diversão

Confira 50 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com teatro, shows, exposições e muito mais

Por: Redação VEJA RIO - Atualizado em

SHOWS

Elba Ramalho

Elba Ramalho
Elba Ramalho faz show intimista (Foto: Livio Campos)

O show será intimista. No palco, Elba Ramalho estará acompanhada apenas por dois músicos:  Marcos Arcanjo (violão e  guitarra) e Rafael Nascimento (sanfona). Na primeira parte, canções mais românticas como Chão de Giz e Dia Branco serão executadas. Na segunda, a cantora promete botar o público para dançar com Banho de Cheiro e Ai que Saudade d’Ocê.  Livre.

Espaço Furnas Cultural (192 lugares). Rua Real Grandeza, 219, Botafogo, Tel: 2528-5166. Sábado (1º), 17h e 20h, domingo (2), 19h. Grátis. Distribuição de senhas a partir das 14h. 

Trio Pé de Serra

O Shopping Via Brasil recebe o Trio Pé de Serra, com seu repertório que reúne clássicos do forró de raiz.  

Shopping ViaBrasil.  Rua Itapera, 500, Irajá. Tel: 3445-8850. Sexta (31), 20h.

Chorinho na Praça

Genuinamente brasileiro e com raízes no subúrbio do Rio, o chorinho é um gênero musical que usa como base instrumentos, como violão, cavaquinho e flauta, tendo seus músicos conhecidos como chorões. Durante o Chorinho na Praça, o público poderá conferir algumas releituras de clássicos desse ritmo, que conquista fãs por todo o país.

Santa Cruz Shopping. Rua Felipe Cardoso, 540, Santa Cruz. Tel: 2418-9400. Domingo (2), 18h.

+ Confira mais shows na cidade

TEATRO

Isso é para dor

Isso é para dor
Isso é para dor (Foto: Divulgação)

Em cena, três mulheres estão escondidas em um lugar onde gritar é proibido. Ouve-se um grande estrondo. Sons de explosão. Enquanto o mundo desmorona, elas decidem começar o ensaio sem Margareth, que dorme há mais de uma semana, causando inveja. 

Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro. Tel: 2240-4879. Sexta (31) a domingo (2), 19h. Entrada gratuita (senhas distribuídas com 30 minutos de antecedência).

Leitura dramatizada de Até o fim

O texto aborda a relação complicada entre mãe e filho. Após a morte do patriarca da família, muitos conflitos começam a surgir e mãe e filho se distanciam. Tudo começa a mudar a partir de uma ligação telefônica. Eles terão de se ver frente a frente para lidar juntos com uma situação dramática completamente inesperada.

Teatro Dulcina. Rua Alcindo Guanabara, 17, Centro. Tel: 2240-4879. Sábado (1º), 20h30.

+ Veja todas as peças em cartaz na cidade

+ 30 espetáculos gratuitos no Festival Palco Giratório

CONCERTOS

Festival Internacional de Sopros

Parte da programação da série Música no Museu, o RioWindsFestival, ou Festival Internacional de Sopros, dá ênfase a apresentações com oboé, fagote, clarineta, flauta e, pela primeira vez, gaita. A abertura acontece no sábado (1º), com clássicos brasileiros ao som de flautas. No domingo (2) é a vez do Trio Texas 488, da Texas State University, apresentando-se pela a primeira vez no Brasil. No programa, Davidson, Piazzola e Khagondi. O festival prevê 27 apresentações até 30 de novembro.

Colégio Pedro II — Teatro Mário Lago (1000 lugares). Campo de São Cristóvão, 177, Rua Dom Infante s/nº, Centro. Sábado (1º), 11h. Grátis. Museu de Arte Moderna (200 lugares). Rua Dom Infante s/nº, Centro. Domingo (2), 11h30. Grátis. Até 30 de novembro.

Orquestra Violões Encantados

Orquestra Violões Encantados
Orquestra Violões Encantados (Foto: Divulgação)

A chegada do Papai Noel ao shopping Riosul será marcada pela apresentação da Orquestra Violões Encantados, grupo musical formado por jovens, que promete embalar o público com tradicionais e tocantes canções natalinas. A Orquestra surgiu na favela Terra Encantada, no bairro Jardim América, com objetivo de proporcionar novas oportunidades a jovens e crianças em atividades culturais, artísticas e educativas. O grupo é formado por seis adolescentes, entre 12 e 16 anos.

