diversão

Confira 42 atrações gratuitas para curtir o fim de semana

Um guia com programas para se divertir sem gastar dinheiro, com shows, exposições e muito mais

Por: Redação VEJA RIO

ESPECIAL

Feira Rio Antigo

Rio Antigo na Lavradio
Rio Antigo ocupa a rua do Lavradio (Foto: Divulgação)

Este mês, a feira recebe o show Baile Brasileiro, com Marcos Novatto e Groove Pimenta. O evento reúne mais de 400 expositores, oferecendo uma vasta diversidade de produtos - de artesanatos a sebos e antiguidades. Além disso, bares e restaurantes da região abrem as portas para receber os mais de 30 mil visitantes que passam pelo evento. O show acontece às 16h30 no palco montado em frente à Praça Emilinha Borba (esquina da Rua do Lavradio com Rua do Senado). 

Rua do Lavradio, Lapa. Sábado (6), 10h às 19h.

Rio Design Trends

Entre os dias 3 e 28 de junho, o Rio Design Barra e o Rio Design Leblon recebem um festival de tendências com moda, música e arte. O Rio Design Trends terá ainda apresentações artísticas, intervenções pelos corredores, palestras, shows e arte urbana. Clique para saber mais.

Roland Garros in The City

A partir desta quarta (3), a praia do Leme ganhará um telão para transmissão ao vivo do torneio de tênis Roland Garros, disputado em Paris. O espaço será aberto ao público das 10h às 18h, até domingo (7). Clique para saber mais.

Parque da Bola

Parque da Bola
Área de recreação no entorno do Maracanã (Foto: Divulgação)

De quinta a domingo, o público pode aproveitar atividades culturais e esportivas com os brinquedos infláveis (totó humano, estilingue humano, chute certo e o high jump), além da gastronomia com representantes dos melhores restaurantes e foodtrucks do Rio.

Maracanã, Portão 4 A, Mata Machado. Quinta (4) a sexta (5), 12h às 24h; sábados e domingos, 9h às 22h.

+ Veja outros passeios pelo Rio

FESTAS

DUO + MUG

DUO
Festa anima o 00, na Gávea, com entrada gratuita até as 20h (Foto: Divulgação)

A festa ocupa o 00, na Gávea, a partir das 17h, com o som no deck, que recebe como convidada a festa MUG. A partir das 21h, é a vez dos DJs Miss Klauss, Romulo Azaro e Rody animarem a pista. Entre 1h30 e 3h30, ainda haverá videokê no restaurante com o VJ Lobão.

00 Gávea. Avenida Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Domingo (7), 17h/5h. Grátis (entre 17h e 20h); R$ 20,00 (de 20h às 21h); R$ 30,00 (de 21h às 22h) e R$ 40,00 (após 22h). 

+ Outras festas que agitam a noite do Rio

SHOWS

Trio Aba de Couro

O trio, que se apresenta há mais de 10 anos na Feira de São Cristóvão, leva seu forró pé de serra ao Méier. Formado por Netinho Farias (Triângulo e vocais), Sussu Farias (Zabumba) e Lula Arcodeon (Arcordeon).

Em frente ao Imperator. Rua Dias da Cruz, 170, Méier. Domingo (7), 16h às 18h.

+ Confira outros shows na cidade

CRIANÇAS

Circo no Parque

Irmãos Brothers Band
Irmãos Brothers Band apresentam espetáculo Eureka!!! (Foto: Fernanda Tomaz)

Eureka!!!, o espetáculo apresentado pela Irmãos Brothers Band, é a principal atração do evento. Trata-se de uma mistura de números circenses de malabarismo, trapézio e humor com diferentes gêneros musicais, a exemplo de rock, reggae, pop, baião e marchinha. No sábado (6), a sessão começa com Tempo, um Monólogo Circense, estrelado por Bruno Carneiro (80min). Rec. a partir de 5 anos. Estreou em 23/5/2015.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas (200 lugares). Rua Murtinho Nobre, 160, Santa Teresa, ☎ 2224-3922. Sábado(6), 17h. Grátis. Até 27 de junho.

Leitura Acessível

Exposta em curta temporada, uma instalação exibe seis estações que apresentam nove formatos de leitura acessível a crianças com e sem deficiência. A criação é inspirada no livro Sonhos do Dia, de Claudia Werneck.

Centro Cultural Branco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Sexta (5) a segunda (8), 9h às 21h. Grátis.

