Conheça o Rio a pé

Visitas guiadas gratuitas ajudam cariocas e turistas a conhecer e aproveitar melhor a cidade

Por: - Atualizado em

Passeio
Durante a Copa, a Riotur promoveu tours gratuitos pela cidade, que foram feitos por 689 pessoas de 35 países diferentes (Foto: Foto: Rolé Carioca/Thamyra Thamara)

Fazer turismo no Rio é uma delícia até mesmo para quem é nascido e criado aqui, mas, na maioria das vezes, é um programa que custa caro. A boa notícia é que estão virando tendência os mais diversos tipos de passeios gratuitos guiados que podem ser aproveitados não só por turistas, mas também por cariocas interessados em conhecer e curtir um pouco mais das belezas e da história local. Há roteiros criados por professores que são verdadeiras aulas de “carioquice” a céu aberto, pois desvendam lugares que fogem do circuito turístico tradicional e revelam novos ângulos e curiosidades da cidade. Conheça as opções e programe-se!

Porto maravilha

O programa de tours guiados oferece dois roteiros: um pelas obras de revitalização da Zona Portuária e outro de visitação educativa na região. O primeiro requer inscrições antecipadas no site, mas, para participar do segundo, basta chegar meia hora antes do horário de início dos passeios. O ponto de partida é o Museu de Arte do Rio (MAR), e as saídas acontecem todas as terças, sábados e domingos às 10h30, 12h30, 14h30 e 15h30. O percurso inclui a Pedra do Sal, o Jardim Suspenso do Valongo, o Cais do Valongo e termina no espaço Meu Porto Maravilha, onde os participantes fazem uma verdadeira viagem virtual no tempo na exposição interativa sobre a Região Portuária.

“Esse é um programa relativamente novo na cidade, que vem despertando o interesse de um grande número de pessoas. Profissionais, estudantes e até famílias querem ver de perto as transformações. Na visita às obras, o grupo veste o capacete e explora parte dos 5 milhões de metros quadrados do Porto Maravilha. O interessante é que, como as obras mudam, os roteiros também mudam. Quem foi no ano passado, hoje vê um cenário totalmente diferente. E, depois de conhecer a área, os visitantes podem ficar e aproveitar a intensa programação cultural da Região Portuária”, recomenda Alberto Silva, presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região do Porto do Rio de Janeiro (Cdurp). Acesse www.portomaravilha.com.br (clique em Visitas Guiadas no menu principal).

Rio free walking tour

Há exatamente um ano, de segunda a sexta, chova ou faça sol, três jovens guias de turismo usando camisas e guarda-chuvas amarelos estão pontualmente às 9h30 em frente ao Theatro Municipal para dar partida em mais um tour recheado de história e curiosidades pelo Centro do Rio. Dali, os turistas visitam os Arcos da Lapa, a Escadaria Selarón, a Catedral, o Convento de Santo Antônio no Largo da Carioca, a Confeitaria Colombo e a Praça XV, ponto final do trajeto, onde realizam paradas no Paço Imperial e no Arco do Teles.

Ao longo de todo o trajeto, que percorre 2,5 km e dura cerca de três horas, aprende-se sobre a história da cidade, desde os tempos de colônia portuguesa até os dias atuais, com informações dadas em inglês e português. Neste formato de passeio, inspirado no modelo europeu de pequenas empresas de turismo, gorjetas ao final são muito bem-vindas. Acesse www.riofreewalkingtour.com

Roteiros do Rio

O mais tradicional dos circuitos é o Roteiros Geográficos do Rio, que há 13 anos promove passeios gratuitos a pé com roteiros elaborados por mestrandos e doutorandos em Geografia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e do Núcleo de Estudos sobre Geografia Humanística, Artes e Cidade do Rio de Janeiro (NeghaRIO). Apesar de a maioria dos participantes dos passeios ser de moradores da cidade, também há um grande número de turistas de diversos cantos do país e do exterior, que se junta aos grupos durante as caminhadas, que ocorrem também no período noturno. Em novembro serão oferecidos passeios com temáticas ligadas às datas simbólicas do mês, como a Proclamação da República, no dia 15, e Zumbi dos Palmares, no dia 20. “Esperamos que o projeto contribua para elevar a autoestima dos cariocas, pois muitos deles não conhecem as histórias do local ou do bairro onde moram”, diz o professor João Baptista Ferreira de Mello, coordenador do projeto. Acesse www.roteirosdorio.com

Rolé Carioca

Nascido em 2010 e retomado no ano passado, o Rolé Carioca mostra um “lado B” do Rio de Janeiro por meio de personagens históricos, curiosidades e informações urbanísticas e arquitetônicas de cada local visitado. O projeto é realizado em parceria com o Estúdio M’Baraká e a Universidade Estácio de Sá. Os professores Rodrigo Rainha e William Martins, do curso de História, são os responsáveis por elaborar os roteiros e guiar os grupos nos tours que aliam o aprendizado a um passeio descontraído, com dicas e referências musicais, gastronômicas e artísticas. Saiba mais em www.facebook.com/rolecarioca

Com o Rio de Braços Abertos

Carioca é bem-humorado, descontraído. Mas pode ser também engajado e envolvido com as transformações que vêm acontecendo para deixar tudo pronto para os grandes eventos que se aproximam. Para dar um empurrãozinho, a Veja Rio, com o patrocínio da Petrobras e da Prefeitura do Rio de Janeiro, criou o movimento Com o Rio de Braços Abertos, em busca de uma cidade melhor para turistas e, acima de tudo, para quem vive aqui. Acesse: www.bracosabertos.com.br

O Roteiros do Rio é o mais antigo da cidade: existe há 13 anos

 

Fonte: VEJA RIO