Riosul. Rua Lauro Müller, 116, Botafogo. Sábado (1º), 15h.

+ Confira mais concertos no Rio

ESPECIAL

Febril

Febril
Febril (Foto: Divulgação)

O Circo Crescer e Viver apresenta em sua lona o espetáculo livremente inspirado na obra de Gabriel García Márquez. Dirigida por Luis Igreja, a montagem brinca com os personagens arquetípicos que transitam pelas histórias fantásticas de Gabo. Onze artistas formados pelo Circo estarão no picadeiro e, além de diversas técnicas circenses - como acrobacias, aéreos, portagem, diabolôs e malabares - a produção reúne ainda linguagens como a dança e o teatro, que se harmonizam na construção das cenas, e contam ainda com música ao vivo interpretada pelos próprios artistas.

Circo Crescer e Viver. Rua Carmo Neto, 143, Cidade Nova (ao lado do metrô Praça Onze). Quinta a sábado, 20h; domingo, 19h. Retirada de ingressos uma hora antes do espetáculo. Até 23 de novembro.

As cidades ficam prontas?

Com apresentação do fotógrafo Mauro Restiffe, o debate contará com a participação do arquiteto e urbanista Manoel Ribeiro, do arquiteto Pedro Évora e do geógrafo e diretor do Observatório de Favelas Jorge Barbosa. O evento, que integra a programação do projeto Travessias 3 - Arte contemporânea na Maré, discute as constantes transformações sofridas pela cidade.

Centro de Artes da Maré. Rua Bittencourt Sampaio, 181 (entre as passarelas 9 e 10 da Av. Brasil). Sábado (1º), 17h30 às 19h30.

Dog Friendly

O shopping fará um evento com diversas atividades e programação em comemoração a liberação da entrada de cães de pequeno e médio porte. Haverá um café da manhã para os participantes, cama elástica, brindes, um personagem fantasiado de cão entretendo e animando a criançada. Além disso, demonstrações de cão-guia e Agility, palestras e sorteio.

Recreio Shopping. Avenida das Américas, 19.019, Recreio dos Bandeirantes. Tel: 3906-3246. Sábado (1º), 9h às 13h.

Resistência Cultural 

Resistência Cultural
Resistência Cultural (Foto: Divulgação)

Evento que se propõe a unir artistas cariocas para realizar uma interação direta em espaços públicos e periferias da cidade, o festival é idealizado pela banda de "hip-hop hardcore" Bala N'agulha, e tem como intuito conectar diversas linguagens artísticas, entre elas artes plásticas, fotografia e música, através de atividades como oficinas, exibições, grafite, shows e intervenções. 

Arena Carioca Dicró. Parque Ari Barroso, Penha (entrada pela rua Flora Lobo). Tel: 3486-7643. Sábado (1º), 14h às 22h.  

Recreio Board Games

O encontro de jogos de tabuleiro do Recreio dos Bandeirantes tem o objetivo de proporcionar diversão e interação entre os moradores do bairro. O evento reunirá fãs de brincadeiras clássicas e modernas que conquistam diferentes gerações. Para participar, basta levar seu game favorito para o encontro.

Recreio Shopping. Avenida das Américas, 19.019, Recreio dos Bandeirantes. Domingo, 11h.

+ Confira mais passeios na cidade

CINEMA

A Princesa e o Sapo

A Princesa e o Sapo
A Princesa e o Sapo (Foto: Divulgação)

Tiana é uma bela jovem que vive em Nova Orleans. Desde criança ela sonha em ter um restaurante próprio, o que faz com que tenha dois empregos e junte o máximo de dinheiro possível. Para conseguir a quantia necessária para que possa enfim alugar o imóvel de seus sonhos, ela aceita trabalhar na festa realizada por Charlotte LaBouff, sua amiga de infância. Charlotte deseja conquistar o príncipe Naveen, que acaba de chegar à cidade. Entretanto, um incidente faz com que Tiana troque de roupa e, no quarto de Charlotte, use um de seus vestidos. É quando surge um sapo, anunciando ser um príncipe e pedindo a Tiana que lhe conceda um beijo, para que o feitiço nele aplicado seja quebrado. De início Tiana acha a ideia repugnante, mas aceita ao receber a promessa do príncipe de que conseguirá para ela a quantia necessária para concretizar o aluguel. Só que, ao beijá-lo, ao invés dele se tornar humano novamente, é Tiana quem se transforma em sapo.