Primaverinha dos Livros

primaverinha.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Na segunda edição, a feira literária reúne cinquenta editoras em estandes que vão oferecer mais de 3 000 títulos, no sábado (6) e no domingo (7), de 10h a 17h, no Espaço Tom Jobim. A programação, promovida pela Liga Brasileira de Editoras (Libre), inclui sessões de teatro infantil e oficinas artísticas, entre outras atividades. Clique para ver a programação completa. 

Natureza de ferro

Atividade de desenho e dobradura em papel a partir da escultura de Amilcar de Castro exposta no jardim do IMS. Recomendado para crianças a partir de 6 anos, acompanhadas por responsáveis. Máximo de dez participantes.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea. Sábado (6), 15h às 16h. Retirada de senha na recepção do IMS 30 minutos antes.

Museu Naval

Com as obras de demolição da Perimetral na Praça XV, os passeios que antes saíam do Espaço Cultural da Marinha agora partem do Museu Naval, ali perto, onde também se encontra a exposição O Poder Naval na Formação do Brasil. De lá os grupos seguem, aos sábados e domingos, para uma volta de barco pela Baía de Guanabara, passando por dezessete pontos turísticos. De ônibus, a visita é à Ilha Fiscal, local do último baile do Império, em 1889 — cenários com informações sobre a ilha foram reformulados recentemente. Rec. a partir de 2 anos. 

Museu Naval. Rua Dom Manuel, 15, Centro, ☎ 2532-5992 (seg. a sex.) e 2104-5506 (sáb. e dom.). Terça a domingo, 12h às 17h. Grátis. Passeio de barco (70 lugares): sábado e domingo, 13h15 e 15h15. R$ 20,00. Ilha Fiscal (60 lugares): sábado e domingo, 12h30, 14h e 15h40. R$ 20,00.

Museu Aeroespacial

museu aeroespacial
Museu Aeroespacial: coleção de noventa aeronaves (Foto: Divulgação/Museu Aeroespacial)

Do teco-teco a velozes jatinhos, passando por uma réplica do pioneiro 14-Bis, a história da aviação se encontra guardada nesta tradicional e ampla instituição inaugurada em 1976. A principal atração é a exposição permanente de noventa aeronaves, mas também são exibidos motores usados nas duas guerras mundiais, além de objetos e documentos sobre a vida e a obra de Santos Dumont. Completa a visita a mostra Edu Chaves — Época Heroica da Aviação, sobre o piloto Eduardo Pacheco Chaves (1887-1975), aviador civil pioneiro no voo entre as cidades do Rio e de São Paulo. Rec. a partir de 3 anos. 

Museu Aeroespacial. Avenida Marechal Fontenelle, 2000, Campo dos Afonsos, ☎ 2108-8955. Terça a sexta, 9h às 15h. Sábado, domingo e feriados, 9h30 às 16h. Grátis.

Alvinnn!!! e os Esquilos

O Gloob promove em dois finais de semana, ação inspirada na animação em 3D Alvinnn!!! e os Esquilos que chega ao canal a partir do dia 15 junho. Uma área de 169m² com atividades, como cama elástica, skate mecânico, mini circuito de obstáculos, customização de materiais com stêncil, estande de fotos e desenhos com Giro Mania será montada nos locais para divertir os pequenos fãs da atração. Cartelas de tatuagem serão distribuídas para todas as crianças que participarem das atividades. Indicado para ciranças de 4 a 12 anos. As crianças só poderão participar das atividades acompanhadas por um responsável.

Quinta da Boa Vista, São Cristovão. Sábado (6) e domingo (7), 9h às 17h. Até 14 de junho.

Clubinho do Downtown 

No sábado, o destaque da programação de circo fica por conta das brincadeiras pula fogueira, estátua, dança da cadeira, corrida de saco, dança da quadrilha, a oficina de reciclado, colagem e camarim. Para esse domingo, ovo na colher, passa chapéu, meus pintinhos venham cá, dança da quadrilha, oficina de reciclado, camarim e colagem. 

Downtown. Avenida das Américas, 500, Barra da Tijuca. Sábado (6) e domingo (7), 15h às 18h.

O Mágico de Oz

Após a passagem de um tornado na cidade de Kansas, Dorothy vai parar com sua casa e seu cachorro na fantástica Oz, onde as coisas são coloridas, bonitas e mágicas. Porém, o seu maior desejo é retornar à sua cidade e para isso ela deve encontrar um mágico, que lhe mostrará como realizar seu desejo. Para chegar até ele, Dorothy viverá uma aventura inesquecível através do caminho de tijolos amarelos.

