RESTAURANTES

Italianos no pedaço

Conheça os chefs que, sem alarde, assumiram as casas cariocas do Grupo Fasano

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

Alexander Landau/divulgação (donato) / Se?rgio Pagano/divulgação (paolo)
(Foto: Redação Veja rio)

Salvatore Loi respondia pelos cardápios de mais de dez casas do Grupo Fasano quando deixou a empresa, no ano passado. Sua saída levou o restaurateur Rogério Fasano a rever a estrutura dos negócios, até então centralizada num único chef. No espaço aberto para a chegada de novos profissionais, dois italianos, como Loi, assumiram cozinhas do grupo. Natural da região da Emilia-Romagna, Paolo Lavezzini deixou a Enoteca Pinchiorri, casa em Florença com cotação máxima, três estrelas, no Guia Michelin, para substituir Luca Gozzani (hoje em São Paulo) no comando do Fasano Al Mare (Avenida Vieira Souto, 80, Ipanema, ☎ 3202-4000). Está lá desde dezembro. Donato di Giuseppe, que veio de Puglia no fim de 2011 para pilotar o Gero na Barra (Rua Érico Veríssimo, 190, ☎ 2484-9455), acaba de ser promovido a chef executivo também da filial de Ipanema.

Leia entrevistas com os cozinheiros em vejario.com.br/confessoquecomi

Fonte: VEJA RIO