Arena Carioca Dicró. Parque Ari Barroso, Penha (entrada pela rua Flora Lobo). Tel: 3486-7643. Sábado (1º), 10h30.

Estúdio Escola de Animação

Na semana em que o Dia Internacional da Animação é comemorado, alunos do Estúdio Escola de Animação realizam uma mostra com seis curtas metragens produzidos durante a terceira edição do projeto. O eventofaz parte da programação de reinauguração da Sala Baden Powell, em Copacabana.

Sala Baden Powell. Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 360, Copacabana. Sábado (1º), 15h.

O Mágico de Oz

O Cineclube da Escola de Cinema Darcy Ribeiro, no centro do Rio, exibe o clássico neste sábado (1°). Em Kansas, Dorothy (Judy Garland) vive em uma fazenda com seus tios. Quando um tornado ataca a região, ela se abriga dentro de casa. A menina e seu cachorro são carregados pelo ciclone e aterrisam na terra de Oz, caindo em cima da Bruxa Má do Leste e a matando. Dorothy é vista como uma heroína, mas o que ela quer é voltar para Kansas. Para isso, precisará da ajuda do Poderoso Mágico de Oz que mora na Cidade das Esmeraldas. No caminho, ela será ameaçada pela Bruxa Má do Oeste (Margaret Hamilton), que culpa Dorothy pela morte de sua irmã, e encontrará três companheiros: um Espantalho (Ray Bolger) que quer ter um cérebro, um Homem de Lata (Jack Haley) que anseia por um coração e um Leão covarde (Bert Lahr) que precisa de coragem. Será que o Mágico de Oz conseguirá ajudar todos eles?

Escola de Cinema Darcy Ribeiro. Rua da Alfândega, 5, esquina com a rua 1º de Março. Tel: 2233-0224 . Sábado (1°), 14h.

Treinando o Papai

Treinando o Papai
Treinando o Papai (Foto: Divulgação)

Joe Kingman (Dwayne Johnson) é um famoso quaterback da equipe de Boston, que está em plena disputa do campeonato. Joe é um solteiro convicto, que gosta de usufruir da fama e da riqueza que possui. Até que conhece Peyton (Madison Pettis), sua filha de 7 anos que até então não sabia que existia, resultado de um último encontro com sua ex-esposa. Peyton passa a morar com Joe, o que faz com que ele tenha que se dividir entre treinos, festas e aulas de balé clássico, além de outras atividades as quais não está acostumado.

Arena Carioca Dicró. Parque Ari Barroso, Penha (entrada pela rua Flora Lobo). Tel: 3486-7643. Domingo (2), 10h30.

+ Confira todos os filmes em cartaz na cidade

CRIANÇAS

Girassóis

Girassóis em alta
Girassóis: peça se inspira em quadros famosos do pintor Van Gogh (Foto: Divulgação)

Espetáculo de dança contemporânea que leva a marca da Companhia Druw, Girassóis dialoga com as obras de Van Gogh, na tentativa de reproduzir, no palco, as pinceladas inconfundíveis do pintor holandês. À frente de cenário repleto de cores, personagens de suas telas famosas ganham vida através de uma dança frenética e bem marcada. Serviram de inspiração quadros como Camponeses, Comedores de Batata, Semeadores e, claro, Girassóis (50min). Livre.

Caixa Cultural Rio de Janeiro — Teatro de Arena (176 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎2544-4080, ↕Cinelândia. Quinta (30)  a domingo (2), 16h. Grátis.

Um Amigo Diferente?

Criadora da Escola de Gente, organização dedicada à inclusão social por meio da arte, a jornalista Claudia Werneck tornou-se uma referência no combate à discriminação de pessoas com deficiência. Em 2000, como reconhecimento por seu trabalho nesta seara, ela se tornou a primeira escritora brasileira a ter seus livros recomendados simultaneamente pela Unesco e pela Unicef. A autora (e mãe da comediante Tatá Werneck) leva ao palco esta montagem baseada em seu texto publicado em 1995. Com o auxílio de recursos como intérprete de Libras, legendas eletrônicas, audiodescrição e uma visita guiada ao cenário, a criançada confere a história de Lucas (Paulo Ricardo Filho), menino de 9 anos considerado esquisito pelos colegas de escola. Com a ajuda de seu gato Bandidão (Bruno Nunes), ele vai em busca da amizade verdadeira. No fim da sessão, os pequenos espectadores ganham um livro. Direção de Marcos Nauer (60min). Rec. a partir de 5 anos. 