Bangu Shopping. Rua Fonseca, 240, Bangu. Domingo (7), 17h.

Contação de história e oficina de brinquedos de jornal

A Saraiva MegaStore promove atividades para os pequenos. O conto é sobre os três porquinhos diferentes. Eles não gostam nada de sujeira e poluição. Vão ensinar como reaproveitar, reciclar e reutilizar o que iria para o lixo. Depois dessas atrações haverá ainda uma oficina para as crianças aprenderem a fazer brinquedos de jornal. 

NorteShopping. Avenida Dom Hélder Câmara, 5.474, Cachambi. Sábado (6), 16h.

Show Equestria Girls

Nessa aventura musical, Twiligh Sparkle deixa o reino de Equestria e vai visitar o mundo real pra recuperar sua coroa real que foi roubada. Lá, ela enfrenta dificuldades e tem que aprender a se comportar como humana. Com a ajuda de algumas amigas, ela descobre que a força da amizade é mais forte que tudo.

São Gonçalo Shopping. Avenida São Gonçalo 100, Boa Vista, São Gonçalo. Domingo (7), 17h.

+ Confira outras atrações infantis na cidade

EXPOSIÇÕES

✪✪✪ Afonso Tostes

Afonso Tostes
Obra de Afonso Tostes: inspiração na Odisseia, de Homero (Foto: Vicente de Mello/Divulgação)

Dedicado nos últimos anos à exibição de seu trabalho escultórico, o artista mineiro retoma os pincéis nesta bela individual. Batizada Das Amarras, a mostra reúne doze trabalhos produzidos neste ano e inspirados na Odisseia, poema épico de Homero — mais especificamente em Telemaquia, conjunto dos primeiros quatro cantos da obra, que narra a volta do herói Odisseu para casa, depois de lutar na Guerra de Troia. Nesse trecho, Telêmaco, o filho do protagonista, suspeitando que o pai esteja vivo, sai à procura de pistas sobre seu paradeiro. Vestígios, de certa forma, não faltam nas criações de Tostes. Nelas, o artista combina óleos sobre tela com objetos encontrados por ele em passeios na Praia de Grumari, na Zona Oeste. São pedras, tocos de madeira, partes de barcos, redes de pesca, galhos, fios de cobre, ossos e penas de animais que, quase sempre suspensos por linhas, se interpõem entre as pinturas predominantemente azuis, evocativas do céu e do mar. Na mais impactante de todas, um pedaço de embarcação de 3 metros de comprimento por 1,30 metro de altura, com uma corda dependurada e um osso de baleia suspenso, parece condensar o espírito da mostra.

Luciana Caravello Arte Contemporânea. Rua Barão de Jaguaripe, 387, Ipanema, ☎ 2523-4696. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 11h às 15h. Grátis. Até o dia 20.

Claudio Edinger

Em O Paradoxo do Olhar, são reunidas treze imagens do fotógrafo. Todas exibem cenas do Rio e trabalham a técnica do foco seletivo, que põe em evidência determinados detalhes, enquanto outros aparecem como manchas em uma tela.

Pinakotheke Cultural. Rua São Clemente, 300, Botafogo, ☎2537-7566. → Segunda a sexta, 10h às 18h; sábado, 10h às 16h. Grátis. Até 4 de julho. A partir de terça (2).

Força na Peruca

Onze artistas de diversas formações, áreas de atuação e estilos apresentam obras em torno dos temas cabelos e perucas. São eles: Anna Bella Geiger, Alfa Siqueira, Batman Zavareze, Bruno Veiga, Cabelo, Denise Araripe, Denise Moraes, Gabriela Gusmão, Guilherme Secchin, Jefferson Svoboda e Toz.

Caixa Cultural — Galeria 1. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 26 de julho. A partir de quarta (3).

✪✪✪ Apreensões e Objetos do Desejo: Obras Doadas pela Receita Federal ao MNBA

Dezenove obras de arte apreendidas pela Receita Federal em outubro do ano passado agora integram a coleção do MNBA e são exibidas nesta coletiva. Há criações de nomes importantes, como o italiano Michelangelo Pistoletto, o indiano Anish Kapoor, o inglês Antony Gormley e os brasileiros Daniel Senise, Cildo Meireles e Beatriz Milhazes.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ↕Cinelândia. →Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até domingo (7).

