RESTAURANTES

Capriccio

O clima na Ilha da Gigóia é agradável e, por si só, justificaria a visita, mas também atraem os preços honestos do cardápio

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Tomás Rangel
(Foto: Redação Veja rio)

O programa é pitoresco. Para chegar ao restaurante na Ilha da Gigoia, é preciso tomar a balsa (R$ 1,00 cada trecho) na estação ao lado do Barra Private, o condomínio no número 400 da Avenida Armando Lombardi. Em menos de um minuto a pequena embarcação atraca diante da varanda da casa ? o desembarque é um tanto cambaleante, é bom avisar. O clima à beira do canal é agradável e, por si só, justificaria a visita, mas também atraem os preços honestos do cardápio. Começa-se bem pela sequinha porção de pastéis (R$ 17,90, dez unidades), nos sabores de carne, catupiry e camarão, este o melhor. Entre os pratos postos à prova, o risoto milanês (R$ 34,00), cozido em demasia, foi redimido pelo gostoso filé-mignon ao molho de vinho que escoltava. Apresentou maior equilíbrio o conjunto formado por picanha coberta de alho frito, arroz maluco, farofa de ovo e batata palito (R$ 38,90). A melhor pedida, no entanto, foi mesmo o lombo de bacalhau, assado com brócolis, batata, cebola, azeitona, tomate-cereja e ovo cozido (R$ 54,00), guarnecido de arroz. De sobremesa, peça frutas flambadas e sorvete de creme (R$ 9,90). Na pequena seleção de vinhos destaca-se o tinto chileno Mostazal Carménère (R$ 57,90).

Ilha da Gigoia, 13, Barra, ☎ 2491-0142 e 2253-8763 (90 lugares). 12h/0h (dom. até 21h; seg. e ter. 12h/15h). Cc: todos. Cd: todos. Couvert: R$ 13,00 (a porção). Couvert art.: R$ 6,00 (sex.). ⑥ (R$ 30,00 nacional; R$ 40,00 importado). ↔ Aberto em 2011. $

Show: nas noites de sexta o jantar é embalado por MPB e pop rock ao vivo

Fonte: VEJA RIO