Teatro Ipanema (222 lugares). Rua Prudente de Morais, 824, Ipanema, ☎ 2267-3750. → Sábado e domingo, 16h. Grátis. Distribuição de senhas a partir das 14h (sáb. e dom.). Até 14 de dezembro. Estreia prometida para sábado (1º).

Exposições Playmobil

Criação do alemão Hans Beck, os bonequinhos com 7,5 centímetros de altura foram uma saída da indústria de brinquedos para economizar plástico na crise do petróleo de 1973. Sucesso há mais de quatro décadas, modelos variados de Playmobil integram duas mostras no Museu Histórico Nacional. Em Com a Palavra, D. Leopoldina, Imperatriz do Brasil, que abre as portas na terça (14), eles aparecem fantasiados de personagens da história do Brasil, a exemplo de dom Pedro I e sua esposa, a imperatriz austríaca Leopoldina. A partir de sexta (17), e até o dia 23, completa-se a visita com a exposição 40 Anos Playmobil — O Sorriso Mais Famoso de Todos os Tempos, um panorama da evolução do brinquedo ao longo dos anos.

Museu Histórico Nacional. Praça Marechal Âncora, s/nº, Centro, ☎ 3299-0360. Ter. a sex., 10h/17h30; sáb. e dom., 14h/18h. R$ 8,00 (aos domingos a entrada é gratuita). Até 1º de março de 2015.

A Viagem de Zenão

A Viagem de Zenão
A Viagem de Zenão (Foto: Divulgação)

Ambientada na Itália do séc. XVII, quando Galileu Galilei era silenciado pela inquisição e impedido de publicar seu trabalho, a peça introduz ao público infanto-juvenil as um improvável encontro entre o sábio italiano e Albert Einstein. Na peça, os dois cientistas participam de uma história de aventuras que tem início em uma viagem no tempo.

Arena Carioca Dicró. Parque Ari Barroso, Penha (entrada pela rua Flora Lobo). Tel: 3486-7643. Sexta (31), 15h.  

Reino

A criançada poderá se divertir em um Castelo, localizado no Pátio NorteShopping. A área é um espaço interativo e lúdico no formato de um reino. Há um tobogã, casa de espelho, labirinto e túnel secreto para o público infantil aproveitar uma das datas mais esperadas do ano pelos pequeninos.

NorteShopping. Avenida Dom Hélder Câmara, 5474, Cachambi. Tel: 2178-4444. Até 3 de novembro.

Clubinho Downtown

Nesse sábado (1º), as crianças poderão se divertir com brincadeiras tradicionais paraquedas maluco, oficina de reciclado, futlençol e roupa no varal. No domingo (2), é a vez de brincarem de instrumentos musicais, camarim dos monstros, oficina de reciclado, “morto vivo”, oficina de desenho com giz e massa mágica. Para crianças de até oito anos.

Shopping Downtown. Avenida das Américas, 500, Barra, ☎ 2494-7072. Sábado (1º) e domingo (2), 15h às 18h. Grátis.

Brincadeiras no shopping

No sábado (1º), a atração é o Bola Mania, o balão de ar, que se transforma em vários objetos divertidos. E no domingo, (2), haverá contação de histórias em “Coisas de Circo”, com Maloquinha. A programação faz parte da Feira Cultural do Livro, promovida pela editora Pé da Letra.

Shopping Grande Rio. Rua Maria Soares Sendas, 111, São João de Meriti. Tel: 2430-5111. Sábado (1º) e domingo (2), 18h.

Superbebê

A história tem como personagem principal um bebê muito esperto, que vai viver uma grande aventura. O enredo central gira em torno de um casal muito ocupado, que por não ter tempo de cuidar de seu filho, contrata uma babá. O que os pais não sabem é que essa babá quer mesmo é cuidar do dinheiro deles.

Santa Cruz Shopping. Rua Felipe Cardoso, 540, Santa Cruz. Tel: 2418-9400. Domingo (2), 17h.