✪✪✪✪ Carlos Bracher

Carlos Bracher
Cabo Frio (1985): na exposição (Foto: Divulgação)

Do alto de quase seis décadas de carreira, o artista mineiro ganha uma merecida e alentada retrospectiva, com mais de 100 obras. Retratos, autorretratos, paisagens e naturezas-mortas compõem parte expressiva de sua bela produção.

Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. → Quarta a segunda, 9h às 21h. Grátis. Até segunda (1º).

✪✪✪ Eija-Liisa Ahtila

Longamente batizada de Sobre Assuntos Desconhecidos, Natureza dos Milagres e Possibilidades da Percepção, a mostra reúne vídeos (técnica na qual a artista finlandesa é expoente na cena contemporânea).  Os trabalhos mais envolventes são aqueles em que Ei­ja-Liisa compõe uma instalação com projeções de diversas partes de uma mesma cena que dialogam entre si.

Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63, Flamengo, ☎ 3131-3060, ↕ Largo do Machado. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Até domingo (7).

+ Veja mais exposições em cartaz na cidade

Encruzilhada

Mais de setenta artistas brasileiros promovem uma grande ocupação na Escola de Artes Visuais do Parque Lage: Palacete, Cavalariças, Capela e até a área verde receberão cerca de 100 obras na coletiva. Entre os artistas reunidos há nomes consagrados, a exemplo de Carlos Vergara, Cildo Meireles e Waltercio Caldas, ao lado de estudantes da EAV.

Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414, Jardim Botânico, ☎ 3257-1800. → Diariamente, 10h às 17h. Grátis. Até terça (2).  

Paulo Roberto Leal​, Ana Vitória Mussi, Alex Cerveny e José Pedro Croft

Quatro individuais ocupam simultaneamente o Paço Imperial, no primeiro bloco de exposições de 2015 nesse endereço. Em todo o 1º andar, Espaços Articulados reúne cerca de 100 telas e três instalações de Leal, artista morto prematuramente aos 46 anos. Imagética (1968-2015), de Ana Vitória, apresenta 26 trabalhos em quatro salas no 3º piso. Na maioria deles, ela desconstrói a ideia convencional de fotografia. Cerveny estrela Glossário dos Nomes Próprios, com trinta obras. À exceção da pintura sobre linho que dá nome à mostra, todas as criações são desenhos com nanquim em papel de arroz, técnica a que ele começou a se dedicar após uma viagem à China, em 2013. Por fim, em Fora de Sítio, o escultor português José Pedro Croft mostra peças que flertam com a ideia de descontextualização na arte.

Paço Imperial. Praça XV de Novembro, 48, Centro, ☎ 2215-2093. → Terça a domingo, 12h às 18h. Grátis. Até domingo (7).

Darcílio Lima

Darcílio Lima
Obra de Darcílio Lima: expoente do surrealismo no Brasil (Foto: Vicente de Mello/Divulgação)

Expoente da arte surrealista no Brasil, o cearense Darcílio Lima (1944-1991) tem sua trajetória celebrada em Um Universo Fantástico, individual com 65 obras. Os trabalhos presentes são, em sua maior parte, desenhos a bico de pena, com ênfase em temas místicos, sexuais e religiosos.

Caixa Cultural — Galeria 2. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 28 de junho.

✪✪✪ FotoRio 2015  

Seis exposições, todas parte da atual edição do festival FotoRio, ocupam o Centro Cultural Correios. Cinco delas são individuais: de Ana Carolina Fernandes, Zeca Linhares, Alécio de Andrade, Maria Buzanovsky e Ana Rodrigues (esta com uma fotoinstalação interativa). A coletiva Na Palma da Mão reúne fotos feitas com celular, uma amostra das cerca de 300 imagens enviadas após uma convocatória pública. Outras mostras da programação se espalham pelo Centro Cultural Justiça Federal, Museu Histórico Nacional e Parque das Ruínas, entre outros endereços.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

João Turin

João Turin
Luar do Sertão, de João Turin: artista é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros (Foto: Maringas Maciel/Divulgação)

Embora seu nome seja pouco conhecido do grande público, o paranaense Turin (1878-1949) é tido como um dos mais importantes escultores brasileiros. Oitenta peças de sua autoria estão presentes na individual.

Museu Nacional de Belas Artes. Avenida Rio Branco, 199, Centro, ☎ 3299-0600, ↕Cinelândia. →Terça a sexta, 10h às 18h; sábado, domingo e feriados, 12h às 17h. R$ 8,00 (pelo mesmo valor, o ingresso-família contempla até quatro parentes) e grátis aos domingos. Até 2 de agosto.

