RESTAURANTES

Alcaparra

Ponto tradicional na Praia do Flamengo, a casa tem cozinha afinada, serviço competente e ambiente sofisticado

Por: Fabio Codeço - Atualizado em

COMIDA ✪✪✪ | AMBIENTE ✪✪✪ | SERVIÇO ✪✪✪

Fernando Lemos
(Foto: Redação Veja rio)

Ponto tradicional na Praia do Flamengo, a casa tem cozinha afinada, serviço competente e ambiente sofisticado. Um tanto fora do circuito, porém, é destino basicamente de executivos, no almoço, e de moradores do bairro. Ou melhor, era. Desde junho, quem comanda o salão é Valmir Pereira. Conhecido por sua atuação nos salões do D?Amici e do La Fiducia, o prestigiado maître-sommelier vem atraindo clientes de outras bandas. Apesar de alcançar maior destaque nesses dois últimos empreendimentos, sua trajetória profissional remonta ao extinto Le Bec Fin, onde foi colega de João Batista, o atual gerente do Alcaparra. Para celebrar a nova parceria, a dupla relançou clássicos que fizeram a fama do restaurante francês em Copacabana, referência de qualidade nos anos 50 e 60. São pratos como o camarão nova orleans (R$ 96,90), com crustáceos graúdos em delicioso molho de cogumelo-de-paris, ladeados por arroz de açafrão. Ou o medalhão rachel (R$ 64,50), coberto por molho encorpado à base de tutano e vinho marsala, guarnecido de espinafre gratinado (R$ 64,50).

Praia do Flamengo, 150, Flamengo, ☎ 2558-3937 (120 lugares). 12h/1h. Cc: todos. Cd: todos. Estac. c/manobr. Couvert: R$ 14,50 (individual). ⑤ ⑥ (R$ 40,00). → www.alcaparra.com.br. Aberto em 1992. $$$

Tem mais: a lagosta le bec fin (R$ 99,90) e o paupiette de sole, um enroladinho de peixe (R$ 69,90), também estão de volta

Fonte: VEJA RIO