Contação de histórias

Baseado em conto da escritora Ruth Rocha, "As coisas que a gente fala" é uma história pra falar sobre o Dia Nacional da Língua Portuguesa. De forma bem humorada, a personagem Marcela, mostra as crianças que as palavras podem sofrer significados diferentes de acordo com cada situação e também o quanto é importante saber utilizar as palavras para não haver confusão na comunicação entre as pessoas. Gratuito. Aberto ao público.

Saraiva Mega Store Shopping Tijuca. Avenida Maracanã, 987, Tijuca. Tel: 3872-3477. Sábado (1º), 16h.

+ Veja mais atrações infantis na cidade

+ Dez casas que preparam menus infantis

EXPOSIÇÕES

Guilherme Telles

Guilherme Telles
Guilherme Telles (Foto: Divulgação)

O restaurante Pe’ahi Barra traz ao público a arte do artista Guilherme Telles, que faz um passeio pelo universo do surfe e pretende mostrar de forma lúdica as praias cariocas, suas características gerais e históricas, ilustrando ideias e conceitos. O artista prioriza beleza e harmonia, e o resultado são imagens surreais e fantasiadas.

Pe’ahi Barra. Avenida do Pepê, 780, Jardim Oceânico, Barra da Tijuca. Tel: 2492-1286. Domingo (2), 15h às 23h.

Gabriel Centurion

Caverna Kitsch, do artista visual paulistano, apresenta uma pintura-mural, que se estende pelas paredes da galeria, conjugada com dez pinturas sobre tela em grandes dimensões, mobiliário pessoal do artista e um vídeo, formando um ambiente lúdico e fantástico.

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 21 de dezembro. A partir de quinta (30).

Rodrigo Matheus

Em Do Rio e para É to Rio and From, o artista apresenta uma série inédita de esculturas, instalações e colagens produzidas durante temporada na cidade após período de quase quatro anos no exterior. Os trabalhos são construídos a partir de postais  enviados do Rio para a Europa ao longo do século XX. São cartões encontrados pelo artista em feiras de segunda mão europeias, trazidos de volta ao destino de origem e, aqui, combinados a postais enviados da Europa e encontrados na capital carioca em pleno século XXI. Preços sob consulta.

Galeria Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 6 de dezembro. A partir de sexta (31). 

Adriano de Aquino

Individual do artista, traz dez pinturas inéditas, resultado de pesquisas feitas desde 2007, com experiências sobre aço, alumínio e acrílico. Preços sob consulta.

Mercedes Viegas Arte Contemporânea. Rua João Borges, 86, Gávea, ☎ 2294-4395. → Segunda a sexta, 12h às 20h; sábado, 16h às 20h. Grátis. Até 7 de novembro.

Amador Perez

Na mostra Memorabilia — Amador Perez — 40 Anos, 115 obras oferecem um panorama da produção do artista. Entre os destaques estão Gioventù, série de 63 desenhos a grafite e lápis de cor inspirados na pintura homônima de Eliseu Visconti.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo,12h às 19h. Grátis. Até 7 de dezembro.

André Gardenberg

A paisagem do pantanal mato-grossense, cujas belezas inspiraram o poeta Manoel de Barros, é o ponto de partida da exposição Perto do Rio Tenho Sete Anos. Na série inédita, o fotógrafo procura traduzir em imagens o universo que serve de cenário para os versos do autor. Enquanto percorre a mostra, o visitante escuta versos de seus poemas na voz do ator Pedro Paulo Rangel.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 19 de dezembro.

Atemporal

A mostra coletiva abre no sábado (25), com 19 artistas, entre eles Daniel Mattar, o italiano Millo, Fefe Talavera, Fabio Koeler e outros. São pinturas, fotografias, gravuras, performances, esculturas, instalações, grafites e intervenções urbanas assinados por representantes do Rio, São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Portugal, Espanha e Itália.

Espaço Apis. Rua do Senado, 338, Centro. Terça a sexta, 14h às 20h; sábados, 13h às 17h. Até 29 de novembro.

Brasil: incontáveis linhas, incontáveis histórias

A exposição apresenta ilustrações brasileiras originais, com cerca de 70 imagens de 55 autores e seus respectivos livros de literatura para crianças e jovens. Durante o período da mostra, haverá um ciclo de debates sobre o tema, com a participação de convidados ilustres. A exposição homenageia Ziraldo e Roger Mello – vencedor do Prêmio Hans Christian Andersen na categoria ilustração em 2014.

Espaço Cultural Eliseu Visconti. Rua México, s/n (entrada pelo jardim), Centro. Segunda a sexta, 9h às 17h; sábado, 10h às 14h.

Brecheret — Mulheres de Corpo e Alma

Italiano naturalizado brasileiro, Victor Brecheret (1894-1955) é considerado um dos maiores escultores do país. No ano em que o artista comemoraria 120 anos, a exposição reúne 37 esculturas e 107 desenhos que representam várias de suas fases e tendências. A seleção de trabalhos, realizados por Brecheret entre 1920 e 1955, é toda dedicada ao universo feminino.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 7 de dezembro.

✪✪✪ Cruz-Diez: um Olhar sobre a Cor

cruz-diez
Induction Chromatique: uma das quinze obras na Galeria de Arte Ipanema (Foto: Reprodução)

Expoente da arte cinética, o venezuelano tem quinze trabalhos expostos. No acervo, a série Physichromie parece tecer um eterno jogo de “agora você vê, agora não vê mais”. Desenhos geométricos com profundidade também saltam aos olhos ou se escondem conforme o visitante se desloca diante da obra. Preços sob consulta.

Galeria de Arte Ipanema. Rua Aníbal de Mendonça, 173, Ipanema, ☎ 2512-8832. → Segunda a sexta,10h às 9h; sábado, 10h às 14h. Grátis. Até 29 de novembro.

Dias & Riedweg

Repleta de referências ao período da Guerra Fria, a instalação Cold Stories é o destaque na mostra da dupla formada pelo carioca Mauricio Dias e o suíço Walter Riedweg. Juntos desde 1993, eles também apresentam outras cinco obras no local.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h.Grátis. Até 30 de novembro.

✪✪✪ Em 1964

Na menor galeria do Instituto Moreira Salles, a mostra compensa suas pequenas dimensões com um acervo variado, cheio de achados interessantes, sobre a cultura em 1964, ano do golpe militar. Cerca de oitenta obras reunidas, oriundas de campos variados, como literatura, fotografia, cinema e música, compõem a exposição.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas de terça a sexta, às 17h. Até 23 de novembro.

Figura Humana

As obras desta coletiva dão destaque ao corpo humano. A seleção de artistas vai desde pintores da chamada Geração 80, a exemplo de Cristina Canale, até jovens em ascensão, como o carioca Rodrigo Martins. 

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 14 de dezembro.

Geraldo de Barros

Fotógrafo, pintor e designer, o artista é celebrado na mostra Geraldo de Barros e a Fotografia, dividida em três núcleos. O primeiro deles apresenta a série fotográficaFotoformas, produzida entre 1940 e 1950, com fotos realizadas a partir de negativos pintados e riscados com instrumentos de gravura. O segundo núcleo inclui criações dos anos 1960 e 1970, período no qual se aproximou da pop art. À última seção coube a série Sobras, realizada nos anos finais de vida de Barros (1923-1998), debilitado por problemas de saúde. 

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400/ 3206-2500. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas quinta e sexta, às 17h. Até 22 de fevereiro de 2015. Grátis.

Horacio Coppola

Em Luz, Cedro e Pedra – Esculturas do Aleijadinho Fotografadas por Horacio Coppola, o argentino tem exibidas 81 imagens clicadas por ele nas cidades mineiras de Congonhas do Campo, Sabará e Ouro Preto (MG), em 1945.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400/ 3206-2500. Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas quinta e sexta, às 17h. Até 4 de janeiro de 2015. Grátis.

Miquel Barceló

Artista vivo mais valorizado de seu país, o espanhol assina cerâmicas, pinturas e esculturas, além de obras faraônicas: sua extravagante criação para o teto do salão do Conselho de Direitos Humanos da ONU, na Suíça, consumiu nove meses de trabalho e 35 toneladas de tinta. Aqui, o artista exibe vinte trabalhos, entre pinturas e esculturas, dois filmes dedicados a seu processo criativo e um gabinete cenográfico com objetos pessoais.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎ 2537-7566. → Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado, 10h às 16h. Grátis. Estac. Até 9 de novembro.

