DE BRAÇOS ABERTOS

Paisagens do porto

Os mirantes da Zona Portuária revelam ângulos diferentes de uma cidade em transformação

Por: - Atualizado em

O Viaduto da Perimetral foi definitivamente fechado. Mais do que nunca, os olhos da capital se voltam para a Zona Portuária e seus 5 milhões de metros quadrados em processo de reurbanização. Do alto de seus mirantes descortinam-se paisagens deslumbrantes e ângulos ainda pouco explorados. Alguns lugares são conhecidos, como o Museu de Arte do Rio, o MAR. Outros são vistos pela primeira vez, como o recém-inaugurado Parque Machado de Assis, no alto do Morro do Pinto. Veja abaixo os principais pontos abertos à visitação que valem uma visita.

 

Jardim Suspenso do Valongo

De fácil acesso pela Rua Camerino, o espaço foi restaurado nos moldes originais, após pesquisa em fotografias e desenhos de época
(Foto: Clarice Tenório Barretto / Porto Maravilha)

Construído por encomenda do prefeito Pereira Passos como parte do projeto de reurbanização da cidade no início do século 20, o Jardim Suspenso do Valongo foi inaugurado em 1906 e reinaugurado em 2011, junto à entrega da primeira fase de obras do Porto Maravilha. Por sua proximidade ao Cais do Valongo, porto escravista que recebeu mais de 500 mil africanos escravizados no início do século 19, a área abrigou mercados de negros.

De fácil acesso pela Rua Camerino, o espaço foi restaurado nos moldes originais, após pesquisa em fotografias e desenhos de época com indicações das espécies vegetais que ajudaram na reconstituição da paisagem. Parte de um circuito histórico e arqueológico da herança africana, criado pela prefeitura, há visitas guiadas gratuitas que saem do Museu de Arte do Rio e passam por lá (terças-feiras, sábados e domingos, 10h30, 12h30, 14h30 e 15h30).

Endereço: Ladeira do Valongo, subida do Morro da Conceição pela Rua Camerino.Aberto diariamente das 9h às 18h

 

Museu de Arte do Rio

Do terraço do Museu de Arte do Rio é possível ver além da Região Portuária, obras do Museu do Amanhã e do Túnel do Binário
(Foto: Clarice Tenório Barretto / Porto Maravilha)

Há pouco mais de dois anos, o complexo cultural era um palacete abandonado e um terminal rodoviário na Praça Mauá. Hoje, o MAR tem 15 mil metros quadrados de construção que abrigam oito salas de exposição e a Escola do Olhar. Mas quem vai ao museu não se impressiona apenas com as exposições, depara-se com uma vista privilegiada. Não há lugar melhor para acompanhar de cima as obras do Museu do Amanhã e do Túnel do Binário (do qual é possível ver um grande buraco escavado na Praça Mauá). Um painel digital ajuda descrevendo as principais intervenções do Porto Maravilha.

Para acessar o terraço, não é necessário visitar o interior do museu, basta subir de elevador até o último andar, onde também é possível almoçar no restaurante Mauá (Terça a quinta, das 12h às 17h, e de sexta a domingo, das 12h às 20h).

Endereço: Praça Mauá, 5.

Aberto de terça a domingo, das 10h às 18h

 

Enoteca Uno

Restaurante Enoteca Uno, no número 1 da Avenida Rio Branco, tem vista privilegiada da Baía de Guanabara
(Foto: Filico)

No 10º andar do edifício RB1, na Avenida Rio Branco, a vista que se tem é dos edifícios do Centro do Rio com a Baía de Guanabara em frente. Alguns dos pratos preferidos no cardápio assinado pelo chef vencedor de duas estrelas Michelin, Joachim Koerper, são o pato em duas texturas com pêra e maracujá (R$ 65) e a lasanha aberta com lagosta, legumes e emulsão de crustáceos (R$ 69). De segunda a sexta-feira, quando o salão é tomado por executivos e advogados do Centro, o menu de R$ 55 inclui entrada, prato principal e sobremesa.

Endereço: Avenida Rio Branco, 1, 10º andar, Centro, tel. 2223-0070

 

Parque Machado de Assis

Após fechamento para construção do terceiro maior reservatório de água da cidade, Parque Machado de Assis é reinaugurado e ganha dois mirantes
(Foto: Ricardo Cassiano / Prefeitura do Rio)

Com visão privilegiada da Região Portuária e Centro, o Parque Machado de Assis, no Morro do Pinto, Santo Cristo, passou por reformas após obras para construção do terceiro maior reservatório de água da cidade, que terá capacidade de abastecer até 500 mil pessoas. O espaço de 21.850 metros quadrados tem quadra, campo de futebol e brinquedos para crianças. Fica aberto diariamente das 6h às 22h. Antes ou depois da visita, vale a pena parar para beliscar uns petiscos e tomar uma cerveja no Bar do Omar, no caminho do parque, que também tem uma bela vista.

Endereço: Parque Machado de Assis, Rua do Pinto s/n, Morro do Pinto. Acesso pela Rua Sara, a partir da Rua Santo Cristo, Santo Cristo.

 

Morro da Providência (em breve)

Promessa de passeio ainda para 2014, teleférico receberá até mil moradores e visitantes por hora
(Foto: Fábio Costa / Prefeitura do Rio)

A Prefeitura do Rio promete, nos próximos meses, colocar em operação o teleférico da Providência, que liga de um lado a Central do Brasil e, de outro, a Cidade do Samba ao alto da primeira favela do país. O transporte por bondinho terá três estações e permitirá que moradores e visitantes subam e desçam o morro em aproximadamente oito minutos. No alto, o mirante já construído ganhará destaque. Lá de cima, mais uma vista privilegiada da cidade maravilhosa. Cerca de mil pessoas poderão aproveitar o passeio a cada hora.

Endereço: Praça Américo Brum, Morro da Providência

Em breve, acesso por teleférico via Central do Brasil ou Cidade do Samba.

Confira no mapa a localização dos mirantes
(Foto: Veja Rio)

 

Fonte: VEJA RIO