Mário de Andrade e Seus Dois Pintores: Lasar Segall e Candido Portinari

Expoentes do modernismo nas artes brasileiras, Lasar Segall (1891-1957) e Candido Portinari (1903-1962) foram, de certa forma, rivais artísticos. O olhar do escritor Mário de Andrade (1893-1945), que foi retratado por ambos, guia a seleção e a disposição das cinquenta obras apresentadas da dupla, todas produzidas entre 1913 e 1943.

Museu da Chácara do Céu. Rua Murtinho Nobre, 93, Santa Teresa, ☎ 3970-1126. Quarta a segunda, 12h às 17h. R$ 2,00 (grátis às quintas). Menores de 12 anos e maiores de 65, professores, grupos escolares e guias de turismo em serviço não pagam ingresso. Até 27 de julho.

✪✪✪ A Muito Leal e Heroica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro  

Concebida pelo empresário e colecionador Raymundo de Castro Maya, a obra que dá nome à exposição foi lançada em 1965 — e ganhou reedição nos 450 anos da cidade. Trata-se de um livro sobre a história do Rio com texto de Gilberto Ferrez e trabalhos de Jean-Baptiste Debret, Victor Meirelles e Marc Ferrez, entre outros. Uma série dessas criações está na coletiva.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

✪✪✪✪✪ Rio: Primeiras Poses — Visões da Cidade a Partir da Chegada da Fotografia (1840-1930)

Rio Primeiras Poses
Lagoa Rodrigo de Freitas, por Marc Ferrez (c. 1888). Um dos mais ativos fotógrafos da cidade no fim do século XIX, o franco-brasileiro capturou um inusitado registro do espelho-d’água da Zona Sul carioca, ainda bucólico, quase rural, e praticamente sem edificações. Ao fundo aparece a extinta Companhia de Fiação e Tecelagem Corcovado, que ficava na região entre o Jardim Botânico e o Horto (Foto: Marc Ferrez/Acervo Instituto Moreira Salles)

Cerca de 450 imagens, registros do Rio entre meados do século XIX e início do XX, compõem esta alentada e imperdível exposição em homenagem ao aniversário de 450 anos da cidade. Há fotografias de pioneiros como Marc Ferrez, Augusto Malta e Georges Leuzinger. Recursos multimídia permitem a ampliação de parte das imagens.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 31 de dezembro.

✪✪✪ Robert Rauschenberg  

A mostra reúne uma série de trabalhos que recriam graficamente os 34 cantos de Inferno, a primeira parte de A Divina Comédia, clássico de Dante Alighieri. Nesse conjunto, Rauschenberg (1925-2008) se valeu da transferência de imagens de revistas, que recebiam solventes e eram posteriormente decalcadas. Utilizando ainda aquarela e lápis de cor, ele criou gravuras tão belas quanto alegóricas, desafiadoras para qualquer um que deseje buscar nelas uma relação óbvia com o texto de Dante.

Centro Cultural Correios. Rua Visconde de Itaboraí, 20, Centro, ☎ 2253-1580. → Terça a domingo, 12h às 19h. Grátis. Até 12 de julho.

✪✪✪ Rodrigo Braga

Conhecido por sua pesquisa sobre a relação entre homem e natureza, o artista nasceu em Manaus, foi criado no Recife e mora no Rio há quatro anos. Para esta mostra, ele criou uma impactante instalação, batizada de Tombo, com troncos de pal­mei­ras-im­pe­riais que se espalham pelo salão central do espaço histórico.

Casa França-Brasil. Rua Visconde de Itaboraí, 78, Centro, ☎ 2332-5120. → Terça a domingo, 10h às 20h. Grátis. Até 19 de julho.

✪✪✪✪✪ William Eggleston

William Eggleston
William Eggleston: do portfólio Los Alamos, 1965-74 (Foto: Eggleston Artistic Trust. Cortesia Cheim & Read, Nova York)

Aos 76 anos e ainda fazendo seus cliques, o americano trouxe o status de arte para a fotografia colorida na década de 70. Dotadas de enorme senso de composição, 170 imagens estão em A Cor Americana. As cores vibrantes do acervo não escondem um fio de melancolia. Na mesma linha, o que dá a impressão de ser uma ode à modernização americana em fotos de carros, letreiros e outdoors deixa antever certa decadência.

Instituto Moreira Salles. Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea, ☎ 3284-7400 e 3206-2500. → Terça a domingo, 11h às 20h. Grátis. Estac. grátis. Visitas guiadas na quinta e na sexta, às 17h. Até 28 de junho.

World Press Photo

Fruto de uma premiação internacional dedicada ao melhor do fotojornalismo produzido a cada ano, a coletiva reúne, nesta edição, 145 registros. Marcam presença 41 fotógrafos de dezessete nacionalidades. Escolhida a grande vencedora pelo júri, Jon and Alex, do dinamarquês Mads Nissen, mostra um casal gay em momento de intimidade em São Petersburgo, na Rússia — país onde as minorias sexuais são alvo de grande opressão.

Caixa Cultural — Galeria 4. Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 3980-3815, ↕ Carioca. → Terça a domingo, 10h às 21h. Grátis. Até 21 de junho.

Gustavo Speridião

Gustavo Speridião
Maldita Burguesia (2015): de Gustavo Speridião (Foto: Elisa Cohen/Anita Schwartz/Divulgação)

Na individual Lona, o artista carioca exibe dezoito pinturas inéditas em grandes dimensões. Segundo o próprio Speridião, o foco do trabalho passa por questões políticas. R$ 23 000,00 a R$ 54 000,00.

Anita Schwartz Galeria de Arte. Rua José Roberto Macedo Soares, 30, Gávea, ☎ 2274-3873 e 2540-6446. → Segunda a sexta, 10h às 20h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 4 de julho. A partir de segunda (25).

Nelly Gutmacher

Na individual Último Andar do Céu, a artista exibe trabalhos em diferentes técnicas e suportes. Serão expostas vinte obras, entre desenhos, impressões em papel de arroz, fotografias com intervenções de pintura a óleo e um vídeo. R$ 2 500,00 a R$ 20 000,00.

Galeria Patricia Costa. Avenida Atlântica, 4240, loja 226 (Shopping Cassino Atlântico), Copacabana, ☎ 2227-6929. → Segunda a sexta, 11h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 6 de junho.

Chiara Banfi

Chiara Banfi
Obra de Chiara Banfi: pedras marcam presença nos trabalhos expostos (Foto: Divulgação)

A artista apresenta dois trabalhos: uma grande instalação feita com pedras tiradas de leitos de rios e uma série de treze obras chamada Achates, com pedaços de ágata (um tipo de quartzo) incrustados em partituras musicais. R$ 12 000,00 a R$ 25 000,00.

Silvia Cintra + Box 4. Rua das Acácias, 104, Gávea, ☎ 2521-0426. → Segunda a sexta, 10h às 19h; sábado, 12h às 18h. Grátis. Até 13 de junho.

John Nicholson

Há quase quarenta anos vivendo no Rio, o artista americano tira das areias cariocas a inspiração para as pinturas exibidas em A Praia. A série retrata o cotidiano de banhistas na Zona Sul.

Centro Cultural Municipal Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169, Santa Teresa, ☎ 2215-0621. Terça a domingo, 8h às 20h. Grátis. Até o dia 31.

Geometria Radical - do desenho ao desejo

Geometria Radical
Obras de Miguel Paiva na Lapa (Foto: Divulgação)

Após mais de quatro décadas como cartunista e artista gráfico, o jornalista inaugura sua primeira exposição individual. As 20 pinturas de Miguel Paiva percorrem o universo das mulheres em uma provável analogia com a natureza, detalham com recortes precisos as arenas esportivas e ainda estabelecem limites nos cenários cotidianos.

Galeria Scenarium. Rua do Lavradio, 15, Lapa. Terça a sábado, 13h às 19h. Até 28 de junho.

Gilda Goulart

A individual A Arte em 2 Segmentos comemora os 50 anos de carreira da artista. Na exposição, com curadoria de Celina Azeredo, estão reunidos 20 trabalhos inéditos – separados em duas séries –,  criados por Gilda na última década.

Galeria Marly Faro. Rua Aníbal de Mendonça, 221, Ipanema. Segunda a sexta, 12h30 às 19h; sábados, 9h às 13h. Até 17 de junho.

Xilogravura – Memória, Processo e Sonho

A mostra foi idealizada através das recordações do artista Vlad da Hora sobre as xilogravuras de Goeldi, o maior gravador brasileiro, e dos textos do escritor russo Dostoievski. As obras foram confeccionadas utilizando uma técnica criada nos anos 50, pelo artista e professor Abelardo da Hora, tio de Vlad.

Centro Cultural da UNISUAM. Av. Paris, 72, Bonsucesso. Segunda a sexta, 9h às 21h; sábados, 8h às 12h. Até 23 de junho.

Fonte: VEJA RIO