As Mulheres de Ziraldo 

As Mulheres de Ziraldo 6
As Mulheres de Ziraldo (Foto: Divulgação)

A mostra, que fica em cartaz até o dia 29 de novembro, reúne dezesseis desenhos do cartunista, com aproximadamente dois metros de altura cada. Inspiradas em imagens famosas, as telas gigantes pintadas em acrílico levaram quase seis anos para serem concluídas e integrarem a coleção.

Galeria Scenarium. Rua do Lavradio, 15, Lapa. Terça a sábado, das 13h às 19h. Tel: 3147-9017. Grátis. Até 29 de novembro.

Ocupação Zuzu

A estilista Zuzu Angel tem sua trajetória recontada nos mais de 400 itens que integram a mostra. Há vestidos, cro­quis, documentos, objetos, fotos e cartas. Na correspondência, chamam atenção as mensagens endereçadas por Zuzu na busca pelo filho Stuart, preso e assassinado pela ditadura militar brasileira.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h.Grátis. Até 2 de novembro.

Oscar Niemeyer — Clássicos e Inéditos

Cerca de 300 itens sobre a carreira do arquiteto, entre plantas, croquis, maquetes, fotografias e vídeos, se espalham por mais de 1 000 metros quadrados. Chamam atenção cerca de cinquenta projetos que nunca saíram do papel, como casas desenhadas para Oswald de Andrade e Sérgio Buarque de Holanda, em São Paulo. Também há referências às suas obras mais notáveis, como o Sambódromo, no Rio, o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional, em Brasília.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro,☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até 2 de novembro.

Ouro — Um Fio que Costuraa Arte do Brasil

Fruto de uma inédita parceria do CCBB com a joalheria H. Stern, a coletiva apresenta instalações, desenhos, objetos, esculturas, fotos, pinturas e joias criados por trinta artistas, sempre com o ouro em comum. Marcam presença nomes consagrados, a exemplo de Anna Bella Geiger, Cildo Meireles e Antonio Dias.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até 5 de janeiro de 2015.

Pela Lente do Amor: A MPB em fotos de Cristina Granato e Mario Luiz Thompson

Gal Costa e Caetano Veloso
Gal Costa e Caetano Veloso (Foto: Mario Luiz Thompson)

A mostra, que ocupa o segundo andar do Imperator, reúne os acervos de dois fotógrafos consagrados pelo registro da memória da música popular brasileira. O público poderá acompanhar mais de 40 anos da história da música através de imagens raras dos artistas no palco, nos camarins, estúdios de gravação e em momentos de intimidade. Clique aqui para saber mais.

Imperator. Rua Dias da Cruz, 170, Méier. Segunda a sexta, 13h às 22h; sábados e domingos, 10h às 22h. Grátis. Tel: 2597-3897.

Ron English

A individual reúne 110 obras do artista americano, que definiu seu estilo como “popaganda”. Seus trabalhos misturam referências de cena pop, história da arte, propaganda, quadrinhos e música.

Caixa Cultural — Galeria 2 e 3. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 21 de dezembro. 

Rubens Gerchman — Com a Demissão no Bolso

A mostra destaca a atuação de Rubens Gerchman como educador, através da exibição de material de arquivo do instituto que leva seu nome — há fotos, documentos, cartazes e áudios. Trinta obras do artista completam o acervo apresentado.

Casa Daros. Rua General Severiano, 159, Botafogo, ☎ 2275-0246. → Quarta a sábado, 11h às 19h; domingo, 11h às 18h. Grátis. Até 8 de fevereiro de 2015. 

Tomie Ohtake

A caminho dos 101 anos, que completa em 21 de novembro, a artista plástica nascida no Japão, mas radicada no Brasil desde a década de 30, exibe cinco grandes telas inéditas, nas quais explora a monocromia, texturas e relevos. Preços sob consulta.

Galeria Nara Roesler. Rua Redentor, 241, Ipanema, ☎ 3591-0052. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até 7 de setembro. Até 22 de novembro.

Virei Viral

O Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro, recebe, a partir desta quarta (22), a segunda edição da mostra Virei Viral. Sob o mote Identidades e Coletividades, a exposição obras de artistas brasileiros e estrangeiros que questionam, sob diferentes olhares e linguagens, o impacto da cibercultura - especialmente as redes sociais - no comportamento dos indivíduos. Clique aqui para saber mais.

+ Veja mais exposições em cartaz na cidade

Fonte: VEJA RIO