor forte, o acarajapa (R$ 23,00), versão oriental do quitute baiano preparada com tofu frito e recheada de macarrão de arroz, camarão seco e coentro, é uma criação da antiga dona, Graça Tanaka, quando o nome na fachada ainda era Miss Tanaka. Entre as porções, valem a visita o prato de ostras empanadas com molho adocicado (R$ 45,00) e os famosos tempurás de jaca (R$ 22,0), com macarrão harusame e molho à base de shoyu, amêndoas e hortelã. Do sushi-bar saem enrolados como o tartare especial, de salmão com cream cheese, camarão e ovas de capelim (R$ 53,00, seis unidades). Entre as criações quentes, o bifum (R$ 66,00) é um macarrão de farinha de arroz com frango, camarões e ovo.

    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO